domingo, 21 de junho de 2015

O JUÍZO FINAL VEM. O FIM ESTÁ AS PORTAS. COMO ESCAPAR DO QUE VIRÁ?


Sim, vivemos no que se pode considerar como os últimos dias.
Pouco importa de quanto tempo cronológico estamos falando, pois, se compararmos os dias que temos adiante de nós com um período de 6.000 anos de história da humanidade segundo a Bíblia, e se pensarmos nos 1.000 anos do Reino físico vindouro de Jesus Cristo sobre toda a terra, meses ou anos significam quase nada.
Avaliando tudo o que leio acerca do tema, seja em sites cristãos, seja em teóricos da conspiração, sejam esotéricos, percebo que há certo senso comum de que algo vai ocorrer em breve...
Para alguns, a terra passará por um “período de purificação”...
Para outros, extraterrestres virão fazer “uma intervenção” na humanidade...
Para outros, a “mãe Gaia” vai reagir a tudo o que vem ocorrendo pela mão de “seus filhos”...
E para muitos “religiosos”, o “Juízo Final” está próximo... ou o fim está próximo.
Bem, se eu pensar com a cabeça destes todos, sem ter uma informação segura, sem uma revelação coerente, reconheço que ficaria apavorado.
Afinal, purificação ou invasão extraterrestre não me parece nada amistoso...
A terra expulsando os que a ferem também me parece algo assustador...
E o fim do mundo que tenho visto em alguns documentários do History Channel também não me parece um programa atraente...
Mas por incrível que pareça, as pessoas preferem aceitar uma destas hipóteses como viáveis, embora em nenhuma haja uma proposta realmente segura, do que abraçar o que a Bíblia diz.
Para estes, o livro do Apocalipse é mais assustador do que tudo isso... e não querem conhecer.
Por que será?
Bem, concordo que pensar no fim do mundo ou no Juízo Final é algo assustador.
Algo que trás angústia e aflição.
E se formos sinceros e realmente observarmos o que diversas áreas de conhecimento humano nos falam acerca do futuro do nosso planeta, quanto a água, a quantidade de alimentos que temos comparada ao aumento desenfreado da população, se avaliarmos o descobrimento de novos asteroides que ameaçam a terra, se analisarmos o problema dos combustíveis fósseis e climáticos, a violência, os milhões de refugiados expulsos de suas casas por guerras, os cenários econômicos futuros, as guerras religiosas, a dificuldade de uma família criar seus filhos podendo transferir seus próprios princípios e valores, as crises de governos, o controle e a dependência da tecnologia...
Bem... o mundo está mudando e ninguém consegue realmente entender para onde vai.
E se avaliarmos ainda mais, parece mesmo que algo vai acontecer a partir de tudo isso, ou mesmo através de tudo isso...
E parece que não há como se escapar de tudo isso que virá...
Mas e se soubermos que há um escape simples e seguro, embora sim, em meio a algo complexo e assustador?
E se soubéssemos de antemão tudo o que vai acontecer, para que em meio a algo complexo e assustador pudéssemos ter certeza e esperança?
E se soubéssemos que Aquele que cuida de tudo isso, reina sobre tudo e sobre todos, e oferece esta segurança revelada em Sua Palavra?
Sim, eu creio e na verdade tenho certeza que podemos nos apoiar na segurança que há na Palavra, por meio da fé, naquilo que o próprio Deus mandou nos revelar acerca do que virá...
E esta é a proposta deste post!
Falar acerca da esperança e segurança que há quanto ao Juízo que virá!
Bem, pegue sua Bíblia se tem para comparar os textos que publico aqui, ou acompanhe os que copio logo abaixo...
Vamos começar com este texto aqui...

Apocalipse 20:11-15 Vi um grande trono branco e aquele que nele se assenta, de cuja presença fugiram a terra e o céu, e não se achou lugar para eles. Vi também os mortos, os grandes e os pequenos, postos em pé diante do trono. Então, se abriram livros. Ainda outro livro, o Livro da Vida, foi aberto. E os mortos foram julgados, segundo as suas obras, conforme o que se achava escrito nos livros. Deu o mar os mortos que nele estavam. A morte e o além entregaram os mortos que neles havia. E foram julgados, um por um, segundo as suas obras. Então, a morte e o inferno foram lançados para dentro do lago de fogo. Esta é a segunda morte, o lago de fogo. E, se alguém não foi achado inscrito no Livro da Vida, esse foi lançado para dentro do lago de fogo.

