quarta-feira, 24 de dezembro de 2014

ALGUNS "MITOS BÍBLICOS" DO NATAL...


Bem amigos, todos os anos quando chegamos nesta época eu percebo o quanto muitos sabem cada vez mais MENOS sobre o natal de Jesus, O Cristo. O Messias. O Emanuel.
Aquele que era, que é, e que há de vir...
Não que a Bíblia nos mandasse guardar esta data de natal como um memorial... não...
Não há um único texto que nos diga para fazer isso.
Na verdade, Jesus nem mesmo nasceu no dia 25 de dezembro, mas isso pouco importa.
O que importa, sim, é que Jesus nasceu!
Mas entenda que O Evangelho aponta para fatos passados, e fatos futuros.
Sim, Jesus nasceu em Belém, e isso é bastante lembrado. É um fato universal irrefutável, embora os que não creem, queiram transformar em uma fábula...
Sim, Jesus morreu e ressuscitou. É um fato universal irrefutável, embora os que não creem, queiram transformar isso em uma fraude...
E sim, Jesus em breve voltará. Isso é uma promessa. Mais que isso...
Na realidade, Sua volta é um FATO futuro...
Embora muitos dos que creem em Jesus quanto aos quesitos anteriores, tenham dificuldades em tratar deste tema com o mesmo interesse. Estranho, não?
E o que tem acontecido em nossos dias é que o Natal de Jesus tem sido transformado em um fato “politicamente incorreto”, pois como pessoas de outras "religiões" se sentem ofendidas por isso, cada vez mais “Papai” (não meu...) Noel, duendes, gnomos, renas, e outros personagens ridículos, estes sim, oriundos de fábulas, povoam o dia 25 de dezembro.
Que sim, não é o dia em que Jesus nasceu... Apenas celebramos neste dia.
Comparo esta situação ridícula do Noel no natal, com a situação hipotética de que no aniversário do presidente da república de um país, a população fosse ao zoológico cumprimentar o macaco.
Qual a lógica de a data ser para celebrar o fato de Jesus ter nascido e as pessoas pensarem mais no (intruso) Noel do que nEle?
Qual a lógica de cristãos (?) ficarem mais ofendidos (?) quando se discute se é razoável ter ou não ter árvores de natal em casa ou na igreja (!), ter imagens do (intruso) Noel em suas casas, do que ficam quando Jesus é esquecido e substituído nesta data?
Para mim, a lógica manifesta é de que há uma clara atividade das trevas em curso para suprimir estas informações da memória das pessoas...
Afastando da mente das novas gerações a informação da VERDADE que Jesus nasceu.
Não há mais presépios, há não mais a lembrança do fato do nascimento de Jesus...
Aliás, em muitos lugares é quase que proibido desejar “Feliz Natal”, que deve ser substituído pela frase “politicamente correta” de “Boas festas”...
E ninguém nem mesmo se pergunta quem define o que é politicamente correto ou incorreto...
E sim, isso acontece justamente por que estamos vivendo os últimos dias.
Dias em que cada vez mais as pessoas mudam a verdade de Deus em mentira...
(Romanos 1:25 “Trocaram a verdade de Deus pela mentira, e adoraram e serviram a coisas e seres criados, em lugar do Criador, que é bendito para sempre. Amém”.)
E dias quando pessoas tem coceira nos ouvidos para ouvir coisas assim... fábulas!
(II Timóteo 4:3-4 “Pois virá o tempo em que não suportarão a sã doutrina; ao contrário, sentindo coceira nos ouvidos, juntarão mestres para si mesmos, segundo os seus próprios desejos. Eles se recusarão a dar ouvidos à verdade, voltando-se para as fábulas”.)
E dias em que os que creem não sabem mais o que creem.
Ou não querem ter conflito, para não serem “politicamente incorretos”...
E aceitam até mesmo algumas fábulas acerca do natal, ou mitos como pus no título do post, por que nem mesmo sabem realmente o que creem, pois não conhecem A Palavra... ficam confusos com o que acontece por aí.
Vou exemplificar com quatro afirmações sobre o Natal, que, talvez, você pensava exatamente o contrário da verdade... por que nunca foi checar nas Escrituras.

1.       Jesus não nasceu na manjedoura porque era pobre.
2.       A configuração do presépio está errada.
3.       Os anjos não proclamaram “Paz na terra aos homens de boa vontade”.
4.       Não devemos mais adorar ao “Jesus menino”.

1.     Lucas 2:1-7 “Naquela época, César Augusto publicou um decreto, convocando para um recenseamento, todos os moradores das terras dominadas por seu império. Este foi o primeiro cadastramento da população de todo o império romano, quando Quirino era governador da Síria. E todos seguiam para as cidades onde haviam nascido, a fim de serem arrolados. Por isso, José também viajou da cidade de Nazaré da Galiléia para a Judéia, até Belém, cidade de Davi, porque pertencia à casa e à descendência de Davi. E partiu com o propósito de alistar-se, juntamente com Maria, sua esposa prometida, que estava grávida.  Enquanto estavam em Belém, chegou o momento de nascer o bebê, e ela deu à luz o seu primogênito. Envolveu-o com tiras de pano e o colocou sobre uma manjedoura, pois não havia lugar para eles na hospedaria”.

Sim, não houve lugar para Jesus no Seu nascimento, como não há agora no coração de milhões de pessoas... Não haver lugar naqueles dias profetizava o que acontece até agora...
Mas, o que o texto diz, é que não havia lugar para eles na hospedaria. José foi para uma hospedaria. O texto não diz que eles não tinham recursos para se hospedarem. Diz que todas as cidades estavam recebendo visitas de diversas pessoas de outros lugares, e, por este motivo, tudo estava lotado. Este foi o real motivo de Jesus nascer na manjedoura: Não havia lugar para Ele! 

2.     Lucas 2:15-20 “Quando os anjos partiram e foram para os céus, os pastores combinaram entre si: “Vamos até Belém, e vejamos este acontecimento que o Senhor nos deu a saber”.  Então correram até o local e chegando, encontraram Maria e José, e o recém-nascido deitado numa manjedoura. E depois de o contemplarem, comunicaram a todos o que lhes fora revelado a respeito daquele menino. Ao ouvirem o que os pastores relatavam ficaram sobremodo assustados. Maria, contudo, observava silenciosa todos os acontecimentos, e refletia sobre eles em seu coração. Os pastores retornaram glorificando e louvando a Deus por tudo quanto tinham visto e ouvido, assim como lhes fora predito”.

Mateus 2: 9-12 Depois de ouvirem o rei, eles seguiram o seu caminho, e a estrela que tinham visto no oriente foi adiante deles, até que finalmente parou sobre o lugar onde estava o menino. Quando tornaram a ver a estrela, encheram-se de júbilo. Ao entrarem na casa, viram o menino com Maria, sua mãe, e, prostrando-se, o adoraram. Então abriram os seus tesouros e lhe deram presentes: ouro, incenso e mirra. E, tendo sido advertidos em sonho para não voltarem a Herodes, retornaram a sua terra por outro caminho. 

Sim... APENAS os pastores estiveram na ESTREBARIA, pois foram avisados e instruídos por anjos a procurar Jesus na MANJEDOURA. Sem estrela alguma aqui. Leia Lucas 2 inteiro...
Já os magos, estiveram em uma CASA de Belém, e viram Jesus com Maria. Foram dirigidos por uma estrela, sinal astronômico que eles entenderam corretamente, mas, equivocadamente, foram até o palácio de Herodes. Como entenderam pela estrela que um rei havia nascido, o mais lógico era procurar no palácio! Apenas quando os sacerdotes e escribas foram chamados por Herodes que ficou alarmado com o nascimento de um Rei, é que ficaram sabendo que Jesus estaria em Belém! Eles NUNCA estiveram na manjedoura, nem a estrela apontou para aquele lugar... Leia Mateus capítulo 2 inteiro...

