quarta-feira, 5 de outubro de 2016

AS ELEIÇÕES, AS DISTRAÇÕES E O CURSO DESTE MUNDO


Bem, concluímos parcialmente as eleições de 2016.
Aqui em São Paulo e em alguns lugares a eleição já foi decidida, mas em outros lugares haverá segundo turno.
Para muitos, a sede de mudanças foi saciada.
Para outros, o gosto amargo.
Para outros tantos, as eleições passam, pessoas e ideologias são trocadas, mas permanece a clara sensação de que “nada muda”... 
Entre os quais me enquadro, como eu creio já há algum tempo.
Afinal, nas últimas quatro décadas já tivemos aqui anos de direita e anos de esquerda...
Hoje já nem sei mais se temos direita aqui.
Quando eu era adolescente, o que hoje é considerado direita, era esquerda... E hoje a direita quase que nem existe mais aqui. Ou existe?
Alguns dirão que sim, e dirão que estou errado... Outros discordarão.
Pouco importa...
O que sei é que todos presidentes deste país já foram substituídos de seus cargos em meio a grande clamor popular por mudanças, que levaram a cabo tais mudanças...
Alguns lembram. Outros sabem. Alguns nunca ouviram ou leram... mas foi algo assim.
Já tivemos desde que existo: Abaixo a ditadura. Diretas já. Fora Sarney. Fora Collor. Fora Itamar. Fora FHC. Fora Lula. Fora Dilma. E já se ouve fora Temer...
Já tivemos até dois impeachments neste curto prazo...
Daqui a seis anos, tenho certeza, ouviremos: Fora “fulano” (quem quer que seja)...
E minha convicção aprofunda em que os sistemas políticos e/ou ideológicos são absolutamente insuficientes para resolver os problemas das pessoas em suas expectativas, porque não há poder em governos humanos para mudar o mundo em nenhum lugar do planeta, pouco importando a ideologia! Porque?
Bem, eu fundamento esta minha posição neste texto:
“... nos quais andastes outrora, segundo o curso deste mundo, segundo o príncipe da potestade do ar, do espírito que agora atua nos filhos da desobediência; entre os quais também todos nós andamos outrora, segundo as inclinações da nossa carne, fazendo a vontade da carne e dos pensamentos; e éramos, por natureza, filhos da ira, como também os demais”. Efésios 2:2-3
Sim, esta minha convicção “política” (polêmica, concordo) tem sido formada com base neste texto (entre outros) em que lemos a revelação de Paulo que o nosso mundo tem um “curso”...
E este “curso” teve seu início no Éden, ou para ser preciso, do lado de fora do Éden, no momento imediato em que o homem foi expulso do Jardim pelo seu pecado.
E este curso leva tudo e todos deste sistema onde nascemos para a perdição, para longe de Deus... para a morte. Sim, este curso arrasta toda a humanidade, composta por filhos dos filhos dos filhos dos filhos de Adão e Eva...
Que são chamados por Paulo no verso de “filhos da desobediência”, e também “filhos da ira”, os quais seguem o “príncipe da potestade do ar” e são influenciados por este espírito.
Quer creiam ou não creiam, entendam ou não entendam, saibam ou não saibam.
Estão no mesmo lugar em que andávamos os que hoje somos de Cristo, não por que somos melhores que alguém... na verdade somos os piores, mas entendemos isso...
E agora, arrependidos, perdoados e convertidos, somos chamados a um esforço intenso e constantes para nos movermos no sentido contrário do “curso” deste mundo....
Sim, toda a humanidade nasce imersa neste “curso”, cujas “águas espirituais” conduzem a tudo e a todos para o Juízo, para a Ira de Deus, a ser derramada no fim dos tempos.
Sim, os filhos da desobediência que permanecerem sendo levados pelo “curso deste mundo” não tem esperança e nem percebem... vivem a vida diária natural, e discutem seus grandes temas como se isso fosse tudo... mas estão caminhando ao encontro da a ira de Deus; pois suas práticas diárias os conduzem a isso. Paulo tratou disso repetidas vezes:
“Ninguém vos engane com palavras vãs; porque, por essas coisas, vem a ira de Deus sobre os filhos da desobediência”. Efésios 5:6
“... por estas coisas é que vem a ira de Deus [sobre os filhos da desobediência].” Colossenses 3:6
Recomendo que leia o contexto destes versos.
E sim, estas pessoas em meio a suas discussões buscam encontrar soluções para consertar o que veem de errado através de soluções humanas e naturais, como por exemplo, filosofias, ideologias e valores, sistemas e, claro, propondo mudanças em meio a debates, conflitos, lutas, e até revoluções, conforme seu pensamento, valores e limites.
Assim, já vimos ao longo dos anos, ascensão e queda de monarquias, impérios, ditaduras, democracias. Em meio a tantas guerras e revoluções, com grupos procurando estabelecer a supremacia de seu determinado pensamento.
Fica claro pelos textos bíblicos que o príncipe da potestade do ar, satanás, continua conduzindo a humanidade a seu termo...