Assustador não?
E veja que deste julgamento não cabe recurso, pois não há instancia superior...
A quem recorreríamos se quem julga é o próprio Deus? O Reto e Supremo Juíz?
Como será que vai se sentir alguém condenado em um Tribunal assim, sabendo que a sua condenação foi absolutamente justa?
Justa pelo fato de que não há testemunhas mentirosas, nem processo fraudado, mas sim, a base da condenação são a consciência e as memórias da própria pessoa, expostas diante de si?
E será que há esperança para alguém que vai ser julgado neste tribunal sair de lá absolvido?
Será?

Mateus 25:31-46 Quando vier o Filho do Homem na sua majestade e todos os anjos com ele, então, se assentará no trono da sua glória; e todas as nações serão reunidas em sua presença, e ele separará uns dos outros, como o pastor separa dos cabritos as ovelhas; e porá as ovelhas à sua direita, mas os cabritos, à esquerda; então, dirá o Rei aos que estiverem à sua direita: Vinde, benditos de meu Pai! Entrai na posse do reino que vos está preparado desde a fundação do mundo. Porque tive fome, e me destes de comer; tive sede, e me destes de beber; era forasteiro, e me hospedastes; estava nu, e me vestistes; enfermo, e me visitastes; preso, e fostes ver-me. Então, perguntarão os justos: Senhor, quando foi que te vimos com fome e te demos de comer? Ou com sede e te demos de beber? E quando te vimos forasteiro e te hospedamos? Ou nu e te vestimos? E quando te vimos enfermo ou preso e te fomos visitar? O Rei, respondendo, lhes dirá: Em verdade vos afirmo que, sempre que o fizestes a um destes meus pequeninos irmãos, a mim o fizestes. Então, o Rei dirá também aos que estiverem à sua esquerda: Apartai-vos de mim, malditos, para o fogo eterno, preparado para o diabo e seus anjos. Porque tive fome, e não me destes de comer; tive sede, e não me destes de beber; sendo forasteiro, não me hospedastes; estando nu, não me vestistes; achando-me enfermo e preso, não fostes ver- me. E eles lhe perguntarão: Senhor, quando foi que te vimos com fome, com sede, forasteiro, nu, enfermo ou preso e não te assistimos? Então, lhes responderá: Em verdade vos digo que, sempre que o deixastes de fazer a um destes mais pequeninos, a mim o deixastes de fazer. E irão estes para o castigo eterno, porém os justos, para a vida eterna.

Ah...
Agora parece que faz sentido... quem for ovelha, tem chance.
Se for bode, não tem...
Será que é isso mesmo?

Mateus 7:21-23 Nem todo o que me diz: Senhor, Senhor! entrará no reino dos céus, mas aquele que faz a vontade de meu Pai, que está nos céus. Muitos, naquele dia, hão de dizer-me: Senhor, Senhor! Porventura, não temos nós profetizado em teu nome, e em teu nome não expelimos demônios, e em teu nome não fizemos muitos milagres? Então, lhes direi explicitamente: nunca vos conheci. Apartai-vos de mim, os que praticais a iniquidade.

Piorou...
Agora até mesmo quem faz milagres e expulsa demônios não tem chance?
E aqueles que têm uma vida “normal básica”... estão perdidos?
Bem, queridos que passam por aqui...
A base do Juízo segundo A Palavra, não é o que as pessoas produziram de obras milagrosas, nem da ação social que praticaram aos pequeninos, nem de conseguir falar alguma coisa sensata no momento do interrogatório no Dia do Juízo Final...
Na verdade, segundo a Bíblia, a questão da esperança no Dia do Juízo está diretamente ligada ao que fazemos aqui, durante nossa vida na terra, antes daquele Dia tão terrível!

