segunda-feira, 24 de fevereiro de 2014

O RELÓGIO PROFÉTICO ACELEROU! PASTOR KENNETH COPELAND E O PAPA FRANCISCO...


Bem amigos do Blog,
Se você é católico, por favor, não leia este post, pois é dirigido exclusivamente a evangélicos, e pode ser considerado, talvez, ofensivo a sua fé.
Não é minha ideia aqui, mas sim, exercer minha liberdade de expressão e análise junto ao segmento evangélico, do qual faço parte.
Estou impactado pelos vídeos que acabo de assistir, e que compartilharei ao final deste post.
Como pano de fundo, quero lembrar que um grande evento que marca os últimos dias é uma busca por uma religião única e global.
Que, embora comece bem, e cheia de boas intenções (aparentemente), ao fim levará à adoração compulsória à besta e sua imagem.
Do anticristo.
Com a famosa “marca da besta” sendo manifesta publicamente, na sua forma real e definitiva, e aceita por aderente, e por despreparados inconsequentes...
E, a partir deste momento, participar desta religião única futura não será algo voluntário, mas sim, será obrigatório, sendo punido com a morte, como lemos em Apocalipse e Daniel.
E, para que isso aconteça, será necessário que as atuais religiões predominantes se aproximem de uma forma que permita “negociar e flexibilizar” o que creem.
Assim, quem não tem compromissos reais com o que crê, ou faz parte “apenas” de uma religião, por que não abrirá mão de seus “dogmas” em prol da “paz mundial”?
Quem pode ser contra propostas de “paz mundial”?
Apenas quem tem em Jesus, O Cristo, como seu Único e Suficiente Salvador, por que não há outro. Não é negociável. Não é ajustável. Não é “flexibilizável”...
E, por este motivo, segundo lemos nos textos bíblicos, homens e mulheres serão mortos, decapitados, por se recusarem a abrir mão da centralidade da fé em Jesus.
Sua confissão inegociável em Jesus, SÓ JESUS, as levará ao martírio...
Claro que para chegarmos neste ponto, as coisas têm que começar devagar, sem chamar tanto a atenção...
E este tipo de morticínio já tem ocorrido em diversos países no oriente médio... é só você acompanhar as notícias das agências cristãs que denunciam todos os dias cristãos mortos, igrejas queimadas, e os governos globais fecham olhos e ouvidos...
Mas como já disse aqui, um movimento estranho ao Evangelho de Jesus está em curso, desenhando esta unidade impensável alguns anos atrás.
Alguns músicos e cantores gospel, nacionais e internacionais, já  têm abraçado padres cantores, em eventos fechados ou mesmo em programas de TV, e se proposto a “adorar a Deus juntos” em eventos ecumênicos.
Faça sua própria busca no YouTube...
Isso aconteceu na própria visita do senhor Francisco (o Papa católico) ao Brasil no ano passado...
Interessante que fato tão absurdamente antibíblico teve pouca repercussão, embora líderes conhecidos evangélicos estivessem lá em eventos musicais.
Parece que o engano se vai “esgueirando” lentamente, para não chamar por demais a atenção...
Mas vai enredando muitos...
Veja, eu nada tenho contra os católicos, muito pelo contrário.
Tenho amigos preciosos católicos, tenho relacionamento social e profissional, e sou absolutamente contrário a qualquer forma de violência inter-religiosa.
Mas sou absolutamente contrário a flexibilizarmos o evangelho de Jesus para ter comunhão supostamente espiritual com qualquer profissão de fé, que não abra mão de sua forma religiosa, para abraçar a centralidade de Jesus O Cristo.
Se todos abrirem mão do que creem em favor de centrar EXCLUSIVAMENTE em Jesus e Seus ensinamentos registrados na Bíblia, por mim, fechado!
Neste caso, proporia que nós evangélicos deveríamos abrir mão de sermos batistas, presbiterianos, pentecostais.
De batizarmos por aspersão ou imersão.
De termos cultos barulhentos ou silenciosos.
Mas JAMAIS poderíamos abrir mão da centricidade da salvação ÚNICA E EXCLUSIVA através da obra de Jesus, O Cristo, na cruz do calvário.
Se fosse assim, estaria aceita esta “unidade” proposta...
“Há um só Deus, e Um só Mediador entre Deus e os homens, Jesus Cristo, Homem”! I Timóteo 2:5.
Um Único Mediador.
Não diáconos, pastores, bispos, apóstolos, nem padres, arcebispos, papas, santos, nem Maria.
Um único Mediador.
Jesus, O Cristo!
“O Caminho, A Verdade, A Vida. Ninguém vai ao Pai se não for por Jesus”... João 14:6.
Ou seja, não há flexibilização possível para um crente verdadeiro em Jesus.
Que sabe o que crê, conhece a sua Bíblia, e sabe que nasceu de novo em Jesus.
Foi lavado pelo sangue precioso.
Remido de seus pecados.
Transformado!
Impossível.
Inegociável...
Mas eis que o famoso e conhecido pastor americano Kenneth Copeland pisa no acelerador para uma religião única...
Recebeu em uma conferência pública, um vídeo gravado de forma particular, por um bispo anglicano ligado ao ministério de Copeland em seu celular, de uma mensagem exclusiva do senhor Francisco, o Papa católico.
Enviada para o pastor...
Propondo unidade, pedindo orações, e abençoando os presentes...
Que tipo de unidade foi proposta?
Não foi especificada...
Entretanto, imediatamente o senhor Copeland não apenas aceitou publicamente, não apenas  em seu próprio nome, mas disse que falava em nome de dezenas de milhares de fiéis e líderes, representados pelos líderes presentes na conferência...
E para deixar isso claro, gravou um vídeo de retorno, no mesmo celular do bispo Tony Palmer, para que fosse entregue ao senhor Francisco...
Meu Deus!
Que confusão!
Que cenário profético impressionante sendo cumprido diante de nossos olhos.
Como vão reagir os pastores americanos associados a Copeland?
O que a igreja católica dirá acerca do vídeo do senhor Francisco, seu Papa?
Será que o porta voz do Vaticano vai desmentir esta proposta, como fez quando o senhorFrancisco falou que os ateus poderiam ser salvos se fizessem boas obras?
O que este posicionamento de um pastor tão influente vai gerar nos meio evangélico dos Estados Unidos e nos países em que ele tem influência?
Bem amigos...
O vídeo está em inglês, e a fala do papa legendada em inglês também...
Assistam, etirem suas próprias conclusões.

