quarta-feira, 24 de outubro de 2018

EM 1968 ESSA SENHORA DE 90 ANOS VIU NOSSOS DIAS


Algumas vezes comentei sobre essa profecia que tinha lido um bom tempo atrás, e confesso, fiz referência a ela errando alguns detalhes porque não fiz a lição de casa de salvar os links e guardar os textos originais. Agora que localizei, quero corrigir o que falei, e não apenas guardar o material, como, principalmente, publico aqui no Blog para que fique para consultas de todos.
Errei quando disse que seria de uma senhora da Suécia no avivamento dos anos 50, o que não é verdade. Ela é norueguesa, e o ano é 1968. Disse também disse que ela teria dito sobre centenas de canais de TV o que também foi um engano meu. Na verdade ela fala sobre a TV "estar repleta de estações".
Mas ela profetizou muito mais sobre os nossos dias, e você verá que ela apontou nossos dias como aqueles ocorrem que imediatamente antes da vinda de Jesus Cristo e o início dos Juízo.
A minha ideia aqui não é discutir doutrina dos últimos dias, se você navegar pelo Blog poderá ver o que eu creio, mas compartilhar a impressionante profecia dessa senhora de 90 anos, que fala muito por si só, e que, como ela diz, "em nada contraria as escrituras".
Não, não há o nome dela no texto, mas já procurei me certificar de não estar reproduzindo uma "fakenews" gospel. O seu relato foi feito ao evangelista Emanuel Minos existe, sua biografia está no Wikipedia, e seu relato sobre a profecia desta senhora pode ser facilmente comprovado com uma simples pesquisa Google.


Você pode encontrar o texto original em diversos sites se fizer a sua própria pesquisa.
Para facilitar sua vida, apresento aqui o texto traduzido por mim para o português (só depois de concluir o trabalho percebi que outros irmãos também já tinham traduzido, e teriam poupado meu trabalho...), mas também publico em seguida o texto em inglês, para os que dominam o idioma.
Como você poderá constatar, o que ela viu seria impossível se não pelo Espírito Santo de Deus. 
E assim, ao perceber o que acontece em nossos dias, se comparar com o que ela viu... não há muito tempo para nós, como sei que você que passa por aqui, provavelmente já se deu conta.
Segue o texto: 

Uma senhora idosa, de 90 anos, de Valdres, Noruega teve uma visão da parte de Deus em 1968. O evangelista Emanuel Minos estava realizando cultos onde ela vivia. Ele teve a oportunidade de conhece-la, e ela contou a ele toda sua visão. Ele registrou tudo, mas achou que era algo tão inacreditável que guardou o documento em uma gaveta. Passados 30 anos, ele entendeu que deveria compartilhar essa visão com outros.
A senhora de Valdres era uma senhora cristã lúcida, alerta, confiável e digna de toda a credibilidade, que gozava de boa reputação em meio aos que a conheciam. Eis a visão:
"Eu vi o tempo imediatamente anterior à vinda de Jesus, e o rompimento da Terceira Guerra Mundial. Eu vi os eventos com meus olhos naturais. Vi o mundo como um tipo de globo, e vi a Europa, nação por nação. Eu vi a Escandinávia. Eu vi a Noruega. Eu vi certas coisas que vão acontecer pouco antes da volta de Jesus, e pouco antes que a última calamidade aconteça, uma calamidade do tipo que nunca aconteceu antes.
Ela mencionou quatro ondas:

1. "Primeiro, antes que Jesus venha, e antes da Terceira Guerra Mundial, haverá uma 'détente', (uma melhora nas relações institucionais entre governos mundiais) como nunca experimentamos antes. Haverá paz entre as Nações mais poderosas do leste e oeste, e haverá um longo período de paz mundial. [Lembre o relato dela foi em 1968, quando a guerra fria estava em seus mais altos níveis]. Nesse período de paz haverá desarmamento em muitos países, inclusive na Noruega, e não estaremos preparados quando a guerra vier. A Terceira Guerra Mundial vai ter seu início de uma maneira que ninguém poderia prever – e virá de um lugar inesperado.