3.     O texto que alguns pensam que os anjos cantaram “paz na terra aos homens de boa vontade” não existe neste sentido. Veja as traduções abaixo:

Nova Versão Internacional - NVI: “Glória a Deus nas alturas, e paz na terra aos homens aos quais ele concede o seu favor”. 
Revista e Atualizada - RA: “Glória a Deus nas maiores alturas, e paz na terra entre os homens, a quem ele quer bem.”
Nova Tradução na Linguagem de Hoje – NTLH: “Glória a Deus nas maiores alturas do céu! E paz na terra para as pessoas a quem ele quer bem”!
Edição Contemporânea – EC: “Glória a Deus nas maiores alturas, paz na terra entre os homens, a quem ele quer bem”. 
King James – KJV: “Glória a Deus nos mais altos céus, e paz na terra às pessoas que recebem a sua graça!”

Não, Jesus não veio trazer “paz na terra”. Não, não existem “homens de boa vontade”...
Houve sim, a boa vontade de Deus, o Seu favor, o querer bem de Deus quanto à humanidade, a Sua graça manifesta na vinda de Jesus!
Existem homens pecadores, mais amantes dos prazeres que de Deus, que amaram mais as trevas por que suas obras eram más. Naturalmente desobedientes, incrédulos, com o coração inclinado para o mal. Desviados como ovelhas. Sem "boa vontade"...
Jesus veio buscar e salvar o que se havia perdido (Lucas 19:10). 
Ele veio para o que era Seu, e os Seus não o receberam... (João 1:11).
Esta compreensão errada do cântico dos anjos leva as pessoas a crerem que Jesus veio para todas as pessoas que tenham “boa vontade”, e na verdade, as pessoas nem mesmo param para pensar o que seria esta tal “boa vontade”...
Se você tem dúvidas leia a frase de Jesus, que SABIA que diriam algo assim sobre Sua vinda...  
Mateus 10:34 “Não pensem que vim trazer paz à terra; não vim trazer paz, mas espada”.
Bem, talvez precisemos mesmo rever tudo o que pensamos acerca do que cremos, não?
Para muitos, abraçar o evangelho de Jesus significa ter sérios problemas em casa. Pode ser que aqui no Brasil isso não faça o menor sentido para nós, e por isso, ficamos confusos com esta frase, mas, HOJE, no Oriente Médio, em muitos países, alguém se converter a Jesus significa que A Espada entrou na sua casa.
Muitos são deserdados, expulsos de casa pelos próprios pais.
E muitos são mortos!
Não é por que não temos confronto aqui, que significa que o evangelho não traga confronto. Aliás, fico me perguntando se não deveríamos incomodar mais com nossa forma de viver o evangelho...
Mas PRECISO deixar algo bem claro: o Evangelho de Jesus não é uma “religião” de ódio, mas sim, de amor...
A espada de que Jesus fala é a que virá contra os que nEle creem...
Não há base bíblica para se agredir ou intimidar alguém em nome do Evangelho de Jesus... 
O que não significa não chamar de pecado o que a Bíblia diz ser pecado...
Por que junto com a revelação do pecado, há uma solução dada por Deus gratuitamente...
João 15:19-21 “Se vocês pertencessem ao mundo, ele os amaria como se fossem dele. Todavia, vocês não são do mundo, mas eu os escolhi, tirando-os do mundo; por isso o mundo os odeia. Lembrem-se das palavras que eu lhes disse: Nenhum escravo é maior do que o seu senhor. Se me perseguiram, também perseguirão vocês. Se obedeceram à minha palavra, também obedecerão à de vocês. Tratarão assim vocês por causa do meu nome, pois não conhecem aquele que me enviou”.

4.     Apocalipse 22:12-16 “Eis que venho em breve! A minha recompensa está comigo, e eu retribuirei a cada um de acordo com o que fez. Eu sou o Alfa e o Ômega, o Primeiro e o Último, o Princípio e o Fim. Felizes os que lavam as suas vestes, e assim têm direito à árvore da vida e podem entrar na cidade pelas portas. Fora ficam os cães, os que praticam feitiçaria, os que cometem imoralidades sexuais, os assassinos, os idólatras e todos os que amam e praticam a mentira.  “Eu, Jesus, enviei o meu anjo para dar a vocês este testemunho concernente às igrejas. Eu sou a Raiz e o Descendente de Davi, e a resplandecente Estrela da Manhã.”
Apocalipse 19:11-19 “Vi os céus abertos e diante de mim um cavalo branco, cujo cavaleiro se chama Fiel e Verdadeiro. Ele julga e guerreia com justiça. Seus olhos são como chamas de fogo, e em sua cabeça há muitas coroas e um nome que só ele conhece, e ninguém mais. Está vestido com um manto tingido de sangue, e o seu nome é Palavra de Deus. Os exércitos dos céus o seguiam, vestidos de linho fino, branco e puro, e montados em cavalos brancos. De sua boca sai uma espada afiada, com a qual ferirá as nações. “Ele as governará com cetro de ferro.” Ele pisa o lagar do vinho do furor da ira do Deus todo-poderoso. Em seu manto e em sua coxa está escrito este nome: REI DOS REIS E SENHOR DOS SENHORES”.

Sim, não há mais um “Jesus menino”... isso é passado. Foi necessário para que Ele aqui viesse...
Mas hoje, Ele está irreconhecível,  se você ainda pensa em um "Jesus menino"...
Sua apresentação pessoal atual é tremenda. Poderosa. Vitoriosa.
Ele vem para julgar, para pisar o lagar do vinho do furor da ira de Deus contra o pecado, contra a impiedade.
Ele é Rei dos Reis e Senhor dos Senhores, e quem ainda brinca com Ele, com Seu Nome, precisa imediatamente se arrepender, e mudar seus caminhos...
Não se confundam os que zombam hoje, e, aparentemente, nada acontece...
Porque Ele não manda ninguém "fazer justiça" por Ele, pois Ele não precisa que ninguém cuide de "Sua imagem pessoal atual", mas quando Ele mesmo for tratar dos que zombam de Seu Nome... 
Bem, talvez você saiba disso tudo...
Mas talvez você comprava alguns destes “mitos” como se fossem verdadeiros. Meu objetivo aqui é desafiar você a comparar o que crê com o que a Bíblia diz.
Este texto termina aqui com um convite a conhecer melhor sua Bíblia, e aprofundar sua revelação acerca de Jesus, O Cristo.
Digo isso porque entre tantas coisas estranhas hoje em dia, a pior é um cristão não conhecer a Bíblia que trás a revelação do que crê...
Não acha?
São tantos sinais...
Não consegue ver?
Meu convite hoje é...  Leia a Bíblia!
Saiba o que crê...
Jesus está voltando.
Reflita sobre isso neste natal.
Deus abençoe...

Haroldo Maranhão

sábado, 8 de novembro de 2014

A FALTA DE CHUVA E O JUÍZO QUE VIRÁ...



