quarta-feira, 29 de agosto de 2018

UM CANDIDATO VALE MAIS QUE SEU IRMÃO?




Para as próximas eleições, os eleitores, ou em especial, os partidários mais agressivos, estão absolutamente seguros de suas posições políticas. 
Cada dia mais!
Seus candidatos são os melhor preparados, os mais honestos, com a melhor biografia e, sem eles, não há esperança para o Brasil.
Precisam ser eleitos para o bem dos nossos filhos e netos! Para consertar o que está aí...
E levam isso a sério a tal ponto que o desencanto e a ansiedade invadem suas vidas ao simplesmente imaginarem a possibilidade de seu ungido não ser o próximo presidente da república do Brasil...
E o horror: imaginar que o pior candidato (segundo sua opinião), seja o eleito!
E embora muitos dos adversários apontem diversas transgressões supostamente verdadeiras, públicas e por todos conhecidas acerca de seu preferido, estão seguros que tudo o que há contra o seu ungido, é uma farsa. São claramente "FakeNews" que, ainda que eventualmente venham a ser comprovadas como verdadeiras, são claramente insignificantes perto das iniquidades reais, indiscutíveis e incomparáveis dos candidatos adversários. Quaisquer que sejam. 
E o tempo provará quem têm razão!
Ainda que até mesmo o STF, o STJ, TSE, o "STJD", e a CONMEBOL, ou se for o caso, até mesmo a FIFA, a ONU e a UNESCO venham a acolher e aprovar os recursos às instâncias superiores (pelo menos as terrestres) condenando-os sem qualquer outra possibilidade de recurso, nem mesmo a Bíblia(!) os fará mudar de ideia.
Seu candidato é o melhor e os demais são abomináveis.
Na verdade, o seu candidato é o próprio salvador da pátria. Não há vida inteligente fora dele, não há esperança sem ele, não há solução para o Brasil em nenhum outro, senão em seu plano de governo. "Sem ele, nada do que precisa ser feito se fará!"
Mas em cantos opostos, agora há irmãos na fé. 
Capazes até de romper uns com os outros em favor de alguém que não conhecem, a não ser de ouvir falar pelas mídias, ou por pessoas pagas para divulgar sua imagem institucional. Seu plano de governo. Suas ideias. Sua página do Facebook.
Sim, em cantos opostos, agora há irmãos na fé. 
Capazes de se tornarem inimigos, mesmo sendo pessoas que professam a mesma fé, no mesmo evangelho, no mesmo Senhor e Salvador Jesus Cristo. Com opiniões políticas (?) divergentes...
Em cantos cada vez mais opostos há irmãos na fé.
Escolhendo o adversário errado, o inimputável errado. O salvador errado! "Se a nossa esperança em Cristo se resume a essa vida, somos os mais infelizes de todos os homens" (I Coríntios 15:19).
Se há um lugar em que a unidade deve existir, é entre os irmãos de fé em Jesus Cristo.
Se há uma esperança para o nosso país, é na unidade destes irmãos de fé, orando pela nossa nação.
Se há uma esperança para o nosso país, é nós, os que cremos, votarmos segundo nossas consciências, nossas ideologias e nossas preferências enquanto cidadãos brasileiros, sabendo que QUALQUER UM QUE FOR ELEITO, poderá ou não ser uma bênção para o Brasil.
Isso vai depender de nossas orações.
QUALQUER UM sim! Sabe porquê?
"Porque bendita é (APENAS!) a nação cujo Deus é O Senhor." (Salmo 33:12) E de todas as nações atuais e contemporâneas, qualquer delas hoje, incluindo a nossa, Ele não O é...
Ele não é O Senhor segundo o coração delas e dos governantes, embora seja Senhor sobre TUDO!
Assim, o eleito, qualquer que seja, não tem poder algum para fazer nada durável ou abençoador SE O Senhor não nos abençoar "através" dele. 
QUALQUER UM!
O eleito, qualquer que seja, não controla todas as variáveis...
O eleito, qualquer que seja, não tem poder para transformar vida e caráter de quem está ao redor, ou de quem são seus interlocutores... como saber?
O eleito, qualquer que seja, tem, sim, poder para ser presidente da república, mas terá que negociar com o congresso, com o sistema financeiro, com a imprensa, com a população, com seu partido, com os agentes internacionais, com as sociedades secretas, com o mundo espiritual, com ...