2. "A mornidão sem paralelo tomará os cristãos, que apostatarão do verdadeiro e vivo cristianismo. Cristãos não estarão mais abertos para uma pregação penetrante. Eles não serão mais como nos tempos anteriores, desejosos de ouvir sobre pecado e graça, a lei e o evangelho, arrependimento e restauração. Em vez disso, haverá um substituto: o cristianismo da prosperidade (felicidade). "A coisa mais importante será ter sucesso, ser alguém; possuir bens materiais, coisas que Deus nunca prometeu que ocorreriam da maneira que será pregada. Igrejas e casas de oração vão se tornar cada vez mais vazias. Em vez das pregações que estamos acostumados por gerações – como tomar a sua cruz e seguir a Jesus - entretenimento, arte e cultura vão invadir as igrejas onde deveria haver reuniões para arrependimento e reavivamento. E isso vai aumentar de maneira destacada pouco antes do retorno de Jesus.

3. "Haverá uma desintegração moral como a velha Noruega jamais experimentou algo parecido. Pessoas vão viver juntas como casadas sem estar casadas. Muita impureza antes do casamento, e muita infidelidade matrimonial começará a ser natural, e será justificada de diversas maneiras. Inclusive entrará nos círculos cristãos e se estabelecerá – e mesmo os pecados contrários à natureza. Pouco antes de Jesus voltar haverá programas de TV como nunca aconteceu. [A TV tinha acabado de chegar na Noruega em 1968] "A TV estará transbordando de tal violência e horror que ensinará as pessoas a matar e destruir uns aos outros e haverá insegurança em nossas ruas. As pessoas vão imitar o que veem. Não haverá apenas uma 'estação' na TV, que estará repleta de 'estações.' [Ela não conhecia a palavra 'canal' que usamos em nossos dias. Portanto, ela as chamava de estações. - E. Minos.] A TV será como o rádio, aonde temos muitas 'estações,' que estarão repletas de violência. As pessoas vão usar para entretenimento. Veremos cenas terríveis de assassinato e destruição de uns aos outros, e isso se espalhará pela sociedade. Cenas de sexo serão apresentadas na tela, as coisas mais particulares que acontecem na intimidade do casamento. "Aquela senhora disse: "Isso vai acontecer, e você verá. Tudo o que tivemos antes será completamente destruído, e as coisas mais indecentes serão apresentadas diante de nossos próprios olhos."

4. "Povos dos países pobres do mundo fluirão para a Europa. [Em 1968 não havia algo como esses movimentos migratórios] Eles virão também para a Escandinávia e Noruega. Haverá tantos deles que as pessoas vão começar a detestá-los e a ser duros com eles. Eles serão tratados como Judeus antes da Segunda Guerra Mundial. Nesse momento a medida completa de nossos pecados será atingida.

Lágrimas escorriam dos olhos pela face da senhora idosa. "Eu não verei isso, mas você verá. Então subitamente Jesus virá, e a Terceira Guerra Mundial romperá. Será uma guerra curta." (Ela teve uma visão sobre isso.) "Tudo o que vi de guerra antes desta é apenas brincadeira de crianças comparada a esta que virá, que será encerrada com a explosão de uma bomba atômica. O ar ficará tão poluído que será difícil respirar. Essa nuvem cobrirá muitos continentes. América, Japão, Austrália e as nações mais ricas. A água estará arruinada (contaminada?). Inclusive o próprio solo. O resultado será que apenas um remanescente sobreviverá. Os remanescentes das nações ricas vão tentar fugir para os países pobres, mas eles serão duros como foram com eles.
"Sou muito grata que eu não vou ver isso, mas quando o tempo se aproximar, você precisa tomar coragem e contar isso para as pessoas. Eu recebi isso de Deus, e nada disso contraria o que a Bíblia diz."

--------

An old woman of 90 from Valdres, Norway had a vision from God in 1968. The evangelist Emanuel Minos had meetings (services) where she lived. He had the opportunity to meet her, and she told him what she had seen. He wrote it down, but thought it to be so unbelievable that he put it in a drawer. After 30 years, he understood he had to share the vision with others.
The woman from Valdres was a very alert, reliable, awake and credible Christian, with a good reputation among all who knew her. This is what she saw:
"I saw the time just before the coming of Jesus and the outbreak of the Third World War. I saw the events with my natural eyes. I saw the world like a kind of a globe and saw Europe, land by land. I saw Scandinavia. I saw Norway. I saw certain things that would take place just before the return of Jesus, and just before the last calamity happens, a calamity the likes of which we have never before experienced.
She mentioned four waves:

1. "First, before Jesus comes and before the Third World War breaks out there will be a 'détente' like we have never had before. There will be peace between the super powers in the east and the west, and there will be a long peace. [Remember, that this was in 1968 when the cold war was at its highest]. In this period of peace there will be disarmament in many countries, also in Norway and we are not prepared when it (the war) comes. The Third World War will begin in a way no one would have anticipated - and from an unexpected place.