ATUALIZADO: agora, o vídeo com legendas em português... (grato aos amigos do Blog que me enviaram...)

Quanto  mim, aprofundo meu chamado...
Veja os Sinais!
O cenário vai ficando pronto...
Cada vez mais parece mesmo que Jesus está às portas...
 
Haroldo Maranhão

sábado, 15 de fevereiro de 2014

TETRAD 2014/2015: TEMPOS PARA OBSERVAR...




Nos Estados Unidos foi dado um nome para aqueles que marcam datas seja para o fim do mundo, seja para a volta de Jesus.
São os “date setters”... ou “marcadores de datas”...
Não sou um deles. mas leio o que escrevem alguns deles...
Os que, segundo minha visão, são sérios em seus estudos, profundos em acompanhar números, datas, ciclos, com muito fundamento bíblico...
Mas que já marcaram muitas datas que se passaram...
E continuam marcando.
Eu, humildemente, divirjo deles quando marcam as datas...
Mas reconheço que eles trazem uma contribuição importantíssima pela profundidade de muitos dos estudos que publicam que, se não acertam as datas, marcam tempos que merecem ser observados.
Observados, pelos que, como eu, amam a volta de Jesus...
Se você acompanha meu Blog há tempo, sabe que nunca marquei datas, e fui um dos que, no início de 2012 disse que o mundo não acabaria, mas que, eventualmente, alguma coisa poderia acontecer, pois as trevas se movem em datas específicas...
Embora creia sim, que estamos vivendo os últimos dias, como já disse, e creio, comprovei aqui.
Mas quantos dias constituem o total de dias que compõe estes tais “últimos dias”?
Não sei.
Dias, meses, anos?
Quanto tempo falta?
Não sei...
Não creio que possamos marcar uma data como esta com antecedência...
Mas, segundo ao Bíblia, creio que quando estivermos absolutamente às portas de um evento importante, muitos de nós saberemos.
Provavelmente, simultaneamente, ou quase.
Por que posso dizer isso?
Por que a Bíblia nos diz algo assim...
Como por exemplo, em Amós 3:6-8:
Tocar-se-á a trombeta na cidade, e o povo não estremecerá? Sucederá qualquer mal à cidade, sem que o Senhor o tenha feito? Certamente o Senhor Deus não fará coisa alguma, sem ter revelado o seu segredo aos seus servos, os profetas. Bramiu o leão, quem não temerá? Falou o Senhor Deus, quem não profetizará?
Os que andam em retidão diante do Senhor, entenderão os Seus segredos... Como lemos em Provérbios 3:32-33
Porque o perverso é abominação para o Senhor, mas com os retos está o seu segredo. A maldição do Senhor habita na casa do ímpio, mas ele abençoa a habitação dos justos.
Creio que não há maior segredo do Senhor, que não seja revelar a volta de Jesus para os Seus...
E não há bênção maior para estes retos, do que serem abençoados e mesmo guardados naqueles dias...
O que tudo isso significa...
Que hoje vou marcar uma data?
Não...
Definitivamente não!
Mas que este evento da TETRAD é por demais importante para que eu o ignore, ah isso é!
Tomei conhecimento deste evento em 2009, e passei todo este tempo criando coragem apenas para escrever algo sobre isso...
Demorei, não?
Quando o Pr. Mark Blitz foi a um programa de TV que acompanho pela web, do Pr. Sid Roth, cujo nome é It´s Supernatural, e explicou o que iria acontecer, confesso que gelei em minha espinha.
Achei um vídeo de 2010 com parte da entrevista.
Veja que mesmo a forma de abordar este evento da TETRAD naqueles dias era de que estaríamos já, provavelmente, em meio á tribulação, e talvez até mesmo o arrebatamento já tivesse ocorrido...
Como podemos ver, nada disso aconteceu, embora eu possa pensar que estamos já vivendo o assim chamado “princípio das dores”, como tratei neste post, quando questiono se já estamos em meio ao início da “Grande Tribulação”...
Será?