E aí, talvez, consiga implantar partes de seu programa de governo para o qual foi eleito, (aquele que ele disse que vai cumprir e muitos acreditam...) plano que é falível como todos os demais que vem do coração do homem, que não Lhe são sujeitos, e não O agradam, diz O Senhor... (Provérbios 5:10, Isaías 30:1, Salmo 51:10)
Mas QUALQUER UM pode ser o caminho da bênção para a nação... sabe porque creio?
Porque TODA a autoridade vem do Senhor – mesmo aquela que você não elegeu - (I Pedro 2:13-14, João 19:10-11, Romanos 13:1-6), e ainda que o que for eleito venha a ser um péssimo governante e leve o país a algo ainda pior do que vivemos hoje, não necessariamente será porque "não sabemos votar", mas porque O Senhor também traz juízo sobre as nações pelos seus pecados. E o faz até mesmo através de governantes ímpios, os quais Ele mesmo Se encarrega de julgar depois...
E nesse caso, de uma eventual eleição de alguém que não seja uma bênção para o Brasil, a culpa não será nossa enquanto "eleitores" em "urnas eletrônicas seguras e confiáveis", mas será nossa culpa enquanto nação! Pelos pecados nacionais!
Enfim, queridos e queridas, irmãos e irmãs...
Vamos divergir, vamos debater, vamos expor nossas opiniões e nossas ideias sobre quem, em nossa visão, deve ser o próximo presidente, e também governador, senadores e deputados... 
Mas não vamos romper com nossos irmãos, nem vamos nos levar a sério demais como eleitores...
Vamos nos levar a sério como intercessores, porque Deus nos vê assim, (I Timóteo 2:1-4) lembrando que a solução para o Brasil passa por concordarmos acerca de que Quem deve reinar sobre o Brasil é O Senhor Jesus, e que são as nossas orações a chave para que isso aconteça.
Passa também por haver em nós arrependimento pelos pecados nacionais, como tantos ministérios cristãos sérios e influentes tem profetizado e ensinado ao longo de anos... Arrependimento do qual estamos longe enquanto nação! Ou não?
Para que Ele se agrade de nós, e abençoe o Brasil através de QUALQUER PRESIDENTE eleito.
Oremos pela nação, para que haja paz, e tenhamos paz também... (I Timóteo 2:1-4 e Jeremias 29:7).
O adversário não é o irmão que vota diferente do que pensamos, mas é aquele que "veio para roubar, matar e destruir" (João 10:10a) e que, lembre, inspira "aquele que semeia contendas entre irmãos", (Provérbios 6:16 e 19) a quem O Senhor ABOMINA!
Até porque, repito, "se a nossa esperança em Cristo se resume a esta vida, somos os mais infelizes de todos", segundo ensina o apóstolo Paulo (I Coríntios 15:19).
Lembremos ainda que "nossa pátria (definitiva) está nos céus, de onde aguardamos O Salvador, que é Jesus Cristo, O Senhor"! (Filipenses 3:20-21)
Sejamos os melhores brasileiros que pudermos ser, porque devemos ser (Romanos 13:1-6)...
Mas sejamos os melhores cidadãos do Reino, para a eternidade, porque é isso que importa...
Posto esse texto no blog, porque o que vejo nesses dias reflete um dos tantos aspectos que, creio, são parte da Agenda das trevas para os últimos dias. Tempos em que podemos ver claramente a (necessária?) globalização e o (fundamental) enfraquecimento das nações e seus governantes; a manifestação cada dia mais clara da Agenda 2030 quanto a sua influência em diversos temas que geram discussões políticas, sociais e religiosas, sendo súbita e violentamente harmonizadas em todas as nações simultaneamente... além de serem defendidas por políticos (explícita ou implicitamente) de quase qualquer ideologia partidária, apoiados por comunicadores dos meios de comunicação (e manipulação subliminar?) de massa, através das (poucas) agências de notícias e mídias diversas (supostamente?) plurais, mas controladas por poucos.
Sim,esses são os visíveis entre outros tantos ingredientes menos visíveis, que emergem claramente nas discussões destes conteúdos em nossos dias, e nas análises dos formadores de opinião "famosos". Mas veja bem... tudo isso é APENAS a minha opinião, é como eu (ainda) exerço (enquanto posso) o meu direito de interpretar (ainda livremente) o que eu vejo. Você não consegue ver?
Veja os sinais...
Vote bem! Deus abençoe,

