segunda-feira, 31 de outubro de 2016

OS PODERES DOS CÉUS SERÃO ABALADOS!


A interpretação alegórica usada para entender o livro do Apocalipse teve seu lugar anos atrás, quando, porque ainda não era tempo, poucas coisas aconteciam no cenário profético.
Israel nem mesmo havia voltado a existir enquanto nação, e, portanto, o cenário dos últimos dias não estava pronto. Seus protagonistas não podiam ainda aparecer em cena.
Além disso, porque algumas das coisas escritas no livro eram incompreensíveis e até mesmo impossíveis aos olhos das pessoas que viveram dezenas ou centenas de anos atrás, é compreensível a origem e desenvolvimento desta escola de estudo profético.
Falar naqueles dias, por exemplo, de um terremoto que muda ilhas e montes de lugar, parecia algo além da compreensão daqueles irmãos que estudavam nos tempos antigos.Se alegórico, viável...
Entretanto, para nós que hoje sabemos pela tecnologia de GPS que sim, isso é possível, este detalhe profético ganha novas cores, e nos leva a ficarmos ainda mais maravilhados com a Sabedoria do Senhor, "que anuncia o fim desde o princípio"... 
E nos fortalece a convicção ao comprovar verdades bíblicas proféticas escritas há dois mil anos, pela tecnologia disponível em nossos dias.
Quero enfatizar este ponto, porque há um conceito que tem aquecido meu coração nos últimos dias que é exatamente este que dá o título ao post. 
A declaração de Jesus, sobre aqueles dias futuros, quando “... os poderes dos céus serão abalados”...
Esta frase do Senhor dita há dois mil anos, explicando o que vai acontecerem algum momento futuro, é impressionante e assustadora!
Mas também, científica, como podemos entender apenas em nossos dias...

Lemos sobre este momento em Mateus 24:29 e Marcos 13:24 com quase a mesma redação:
Mateus 24:29 “Logo em seguida à tribulação daqueles dias, o sol escurecerá, a lua não dará a sua claridade, as estrelas cairão do firmamento, e os poderes dos céus serão abalados”.
Marcos 13:24 “Mas, naqueles dias, após a referida tribulação, o sol escurecerá, a lua não dará a sua claridade, as estrelas cairão do firmamento, e os poderes dos céus serão abalados”.

Já Lucas explica com mais clareza, e nos dá mais detalhes:
Lucas 21:25-26 “Haverá sinais no sol, na lua e nas estrelas; sobre a terra, angústia entre as nações em perplexidade por causa do bramido do mar e das ondas; haverá homens que desmaiarão de terror e pela expectativa das coisas que sobrevirão ao mundo; pois os poderes dos céus serão abalados”.

Aqui vemos que O Senhor diz que todas estas coisas relatadas no verso se darão porque “os poderes dos céus serão abalados”!
Gosto de comparar textos bíblicos que tratam de um mesmo assunto para encontrar mais informações sobre um tema. Se compararmos a frase de Jesus com este texto de Habacuque, teremos a impressão que, além de escurecerem, o sol e a lua vão passar por uma paralização em sua órbita, o que, com certeza, afetará outros planetas de nosso sistema.
Poderes do “nosso céu” sendo abalados...
Leia o texto de Habacuque falando, no contexto da ira, que o sol e a lua vão parar!

Habacuque 3:11 “O sol e a lua param nas suas moradas...”.

Veja que Jó também, de alguma maneira, já tinha esta revelação!
Jó 9:5-7 “Ele é quem remove os montes, sem que saibam que ele na sua ira os transtorna; quem move a terra para fora do seu lugar, cujas colunas estremecem; quem fala ao sol, e este não sai, e sela as estrelas.”

Ele fala de montes e a própria terra removidos de seus lugares, e o sol nem mesmo sai!
Sei que você pode achar isso apenas uma figura de linguagem usada por Habacuque e Jó, mas não será possível quando comparamos estes textos com o de Isaías:

Isaías 28:21 “Porque o SENHOR se levantará, como no monte Perazim, e se irará, como no vale de Gibeão, para realizar a sua obra, a sua obra estranha, e para executar o seu ato, o seu ato inaudito”.