Bem, para muitas pessoas, em muitos lugares do mundo, vivendo terríveis consequências pós terremotos, pós erupções vulcânicas, pós inundações, pós incêndios devido a secas, e etc...
Pode ser que eles pensem que sim.
Não é por que você vive em um lugar pouco afetado (por enquanto) por catástrofes contemporâneas, que nada aconteceu ainda...
Mas, claro, pelos mesmos motivos, não posso dizer que sim.
Bem...
TETRAD 2014/2015...
Começando...
O que é uma TETRAD?
Nada mais é do que uma sequência de quatro eclipses lunares completos, denominados de "Luas de Sangue" ocorrendo sequencialmente, exata e sucessivamente em precisas datas de Festas bíblicas.
Porque isso é importante?
Vamos voltar ao início de tudo...
Especificamente, para Gênesis 1:14:
E disse Deus: haja luminares no firmamento do céu, para fazerem separação entre o dia e a noite; sejam eles para sinais e para estações, e para dias e anos.
Aqui vemos que, no princípio, Deus criou o sol e a lua para, além de governarem o dia e noite marcarem SINAIS, ESTAÇÕES, DIAS E ANOS.
A palavra traduzida aqui como “sinais”, é a palavra hebraica “owth”.
Conforme o respeitadíssimo estudioso STRONG, cuja ferramenta sempre uso para meus estudos, esta palavra significa uma marca distintiva, lembrança, prodígio, presságio, advertência.
Amigos do Blog, não pensem que os antigos tinham medo de eclipses apenas por que não conheciam as órbitas solares, lunares e terrestres e nem a explicação de como se dá um fenômeno que chamamos hoje de eclipse...
Eu creio que a verdade é que os que viveram antes de nós receberam informações de seus antepassados acerca de tragédias que ocorreram associados a dias de eclipses...
Pelo menos, eu creio que isso aconteceu quando Deus estava marcando um tempo específico de advertência quando da ocorrência de tais tragédias...
Posso estar errado, pois isso não é bíblico, mas apenas uma inferência minha...
Mas, biblicamente, para mim fica claro que Deus usa o sol e a lua para advertir os que observam Sua Palavra, andam em aliança com o Senhor, acerca de eventos que Ele quer comunicar ANTES que ocorram, como um alerta.
Por que creio isso?
Por que como demonstrei Deus disse CLARAMENTE, em Sua Palavra, que uma das funções do sol e da lua, segundo Sua Sabedoria, é oferecer tais sinais de alerta, como pudemos entender aqui...
Prosseguindo no texto, vemos também que a palavra traduzida como "estações" é a palavra hebraica “mo’ed”  que não está falando de “verão, invermo, primavera e outono”...
Mas, sim, está falando, segundo a ferramenta STRONG, de “tempo determinado, reunião, período sagrado, ou festa estabelecida”!
Isso é muito importante por que a mesma palavra “mo’ed” foi usada para ensinar sobre as festas sagradas como por exemplo, em Levíticos 23:2, quando foi traduzida como “Festas do Senhor”!
Portanto, podemos entender que sim, as Festas do Senhor também serão marcadas pelo sol e pela lua, quando aparecerem em datas específicas previamente conhecidas, ou quando forem afetadas por sinais distintos, conforme podemos entender deste texto de Gênesis.
Sinais distintos como eclipses, por exemplo...
Deus também declarou no texto de Gênesis que o sol e a lua foram criados para marcarem dias e anos...
Isso não tem a ver, necessariamente, com nosso calendário, que foi modificado por um líder católico sincrético, como foi o senhor Gregório, calendário gregoriano que é baseado no sol.
Nem necessariamente com o calendário muçulmano, que é orientado pela lua.
Mas Deus marcou biblicamente dias e anos ou “dias santos” como, por exemplo, os anos de Jubileu a cada 70 anos quando Israel deveria descansar, e, por não terem observado, por exemplo, o sétimo ano para descansar a terra, foram levados ao cativeiro babilônico.