João 3:16-18 Porque Deus amou ao mundo de tal maneira que deu o seu Filho unigênito, para que todo o que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna. Porquanto Deus enviou o seu Filho ao mundo, não para que julgasse o mundo, mas para que o mundo fosse salvo por ele. Quem nele crê não é julgado; o que não crê já está julgado, porquanto não crê no nome do unigênito Filho de Deus.

Romanos 5:1-2 Justificados, pois, mediante a fé, temos paz com Deus por meio de nosso Senhor Jesus Cristo; por intermédio de quem obtivemos igualmente acesso, pela fé, a esta graça na qual estamos firmes; e gloriamo-nos na esperança da glória de Deus.

Romanos 8:1-2 Agora, pois, já nenhuma condenação há para os que estão em Cristo Jesus. Porque a lei do Espírito da vida, em Cristo Jesus, te livrou da lei do pecado e da morte.

João 5:24 Em verdade, em verdade vos digo: quem ouve a minha palavra e crê naquele que me enviou tem a vida eterna, não entra em juízo, mas passou da morte para a vida.

Sim, a base do julgamento a ser realizado no Juízo é o que fazemos quanto a Jesus O Cristo.
Esta atitude define a salvação, ou a condenação no Juízo.
Segundo a Bíblia... Segundo registros das Palavras do próprio Jesus e dos Seus Apóstolos.
Quem nEle (Jesus, O Cristo) crê, na verdade, não é nem mesmo julgado... nem mesmo entra em Juízo.
A poderosa declaração de Jesus nos explica muita coisa:

João 11:25-26 “Disse-lhe Jesus: Eu sou a ressurreição e a vida. Quem crê em mim, ainda que morra, viverá; e todo o que vive e crê em mim não morrerá, eternamente. Crês isto”?

Assim que naquele Dia, diante do Senhor não teremos aqueles personagens dos filmes de “mortos-vivos”, mas sim, apenas “os mortos”, aqueles que morreram em seus pecados sem receber a Vida em Jesus, A própria Ressurreição... e estarão ali, diante do Senhor, O Deus Vivo!
Eles estão mortos porque não se beneficiaram do poder de vida que há em Jesus Cristo!
Sim, quem nEle crê, mesmo que morra fisicamente, viverá eternamente!
Sim, os mortos ali presentes não tem esperança, pois já estão mortos, não receberam a salvação em Jesus Cristo, e, portanto, serão julgados apenas por suas obras que não podem salvar... ou seja, já estão julgados... e condenados.
Obras humanas não tem poder para salvar, pois nada valem diante da Obra de Jesus na cruz do Calvário...
Não há salvação em nenhum outro Nome, nem em nenhuma outra forma de religiosidade ou boas obras... Segundo A Palavra!
Além disso, os que morreram em Cristo, já estarão vivos naquele momento, pois, naquele Dia do Juízo, já terão sido ressuscitados e já estarão reunidos com os que não morreram fisicamente, mas foram arrebatados... qualquer que seja o momento do arrebatamento futuro!

I Tessalonicenses 4:16-18 Porquanto o Senhor mesmo, dada a sua palavra de ordem, ouvida a voz do arcanjo, e ressoada a trombeta de Deus, descerá dos céus, e os mortos em Cristo ressuscitarão primeiro; depois, nós, os vivos, os que ficarmos, seremos arrebatados juntamente com eles, entre nuvens, para o encontro do Senhor nos ares, e, assim, estaremos para sempre com o Senhor. Consolai-vos, pois, uns aos outros com estas palavras.

I Coríntios 15:50-58 Isto afirmo, irmãos, que a carne e o sangue não podem herdar o reino de Deus, nem a corrupção herdar a incorrupção. Eis que vos digo um mistério: nem todos dormiremos, mas transformados seremos todos, num momento, num abrir e fechar de olhos, ao ressoar da última trombeta. A trombeta soará, os mortos ressuscitarão incorruptíveis, e nós seremos transformados. Porque é necessário que este corpo corruptível se revista da incorruptibilidade, e que o corpo mortal se revista da imortalidade. E, quando este corpo corruptível se revestir de incorruptibilidade, e o que é mortal se revestir de imortalidade, então, se cumprirá a palavra que está escrita: Tragada foi a morte pela vitória. Onde está, ó morte, a tua vitória? Onde está, ó morte, o teu aguilhão? O aguilhão da morte é o pecado, e a força do pecado é a lei. Graças a Deus, que nos dá a vitória por intermédio de nosso Senhor Jesus Cristo. Portanto, meus amados irmãos, sede firmes, inabaláveis e sempre abundantes na obra do Senhor, sabendo que, no Senhor, o vosso trabalho não é vão.

