sábado, 31 de outubro de 2015

CRISTÃOS NO HALLOWEEN? É O FIM!

 

Dizeis: “Fizemos aliança com a morte, e com o inferno fizemos um acordo...”

ALERTA! ESTE TEXTO É ENDEREÇADO A QUEM CONHECE A JESUS CRISTO COMO SENHOR E SALVADOR. SE NÃO É SEU CASO, O QUE ESCREVI AQUI PODE SER CONSIDERADO OFENSIVO A ALGO QUE VOCÊ GOSTA E PRATICA E, NESTE CASO, RECOMENDO QUE VOCÊ NÃO LEIA ESTE POST.

Estabelecer uma aliança em nossa cultura inclui celebrar ano após ano esta data.
Lembrar.... Comemorar.
Uma aliança firmada em um casamento, por exemplo, deveria ser celebrada sempre.
Afinal, é uma data especial e marcante para o casal, que vai comemorar a data todos os anos.
Alguns comemoram a tal ponto, que ao longo de sua vida como casal, incluirão amigos conquistados ao longo da vida nesta celebração...
Mesmo que estes novos amigos especiais não estavam no dia do casamento, porque nem se conheciam, passarão a ser convidados a participar de alguma celebração mais importante.
Por exemplo, podemos pensar que quem não estava no dia do casamento, poderá  ser convidado a participar do jantar de bodas de prata ou de ouro...
Afinal, agora, anos depois, passou a fazer parte da vida do casal e das festas.
E neste caso, nesta data específica, irá vestir uma roupa de festa, e junto com todos que sabem o que está acontecendo, estará reunido para se alegrar com o casal naquela celebração.
E todos que fazem parte comerão as comidas e beberão as bebidas. E se alegrarão com o casal...
Embora apenas o casal saiba o que realmente aconteceu naquele dia e a partir daquele dia.
Embora, claro, os padrinhos, os familiares ou convidados especiais do dia da cerimônia da celebração da aliança sabem melhor tudo o que aconteceu naquele dia e como foi a cerimônia...
E além disso, participaram um pouco mais de tudo o que envolveu a vida do casal até que aquele dia chegasse...
Estes convidados que chegaram depois, vão participar apenas das datas de festa que comemoram aquela aliança tempos depois...
E, se tiverem real interesse no casal, vão buscar informações, ver as fotos, conversar com os que estiveram naquele dia.... para saber mais sobre a vida do casal, para poder participar melhor, e entender tudo o que envolve aqueles que estão reunidos naquela celebração...
Sim, é apenas uma figura que uso, sobre o casamento, a aliança e os convidados...
Bem, queridos...
Quanto ao Halloween é algo parecido que acontece há centenas de anos.
Eventualmente, segundo alguns, o que se tornou no Halloween que conhecemos hoje, começou supostamente com os Celtas, que celebraram esta aliança no princípio. Aparentemente...
Eles iniciaram esta prática. Esta festa... 
E sim, os americanos tornaram a festa popular, comercial, e midiática...
Para mim, pouco importa gastar do meu tempo para pesquisar mesmo a origem disso, até porque não me fará a menor diferença saber mais.
O que vejo hoje já acho suficiente e absolutamente incompatível com tudo o que creio...
E vou procurar demonstrar isso aqui...
E embora não vá pesquisar, tenho certeza que alguém que estava lá, no início do que se tornou esta festa, sabia muito bem o que estava fazendo...
E ainda, outro alguém, presente no momento em que se tornou no que vemos hoje, diante de nossos olhos, talvez não soubesse tudo, mas sabia o suficiente para também fazer parte...
Sim, eu creio que estes sabem que há uma aliança com a morte, e trabalharam muito para assegurar que esta "celebração" se perpetuasse...
Afinal, tudo o que envolve esta celebração nesta data, tem aumentado ano após ano, e eu creio que embora também ligada às bruxas, está na verdade ligada à morte e aos mortos.
E se tornou tão popular pelo envolvimento dos participantes que vieram depois, ao longo dos anos, que hoje celebramos até aqui no Brasil!
Sim, aqui, onde anos atrás nem se imaginava que pudesse vir a fazer parte de nossa cultura, agora vemos  esta data ser celebrada por toda a sorte de pessoas que nem imaginam o que celebram.
Nem com quem se relacionam...
E até mesmo ser celebrada por cristãos!
Embora muitos não saibam o que fazem, claro está, por óbvio, que alguns sabem exatamente o que estão fazendo, e a quem prestam culto e confirmam sua aliança...
Muitos desavisados vestem seus filhos pequenos, criancinhas mesmo, de bruxas, vampiros, demônios, mortos, fadas, monstros, duendes e toda a sorte de seres que estão conectados com o mundo espiritual. Habitam o mundo espiritual das trevas.
Do mal. Dos demônios... de satanás...
Sim, criancinhas e bebês tem sido envolvidos nisso!
Me preocupo mais com estes porque não sabem o que estão fazendo, e não podem se defender e nem podem pensar...
Me preocupo um pouco menos com os que não sabem o que estão fazendo, porque poderiam se defender e deveriam pensar muito bem no que fazem e porque fazem...
Mas me afeta, sim, ver cristãos, que deveriam saber o que fazer e o que não fazer... fazendo...
E que ainda perguntam: “que mal tem celebrar Halloween?"
Afinal... todo mundo celebra...
Não posso ficar de fora da “moda”... Não posso ser um "E.T"...
Então, eu perguntaria para estes se me dessem a oportunidade...
“Você estava lá no dia em que foi celebrada esta aliança, ou esta festa, que, por ter sido algo tão importante e mercante, tem sido perpetuada ano após ano em tantos países?"
Você entende mesmo o que está sendo “celebrado” quando as pessoas comem os alimentos, vestem as roupas e participam das festas?
Você sabe mesmo do que se torna participante quando se identifica e envolve?
Você acha mesmo normal alguém que se diz cristão celebrar os mortos? Se vestir de mortos, duendes, demônios?
Se vestir da própria morte?
E neste caso, celebrar a festa da morte? A festa dos mortos?
Bem, se você acredita mesmo na Bíblia, convido a ler os textos abaixo:

Romanos 5:12
"Portanto, assim como por um só homem entrou o pecado no mundo, e pelo pecado, a morte, assim também a morte passou a todos os homens, porque todos pecaram."

Bem, se a morte segundo a Palavra é consequência do pecado, estas pessoas cristãs, além de celebrarem a morte, estão celebrando também a sua origem... o pecado!

Romanos 5:
"Se, pela ofensa de um e por meio de um só, reinou a morte, muito mais os que recebem a abundância da graça e o dom da justiça reinarão em vida por meio de um só, a saber, Jesus Cristo."

Sim, pela ofensa de Adão, a morte reinou sobre todos, e ainda reina sobre aqueles que celebram....
Mas não pode reinar na vida dAquele que nos chama para reinar em vida, a saber Jesus, O Cristo!
Mas quando vejo estes celebrarem a festa, parece, aparentemente, que a morte ainda reina mesmo sobre estes que, embora digam que estão em Cristo... que nasceram de novo... não conseguem "se libertar de celebrar este dia" ... Estranho,  não acha?

João 5:24-25
"Em verdade, em verdade vos digo: quem ouve a minha palavra e crê naquele que me enviou tem a vida eterna, não entra em juízo, mas passou da morte para a vida. Em verdade, em verdade vos digo que vem a hora e já chegou, em que os mortos ouvirão a voz do Filho de Deus; e os que a ouvirem viverão."

Sim, quando fomos salvos pela obra de Jesus O Cristo, “passamos da morte para a vida!”
Assim, a alguém que celebra a morte, e diz ser de Jesus, eu pergunto "se perdeu o juízo" ou "não entendeu NADA de onde foi tirado pelo alto preço que foi pago!" A vida de Jesus, O Cristo!
A estes, perguntaria se achariam normal sua esposa celebrar o aniversário do ex-namorado...
Sim, pois em vez de celebrar a morte, esta pessoa deveria celebrar a vida em Jesus!
Inacreditável e impensável alguém que se diz nascido de novo achar que “não tem nada demais celebrar esta festa pagã e do inferno...”

Efésios 2:1-10
"Ele vos deu vida, estando vós mortos nos vossos delitos e pecados, nos quais andastes outrora, segundo o curso deste mundo, segundo o príncipe da potestade do ar, do espírito que agora atua nos filhos da desobediência."

Sim, os que estavam mortos nos delitos e pecados, estavam vivendo “segundo o príncipe da potestade do ar”... sim, satanás...
Pergunto mais uma vez...
Como é possível alguém que se diz de Jesus celebrar algo que está claramente associado a satanás?
Mas porque este espírito age nos filhos da desobediência, posso entender, porque afinal, deliberadamente desobedecem A Palavra para celebrar...
Sim, esta festa é incompatível com a Bíblia, mesmo que pareça “bonitinho, inofensivo, “nada a ver”, exagerado, “religiosidade”...
Por fim, lembro ainda que O Senhor nos revela que o “último inimigo a ser vencido é a morte” como lemos em I Coríntios 15:26!
Como é possível um cristão querer celebrar uma festa abraçado a um inimigo do Senhor e dos que são verdadeiramente dEle?
Lembro ainda que a própria morte, que é um ser ou uma entidade, será lançada no lago de fogo, antes do Senhor finalmente descortinar a eternidade para os que são dEle.
Não sabia?