Temos ainda os Jubileus de 50 anos, quando os cativos são libertados e recebem sua terra de volta, caso tenham perdido por dívidas...
Dias e anos, específicos.
Bem, vamos em frente.
Por que entendermos isso é tão importante?
Por que quando elipses lunares ocorrem em dias de festas do Senhor, associados a eclipses solares em datas importantes para Israel, devemos prestar atenção.
Principalmente, quando acontecem sequenciada e sucessivamente.
Mais especificamente, quando quatro acontecem em seguida.
E mais ainda, quando podemos saber que isso já aconteceu anteriormente, e associadas a eventos importantes, claros e proféticos.
Não sei se você sabe, mas Jesus cumpriu exata e precisamente as Festas do Senhor em Sua primeira vinda.
Especificamente, e inicialmente, as assim chamadas “Festas da Primavera”...
Ou seja, a Páscoa (Pessach), os Pães Ázimos (Matzot), as Primícias (HaBikurim) e a festa das Semanas, Colheita ou Pentecoste (Shavuot).
Ficaram faltando as “Festas de Outono” que não se cumpriram ainda...
Estas festas serão iniciadas pela Festa  das Trombetas (Rosh Hashaná), e serão sucedidas pela festa do Dia da Expiação (Yom Kipur) e a de Tabernáculos (Sucot).
A Festa das Trombetas aponta para o arrebatamento...
O Dia da expiação, para o Juizo...
Tabernáculos para o fim da história da humanidade como a conhecemos, quando habitaremos com Ele para sempre...
Será que Jesus as cumprirá literalmente nas datas previstas?
Não posso dizer...
Se quiser se aprofundar no estudo das festas, recomendo que o faça...
Mas para encurtar, Jesus foi crucificado na Páscoa, e na dos Pães Ázimos que são uma festa dupla.
Assim, ele morreu como o Cordeiro Pascal, e como o Pão sem fermento, ou seja, sem pecado.
Jesus ressuscitou exatamente no dia da Festa das Primícias, e ao subir aos céus, prometeu o derramamento do Espírito Santo , que ocorreu exatamente em Pentecostes...
Todos estes eventos foram cumpridos exatamente nas datas das festas!
Portanto, datas são importantes para o Senhor Deus, e são marcadas de uma forma clara e antecipada para quem quiser acompanhar.
Assim, quando percebo que teremos agora uma sequencia de eclipses em datas de festas do Senhor... penso que devemos prestar atenção.
Não acha?
Teremos quatro eclipses lunares sequenciais, todos ocorrendo nas exatas datas das próximas festas, segundo o calendário em Israel:
Dia 15 de abril próximo, Páscoa.
Dia 8 de outubro próximo, Tabernáculos...
Dia 4 de abril de 2015, Páscoa.
Dia 28 de setembro de 2015, Tabernáculos novamente...
Serão eclipses totais da lua, denominados também de “lua de sangue”, que, embora pelo que li não serão claramente visíveis, a coincidência das datas é indiscutível para considerarmos importante sua observação.
Porque?
Por que se observarmos ao longo dos últimos séculos, veremos que tivemos quatro eclipses em festas bíblicas, sequenciadamente, quando tivemos eventos importantes ocorrendo em Israel!
1967/1968...
Exatamente no período em que Israel reconquistou Jerusalém...
Não exatamente nas datas dos eclipses, mas ano período, bem entendido.
1949/1950...
Exatamente na sequência do período em que Israel voltou a ser uma nação após séculos!
Novamente, não exatamente nas datas dos eclipses... bem entendido, por favor!
E o que aconteceu foi exatamente uma sequencia de eclipses nas Festas de Páscoa, Tabernáculos, Páscoa, Tabernáculos.
Como vamos poder acompanha agora, ao longo dos próximos meses.
Sabe quando acontecerá algo assim novamente?
Não vai acontecer nos próximos 300 anos...
Adicionalmente, exatamente no meio desta TETRAD, acontecerá um eclipse solar total, em 20 de março de 2015, o dia de inicio do ano religioso judaico...
E um eclipse parcial no dia da Festa de Trombetas, em 13 de setembro de 2015.
Exato dia de início do ano novo civil judaico...