Sim, Deus não tem compromisso com os mortos, pois é Deus de vivos! Veja as palavras de Jesus em

Marcos 12:27 Ora, Ele não é Deus de mortos, e sim de vivos. Laborais em grande erro.

E ninguém JAMAIS será justificado pelas obras da lei, mas sim, será salvo APENAS pela graça, e pela fé!

Gálatas 2:16 Sabendo, contudo, que o homem não é justificado por obras da lei, e sim mediante a fé em Cristo Jesus, também temos crido em Cristo Jesus, para que fôssemos justificados pela fé em Cristo e não por obras da lei, pois, por obras da lei, ninguém será justificado.

Gálatas 3:11 E é evidente que, pela lei, ninguém é justificado diante de Deus, porque o justo viverá pela fé.

Mas sim, esta fé precisa ser confessada e praticada...

Mateus 10:32-33 Portanto, todo aquele que me confessar diante dos homens, também eu o confessarei diante de meu Pai, que está nos céus; mas aquele que me negar diante dos homens, também eu o negarei diante de meu Pai, que está nos céus.

I João 4:15 Aquele que confessar que Jesus é o Filho de Deus, Deus permanece nele, e ele, em Deus.

E quem faz esta confissão já está com seu nome registrado no Livro da Vida, e quem está inscrito no Livro da Vida, como lemos no primeiro texto, não será julgado pelas suas obras...
Pelo contrário, seu nome não será apagado, mas sim, Jesus o confessará no céu, diante de Deus Pai e dos Seus anjos!

Apocalipse 3:5 O vencedor será assim vestido de vestiduras brancas, e de modo nenhum apagarei o seu nome do Livro da Vida; pelo contrário, confessarei o seu nome diante de meu Pai e diante dos seus anjos.

Esta confissão para a salvação precisa ser feita aqui, por aqueles que têm orgulho de terem sido salvos por Jesus. Que confessam publicamente quem é O seu Senhor e Salvador...
Tenho muitas dificuldades com aqueles que são tímidos e tem medo de confessar quem são em Jesus, e que nem mesmo em um culto na igreja tem coragem de ir até a frente dizer que são de Jesus! Será que são mesmo?

Lucas 9:26-27 Porque qualquer que de mim e das minhas palavras se envergonhar, dele se envergonhará o Filho do Homem, quando vier na sua glória e na do Pai e dos santos anjos. Verdadeiramente, vos digo: alguns há dos que aqui se encontram que, de maneira nenhuma, passarão pela morte até que vejam o reino de Deus.

Veja que em algum momento teremos pessoas que serão decapitadas por sua fé. Aliás, já hoje isso tem acontecido em alguns lugares...
Se a pessoa não consegue nem mesmo confessar que Jesus é Seu Senhor e Salvador diante de pessoa que, no máximo vão zombar de sua fé, será que diante destas circunstâncias, com ameaça de uma morte horrível,  manterão sua confissão?

Apocalipse 20:4-5 Vi também tronos, e nestes sentaram-se aqueles aos quais foi dada autoridade de julgar. Vi ainda as almas dos decapitados por causa do testemunho de Jesus, bem como por causa da palavra de Deus, tantos quantos não adoraram a besta, nem tampouco a sua imagem, e não receberam a marca na fronte e na mão; e viveram e reinaram com Cristo durante mil anos. Os restantes dos mortos não reviveram até que se completassem os mil anos. Esta é a primeira ressurreição.

Bem, voltando para o ponto principal deste post, nós os quem cremos em Cristo, não seremos julgados para a salvação, naquele Dia, mas sim, seremos avaliados para recebermos, ou não, retribuição pelas nossas obras feitas após salvos, para a glória de Deus, e para galardão eterno!