"Choveu!"
Tive alguma dificuldade com português na escola quando eu era garoto.
Lembro de minha mãe, ao longo de manhãs comigo, com muita paciência, repassando conjugações verbais.
Análise sintática.
Quem é o sujeito? O predicado?
Advérbio. Conjunção adversativa…
Orações.
Bem, orações já ficava mais fácil, pois, como nasci em um lar cristão, desde bebê fui levado na igreja por meus pais. Então, eu sempre pensava em orações como as que se faziam na igreja...
Até que não estava de todo errado.
Assim, aprendi a fazer orações a Deus.
Mas ai, havia a questão das orações acerca dos fenômenos da "natureza".
Chover, nevar, fazer sol, relampear, são que não tem sujeito...
Quem é o sujeito destas orações? Quem faz chover, nevar, relampear?
Segundo alguém, "não há sujeito".
Bom, não sei se algo mudou ao longo de tantos anos de meu aprendizado, mas se dizia que “choveu” era uma oração sem sujeito.
Afinal, "ninguém" chove!
Não mesmo?
Bem, aqui em São Paulo, devido a falta de chuvas, pessoas estão tornando quase que povos primitivos.
Ontem choveu, e pessoas literalmente dançaram na chuva.
Como fizeram em outras poucas chuvas que tivemos nos últimos meses.
Outras, fazem até "simpatias" por chuva.
Já outras, mais bem formadas, buscam explicações plausíveis e científicas para a falta de chuva.
Explicações que at[e existem.
Os meteorologistas se tornaram celebridades.
Mesmo que errem, ao dizer que tal dia vai chover, a simples esperança que chova, já trás alivio e expectativa.
E mesmo que não chova no dia predito, dizemos algo como… “valeu a intenção”… e ainda, “na próxima, você acerta".
A esperança se renova, e "a luta continua".
E a oração “sem sujeito” continua: "tomara que chova..."
Por que, afinal, “ações da natureza” não tem sujeito.
E é verdade.
A natureza, que é o que vemos aí fora, o mundo em seu estado natural, para quem assim vê, não tem sujeito.
Já para alguém como eu, que crê que há Um Criador, o que vejo ai fora, não é a “natureza”, que está aí, por si só, mas sim, eu vejo A Criação.
E A Criação pressupõe O Criador…
E SE você crê em Deus, nunca mais deveria dizer "natureza", mas sim, Criação!
Bem, por que eu creio que há Um Criador, O Criador, passo a considerar que não há uma falta de sujeito na oração: “precisa chover”.
No meu caso, há Um Sujeito nesta oração, o que pode fazer com que gramáticos fiquem de cabelo em pé, e se eu estivesse fazendo uma prova de gramática, me levaria a uma reprovação…
Mas sim, creio que há um sujeito nesta ação…
Que para mim, será um Sujeito conhecido, embora para muitos, seja um Sujeito oculto.
Sim, Deus está por trás das chuvas e da falta de chuvas.
Não sou eu quem digo, mas a Bíblia diz. 
Ou melhor, Ele mesmo diz isso em Sua Palavra.
Na Bíblia encontramos diversos lugares em que Deus diz que cerraria os céus por conta do pecado das nações ou da humanidade.
Por que Deus controla o ciclo das chuvas do mundo todo.
Já fez chover tanto que destruiu o mundo anterior… esqueceu?
Mas por que vivemos em uma sociedade pseudo científica, conhecemos pessoas da ciência que conseguem explicar o que está acontecendo para que não chova… mas não conseguem chegar na causa real.
E esta não será científica, não poderá ser modificada pelos homens em sua essência, nem mesmo modificada em laboratórios por que será, necessariamente, espiritual.
Para os que crêem, claro.
Sempre…
Enfim, deixe me dar um exemplo na Palavra, em que veremos que falta de chuva está associada a Juízo!
Em II Crônicas 7:13 e 14 lemos:"Se eu cerrar os céus de modo que não haja chuva, ou se ordenar aos gafanhotos que consumam a terra, ou se enviar a peste entre o meu povo; se o meu povo, que se chama pelo meu nome, se humilhar, e orar, e me buscar, e se converter dos seus maus caminhos, então, eu ouvirei dos céus, perdoarei os seus pecados e sararei a sua terra”.
Sim, Deus retém chuvas para chamar a atenção das pessoas que precisam se voltar para Ele.
Se arrepender...
No juízo que virá, as duas testemunhas de Apocalipse, entre outras coisas, vão fechar os céus para que não chova. Por muito tempo!
Em Apocalipse 11:3-6 lemos: "Darei às minhas duas testemunhas que profetizem por mil duzentos e sessenta dias, vestidas de pano de saco. São estas as duas oliveiras e os dois candeeiros que se acham em pé diante do Senhor da terra. Se alguém pretende causar- lhes dano, sai fogo da sua boca e devora os inimigos; sim, se alguém pretender causar- lhes dano, certamente, deve morrer. Elas têm autoridade para fechar o céu, para que não chova durante os dias em que profetizarem. Têm autoridade também sobre as águas, para convertê- las em sangue, bem como para ferir a terra com toda sorte de flagelos, tantas vezes quantas quiserem”.
Sim, secas graves são sinais do Senhor para que as pessoas se lembrem que o verbo chover tem Um Autor.
Que reina.
Que se mudar por alguns quilômetros o fluxo das chuvas, pode fazer com que em poucos anos, uma cidade aparentemente indestrutível, insubstituível, poderosa como São Paulo se torne um lugar deserto.
Abandonado…
Pela simples modificação incontrolável do circuito das chuvas…
Mas não, não creio que já seja o que vai acontecer.
Não agora.
Não, não acho que devamos fazer uma "caça as bruxas" para descobrir qual pecado foi cometido na cidade, para que Deus tenha permitido que tenhamos uma “breve amostra” do Juízo que virá…
Mas sim, creio que devemos prestar atenção no que está acontecendo.
Devemos entender que O Senhor reina!
Que a “natureza” não existe…
Que há uma Criação!
Gerada por Um Criador. Na verdade, pelo Único Criador!
Que reina. Que faz chover, Que governa sobre todo o sistema que nos envolve. O ecossistema.
Por que o criou. Sabe como funciona.
Que Se revela pela Criação.
Que Se revela em Sua Palavra.
E que, principalmente, Se revela em Jesus, O Cristo.
Que breve virá.
Mas antes de Sua volta, haverá O Juízo.
Tempo em que a falta de chuva será o de menos...
E Ele está avisando através de muitos e muitos sinais.
Claros!
Que Deus abençoe sua vida com revelação para observar o que está acontecendo a nossa volta.
Para estar preparado para encontrar com Jesus.
Aqui tenho sempre demonstrado coisas que acontecem ao redor do mundo…
Hoje, e nestes dias, vemos algo que acontece logo aqui, na nossa esquina…
Você não consegue ver?

Veja os sinais…

SHALOM!

Haroldo Maranhão

sábado, 18 de outubro de 2014

OS FALSOS PROFETAS! ... E OS APÓSTOLOS...



“Conheço as tuas obras, tanto o teu labor como a tua perseverança, e que não podes suportar homens maus, e que puseste à prova os que a si mesmos se declaram apóstolos e não são, e os achaste mentirosos; e tens perseverança, e suportaste provas por causa do meu nome, e não te deixaste esmorecer. Tenho, porém, contra ti que abandonaste o teu primeiro amor. Lembra-te, pois, de onde caíste, arrepende-te e volta à prática das primeiras obras; e, se não, venho a ti e moverei do seu lugar o teu candeeiro, caso não te arrependas”.
Apocalipse 2:2-5