Ou seja, teremos neste próximo período, sinais no sol e na lua, em datas específicas!




Bem, temos grandes coincidências adiante de nós, não?
Eventualmente, dia 13 de setembro  de 2015 seria um dia muito perfeito para um arrebatamento, em meio à festa de Trombetas!
Estou marcando datas?
Absolutamente, não!
Estou chamando sua atenção para um período de tempo com coincidências bíblicas sem precedentes?
SIM!
Veementemente, SIM!
O que farei a partir de hoje?
Nada que já não faça.
Preciso me santificar mais.
Preciso pregar o evangelho ainda mais.
Preciso falar da volta de Jesus ainda mais.
Preciso cuidar da minha família ainda mais.
Preciso trabalhar e crescer em minha vida profissional, para semear recursos no Reino.
Preciso zelar ainda mais pelo ministério pastoral que o Senhor me confiou.
Vou procurar por medo nas pessoas quando prego o evangelho, dizendo... "vejam, o fim está próximo, e vai acontecer no dia tal"?
Absolutamente NÃO!
O evangelho é poder de Deus para a salvação do que nEle crê.
É um grande equivoco, a meu ver, associar estes eventos com a pregação do evangelho.
O Evangelho é compreendido pela Palavra pregada, revelada pelo Espírito Santo.
E a pregação é a da cruz.
Do arrependimento de pecados.
Não a da volta de Jesus...
A volta de Jesus é para aqueles que são da Noiva...
Para encorajamento dos santos (Hebreus 10:23-25), quanto mais vemos que este Dia se aproxima...
Retenhamos inabalável a confissão da nossa esperança, porque fiel é aquele que fez a promessa; e consideremo-nos uns aos outros, para nos estimularmos ao amor e às boas obras, não abandonando a nossa congregação, como é costume de alguns, antes admoestando-nos uns aos outros; e tanto mais, quanto vedes que se vai aproximando aquele Dia.
Eu sei que muitos cristãos vão me “apedrejar” por publicar este estudo aqui...
Mas pouco importa...
Para estes quero sim, avisar que, “EVENTUALMENTE”  estamos mais perto da volta de Jesus do que muitos pensam.
E que se isso os INCOMODA, deveriam repensar o que creem e o que esperam de suas vidas supostamente cristãs...
Mas aí, pergunto: E se nada acontecer em 2014/2015, o que farei?
NADA de mais.
Até por que não disse que algo NECESSARIAMENTE vai acontecer neste período...
Apenas chamei sua atenção para observar o cenário do mundo em que vivemos...
Continuarei buscando me santificar ainda mais.
Continuarei pregando o evangelho.
Continuarei falando sobre a volta de Jesus
Continuarei cuidando da minha família.
Continuarei trabalhando, crescendo, para semear recursos no Reino.
Continuarei a zelar ainda mais pelo ministério pastoral que o Senhor me confiou...
Enquanto o Senhor permitir.
Enquanto estiver por aqui...
Mas que nestes próximos dois anos vou estar mais atento a tudo que envolva Israel no cenário profético, e nos demais eventos...
Ah, isso eu vou fazer! E vou continuar publicando o que penso neste espaço!
Se Deus assim permitir, isso farei...
Enquanto isso, fica meu convite...
Como sempre...
Veja os Sinais!

SHALOM...

Haroldo Maranhão