Haroldo Maranhão

quinta-feira, 23 de agosto de 2018

ACELERANDO A INVERSÃO DOS POLOS MAGNÉTICOS DA TERRA




Ao longo destes anos estudando profecia bíblica e acompanhando seu impressionante cumprimento na vida diária, procuro observar as reações das pessoas ao redor.
Algumas embora percebam que muita coisa muda rapidamente ao redor, mas fazem de conta que nada acontece. Outras exageram e transformam qualquer coisa em algo apocalíptico, mesmo quando não há o menor fundamento para fazer tal associação.
Já algumas pessoas que até professam ser cristãs, e talvez sejam mesmo, sabem mais dos "Illuminatti", de teorias da conspiração, de previsões das trevas, Nostradamus, e até mesmo uma série de outras linhas quase que esotéricas e ufológicas, são incapazes de associar nada disso com textos bíblicos claros. Pelo simples fato que não os conhecem! 
Se pelo menos fossem cristãos de linha teológica diferente das predominantes, e discordassem teologicamente, seria melhor, mas nem mesmo uma linha teológica tem. Estão imersos em confusões que levam muitos a marcar datas, associar eventos que supostamente irão acontecer como parte daqueles que desencadearão no fim do mundo, e em assim fazendo, porque nada se cumpre, lançam cada vez mais descrédito, frieza de coração e desencanto no coração daqueles que sabem pouco, mas tinham um fio de esperança para crer... e se perdem.
Mas há outros, dos quais espero, sinceramente, fazer parte, que são os que buscam sinceramente entender o que acontece, mas procuram associar apenas com A Palavra, mais que qualquer coisa.
Como já disse aqui no Blog, comecei a aprender sobre profecia bíblica em 1974 quando era ainda um adolescente. O que tínhamos naquela época era os textos bíblicos que apontavam para um futuro distante, e alguns pastores apresentavam interpretações que naquela época não podiam ser questionadas nem comprovadas. Era apenas um estudo de conhecimento dos textos sobre o futuro. Assim, o que importava mesmo era o nome de quem pregava, porque se fosse alguém importante e influente, sua tese teria mais facilidade de ser aceita que a de alguém mais desconhecido. E reconheço que muitos fizeram trabalhos brilhantes, como nossos irmãos ainda dos séculos XVIII e IX, que acertaram em muitas coisas acerca dos últimos dias, e contribuíram para nossos estudos de hoje. Pelo menos ainda na perspectiva que vivemos, em meu caso, mais de quarenta anos depois, embora algumas das impressões somente saberemos em algum tempo que pertence apenas a Deus, quanto a sua assertividade. Enquanto outros tantos, estavam errados, mas nenhum problema nisso já que claramente, "ainda não era o tempo, embora, creio, agora já seja"!
Assim que quando me senti encorajado a escrever esse Blog, demorei um pouco até ajustar com clareza minha, digamos, "linha editorial", o que acho pretensioso demais para minha capacidade, mas pelo menos define com clareza o que quero publicar nesse espaço. O que procuro ter como foco aqui é a observação de fatos impactantes e públicos, e associá-los a textos bíblicos do contexto dos últimos dias, para que eu possa contribuir com os que estudam com sinceridade e mente aberta. 
Quero compartilhar aqui minhas impressões sobre, segundo minha visão, o avançado da hora. Creio que fazendo assim, vou poder colaborar com quem estuda. Mas quero, principalmente, se Deus me permitir, trazendo pessoas aqui para ler estes textos, chamar a atenção dos que não entenderam ainda tanto, que tudo vai mudando rapidamente em nossos dias. Que os cientistas de tempos em tempos atualizam e publicam informações que nos afetam, e que podemos (e devemos) associar essas informações deles comestes textos de dois ou três mil anos atrás, que falam claramente sobre o que eles acabaram de descobrir ou decidiram divulgar, porque provavelmente já sabem há muito tempo.
E isso é o que aconteceu essa semana, e que recebi de uma amiga querida aqui do Blog.
A matéria científica saiu no UOL do dia 21 de agosto de 2018, cuja imagem ilustra esse post. 