E fica claro que ele atua assim, desde o princípio da história da humanidade, quando o “pecado entrou por um homem, e pelo pecado a morte”... (Romanos 5:12).
E ele vem conduzindo o mundo, ao longo do tempo, inspirando, seduzindo e enganando os “filhos da desobediência”, sem que estes nem mesmo percebam, para a perdição.
E uma das práticas de satanás nesta condução da história se dá quando ele ou um de seus espíritos do engano ocupam o lugar por trás das cadeiras ou tronos dos governantes...
E assim farão em qualquer sistema de governo, até que sejam todos julgados e destituídos desta posição, naquele Dia! Veja nos textos a seguir:
Isaías 24:21 “Naquele dia, o SENHOR castigará, no céu, as hostes celestes, e os reis da terra, na terra”.
Salmo 110:5 “O Senhor, à tua direita, no dia da sua ira, esmagará os reis”.
Mais claro ainda como em Isaías 14:4 em diante, quando fala com o rei da Babilônia, mas com o próprio satanás “por trás dele”, e ainda em Ezequiel 28 quando fala do príncipe de Tiro, o rei de Tiro, e novamente Lúcifer “por trás deles”...
Todos estes textos mostram uma “simbiose de poder” espiritual “mesclado” com poder natural, e um duplo cumprimento de juízo vindouro aos governos humanos e ao governo espiritual por trás deles.
Modelo simbiótico que terá seu ápice no futuro governo global do anticristo, conforme lemos em Apocalipse 13:2-4.
E isso ocorre porque a origem dos governos humanos teve seu início em rebelião ao governo do Senhor como Rei! Até mesmo Israel agiu assim quando rejeitou os filhos de Samuel. Veja:
I Samuel 8:6-7 “Quando, porém, disseram: “Dá-nos um rei para que nos lidere”, isso desagradou a Samuel; então ele orou ao Senhor. E o Senhor lhe respondeu: “Atenda a tudo o que o povo está lhe pedindo; não foi a você que rejeitaram; foi a mim que rejeitaram como rei”.
Mas sim, embora satanás esteja por trás de sistemas de governos influenciando os governantes humanos, todos eles recebem autoridade dada por Deus para exercerem seus governos, mesmo que malignos.
Romanos 13:1 “​ Todo homem esteja sujeito às autoridades superiores; porque não há autoridade que não proceda de Deus; e as autoridades que existem foram por ele instituídas”.
Sim, até mesmo Pilatos, como exemplo mais contundente, foi estabelecido em posição de autoridade por Deus, para crucificar a Seu Filho! E foi declarado pelo próprio Jesus em Sua última conversa com Pilatos.
João 19:8-11 “Pilatos, ouvindo tal declaração, ainda mais atemorizado ficou, e, tornando a entrar no pretório, perguntou a Jesus: Donde és tu? Mas Jesus não lhe deu resposta. Então, Pilatos o advertiu: Não me respondes? Não sabes que tenho autoridade para te soltar e autoridade para te crucificar? Respondeu Jesus: Nenhuma autoridade terias sobre mim, se de cima não te fosse dada; por isso, quem me entregou a ti maior pecado tem”.
Sim, os governos humanos seguem o curso deste mundo, mas cumprem a vontade de Deus, porque Ele reina mesmo sobre os que O rejeitam, zombam, desobedecem!
Tremendo isso, não?
Bem, meu ponto hoje é que este nosso mundo não vai melhorar através de nenhum modelo político, pois não haverá justiça social nem solução completa para o bem-estar das pessoas através de nenhum sistema humano de governo.
Este mundo não tem recuperação, pois a Bíblia diz!
Deus vai precisar reconstruir o mundo como o conhecemos, e o fará, porque vai julgar este sistema antes de refazer e restaurar todas as coisas segundo Seu projeto original!
“Esperando e apressando a vinda do Dia de Deus, por causa do qual os céus, incendiados, serão desfeitos, e os elementos abrasados se derreterão. Nós, porém, segundo a sua promessa, esperamos novos céus e nova terra, nos quais habita justiça”.
II Pedro 3:12-13
Sim, naquele Dia a Sua Santidade e Seus atos de Justiça serão manifestos!
“Quem não temerá e não glorificará o teu nome, ó Senhor? Pois só tu és santo; por isso, todas as nações virão e adorarão diante de ti, porque os teus atos de justiça se fizeram manifestos”. Apocalipse 15:4
Enquanto não chegamos naqueles Dia, a Igreja de Jesus Cristo que está no mundo, mas não é do mundo, é responsável por anunciar este Reino vindouro, e trabalhar em sua preparação...
Se não entendermos que este é o nosso papel, vamos nos frustrar com Deus quando ele não melhorar este mundo através da troca dos governantes...  Seremos iguais aos demais...
Se não entendermos nosso papel, vamos focar no que não devemos, ou seja, no passageiro.
Se não entendermos nosso papel, não vamos fazer o que devemos, ou seja, pregar O Reino eterno!