2. "A lukewarmness without parallel will take hold of the Christians, a falling away from true, living Christianity. Christians will not be open for penetrating preaching. They will not, like in earlier times, want to hear of sin and grace, law and gospel, repentance and restoration. There will come a substitute instead: prosperity (happiness) Christianity. "The important thing will be to have success, to be something; to have material things, things that God never promised us in this way. Churches and prayer houses will be emptier and emptier. Instead of the preaching we have been used to for generations - like, to take your cross up and follow Jesus, - entertainment, art and culture will invade the churches where there should have been gatherings for repentance and revival. This will increase markedly just before the return of Jesus.

3. "There will be a moral disintegration that old Norway has never experienced the likes of. People will live together like married without being married. Much uncleanness before marriage, and much infidelity in marriage will become the natural and it will be justified from every angle. It will even enter Christian circles and we will let it - even sin against nature. Just before Jesus returns there will be TV- programs like we have never experienced. [TV had just arrived in Norway in 1968] "TV will be filled with such horrible violence that it teaches people to murder and destroy each other, and it will be unsafe in our streets. People will copy what they see. There will not be only one 'station' on TV, it will be filled with 'stations.' [She did not know the word 'channel' which we use today. Therefore she called them stations. - E. Minos.] TV will be just like the radio where we have many 'stations,' and it will be filled with violence. People will use it for entertainment. We will see terrible scenes of murder and destruction one of the other, and this will spread in society. Sex scenes will also be shown on the screen, the most intimate things that take place in a marriage." Then the old woman said: "It will happen, and you will see it. All we have had before will be broken down, and the most indecent things will pass before our eyes."

4. "People from poor countries will stream to Europe. [In 1968 there was no such thing as immigration] They will also come to Scandinavia - and Norway. There will be so many of them that people will begin to dislike them and become hard with them. They will be treated like the Jews before the Second World War. Then the full measure of our sins will have been reached.

The tears streamed from the old woman's eyes down her cheeks. "I will not see it, but you will. Then suddenly, Jesus will come and the Third World War breaks out. It will be a short war." (She saw it in the vision.) "All that I have seen of war before is only child's play compared to this one, and it will be ended with a nuclear atom bomb. The air will be so polluted that one cannot draw one's breath. It will cover several continents, America, Japan, Australia and the wealthy nations. The water will be ruined (contaminated?). We can no longer till the soil. The result will be that only a remnant will remain. The remnant in the wealthy countries will try to flee to the poor countries, but they will be as hard on us as we were on them.
"I am so glad that I will not see it, but when the time draws near, you must take courage and tell this. I have received it from God, and nothing of it goes against what the Bible tells."


Bem amigos aqui do Blog, o que essa senhora profetizou, para mim, é claramente de Deus. Impossível para alguém vivendo em 1968 descrever com tanta precisão o que está acontecendo em nossos dias.
A tocante descrição da tragédia da igreja contemporânea é irretocável. Alguém discordaria dela?
A destruição causada pela programação veiculada pela televisão ao redor do planeta... discorda?
E a questão principal para mim, porque fecha "as ondas" que ela apresenta, é justamente essa questão da crise migratória na Europa cuja temperatura está subindo a cada dia, e agora, no momento em que escrevo, a caravana de hondurenhos que marcha em direção aos Estados Unidos. Está nas manchetes de todos os grandes veículos de notícias do mundo. Na verdade, até mesmo nós aqui no Brasil estivemos diante de algo semelhante, com a migração dos fugitivos da tragédia venezuelana. E veja que isso passou a ser um problema mundial ainda não resolvido há poucos anos...
Claro que não podemos tomar a profecia dessa senhora para marcar datas, para criar histeria, ou mesmo para provar teses doutrinárias, mas, ignorar o que ela profetizou, seria uma tremenda tolice...
E Jesus adverte as virgens que não estavam preparadas chamando-as de "virgens tolas" (Mateus 25)
E sim, parece que todas as impressões dela estão acontecendo ou prestes a acontecer em nossos dias.
Você não consegue ver?
Veja os sinais!
Deus abençoe,

Haroldo Maranhão

Nenhum comentário:

Postar um comentário