Você sabe ou lembra o que aconteceu em Gibeão?
Vamos para Josué 10:12-13 “Então, Josué falou ao SENHOR, no dia em que o SENHOR entregou os amorreus nas mãos dos filhos de Israel; e disse na presença dos israelitas: Sol, detém-te em Gibeão, e tu, lua, no vale de Aijalom. E o sol se deteve, e a lua parou até que o povo se vingou de seus inimigos. Não está isto escrito no Livro dos Justos? O sol, pois, se deteve no meio do céu e não se apressou a pôr-se, quase um dia inteiro”.

Sim... o Senhor no Juízo (este é o contexto do texto profético de Isaías) Se levantará como em Gibeão, na espetacular batalha liderada por Josué, quando o sol e a lua pararam nos céus!
Ou seja, o que lemos em Habacuque fala sobre algo que vai acontecer, porque o mesmo foi profetizado por Isaías, referenciando o que já aconteceu nos dias de Josué, acerca do tempo do Juízo.
O sol e a lua serão LITERALMENTE parados...
Sim, por que ambos serão parados, entendemos que os poderes dos céus serão abalados! 
E esta será a causa do que acontecerá na terra! Veja o texto de Isaías:
Isaías 13:13 “Portanto, farei estremecer os céus; e a terra será sacudida do seu lugar, por causa da ira do SENHOR dos Exércitos e por causa do dia do seu ardente furor”.

A ordem dos atos é clara: Porque os céus são abalados, a terra sofrerá as consequências, a tal ponto, que será sacudida do seu lugar.” 
Não faz sentido pensar que algo aconteça na terra e afete os céus... 
Mas faz todo o sentido saber que o que acontece nos céus afeta a terra. 
Afinal, o sol e a lua influenciam a terra, fisicamente, de diversas maneiras. 
O campo magnético dos demais planetas também. Tudo está interligado, como sabemos hoje, mas estes profetas não sabiam antes, senão pela revelação do Espírito Santo de Deus!
Veja então, que, se prestarmos atenção em todos estes textos reunidos, vamos entender que, antes de acontecer algo aqui, algo acontecerá nos céus, com o sol, a lua e as estrelas. 
Os poderes dos céus serão, de alguma maneira, abalados!
E depois, como consequência disso, algo acontecerá na terra...
Este fato astronômico será observável na terra, por astrônomos, físicos e outros...
E este fato astronômico permitirá que os especialistas da terra entendam a tragédia que virá!
E quando virá... quanto tempo teremos antes de sermos atingidos por seus efeitos... 
Semanas? Dias? Horas?
Organizar a sequência de eventos assim nos torna mais fácil entender como será possível que as multidões já estarão apavoradas pelas ondas do mar, e estarão todos nos montes escarpados e lugares altos do planeta para se proteger do que virá!
Aliás, multidão que reunirá desde reis e até mesmo escravos. Sim, todas as classes sociais, e todos procurando se esconder, porque sabem que algo os alcançará!
O que poderia produzir um evento assim, senão a certeza, dada pela mídia, de que não haverá o que fazer para impedir uma catástrofe, e que todos deverão procurar abrigo em lugares altos?
Claro também que, em minha opinião, neste momento muitos da “elite” irão para seus bunkers, pois estes se prepararam já, por muito tempo, para este momento...
Leia o texto de Apocalipse 6:12-17 “Vi quando o Cordeiro abriu o sexto selo, e sobreveio grande terremoto. O sol se tornou negro como saco de crina, a lua toda, como sangue, as estrelas do céu caíram pela terra, como a figueira, quando abalada por vento forte, deixa cair os seus figos verdes, e o céu recolheu-se como um pergaminho quando se enrola. Então, todos os montes e ilhas foram movidos do seu lugar. Os reis da terra, os grandes, os comandantes, os ricos, os poderosos e todo escravo e todo livre se esconderam nas cavernas e nos penhascos dos montes e disseram aos montes e aos rochedos: Caí sobre nós e escondei-nos da face daquele que se assenta no trono e da ira do Cordeiro, porque chegou o grande Dia da ira deles; e quem é que pode suster-se?”

