quarta-feira, 9 de maio de 2018

ISRAEL 70 ANOS!



E sim, no próximo dia 14 de maio a nação de Israel estará celebrando a emblemática marca de 70 anos de ressurreição. Sim, o vale de ossos secos recebeu vida, e o que era impossível, aconteceu. 

Ezequiel 37:12-14

"Portanto, profetiza e dize-lhes: Assim diz o SENHOR Deus: Eis que abrirei a vossa sepultura, e vos farei sair dela, ó povo meu, e vos trarei à terra de Israel.  Sabereis que eu sou o SENHOR, quando eu abrir a vossa sepultura e vos fizer sair dela, ó povo meu.  Porei em vós o meu Espírito, e vivereis, e vos estabelecerei na vossa própria terra. Então, sabereis que eu, o SENHOR, disse isto e o fiz, diz o SENHOR". 

A Palavra do Senhor se cumpriu, como sempre se cumpre, porque Ele mesmo vela por Sua Palavra, e também porque o cenário profético em algum momento tinha que se cumprir...
Os estudiosos de profecia bíblica antes de 1948 tinham um grave problema para lidar, para uma melhor compreensão da agenda dos últimos dias, pela ausência de Israel em sua terra.
Não havia como formar um cenário profético mais claro, nem como passar a pensar de alguma forma que o tempo estava sendo abreviado. Havia apenas um exercício de se tentar entender alegoricamente as figuras proféticas, e/ou mesmo comparar Hitler, ou a peste negra, ou ainda chuvas de meteoros e terremotos com os conteúdos apresentados na Bíblia. 
Ainda assim chegaram a conclusões admiráveis, possíveis somente pela revelação do Espírito Santo a santos homens e mulheres que estudaram a Bíblia com sinceridade... 
Mas ainda não era a hora...
Sem Israel restabelecido em sua terra de herança, não havia cenário profético possível, porque muito do que ocorre na profecia bíblica dos últimos dias diz respeito a eles... 
A angústia de Jacó (Jeremias 30:7) é pano de fundo para a Grande Tribulação, e a profecia de virem a existir como nação em “um só dia” (Isaías 66:8) precisava se cumprir antes...
Sim, creio que o cenário profético está cada dia mais pronto a partir de Israel restabelecido, e entendo que devemos observar os fatos políticos, tecnológicos e astronômicos ao redor, como marcadores de tempo muito mais claros, e dados por Deus para chamar a nossa atenção para o avançado da hora.
A TETRAD como escrevi aqui, não poderia ser considerada um marcador de tempo sem Israel na sua terra. Afinal, as Festas de Páscoa e Tabernáculos dizem (gritam?) algo a Israel, que conhece muito bem as Festas que a Igreja deveria conhecer melhor...
O ano profético de 2017, como escrevi aqui,  não seria considerado um marcador de tempo sem Israel em sua terra.
As excentricidades de Trump comprando a briga para mudar a capital para Jerusalém, como escrevi aqui, e agendar sua inauguração para o próprio dia 14 é algo importante profeticamente porque pode literalmente por fogo no mundo...
Também sua posição em declarar apoio à reconstrução do Templo, como escrevi aqui, em um post muito lido, também é incendiária.
Até mesmo agora, recentemente, subiu a temperatura ao anunciar a saída do equivocado (?) acordo nuclear com o Irá. 
Afinal todos estes movimentos geram como efeito colateral ameaças contra Israel, e somente podem estar acontecendo diante de nossos olhos, porque estão de volta a sua terra...
Ou não? 
A questão da moeda tecnológica em blockchain, abraçada agora pelo Goldman Sachs e outros bancos americanos em breve, não seria considerada um marcador de tempo, para o avanço da moeda digital e única, profética, como ainda estou acompanhando com muita atenção para este ano de 2018, e escrevi aqui, sem Israel estar em sua terra.
Enfim, até o próprio dia 14, e a partir dele, há muita coisa para acompanharmos. 
Afinal, líderes terroristas ameaçaram Israel de atentados até o dia do seu aniversário. Imagino que dia 14 será um dia de alerta máximo por lá. Será que algo vai acontecer?
Será que embaixadas de países de menor força política como a Guatemala e Paraguai que se estabelecerão lá até o final do mês, poderiam ser alvos alternativos para causar uma comoção mundial e ameaçar os Estados Unidos?
Bem, aguardemos os próximos dias. Agora falta muito pouco tempo para sabermos...
E, claro, o fato de passarmos por todos estes marcadores de tempo sem que algo aconteça não significa que nada aconteceu, porque não necessariamente algo deveria acontecer nestas datas porque não são bíblicas...
O que importa, a meu ver, é que o fato de passarmos por todos esses claros marcadores de tempo nos leva a poder entender que faltam cada dia menos deles para percebermos que chegou "A Hora"...
Afinal, sinais ao redor não faltam. Não consegue ver?
Veja os sinais...

Deus abençoe,

Haroldo Maranhão

4 comentários:

  1. É amado irmão toda palavra de Deus se cumprindo. É nos somos testemunhas vivas que um dia as profecias seriam cumpridas. Esse é o nosso Deus é pai. MARANATA

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim, Cláudia!
      Verdade. Profecias se cumprindo nos noticiários. Diante de nossos olhos. Deus é bom.
      Maranata!

      Excluir
  2. Boa noite!! Acompanho seu blog há 5 anos. Estava sentindo falta das postagens!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que coisa boa! Fico feliz com o seu carinho com o Blog. Deus abençoe!
      Haroldo

      Excluir