Apocalipse 20:14
“Então a morte e o inferno foram lançados para dentro do lago de fogo. Esta é a segunda morte, o lago de fogo”.

Bem, se alguém faz questão de estar abraçado com a morte, que fique à vontade...
Além disso, Jesus ensinou em Marcos 12:27, que nosso Deus é Deus de vivos e não de mortos!
Mas meu ponto principal, é que o texto de Isaías com o qual iniciei este post, claramente fala acerca do Juízo que virá... embora dê a ênfase a partir de Jerusalém.
Este é o principal motivo para eu postar este texto aqui no Blog do Apocalipse...
Esta festa, este aumento desta celebração, este engano mesmo no meio da igreja, é profética! 
Leia o texto completo:

Isaías 28:14-22
"Ouvi, pois, a palavra do SENHOR, homens escarnecedores, que dominais este povo que está em Jerusalém. Porquanto dizeis: Fizemos aliança com a morte e com o além fizemos acordo; quando passar o dilúvio do açoite, não chegará a nós, porque, por nosso refúgio, temos a mentira e debaixo da falsidade nos temos escondido. Portanto, assim diz o SENHOR Deus: Eis que eu assentei em Sião uma pedra, pedra já provada, pedra preciosa, angular, solidamente assentada; aquele que crer não foge. Farei do juízo a régua e da justiça, o prumo; a saraiva varrerá o refúgio da mentira, e as águas arrastarão o esconderijo. A vossa aliança com a morte será anulada, e o vosso acordo com o além não subsistirá; e, quando o dilúvio do açoite passar, sereis esmagados por ele. Todas as vezes que passar, vos arrebatará, porque passará manhã após manhã, e todos os dias, e todas as noites; e será puro terror o só ouvir tal notícia. Porque a cama será tão curta, que ninguém se poderá estender nela; e o cobertor, tão estreito, que ninguém se poderá cobrir com ele. Porque o SENHOR se levantará, como no monte Perazim, e se irará, como no vale de Gibeão, para realizar a sua obra, a sua obra estranha, e para executar o seu ato, o seu ato inaudito. Agora, pois, não mais escarneçais, para que os vossos grilhões não se façam mais fortes; porque já do Senhor, o SENHOR dos Exércitos, ouvi falar de uma destruição, e essa já está determinada sobre toda a terra."

Sim, a destruição sobre toda a terra determinada pelo Senhor ainda não aconteceu.
Portanto, para mim é claro que este texto está falando da destruição que virá!
E sim, está denunciando que há um pacto com a morte celebrado para proteção nos últimos dias...
Pacto que é celebrado e perpetuado há centenas de anos, publicamente, nesta festa que se expande pelas nações ocidentais, crescendo, em especial nos últimos anos...
Pacto que tem a concordância de todos aqueles que vestem as roupas, guardam as datas, comem as comidas e celebram com suas famílias a festa da aliança...
Pacto que entendo pelo texto de Isaías acima, terá uma revelação mais clara de seus objetivos e efeitos pouco antes daquele Dia!
Pergunto...
Será possível que pessoas que se dizem de Jesus possam ser tão cegas?
Será possível que haja tanta gente frequentando as igrejas sem a menor revelação de quem são?
Será possível haver tanto engano no meio da “igreja”?
Bem, infelizmente parece que sim... e isso confirma exatamente a apostasia dos últimos dias...
Você não consegue ver?
Veja os sinais...
Saiba o que você deve ou não deve fazer... pela Palavra.
Vigiar e orar... é fundamental.
Deus abençoe!

Haroldo Maranhão

Um comentário:

  1. Olá Haroldo, paz !
    Excelentes textos bíblicos sobre esta prática já tão difundida em nossa sociedade. Ainda sobre o texto de Isaías 28; a menção de Gibeão nos faz lembrar que os gibeonitas escaparam da morte ao enganar Josué e fazerem uma aliança com ele, logo no início da conquista de Canaã. Mas o Senhor Jesus não pode ser enganado...
    Um abraço !

    ResponderExcluir