A questão da inversão dos polos magnéticos da terra!

Esse tema é algo que me aflige há alguns anos, desde quando entendi sua realidade profética. Sim, um dia algo vai acontecer com nosso planeta que será muito parecido com a interrupção súbita de seu movimento de rotação, dando início a um movimento de rotação no sentido oposto ao de hoje. Assustador não?
A matéria científica publicada no UOL fala sobre o tema, e afirma ainda mais, que algo assim já aconteceu há milhares de anos, fala também sobre breves inversões que não chegaram a afetar a vida da humanidade, mas sinaliza para a possibilidade desta inversão severa acontecer em um tempo futuro mais próximo do que eles esperavam anteriormente. Dizem isso, sem especificar datas.
O que acho interessante na matéria é que não citam ninguém nem qualquer outra instituição além do cientista alemão Jurgen Matzka, o que não é problema se você pesquisar seu trabalho. Para mim, apenas acrescenta pois já li muito a respeito, e não tenho dúvidas sobre o tema. Mas para quem nunca leu nada parecido, fica algo que embora pareça sério, porque afinal de contas o UOL Ciência (e outros sites brasileiros) publicou, pode parecer algo duvidoso por ter poucas fontes. E também parecer um assunto "indigesto", assustador, e não necessário para a vida diária.
Bem, para mim que estou acostumado a observar isso, não é estranho. Me parece que a mídia quando decide publicar algo assim, assume uma posição mais distante, com o objetivo, penso, de se eximir de sua responsabilidade futura de não ter avisado a todos o que teve acesso. De que esta possibilidade da matéria publicada (no caso em tela, a inversão dos polos) existe, mas por outro lado, não se associa aos "conspiradores" que falam que algo assim vai acontecer - porque nem tudo que os "conspiradores" falam é "FakeNews" - e a comunidade científica sabe disso.
Tenho lido muito sobre o problema do enfraquecimento do campo magnético da terra nos últimos anos a uma velocidade sem precedentes. Embora não tenha formação na matéria, e conhecimento básico sobre o assunto, vejo que apesar de muitos cientistas não terem certeza quanto aos motivos, eles creem que há alguma coisa já acontecendo "lá fora", seja a partir de algum ponto no espaço, ou até mesmo a partir do sol, que afeta a performance do nosso "escudo de proteção" ao redor da terra. A causa exterior segundo eles, afeta não apenas o que acontece no "em torno da terra" e tem efeitos na terra, mas também afeta o núcleo do planeta, como afirma a matéria.
Sim, alguma coisa lá fora nos afeta “aqui dentro”!
E sim, há também algum conflito entre as linhas de compreensão das escolas científicas e há também interpretações diversas de quais seriam os efeitos no planeta. Alguns até tem dúvidas de que algo assim realmente aconteça, enquanto outros estão certos que sim, é possível, e acontecerá em breve.
E diante disso, quero me posicionar aqui enquanto responsável pelo conteúdo do Blog porque diante do que eles e outros publicam, adquiri a convicção que o que estamos vendo é profético. 

Sim, tenho CERTEZA que vai haver essa inversão dos polos ou algo parecido! 

Como pode ser isso? Como posso estar seguro de algo que entre os cientistas não há convicção ou, se há, eles tem receio de publicar o que sabem? Bem, por um motivo muito simples. 

A Bíblia fala sobre algo muito parecido com isso. Assim sendo, creio porque a Bíblia diz!