Se você é alguém que já acompanha os textos bíblicos sobre os últimos dias, sabe que há na Bíblia muitas passagens que apontam para a manifestação, nos últimos dias, de falsos profetas, mestres e mesmo falsos “cristos”.
Sendo que a palavra grega que nos levou a esta tradução "cristo", uma palavra que significa "unção", eu também sou levado a pensar que a Palavra nos está revelando acerca de "falsas unções" nestes últimos dias...
"Uma nova unção" ou "uma unção fresca" é uma expressão que virou quase que "um mantra" gospel nos dias em que vivemos...
Mas após tanto tempo, anos, imerso em meio a muitos movimentos de avivamentos, nestes dias últimos dias eu tenho chegado à conclusão que há uma única unção... dada pelo Espírito Santo...
E, se Deus é eterno, e é, e se o Espírito Santo é Deus, e é, a Sua unção não é nova, nem se renova, é a mesma!
Pois é Eterna!
Ou não?
Mas não vou tratar deste tema hoje... embora seja muito rico.
Mas se você não sabia da existência dos falsos, fique sabendo... pois haverão muitos!
Na verdade, já existem. Estão entre nós...
E a meu ver, temos também o surgimento de falsos apóstolos, aqueles que “se declaram apóstolos, mas não são”, como podemos encontrar no texto acima, de abertura do post...
Acompanho bem a distância uma discussão teológica de eminentes pastores e mestres renomados sobre a existência ou não do ministério apostólico em nossos dias...
E eu confesso que fico me perplexo por perceber o quanto pessoas ilustres e cultas podem falar do que não entendem,  gerar discussões inúteis, que mais atrapalham do que ajudam na expansão do Reino e na pregação do Evangelho em nossos dias.
Pessoas que provavelmente nunca conviveram diretamente no ministério com verdadeiros apóstolos contemporâneos...
Não viram diretamente o que estes creem e pregam, creio, com profundidade.
E além disso, se consideram os guardiões da sã doutrina, vivendo como, eu poderia pensar, numa certa casta “nikolaita”, também apresentada em Apocalipse 2:6 e 2:15.
Assim, quando generalizam todos os apóstolos contemporâneos, os bons e os maus, sem discernir uns dos outros, mas lançando todos em uma mesma "vala comum", criam uma "régua de medir", que também poderá atingir aos que combatem os aspectos equivocados e heréticos da igreja contemporânea...
Também ficariam generalizados, e ninguém poderia  mais separar os bons dos maus...
Ou não?
Voltando, a verdade da existência de apenas 12 “apóstolos do Cordeiro” é clara e bíblica.
Em Apocalipse 21:14 encontramos um texto irrebatível:

“A muralha da cidade tinha doze fundamentos, e estavam sobre estes os doze nomes dos doze apóstolos do Cordeiro”.

Sim, segundo lemos na Bíblia existem apenas Doze apóstolos do Cordeiro!
Existem requisitos considerados por inferência pelos estudiosos de quem seriam estes doze, que deveriam ter sido chamados diretamente por Jesus, aprendido diretamente com Ele, e outros indicadores que, embora sejam bíblicos, não há um texto que os reúna a todos, nem os rotule como necessários para serem considerados como apóstolos...
Mas embora existam estes Doze, não significa que, segundo a mesma Bíblia, não existam outros apóstolos...
Talvez, poderíamos pensar, "apóstolos menores"...
Se formos simplesmente organizar os textos para ler o que está escrito, encontraremos Matias sendo escolhido em substituição a Judas Iscariotes, conforme direção do apóstolo Pedro, que presidiu a eleição cujo relato encontramos em Atos 1:26.
Embora possamos avaliar que não há referência alguma ao ministério apostólico de Matias nas Escrituras, consideremos que sim, sua eleição foi correta, e que ele foi guindado a ser um dos Doze.
Substituiu a Judas Iscariotes, e foi tratado como parte dos Doze. como lemos que foi tratado em alguns outros textos bíblicos.
Assim, os apóstolos voltariam a ser doze, supostamente os Doze do Cordeiro.
Mas eu perguntaria: e como fica a situação de Paulo? Leia comigo Romanos 1:1?

"Paulo, servo de Jesus Cristo, chamado para ser apóstolo, separado para o evangelho de Deus".

Quem chamou Paulo para o ministério apostólico? Veja ainda... I Coríntios 1:1:

"Paulo, apóstolo de Cristo Jesus pela vontade de Deus"...

E agora? Paulo também viu a Jesus...
Mas ele sim, se declara o “menor dos apóstolos” em I Coríntios 15:9-10

Porque eu sou o menor dos apóstolos, que mesmo não sou digno de ser chamado apóstolo, pois persegui a igreja de Deus. Mas, pela graça de Deus, sou o que sou; e a sua graça, que me foi concedida, não se tornou vã; antes, trabalhei muito mais do que todos eles; todavia, não eu, mas a graça de Deus comigo.

Sim, sejamos sinceros... Ele trabalhou muito mais que todos os outros.
Pelo menos, segundo os relatos bíblicos que possuímos...
A Palavra fala muito mais dele do que de Matias, ou mesmo do que a maioria dos Doze originais...
Ou você conhece o ministério apostólico de Bartolomeu? De Tadeu? Ou de Simão o Zelote? Ou mesmo, ainda, de Tomé, que ficou muito famoso por precisar ver Jesus para crer?
Claro que eles fizeram coisas extraordinárias, pois foram chamados para ser apóstolos do Cordeiro!
Mas se compararmos, inegável é que Paulo é um apóstolo, de ministério ainda mais extraordinário, segundo relato bíblico inspirado pelo Espírito Santo.
Inegavelmente. Inequivocamente...
E neste caso, pela matemática moderna simples, aqui já teríamos 13 apóstolos...
Doze do Cordeiro, e um adicional... Seja Matias, seja Paulo...
Mas e se também incluirmos nesta lista, Tiago, irmão de Jesus?
Sim, ele foi apóstolo, conforme lemos em Gálatas 1:19

"...e não vi outro dos apóstolos, senão Tiago, o irmão do Senhor".

Sim, e podemos pensar pelo texto, que haviam outros...
Que, eventualmente nem nos foram informados seus nomes...
Se existiram já neste momento, não sabemos quem foram, nem quantos foram...
Mas também é possível que o texto estivesse falando apenas dos que conhecemos.
E por agora, por faltar mais informações, vamos ficar assim mesmo...
Mas pelo texto sabemos que, sim, Tiago, irmão de Jesus, autor da Epístola de Tiago, foi um dos apóstolos...
E assim, neste caso, agora teremos quatorze apóstolos bíblicos... os Doze do Cordeiro, mais dois...
Mas tudo bem, pois com certeza saberemos na eternidade se a escolha do próprio Cordeiro, (na verdade, agora, O Leão), caiu mesmo sobre Matias, ou se caiu sobre Paulo, a quem Ele mesmo chamou no caminho de Damasco...
Mas isso não mudará o fato que teremos dois apóstolos adicionais... Biblicamente falando!
Isso, claro, se não incluirmos nesta lista, a Barnabé, se assim entendermos o conteúdo do texto de Gálatas 2:9-10

"... e, quando conheceram a graça que me foi dada, Tiago, Cefas e João, que eram reputados colunas, me estenderam, a mim e a Barnabé, a destra de comunhão, a fim de que nós fôssemos para os gentios, e eles, para a circuncisão; recomendando-nos somente que nos lembrássemos dos pobres, o que também me esforcei por fazer".

Os apóstolos estenderam a Paulo, apóstolo, a destra de comunhão...
E Barnabé? Será que esta destra de comunhão apostólica foi dada a ele também?
Interessante texto...
E o mesmo poderia aplicar a Apolo!
Afinal, Paulo sempre pôs Apolo em um mesmo nível de autoridade espiritual consigo mesmo.
Isso fica subentendido no texto em que, referindo-se a Apolo, Ele diz "nós os apóstolos", com lemos em I Coríntios 4:6-9. 

"Estas coisas, irmãos, apliquei-as figuradamente a mim mesmo e a Apolo, por vossa causa, para que por nosso exemplo aprendais isto: não ultrapasseis o que está escrito; a fim de que ninguém se ensoberbeça a favor de um em detrimento de outro. Pois quem é que te faz sobressair? E que tens tu que não tenhas recebido? E, se o recebeste, por que te vanglorias, como se o não tiveras recebido? Já estais fartos, já estais ricos; chegastes a reinar sem nós; sim, tomara reinásseis para que também nós viéssemos a reinar convosco. Porque a mim me parece que Deus nos pôs a nós, os apóstolos, em último lugar, como se fôssemos condenados à morte; porque nos tornamos espetáculo ao mundo, tanto a anjos, como a homens".