Bem, meu objetivo não é assustar você, mas sim, alertar todos quantos eu puder alertar para o fato que as palavras de Jesus são literais, e que sim, O Juízo virá.
Que sim, muita coisa vai acontecer com o planeta terra, e que estes eventos serão uma consequência do que acontecerá nos céus!
Talvez, algo que possa ser percebido até mesmo com alguma antecedência maior, se for causado por algo que não faz parte do cenário normal...
Algo como um corpo celeste novo, (ou "antigo'?), embora desconhecido...
Lembre-se que quando Jesus nasceu, houve uma convergência astronômica tão especial e única nos céus, que os magos astrônomos, acostumados a observar o céu, souberam que algo tinha acontecido!
Sabiam que o filho de um Rei havia nascido, porque “viram Sua estrela no céu...”!
Considere que, provavelmente, enquanto Jesus estava na cruz do Calvário, um fato astronômico estranho também aconteceu, pois é impossível haver um eclipse com 3 horas de duração...
Mateus 27:35 “Desde a hora sexta até à hora nona, houve trevas sobre toda a terra”.

Algo escureceu o sol, e não foi a lua, porque escureceu toda a terra por 3 horas!
Claro está que estamos falando que ocorreu um fenômeno astronômico. Não acha?
Posso então, por inferência pensar que em Sua vinda, haverá algo espantoso no céu... ou não?
Bem, eu penso que sim...

Avançando no conteúdo deste post...
Lucas, em seu relato tão preciso, nos relata no mesmo capítulo, depois de apresentar a declaração de Jesus sobre o fato que os poderes dos céus serão abalados, nos dá outra informação importante!
E uma promessa associada a uma exortação!
A informação importante é que não, Ele não vai manter o céu e a terra como os conhecemos.
A terra e o céu vão passar... mas As Suas Palavras não passarão! Aleluia!
Mas com muita clareza Ele adverte aos que nEle cremos a cuidarmos de nossas vidas, do nosso coração, para não amarmos nem o pecado nem o mundo...
Porque?
Porque apenas os que agirem assim serão pegos de surpresa naquele Dia!
Os que vigiarem, estarão seguros!
Lucas 21:33-36 “Passará o céu e a terra, porém as minhas palavras não passarão. Acautelai-vos por vós mesmos, para que nunca vos suceda que o vosso coração fique sobrecarregado com as consequências da orgia, da embriaguez e das preocupações deste mundo, e para que aquele dia não venha sobre vós repentinamente, como um laço. Pois há de sobrevir a todos os que vivem sobre a face de toda a terra. Vigiai, pois, a todo tempo, orando, para que possais escapar de todas estas coisas que têm de suceder e estar em pé na presença do Filho do Homem”.

Veja que no fim do texto encontramos esta importante promessa, que é uma exortação!
Vigiar e orar para poder escapar de todas estas coisas que vão acontecer!
Será que isso significa que quem não vigiar e orar não vai escapar?
Bem, vamos por partes...
A palavra grega para “possais” de “possais escapar”, poderia ser melhor traduzida como “dignos” de escapar!
Para que isso fique bem claro, porque é muito importante, veja o que nos apresenta o comentarista STRONG: A palavra traduzida como “possais” é a palavra grega καταξιοω “kataxioo” de 2596 e 515 v 1) considerar digno, julgar digno, dignificar

Na verdade, a King James em inglês usa a palavra “digno” de escapar!
“Watch ye therefore, and pray always, that ye may be accounted worthy to escape all these things that shall come to pass, and to stand before the Son of man”.

A Amplified Bible também...
“Keep awake then and watch at all times [be discreet, attentive, and ready], praying that you may have the full strength and ability and be accounted worthy to escape all these things [taken together] that will take place, and to stand in the presence of the Son of Man”.