Apocalipse 11:18-19 Na verdade, as nações se enfureceram; chegou, porém, a tua ira, e o tempo determinado para serem julgados os mortos, para se dar o galardão aos teus servos, os profetas, aos santos e aos que temem o teu nome, tanto aos pequenos como aos grandes, e para destruíres os que destroem a terra. Abriu-se, então, o santuário de Deus, que se acha no céu, e foi vista a arca da Aliança no seu santuário, e sobrevieram relâmpagos, vozes, trovões, terremoto e grande saraivada.

Sim, a agenda dos últimos dias é diferente entre os mortos que serão julgados e os que temem o seu nome, grandes e pequenos, para receber  galardão segundo as obras!
Sim, obras de seis diferentes classes, conforme nossa consagração e dedicação ao Senhor! Obras que serão avaliadas naquele Dia!

I Coríntios 3:12-15 Contudo, se o que alguém edifica sobre o fundamento é ouro, prata, pedras preciosas, madeira, feno, palha, manifesta se tornará a obra de cada um; pois o Dia a demonstrará, porque está sendo revelada pelo fogo; e qual seja a obra de cada um o próprio fogo o provará. Se permanecer a obra de alguém que sobre o fundamento edificou, esse receberá galardão; se a obra de alguém se queimar, sofrerá ele dano; mas esse mesmo será salvo, todavia, como que através do fogo.

Sim, O Senhor vem ajustar contas com seus servos...

Mateus 24:19 Depois de muito tempo, voltou o senhor daqueles servos e ajustou contas com eles.

Bem meu querido, minha querida...
Se você é de Jesus, não precisa nem deve temer o Juízo, pois não há condenação para os que estão em Cristo...
Quem chega ao Tribunal naquele Dia do Juízo, já chega condenado... não há esperança...
Mas os que somos de Cristo verdadeiramente, deveríamos ser plenos de boas obras... Precisamos arregaçar as mangas e trabalhar muito, pois o tempo se abrevia...
Não podemos chegar diante dEle, naquele Dia, sem ter nada nas mãos para apresentar...
Dizer diante dEle que prosperamos, que viajamos, que compramos coisas, que fomos isso ou aquilo na vida profissional, de nada vai fazer efeito na eternidade...
Estas obras serão consumidas pelo fogo e não vai sobrar praticamente nada delas...
Pense nisso, pois SE o Espírito Santo não desperta você para fazer o que somos comissionados a fazer, pergunto... será que você ouve mesmo a voz do Espírito Santo?
Bem, e quanto a você que fica apavorado quando pensa no Juízo, no fim do mundo... espero ter trazido  fundamentos bíblicos para sua avaliação.
Existem mais textos, mas creio que estes são suficientes...
Apenas em Jesus há livramento do Juízo.
Apenas em Jesus há proteção para a Ira que virá.
Somente nEle há esperança de vida eterna.
Não há salvação em nenhum outro...
Mas sim, reconheço que sempre isso será matéria de fé...
Esta é a maneira que Deus escolheu, e Ele reina.
Não, Ele não vai responder aqui todas as coisas...
O Evangelho de Jesus não é de responder todas as coisas, mas sim, há respostas suficientes para que possamos aprender...
Mas O Evangelho de Jesus é baseado em crer na Sua Palavra e nAquele que O enviou...
Mas sim, é absolutamente suficiente para a alma... satisfaz a alma, trás segurança interior, pois quando cremos, agradamos a Deus, e ai sim, neste caso, Ele mesmo Se manifesta em nossas vidas... E muitas das perguntas anteriores, na verdade, perdem sentido pela Sua revelação...
Não adie sua decisão, não adie a sua busca... resolva suas questões interiores o mais rápido possível pois o tempo se abrevia...
O mundo muda rapidamente, e a humanidade confronta ao Senhor cada vez mais...
Parece que não creem que o Juízo virá... e será terrível quando descobrirem... tarde demais.
Você não pode ver?
Veja os sinais...

Deus abençoe!

Haroldo Maranhão

Nenhum comentário:

Postar um comentário