E quero compartilhar essa impressão que adquiri pelos estudos que tenho feito nos últimos anos, que me levaram a firmar essa convicção, para sua consideração, para que você chegue a suas próprias conclusões.
Antes de avançar, veja que há, digamos, 40 anos, seria impossível pensar que algo assim pudesse acontecer com o nosso planeta, inverter a rotação de seus polos magnéticos, ou algo semelhante. Seria impossível! Mas hoje, pelas descobertas científicas espaciais, pelas informações dos satélites geoestacionários, dos telescópicos de última geração que estão em órbita e além, e ainda pela ciência da computação que permite a elaboração em questão de segundos de cálculos que antes levariam anos, podemos hoje entender coisas que antes não era possível nem sonhar...
Tendo isso em mente, a sofisticação das informações, a conclusão científica de que há uma inversão dos polos magnéticos em curso, e dos impactos possíveis de uma mudança dessa magnitude, quero que você conheça ou reveja textos bíblicos que se tornam claros e dão suporte para nossa análise das informações científicas da matéria que é conteúdo do post de hoje. Veja comigo:

Jó 38:31-33
"Ou poderás tu atar as cadeias do Sete-estrelo ou soltar os laços do Órion? Ou fazer aparecer os signos do Zodíaco ou guiar a Ursa com seus filhos? Sabes tu as ordenanças dos céus, podes estabelecer a sua influência sobre a terra?"

Escolhi esse verso para começar, porque aqui temos algo importante para associar com outros textos: as referências literais às constelações de Sete-Estrelo e Órion, e Deus ensinando a Jó que as ordenanças ou leis dos céus "espaciais" têm influência sobre o que acontece aqui na terra. E podemos pensar ou saber que Ele associa essas constelações a algo que influencia nosso planeta. E podemos pensar ainda que Jó não sabia naquela época, porque ainda não era o tempo, mas nós podemos saber hoje, por que é a hora... será?
Veja que existem apenas três textos com as mesmas constelações mencionadas, e vamos ver os demais para perceber que o que vai acontecer na terra no futuro, está associado por algum motivo a elas. Deus registrou para que saibamos que literalmente ou por figura, seus efeitos na terra serão exatamente os mesmos que estamos vendo nessa matéria do UOL, e que já li em tantas outras!

Amós 5:7-9
“Vós que converteis o juízo em alosna e deitais por terra a justiça, procurai o que faz o Sete-estrelo e o Órion, e torna a densa treva em manhã, e muda o dia em noite; o que chama as águas do mar e as derrama sobre a terra; SENHOR é o seu nome. É ele que faz vir súbita destruição sobre o forte e ruína contra a fortaleza.”

Veja que Ele convida as pessoas a procurá-lO, pois é Ele quem torna densas trevas em manhã e muda o dia em noite. Veja que de alguma maneira, ele associa isso às constelações ou "algo que venha em nossa direção a partir delas", e o resultado, aparentemente, é a noite ser mudada em dia e vice-versa, e, claro não estamos falando em eclipse! Diante do texto científico do UOL, há,  aparentemente, uma inversão da rotação do planeta, e assim, o amanhecer se tornará em noite em um lugar da terra, enquanto o anoitecer em dia em outro... percebe? 
Aparentemente algo vai influenciar a terra para inverter seu curso... e mais. As águas do mar serão lançadas sobre a terra, reforçando, aparentemente, essa impressão de uma súbita inversão de curso do movimento do planeta, além de seus efeitos magnéticos sobre as marés...
Mas ainda há mais. Venha comigo, por favor. Há mais informações neste outro texto:

Jó 9:5-10
“Ele é quem remove os montes, sem que saibam que ele na sua ira os transtorna; quem move a terra para fora do seu lugar, cujas colunas estremecem; quem fala ao sol, e este não sai, e sela as estrelas; quem sozinho estende os céus e anda sobre os altos do mar; quem fez a Ursa, o Órion, o Sete-estrelo e as recâmaras do Sul; quem faz grandes coisas, que se não podem esquadrinhar, e maravilhas tais, que se não podem contar.”