Apolo e Barnabé!
Se inferirmos pelos textos acima, também eram apóstolos!
E veja que ambos são muito mais citados como inspiração, ministério e influência, mais que os aqueles próprios apóstolos que fazem parte dos Doze, como destaquei antes neste texto.
Bem, podemos perceber que, biblicamente, não existiram apenas 12 apóstolos, mas sim, vários outros...
Creio que você já entendeu que não creio que os apóstolos foram apenas doze, nem que foram “extintos” no início da igreja primitiva.
Já provei pela Palavra que existiram outros...
Mas meu principal argumento reside no texto em que Paulo nos ensina sobre o tema, o qual devemos ler com bastante cuidado. Estou falando de Efésios 4:11-14:

E ele mesmo concedeu uns para apóstolos, outros para profetas, outros para evangelistas e outros para pastores e mestres, com vistas ao aperfeiçoamento dos santos para o desempenho do seu serviço, para a edificação do corpo de Cristo, até que todos cheguemos à unidade da fé e do pleno conhecimento do Filho de Deus, à perfeita varonilidade, à medida da estatura da plenitude de Cristo, para que não mais sejamos como meninos, agitados de um lado para outro e levados ao redor por todo vento de doutrina, pela artimanha dos homens, pela astúcia com que induzem ao erro”.

Perdoem-me os ufanistas gospel, mas, sinceramente, eu não creio que tenhamos, em algum momento de nossa história como Igreja, desde Pentecostes até hoje, chegado “à unidade da fé, nem à medida da estatura da plenitude de Cristo”.
Pelo contrário, a meninice está estampada em diversos setores da igreja, e ventos sopram sobre doutrinas ainda hoje...
Além disso, também me parece que os demais dons dados em conjunto ao de apóstolos, continuam ativos até os dias de hoje... se você tem dificuldades com profetas, lembre dos evangelistas, pastores e mestres...
Aceitação seletiva não me parece ser uma boa prática diante de textos bíblicos...
Na verdade, se olhar para os lados nos dias de hoje, me parece que, enquanto igreja contemporânea, continuamos como meninos, agitados “para lá e para cá”, em meio a tanta discussão teológica inútil nas igrejas.
Discussão que muitas vezes escandaliza os novos convertidos...
E que manda, em muitos casos, uma mensagem ridícula a nosso respeito aos perdidos que assistem estes embates inúteis “do lado de fora”.
E neste caso, também me parece que muitos fazem questão de se enquadrar no grupo dos religiosos que Jesus denunciou, “os fariseus contemporâneos”, que “nem entram nem deixam o povo entrar” (Mateus 23:13)...
E em assim fazendo, justamente comprovam que ainda precisamos de apóstolos, (e de profetas, pastores, mestres e evangelistas) conforme Paulo ensina, pois o Senhor ainda está edificando o Corpo de Cristo... Esta obra ainda não terminou...
Edifício que, creio, já esteja em sua fase final, mas será concluído apenas naquele Dia!
Mas nada disso muda o fato que existem falsos apóstolos.
Lembre-se que para existirem os falsos, é necessário haver os verdadeiros!
Como falsos mestres, pastores e bispos necessitam da existência dos verdadeiros para que as fraudes sejam denunciadas.
E eu conheço verdadeiros apóstolos de contemporâneos.
E também, eventualmente, posso saber da existência de alguns outros que podem me causar dúvidas...
Mas o que tem tudo isso a ver com o conteúdo principal deste Blog?
O meu ponto hoje é que a ocorrência do reavivamento do ministério apostólico nas últimas décadas é mais um sinal dos últimos tempos!
Se não tivéssemos o ministério apostólico restabelecido e reconhecido, o texto de Apocalipse que pauta este post não nos chamaria a atenção para a existência dos que “se dizem apóstolos, mas não são”...
Que se confrontados no Espírito, tanto pelos cristãos da igreja de Éfeso antiga, e também, principalmente, em nossos dias, pela igreja de “Éfeso” profética e contemporânea destes últimos dias, podem ser achados mentirosos...
Sim, a existência de toda sorte de falsos líderes cristãos nestes últimos dias comprova a Palavra profética da confusão sendo instaurada no seio da igreja antes da vinda de Jesus.
E no cenário profético contemporâneo, toda esta discussão também faz parte das causas que geram a apostasia que virá, ou que, na verdade, já veio!
E está, tristemente, estabelecida diante de nossos olhos.
E pior, este tipo de discussão, de confusão e de perplexidade para tantos sobre “quem está com a razão doutrinária”, me parece também abrir as portas para o Juízo de Deus que virá sobre estes outros...
Afinal, veja o texto abaixo, em II Pedro 2:1-3

“Assim como, no meio do povo, surgiram falsos profetas, assim também haverá entre vós falsos mestres, os quais introduzirão, dissimuladamente, heresias destruidoras, até ao ponto de renegarem o Soberano Senhor que os resgatou, trazendo sobre si mesmos repentina destruição. E muitos seguirão as suas práticas libertinas, e, por causa deles, será infamado o caminho da verdade; também, movidos por avareza, farão comércio de vós, com palavras fictícias; para eles o juízo lavrado há longo tempo não tarda, e a sua destruição não dorme”.

Bem me parece que tudo isso está acontecendo hoje...
Ou não?
Veja os sinais...
Fundamente o que você crê na Palavra, não em pessoas, nem em “títulos gospel”...

Haroldo Maranhão
Pastor
Por chamado, e pela misericórdia de Deus (inspirado na assinatura de um pastor amigo meu...)

segunda-feira, 13 de outubro de 2014

A MARCA DA BESTA... CADA DIA MAIS PERTO!