A Reina Valera também...
“Velad pues, orando en todo tiempo, que seáis tenidos por dignos de evitar todas estas cosas que han de venir, y de estar en pie delante del Hijo del hombre”.

A Almeida Corrigida e Revisada também...
“Vigiai, pois, em todo o tempo, orando, para que sejais havidos por dignos de evitar todas estas coisas que hão de acontecer, e de estar em pé diante do Filho do homem”.

Porque isso é tão importante? Porque há uma exortação clara dada por Jesus, que é contrária a muito do que se tem ensinado por aí...
Não parece que o arrebatamento que livra de “todas estas coisas que virão” é para todo e qualquer cristão. O arrebatamento, aparentemente, não faz parte do “pacote da salvação”, senão que é apenas para aqueles que estão vigiando e orando, e assim são achados dignos de escapar...
Veja Paulo aos Tessalonicenses, falando praticamente as mesmas coisas que Jesus falou!
I Tessalonicenses 5:4-11 “Mas vós, irmãos, não estais em trevas, para que esse Dia como ladrão vos apanhe de surpresa; porquanto vós todos sois filhos da luz e filhos do dia; nós não somos da noite, nem das trevas. Assim, pois, não durmamos como os demais; pelo contrário, vigiemos e sejamos sóbrios. Ora, os que dormem, dormem de noite, e os que se embriagam é de noite que se embriagam. Nós, porém, que somos do dia, sejamos sóbrios, revestindo-nos da couraça da fé e do amor e tomando como capacete a esperança da salvação; porque Deus não nos destinou para a ira, mas para alcançar a salvação mediante nosso Senhor Jesus Cristo, que morreu por nós para que, quer vigiemos, quer durmamos, vivamos em união com ele. Consolai-vos, pois, uns aos outros e edificai-vos reciprocamente, como também estais fazendo”.

Jesus nos convida a sermos achados dignos de escapar... Escapar do que?
Do que estarão vendo que vai acontecer... o movimento todo, primeiro nos céus, e depois, na terra... as informações do que irá acontecer em seguida com o planeta...
Lucas 21:28 “Ora, ao começarem estas coisas a suceder, exultai e erguei a vossa cabeça; porque a vossa redenção se aproxima”.

Sim, de alguma maneira vamos poder perceber que O Dia se aproxima!
E devemos levantar nossa cabeça para ver que Jesus vai aparecer nos céus, com seus anjos, neste momento! E precisamos estar preparados... vigiando... orando... crendo!
Sim, precisamos estar atentos!
Em comunhão com Cristo, santificando a vida, confessando pecados, e pregando para os que estiverem à nossa volta!
Porque? Quem não agir assim, embora salvo não será arrebatado?
Bem, os textos que apresento aqui dão esta impressão.
Ou não?
Agora pergunto... quem teria interesse em desafiar este texto, e decidir que “não tem nada a ver, vivo como quero, e Jesus vai me levar naquele dia mesmo assim, porque sou salvo”...
Bem, me parece que apenas quem é tão carnal que acha que é tão bom que merece ser poupado da tribulação apenas porque acha que é salvo...
Será mesmo?
Por outro lado, creio que quem tem temor real diante do Senhor, que sabe que precisa avançar em seu processo de santificação por que esta é a vontade do Senhor, entenderá perfeitamente o que estou falando aqui.
E saberá que mesmo que eu esteja errado, esta é a melhor maneira para se viver, porque produz eterno peso de glória, redunda em galardão eterno, tesouros eternos que glorificarão a Cristo, O Senhor, naquele Dia!
Bem queridos... parece que as coisas vão acelerando à nossa volta.
Dia a dia... Sinais no céu, mudanças, informações...
Tudo parece mudar.
Você não consegue ver?
Veja os sinais...
Deus abençoe!


Haroldo Maranhão

Um comentário:

  1. Amém!
    Louvado seja o nosso Deus. Porque não é sangue nem carne quem nos reve la essas verdades, onde vemos claramente a distinção entre a tribulação e a ira de Deus. "Porque Deus não nos destinou para a ira."
    Deus te abençoe meu irmão.
    Shalom.

    ResponderExcluir