Novamente Deus associa as mesmas constelações ou algo que venha em nossa direção a partir delas, com sua decisão de remover a terra, o planeta, de "seu lugar", o que é algo sem precedentes. Parece que Ele o fará como reflexo de algo que acontecerá no espaço, e veja que "o sol não sai", e até mesmo os montes serão removidos de seus lugares. Podemos pensar que estarão acontecendo terremotos sem precedentes e em escala planetária. Sim, o cenário é assustador.
E veja que isso é exatamente o que acontecerá quando, segundo outros cientistas, essa inversão de polos magnéticos definitiva ocorrer. Aparentemente, eles recentemente começaram a nos dar pistas do que pode acontecer, e agora começam a informar que isso pode se tornar uma triste realidade "antes do que previam", embora não deem datas. Ainda... E mais.
Agora que entendemos pela Palavra o que acontecerá quando algum fenômeno sobrevier associado a Orion e ao Sete Estrelo, com efeitos espantosos na terra, podemos comparar outros textos que nos descrevem os mesmos fatos, (associados, claro, à Sua ira) mesmo que não mencionem as constelações, e podemos compreender que estão associados a mudanças das mesmas ordenanças celestiais, porque afetam a terra da mesma maneira:

Amós 8:9
"Sucederá que, naquele dia, diz o SENHOR Deus, farei que o sol se ponha ao meio-dia e entenebrecerei a terra em dia claro."

Sim, novamente efeitos no dia e na noite. Mas esse texto é mais claro! Deus fará com que o sol se ponha ao meio dia e a terra escureça. Para isso se cumprir, entendemos que parte do verso acontecerá em um lado do planeta, e a outra parte, no outro lado. Mas A Palavra do Senhor terá seu único cumprimento simultaneamente. E mais:

Isaías 24:18b-20
"... porque as represas do alto se abrem, e tremem os fundamentos da terra. A terra será de todo quebrantada, ela totalmente se romperá, a terra violentamente se moverá. A terra cambaleará como um bêbado e balanceará como rede de dormir; a sua transgressão pesa sobre ela, ela cairá e jamais se levantará."

Algo acontecerá no alto que será como que "represas celestes abertas", e então os fundamentos da terra tremerão! Seria alguma referência ao nosso campo eletromagnético que "represa" e nos protege de muitas coisas do espaço exterior? Será?
Bem, o fato é que como consequência disso, a terra se moverá de sua órbita, "cambaleando como um bêbado", combinando literalmente com o texto de Jó, logo acima, quando lemos que a terra "sairá de seu lugar"... Será?
Bem amigos do Blog, para mim, esse tema da inversão dos polos magnéticos tem muito fundamento bíblico, e poderíamos associar ainda outros textos. Esse é, para mim, o motivo pelo qual levo muito a sério essas notícias científicas, e procuro estar atualizado acerca delas. 
Outros efeitos que cientistas dizem são os mesmos que encontramos em Mateus 24, e outros textos que descrevem o Juízo, ou ainda, associado ao próprio texto de Jó 9, a Ira.
Isso não significa que estou marcando datas, mas que sim, se percebermos aumento de atividades sísmicas e vulcânicas, podemos pensar que esta influência das ordenanças dos céus sobre a terra está em curso, afetando o núcleo do planeta... E que se isso for verdade, estes efeitos visíveis irão aumentar gradualmente em sua intensidade exatamente como "dores de parto", expressão usada pela Palavra como "figura" acerca dos últimos dias.
Bem amigos, quem está prestando atenção vê que tanta coisa já acontece ao redor, tantas que não podemos mais ignorar que o planeta está mudando dramaticamente, embora a imprensa apenas nos diga que estamos vivendo "extremos climáticos" ou "fúria da natureza", sem explicar qual a causa. Seria mesmo "apenas efeitos da mão do homem"? Enfim, você já entendeu meu ponto...
Quero chamar sua atenção para acompanhar as notícias sobre "inversão de polos magnéticos da terra", ou "enfraquecimento do nosso campo eletromagnético" com outros olhos.

Com informações bíblicas para comparar. 

E quero encorajar você a observar os "extremos climáticos" e as atividades vulcânicas e sísmicas pensando na profecia bíblica como "causa de fundo". Confira sempre os acontecimentos com A Palavra de Deus e não apenas com as opiniões dos especialistas.
Sim, meu convite é o de sempre: Veja os Sinais!
Deus abençoe,

Haroldo Maranhão