Acabo de receber de um querido este link da matéria da Folha de São Paulo de hoje, que trás informações sobre um experimento importante e profético que vai ter início na Venezuela a partir de 2015.
Trata-se de uma primeira implantação de um sistema biométrico associado à compra de alimentos, compra esta que será controlada por cotas e prazos de retorno pelo governo!
O sistema adotado pelo governo da Venezuela será, neste momento, o de reconhecimento biométrico; ou seja, por impressões digitais.
Importante esse passo dado por um país pois, sabemos, em breve isso vai ocorrer a nível global, mas, será substituído por um chip ou algo parecido...
Se você acompanhou as notícias da eleição aqui no Brasil, vimos que o sistema de reconhecimento biométrico teve diversos problemas, que, entre outros, são causados pelo envelhecimento da população, que dificulta o reconhecimento das impressões digitais ao longo do tempo.
Portanto, além do motivo técnico, a substituição do sistema que virá, tomará a decisão de implantar um chip ou algo parecido com base em alguma outra explicação técnica.
O uso de reconhecimento biométrico inicialmente é, creio, justamente uma solução para não sofrer rejeição de todas as pessoas que sabem o que virá, e acirrar as discussões sobre o tema.
Para acostumar a população e evitar maiores discussões “proféticas”, os sistemas adotados por governos hoje são, predominantemente biométricos.
Aliás, o New York Times publicou dia 8 último, uma matéria perturbadora com exemplos de tecnologias que podem ser “vestidas” e aplicadas de diversas formas no corpo humano.
Creio que nas últimas décadas a humanidade tem passado por uma lavagem cerebral, claramente construída ao longo do tempo para ser preparada para aceitar a inclusão de equipamentos no corpo.
Algo que seria impensável algumas décadas atrás.
O corpo humano era considerado sagrado!
Tudo começou talvez, com o uso de aparelhos ortodônticos, e em seguida, com o surgimento próteses para amputados.
Creio que a série de TV “Cyborg o homem de 6 milhões de dólares” exibida enquanto eu era adolescente,  propôs uma situação dramática de destruição parcial do corpo do personagem principal, para criar uma fantasia apoiada na recuperação do que foi perdido pela tecnologia da época.
Creio que esta série foi um importante agente de propaganda para próteses mais sofisticadas que posteriormente vieram a existir.
As próteses se tornaram altamente tecnológicas até nossos dias, e as que hoje existem, mesmo as mais baratas, são bastante adequadas e claramente úteis e necessárias, para que alguém adaptasse ao corpo humano.
Posteriormente, vieram as próteses de silicone e o crescimento exponencial da realização de toda a sorte de cirurgias plásticas, apoiadas por padrões de beleza da indústria do cinema e da televisão, quase que obrigando inicialmente mulheres e posteriormente homens a aceitarem ou até mesmo desejarem inserir próteses em seu corpo.
Até que ultimamente as tatuagens, piercings, alargadores, e diversos outros “adereços” assemelhados tem sido inseridos cada vez mais nos corpos, alterando, marcando, dilascerando e até mesmo deformando corpos humanos.
Alterações assim ultimamente viraram febre!
A tal ponto que hoje, muitos se sentem quase que “coagidos” a ter alguma coisa em seu corpo... mesmo fazerem uma “tatuagem para serem aceitos socialmente”...
E ainda os novos “devices” ainda não tão aceitos, como os de tecnologia blue tooth adaptados nas orelhas para uso com o telefone celular.
E estão chegando agora o Google glass e o relógio de pulso da Apple...
Tudo isso aponta para, cada vez mais, a tecnologia da “marca da besta” estar disponível para muitos, e, cada vez mais, aceitável. Mais do que nunca.
Bem, isso é inegável que aponta para o cumprimento do texto bíblico que trata do anticristo, e de uma tecnologia que ele vai usar, impossível de imaginar antes do ano 90 D.C. quando o livro de Apocalipse foi escrito, mas, como você pode ver, tão atual hoje... Veja Apocalipse 13:14-18:

“Seduz os que habitam sobre a terra por causa dos sinais que lhe foi dado executar diante da besta, dizendo aos que habitam sobre a terra que façam uma imagem à besta, àquela que, ferida à espada, sobreviveu; e lhe foi dado comunicar fôlego à imagem da besta, para que não só a imagem falasse, como ainda fizesse morrer quantos não adorassem a imagem da besta. A todos, os pequenos e os grandes, os ricos e os pobres, os livres e os escravos, faz que lhes seja dada certa marca sobre a mão direita ou sobre a fronte, para que ninguém possa comprar ou vender, senão aquele que tem a marca, o nome da besta ou o número do seu nome. Aqui está a sabedoria. Aquele que tem entendimento calcule o número da besta, pois é número de homem. Ora, esse número é seiscentos e sessenta e seis”.

Bem, cada dia mais a Palavra de Deus acerca do fim vai se cumprindo, e um cenário claro, absolutamente claro, vai se formando diante de nossos olhos.
Você não consegue ver?
Veja os sinais...
Deus abençoe,

Haroldo Maranhão

sábado, 11 de outubro de 2014

O FATOR EBOLA




Impressionante o que está acontecendo em nossos dias.
Centenas de pessoas estão buscando no Google informações sobre o Ebola associado ao Apocalipse, e muitos estão caindo aqui no meu Blog.
Isso para mim é muito interessante, pois confirma um pensamento que tenho de que as pessoas no fundo SABEM que haverá um Juízo, em algum momento no futuro.
Entretanto, DECIDEM viver sua vida, completamente alheias a Deus, na expectativa de que quando a coisa começar a “ficar feia”, vão correr para o Senhor, e serão aceitos...
Conseguirão ”burlar” o sistema do Senhor Deus, Onisciente, que conhece os corações humanos, aliás, os esquadrinha, por que são “muito espertos” em tudo.
Inclusive, espiritualmente.
Será?
Não consigo compreender como as pessoas pensam de fato.
Desde que escrevo aqui neste espaço, percebo que quando há um evento muito impactante, associado aos últimos dias, o meu Blog “bomba” em page views.
Isso aconteceu, por exemplo, no terremoto do Japão e Tsunami, na renúncia do Bento XVI, nos asteroides que caíram na Rússia e seguintes, e alguns outros eventos menores.
Assim, seguindo esta tendência, atualmente o atual “Fator Ebola” já apresenta um crescimento impressionante nas buscas e visitas aqui.
Bem, quero então tratar sobre o tema, pois é ligado sim, aos últimos dias.
Sim, segundo Apocalipse 6:8 algum tipo de peste vai, associado a espada e feras do campo, levar um quarto da humanidade à morte.
Assustador, não?
Quase dois bilhões de pessoas...
Será que já estamos vivendo este presságio?
Será que os quatro cavaleiros do Apocalipse já saíram?
Confesso que não estou certo.
Tenho visto muitas coisas acontecendo que me levam a um pensamento alternado.
Algumas vezes, sim, creio que chegamos ao fim, e que tudo acontecerá agora.
Outras vezes, creio que tudo o que estamos vendo representa um alerta do Senhor, (talvez os últimos em larga escala?) quanto ao que virá.
Lembre que O Senhor não tem prazer na morte de ninguém... Pedro nos declara isso explicitamente, inclusive tratando do Juízo!

II Pedro 3: 9 Não retarda o Senhor a sua promessa, como alguns a julgam demorada; pelo contrário, ele é longânimo para convosco, não querendo que nenhum pereça, senão que todos cheguem ao arrependimento. 10 Virá, entretanto, como ladrão, o Dia do Senhor, no qual os céus passarão com estrepitoso estrondo, e os elementos se desfarão abrasados; também a terra e as obras que nela existem serão atingidas.

Sim, Ele não quer que ninguém pereça, e, creio, tem dado sinais e mais sinais nos últimos meses para que todos percebam que há algo no horizonte.
Quanto tempo?
Não sei...
Mas veja que qualquer pessoa com bom senso, poderá perceber, “apenas” consultando a mídia secular, que não tem qualquer compromisso com a Palavra de Deus que:
Há um aumento absurdo no número de terremotos.
Há um aumento absurdo no número de erupções vulcânicas.
Há um aumento importante no número de pessoas que passam fome no mundo.
Há um aumento importante de informação quanto ao fato que a água tem um limite futuro.
Há um aumento importante de informações quanto a asteroides e fenômenos espaciais.
Há um aumento absurdo de apostasia, de ecumenismo, de confusão religiosa e espiritual.
Há um aumento absurdo nos conflitos familiares, pais e filhos, divórcios, violência doméstica.
Há uma crise de liderança, de valores, de segurança institucional global.
Há uma ameaça da vinda de uma crise financeira no horizonte, com insegurança e incertezas quanto ao futuro próximo.
Há uma tensão crescente, com relação a Israel, no Oriente Médio, como sempre.
Há uma tensão crescente em torno a Israel, pelos Palestinos, Muçulmanos, terroristas, ONU, e todas as outras nações.
E agora, nos últimos dias, acompanhamos o crescimento do Ebola.
O FATOR EBOLA!
Que estou acompanhando já há semanas, como você pode ver aqui, mas agora vejo que até mesmo os que não necessariamente estão ligados no cenário profético, começam a perceber que há uma real ameaça no radar.
Na África, a coisa é muito pior do que ficamos sabendo...
E antes que você despreze esta informação, saiba que eu só fiquei sabendo que a crise da Dengue no primeiro semestre aqui em São Paulo e Grande São Paulo foi muito pior do que a mídia divulgou, por que tive uma parente querida que teve dengue, e viu a coisa ao vivo...
Imagine, com todo o respeito, quanto ao que acontece em Serra Leoa, Libéria, Uganda e outros países africanos semelhantes...
Já tivemos um caso nos Estados Unidos, outro na Espanha, que causaram certo pânico.
Os Estados Unidos estão criando quarentena em cinco aeroportos para pessoas que vem de países suspeitos...
Um paciente inglês morreu na Macedônia...
E agora, aqui mesmo, no Brasil, apenas hoje saiu o resultado que o paciente do Paraná, em Cascavel, trazendo o alívio de que ele não está contaminado.
Aparentemente.
Cremos que isso é verdade...
Será?
Bem, afinal, alguém suspeito de Ebola chegou no Brasil!
Lembra da qualidade de nosso sistema público de saúde e de segurança de fronteiras?
Bem, será então, que já estamos falando em um cenário profético final definitivo?
Não posso dizer... não  há como saber...
Mas não posso negar que estamos em um período que nos deve levar a observar.
Estamos em um período importante em termos de Deus nos chamar a atenção, pela ocorrência da TETRAD (se quiser, veja meu post sobre o tema clicando aqui) que é um fato auto explicativo profético, embora alguns possam considerar “apenas uma simples coincidência astronômica”...
Será?
E agora, quanto ao Ebola, podemos ver que não há segurança possível quando vier o Juízo.
Deus diz que nem o ouro nem a prata podem livrar... Veja estes textos:

Ezequiel 7:19 A sua prata lançarão pelas ruas, e o seu ouro lhes será como sujeira; nem a sua prata, nem o seu ouro os poderá livrar no dia da indignação do SENHOR; eles não saciarão a sua fome, nem lhes encherão o estômago, porque isto lhes foi o tropeço para cair em iniqüidade.

Zacarias 1:18 Nem a sua prata nem o seu ouro os poderão livrar no dia da indignação do SENHOR, mas, pelo fogo do seu zelo, a terra será consumida, porque, certamente, fará destruição total e repentina de todos os moradores da terra.

Qual o livramento possível para uma peste assim?
Vejo pessoas vendendo produtos para proteção ao Ebola na web...
Sites cristãos!
Mas eu pergunto... Será que há proteção no Juízo?
Saberemos em breve, pois, creio, aí sim, que somos esta última geração...
Mas também sei que os que deixarem para a última hora para se decidirem, correm o risco de acharem que poderão “enganar” ao Senhor, chegando de mansinho... sem ser percebidos...
Mas... estão errados...

II Timóteo 2:9 Ora, o aparecimento do iníquo é segundo a eficácia de Satanás, com todo poder, e sinais, e prodígios da mentira, 10 e com todo engano de injustiça aos que perecem, porque não acolheram o amor da verdade para serem salvos. 11 É por este motivo, pois, que Deus lhes manda a operação do erro, para darem crédito à mentira, 12 a fim de serem julgados todos quantos não deram crédito à verdade; antes, pelo contrário, deleitaram-se com a injustiça.
Sim, quando do aparecimento do anticristo, o próprio Senhor permitirá que o “espírito do erro” opere na vida dos que “não acolheram o Seu amor para serem salvos”
Que tragédia.
Que tristeza. Pregando sobre estes dias, já encontrei várias pessoas dizendo que "gostariam de ficar aqui para ajudar as pessoas"...
E, com todo o respeito, a maioria das pessoas que falam algo assim, estão hoje frios em sua vida espiritual, ou com baixa consagração.
Normalmente não conhecem a Palavra...
E pergunto... SE não fazem realmente algo relevante agora, quando é o tempo dado por Deus para fazer, por que fariam naqueles dias?
Qual é o texto bíblico para se apoiarem para declarar algo assim?
Pelo contrário, a exortação dada por Jesus falando sobre este tempo horrível que virá, é que devemos vigiar e orar para escapar daqueles dias!

Lucas 21:36 Vigiai, pois, a todo tempo, orando, para que possais escapar de todas estas coisas que têm de suceder e estar em pé na presença do Filho do Homem.

Nos Estados Unidos, imediatamente após o atentado de 11 de setembro as igrejas encheram...
Acharam que já era o fim... mas ainda não era.
A misericórdia do Senhor estava estendida para que todos mudassem de vida, mas, como “nada aconteceu”, milhares ou milhões voltaram para a sua vida diária... tristemente... 
Aguardando o próximo alerta!
E eu pergunto... Haverá tempo suficiente quanto tudo for REALMENTE acontecer?
Não posso dar uma resposta segura quanto ao futuro...
Mas A Resposta segura que posso dar é que HOJE é o tempo aceitável.
HOJE é o Dia da Salvação, SE você já ouviu o Evangelho, mas NUNCA se converteu mesmo.
HOJE é o Dia da Consagração ao Senhor, SE você é de Jesus mas não trabalha no Seu Reino...
HOJE é o Dia de voltar para o Senhor, SE você está desviado ou afastado de Seus caminhos...
Muitas coisas que virão exigirão revelação pelo Espírito para compreender e estar preparado.
As virgens loucas de Mateus 25, por que estavam sem azeite nas lâmpadas, perderam a hora...
SE você está percebendo que algo está em curso, não perca mais tempo.
Mesmo que resolvam a questão do Ebola, e venha certo alívio, saiba, é apenas circunstancial.
O Juízo vem.
O tempo do fim vem.
E está as portas...
Você não consegue ver?
Veja os Sinais!
Volte-se para O Senhor Jesus.
Hoje!

Haroldo Maranhão

sábado, 20 de setembro de 2014

FOME, SEDE... E O SOL!




"Depois destas coisas, vi, e eis grande multidão que ninguém podia enumerar, de todas as nações, tribos, povos e línguas, em pé diante do trono e diante do Cordeiro, vestidos de vestiduras brancas, com palmas nas mãos; e clamavam em grande voz, dizendo: Ao nosso Deus, que se assenta no trono, e ao Cordeiro, pertence a salvação. Todos os anjos estavam de pé rodeando o trono, os anciãos e os quatro seres viventes, e ante o trono se prostraram sobre o seu rosto, e adoraram a Deus, dizendo: Amém! O louvor, e a glória, e a sabedoria, e as ações de graças, e a honra, e o poder, e a força sejam ao nosso Deus, pelos séculos dos séculos. Amém! Um dos anciãos tomou a palavra, dizendo: Estes, que se vestem de vestiduras brancas, quem são e donde vieram? Respondi-lhe: meu Senhor, tu o sabes. Ele, então, me disse: São estes os que vêm da grande tribulação, lavaram suas vestiduras e as alvejaram no sangue do Cordeiro, razão por que se acham diante do trono de Deus e o servem de dia e de noite no seu santuário; e aquele que se assenta no trono estenderá sobre eles o seu tabernáculo. Jamais terão fome, nunca mais terão sede, não cairá sobre eles o sol, nem ardor algum, pois o Cordeiro que se encontra no meio do trono os apascentará e os guiará para as fontes da água da vida. E Deus lhes enxugará dos olhos toda lágrima".
Apocalipse 7:9-17