Sim, em relação a este mundo, nós devemos ser sujeitos as autoridades (Romanos 13:1-2), obedientes aos que governam (Tito 3:1-2) e sujeitos às instituições de governo (I Pedro 2:13-14). Devemos orar pelos governantes de qualquer ideologia que estejam no poder! (II Timóteo 2:1-4). Devemos escolher os melhores candidatos para votar, e cumprir nosso papel...
Mas em relação a Deus, enquanto no mundo, devemos entender que não somos daqui.
Nossa cidadania é maior... nosso papel é outro. Veja a declaração clara e explícita de Jesus!
“Não peço que os tires do mundo, e sim que os guardes do mal. Eles não são do mundo, como também eu não sou. santifica-os na verdade; a tua palavra é a verdade”. João 17:15-17
Veja a revelação do Apóstolo Paulo!
“Pois a nossa pátria está nos céus, de onde também aguardamos o Salvador, o Senhor Jesus Cristo, o qual transformará o nosso corpo de humilhação, para ser igual ao corpo da sua glória, segundo a eficácia do poder que ele tem de até subordinar a si todas as coisas”; Filipenses 3:19-20
Sim, nossa Pátria está nos céus, e não aqui...
Qual deve ser o nosso foco?
Veja o que Jesus está fazendo até hoje, usando o casamento por figura: “Maridos, amai vossa mulher, como também Cristo amou a igreja e a si mesmo se entregou por ela, para que a santificasse, tendo-a purificado por meio da lavagem de água pela palavra, para a apresentar a si mesmo igreja gloriosa, sem mácula, nem ruga, nem coisa semelhante, porém santa e sem defeito”. Efésios 5:25-27
Sim... precisamos nos entregar a Cristo para sermos preparados e aceitos como Sua Noiva!
Precisamos que Ele nos purifique pela Palavra, para estarmos prontos para aquele Dia!
Não vamos transformar o mundo pela política ou ideologia mas precisamos fazer parte da Sua obra de transformação espiritual das pessoas que quiserem, pela pregação do evangelho, para que a vida de Cristo se manifeste naqueles que O receberem.
É nisso que devemos investir toda a nossa energia e força.
Não perca tempo na discussão de política, ideologia ou sistemas de governo mesmo que a sua preocupação sincera seja justiça social real e duradoura... Pregue o evangelho!
“Alegremo-nos, exultemos e demos-lhe a glória, porque são chegadas as bodas do cordeiro, cuja esposa a si mesma já se ataviou, pois lhe foi dado vestir-se de linho finíssimo, resplandecente e puro. Porque o linho finíssimo são os atos de justiça dos santos”.
Apocalipse 19:7-8
Sim, precisamos praticar toda sorte de atos de justiça para estarmos corretamente vestidos naquele Dia.
Entenda que o mundo que conhecemos não tem solução.
Será julgado, condenado, destruído e refeito!
Mas para as pessoas que vivem no mundo há uma única esperança!
A salvação eterna em Jesus Cristo!
Nós, como parte da igreja de Cristo devemos ter uma visão única. Um objetivo único...
Focar nesta pregação para aquele Dia!
Além de nos preparar, preparar as pessoas para aquele Dia. Nada é mais importante!
Este é o chamado daqueles que estão em Cristo!
Queridos, as trevas já têm nos apresentado distrações demais...
As discussões políticas e ideológicas que entraram dentro da igreja são apenas mais uma...
Não faz sentido entrar nas discussões deste sistema político pois fazemos parte de um Sistema mais alto! Somos chamados a nos manifestar como cidadãos do Reino Eterno do Senhor!
II Pedro 1:3-11 “Visto como, pelo seu divino poder, nos têm sido doadas todas as coisas que conduzem à vida e à piedade, pelo conhecimento completo daquele que nos chamou para a sua própria glória e virtude, pelas quais nos têm sido doadas as suas preciosas e mui grandes promessas, para que por elas vos torneis co-participantes da natureza divina, livrando-vos da corrupção das paixões que há no mundo, por isso mesmo, vós, reunindo toda a vossa diligência, associai com a vossa fé a virtude; com a virtude, o conhecimento; com o conhecimento, o domínio próprio; com o domínio próprio, a perseverança; com a perseverança, a piedade; com a piedade, a fraternidade; com a fraternidade, o amor. Porque estas coisas, existindo em vós e em vós aumentando, fazem com que não sejais nem inativos, nem infrutuosos no pleno conhecimento de nosso Senhor Jesus Cristo. Pois aquele a quem estas coisas não estão presentes é cego, vendo só o que está perto, esquecido da purificação dos seus pecados de outrora. Por isso, irmãos, procurai, com diligência cada vez maior, confirmar a vossa vocação e eleição; porquanto, procedendo assim, não tropeçareis em tempo algum. Pois desta maneira é que vos será amplamente suprida a entrada no reino eterno de nosso Senhor e Salvador Jesus Cristo”.
Não rebaixe seu chamado e sua posição, em Nome de Jesus!
Tudo isso são artimanhas do inimigo para nos distrair, dividir, e sobrecarregar...
Você não consegue ver?
Veja os sinais...
Deus abençoe.


Haroldo Maranhão

Nenhum comentário:

Postar um comentário