Sim, este é um texto profético.
Sim, teremos uma multidão que não se pode contar, diante do Trono e do Cordeiro.
E não será um “show Gospel”, mas sim, o maior momento de adoração já registrado na história da humanidade.
Toda esta multidão, de todas as nações, tribos, povos e línguas...
Até mesmo os Maias, Incas, Aztecas, Yanomamis, do Nepal, de Atlântica se esta existiu...
Cantando em todos idiomas conhecidos, e mesmo em sânscrito, zulu, tupi guarani, línguas perdidas, línguas mortas, línguas desconhecidas de povos mais antigos.
Todas as nações, mesmo aquelas que muitos consideram ainda “não alcançadas”...
Sim, a salvação chegou a todos os lugares, esteve ao alcance de todos em qualquer lugar, de tal forma que ninguém poderá dizer a Deus que não teve chance...
Todos estes estarão diante do Senhor, junto com os anjos, e junto com os quatro “seres viventes”, qualquer coisa que sejam estes seres celestiais, indescritíveis em linguagem e compreensão humanas...
Todos louvando, exaltando, adorando e glorificando a Deus pela salvação.
Ao Cordeiro pela Sua obra de redenção.
Confessando tudo o que pertence a Deus, e que tudo pertence a Deus! Aleluia!
Mas...
Aí João nos conta que um dos anciãos lhe pergunta: Quem são estes?
E responde que “são os que veem da grande tribulação”...
Hello!!!
Vem da grande tribulação!
E eu pergunto para mim mesmo e para você: Quem seriam estes?
Bem, esta multidão causa muita preocupação e discussão doutrinária...
Os que creem que há um único arrebatamento, de TODA A IGREJA, e que ele acontece ANTES da Grande Tribulação, pregam que TODOS serão arrebatados antes do início de Apocalipse capítulo 6.
Portanto, neste caso, toda esta multidão “que não se pode contar” será convertida DURANTE a Grande Tribulação...
Bem, neste caso, tenho que pensar que será mesmo um grande avivamento neste tempo...
Para alcançar tanta gente...
Principalmente pelo fato de que o Espírito Santo terá sido retirado, ou pelo menos não se moverá da maneira que conhecemos...
Embora não me parece possível, e pareça meio contrário a outros textos, muitos creem assim.
Por outro lado, os que creem que há um arrebatamento de TODA A IGREJA NO MEIO da Grande Tribulação, dizem que este é um dos textos mais claros para suportar este posicionamento...
Mas este post de hoje não é para discutir a doutrina do arrebatamento...
Até por que tenho novos vídeos gravados, de um seminário de Apocalipse que ministrei aqui no Ministério Cristão Alfa e Ômega, e que assim que acabar de ajustar alguns detalhes, vou publicar e divulgar aqui.
Quando isso for possível, e se for do seu interesse, você poderá ver com calma o que creio, e vou poder contribuir com a formação da sua opinião sobre o tema.
Por que já que você passou por aqui, saiba que você PRECISA saber o que crê sobre o tema...
Mas voltando, o que quero propor hoje aqui, é uma reflexão sobre o amor de Deus, e Sua misericórdia em avisar a todos tudo o que vai acontecer, através de demonstrações claras, expostas diante de nossos olhos, que apontam para a exatidão de Sua Palavra.
Sim, porque o texto que lemos diz que estes arrebatados, que estarão diante do Trono louvando, “não mais terão fome, nem sede nem serão feridos pelo sol”.
E O Senhor lhes enxugará toda lágrima.
Por que fará isso no céu?
Porque estavam, obviamente, passando fome e sede, sendo afligidos pelo sol, e em meio a lágrimas por experimentarem grande sofrimento...
Bem, tendo isso em mente, e voltando, penso que é muito importante termos por claro o que cremos acerca do arrebatamento, por que me parece que experimentar isso será terrível para os que estiverem aqui...
Mas voltando, veja que Deus está nos mostrando claramente, com sinais, e com demonstrações que o que Ele diz que vai acontecer já parece estar acontecendo hoje!
Quer um exemplo?
Quando você e eu ficamos sabendo pela grande imprensa que a água aqui em São Paulo e outros lugares do país está acabando, vemos que isso não está muito longe de ocorrer!
Veja que os governos de São Paulo e Rio já estão brigando por água, pelo curso de um rio, e esta discussão tem de ser arbitrada pelo governo do país!
Você acha isso normal?
E em outros lugares do mundo parece também estar apertando o fornecimento de água...
E eu vejo isso como um alerta do Senhor para o que virá.
Alguns anos a t rás parecia impossível pensarmos em uma crise da água... Em São Paulo!
Mas as mudanças climáticas, além da ação destruidora do homem sobre a criação, têm feito os ciclos de chuvas mudarem, e diversos lugares estão sem água.
Não, não é uma questão de governo humano... pelo menos não apenas...
É uma ação de manifestação preventiva do Juízo de Deus, que em breve se manifestará...
Levando os homens a refletirem que tudo pode mudar...
Todos fazem de conta que nada está acontecendo, e a imprensa noticia com certa indiferença... para não causar pânico...
Não está vendo?
Além disso, se você fizer uma projeção simples, a partir do fato de que somos mais de sete bilhões de habitantes no planeta... E que se hoje um bilhão de pessoas passa fome, e que dois bilhões tem dificuldade de obter uma alimentação de qualidade...  E se considerar que continuamos multiplicando os habitantes, perceberá que esta conta de alimentação não fecha em alguns anos.
Se você parar para pensar, sinceramente sobre o tema, verá que isso é algo muito óbvio.
Pura matemática, baseada em dados oficiais de instituições globais.
Que ou não fazem as contas, ou não publicam para não causar pânico.
E ainda...
O sol!
Temos sido ultimamente alertados para a questão do sol...
Ninguém fala nada muito claramente, mas, o sol quase nos causou graves problemas nos últimos dias... O que me surpreende é que agora isso passa a ser noticiado.
Eu acompanho isso há mais de 5 anos, mas só agora tenho visto as coisas mais expostas publicamente.
Uma onda solar quase causou uma tragédia na terra em 2012... e a NASA só divulgou issoagora há pouco... não sabia?
Se uma onda destas tivesse nos atingido, causaria um estrago no sistema de distribuição de energia elétrica do planeta, e, neste caso, a questão da fome e sede seriam dramaticamente afetados nas áreas afetadas. Piorariam subitamente!
Por quê?
Porque TUDO o que envolve o processo de distribuição da água e dos alimentos para fazer chegar às casas, seria paralisado sem energia elétrica...
E todo o sistema entraria em colapso.
Toda estrutura de transporte, armazenamento, distribuição seria paralisada...
E mesmo nas casas, haveria um tremendo impacto pois, sem geladeiras e freezers, tudo pereceria...
Ou seja, o sol causaria um impacto muito maior nas questões de fome e sede no mundo.
E se além disso, as ondas de calor que temos acompanhado nos últimos anos aumentarem... Bem...creio que fica claro que as coisas poderão ficar bem mais difíceis.
Ou não?
Assim, convido você a acompanhar a questão da água com muita atenção.
Aqui e em outros lugares
A questão dos alimentos também...
Aqui e em outros lugares...
E a do sol, mais ainda.
Sim, o fim dos tempos pode até não ser tão breve quanto eu penso, mas, se você olhar apenas para estes três indicadores que apresento hoje, e simplesmente avalia-los, verá que eles são potencialmente destrutivos...
Mesmo que Deus não tivesse dito nada a respeito disso...
Ou não?
Mas porque O Senhor já nos avisou acerca do que virá...
E nos convida a observar os sinais, que apontam para o que vai acontecer...
Bem, podemos e devemos ser como aquelas pessoas do mercado financeiro que tem acesso a informações privilegiadas, e que se preparam para enriquecer...
No caso deles, isso é irregular...
No nosso caso, isso será uma bênção...
Se temos a oportunidade dada por Deus de usar Suas "informações privilegiadas" acerca do que vai acontecer, para nos preparar... bem, isso será uma grande bênção.
A preparação é espiritual, claro, por que quando tudo acontecer, não há outra preparação que possa livrar alguém, ou ajudar a enfrentar o que virá na forma natural.
Assim, repito o que digo sempre: Leia a Bíblia!
Compare seus textos com tudo o que acontece dia a dia.
Tudo está mudando... você não consegue perceber?

Veja os sinais!

SHALOM!

Haroldo Maranhão