domingo, 6 de outubro de 2013

SERÁ QUE A GRANDE TRIBULAÇÃO JÁ COMEÇOU?




A foto acima é para mim, uma imagem emblemática das pessoas que não conseguem ou não desejam ver o que está acontecendo no mundo ao redor em nossos dias.
Tudo está mudando, tudo está amplificado, os sinais estão “escancarados” diante de nossos  em plena luz do dia, mas muitos querem fazer de conta que está tudo normal...
Não é necessário nem mesmo ser um daqueles que, como eu, buscam ainda mais investigar o que está por trás das notícias que nos apresentam...
Mesmo os que apenas assistem o que o “Sistema” lhes apresenta como verdade absoluta nos noticiários filtrados para manter a população alheias à verdade, têm total condição de perceber que algo está mudando dramaticamente em nosso mundo.
Assim, quando eu vejo tudo isso, penso...
Será que já estamos no início da tribulação?
Ou ainda... será que já começou?
Sei que muitos cristãos adeptos da teologia clássica de estudo profético “torcerão o nariz” para minha questão, pois consideram que para iniciar a última semana, “supostamente” todos os “cristãos nominais” já teriam sido arrebatados...
Nada mais arriscado do que crer assim...
Se analisarmos a profecia em Daniel capítulo 9:26 e 27, veremos que, sim, teremos ali um período final de sete anos, dividido em duas partes. Faço minhas observações em maiúsculas entre parênteses para facilitar a sua compreensão quanto a minha forma de entender o texto:

E depois de sessenta e duas semanas será cortado o ungido (JESUS EM SUA PRIMEIRA VINDA), e nada lhe subsistirá; e o povo do príncipe que há de vir (ANTICRISTO) destruirá a cidade e o santuário (JÁ DESTRUIU), e o seu fim será com uma inundação; e até o fim haverá guerra; estão determinadas assolações. E ele (ANTICRISTO) fará um pacto firme com muitos por uma semana (SETE ANOS); e na metade da semana (TRÊS ANOS E MEIO) fará cessar o sacrifício e a oblação; e sobre a asa das abominações virá o assolador; e até a destruição determinada (FIM DOS SETE ANOS, NO ARMAGEDOM EM APOCALIPSE  19), a qual será derramada sobre o assolador.

Muitos creem, sem saber por que, que este pacto será exclusivamente entre o anticristo e Israel, mas, segundo o texto, temos apenas que fará uma aliança “com muitos”...
Em lugar algum nos é dito que será uma aliança pública.
Inferimos que envolve Israel por que na metade da semana o anticristo fará cessar o sacrifício, e inferimos que isso diz respeito ao que Jesus nos diz em Mateus 24, e, portanto, deduzimos que o pacto é com Israel...
Também creio assim, mas veja que não é uma aliança exclusiva com Israel, nem necessariamente pública...
Mas o que importa em meu raciocínio aqui é que em momento algum em todo o texto de Apocalipse ou no relato de Jesus nos evangelhos é usada a expressão "sete anos"...
Em NENHUM!
Nós decidimos assumir que os períodos de tempo que encontramos, de “três anos e meio” e “quarenta e dois meses”, ou ainda “tempo, tempos e metade de um tempo”, de forma simplista, que são três anos e meio para lá, e três anos e meio para cá, de um total de sete.
Assumimos, apenas pela lógica, que estamos falando de metades iguais de sete anos...
Mas...
E se estivéssemos falando de um último período de cinco anos?
Exemplificando, dividiríamos os sete anos da última semana, contando-se dois mais cinco...
E que, sim, talvez, as dores já começaram, dando início aos sete últimos anos...
Mas, eventualmente não sabemos disso porque não percebemos...
A não ser se pudéssemos considerar as palavras de Jesus de uma forma, digamos, retroativa ao que pretendo apresentar aqui hoje...
Já começou algo, mas, talvez, não prestamos atenção...
Será?
Bom, para ousar propor tal raciocínio, eu preciso apresentar, obviamente, algum fundamento bíblico literal... Senão é apenas uma "viagem" minha.
Existe tal fundamento?
Para mim, sim!
Se você já é alguém afeito a estudar a Bíblia sabe ou terá como confirmar que José é, reconhecido, claramente, como um “tipo bíblico” bastante completo em relação a Jesus, Nosso Senhor...
José foi traído e vendido, "foi dado como morto" no sentido de figura da morte de real de Jesus.
Teve sua túnica como uma marca profética a seu respeito, e foi enviado ao Egito “profético” que representa o sistema do mundo em que vivemos, para ser o salvador de seu povo e de seus irmãos.
Você já estudou sobre isso na Escola Dominical de sua igreja, se você frequentou como criança?
Eu sim, e por isso sei que temos José como um assim denominado “tipo de Cristo”...
E por que isso é importante?
Pelo fato de que há um momento na vida de José em que ele vai se revelar aos seus irmãos que o venderam...
Veja o texto de Gênesis 45:4-7 e, novamente, minhas observações em maiúsculas entre parênteses:

José disse mais a seus irmãos: Chegai-vos a mim, peço-vos. E eles se chegaram. Então ele prosseguiu: Eu sou José, vosso irmão, a quem vendestes para o Egito. Agora, pois, não vos entristeçais, nem vos aborreçais por me haverdes vendido para cá; porque para preservar vida é que Deus me enviou adiante de vós (FIGURA DA OBRA DE SALVAÇÃO DE JESUS). Porque já houve dois anos de fome na terra, e ainda restam cinco anos em que não haverá lavoura nem sega. Deus enviou-me adiante de vós, para conservar-vos descendência na terra, e para guardar-vos em vida por um grande livramento (ARREBATAMENTO).

 José ao se revelar a seus irmãos, exemplificando a figura de Jesus, primogênito entre muitos irmãos, ao nos encontrar no arrebatamento nos diz que já se passaram dois anos de fome, mas que restam cinco!
Será? 
 se, sim, já estamos vivendo o início do período final, próximo do dia em que Jesus vier buscar Sua Noiva?
Já passaram dois anos de dores, e faltam cinco?
Isso em nada invalidaria as contagens de três anos e meio, nem de quarenta e dois meses...
Mas, talvez, pegue muitos cristãos “distraídos”, “dormindo”, alheios, como Jesus, Paulo e Pedro nos disseram que estariam...
Por nem mesmo observarem que, talvez, algo já começou, estão vivendo apenas sua vida “normal”...
Bem, segundo o ensino de Jesus, muita coisa vai acontecer no início desta primeira semana...
Veja comigo Mateus 24:4-28 novamente com minhas observações entre parênteses:

Respondeu-lhes Jesus: Acautelai-vos, que ninguém vos engane. Porque muitos virão em meu nome, dizendo: Eu sou o Cristo; a muitos enganarão. E ouvireis falar de guerras e rumores de guerras; olhai não vos perturbeis; porque forçoso é que assim aconteça; mas ainda não é o fim. Porquanto se levantará nação contra nação, e reino contra reino; e haverá fomes e terremotos em vários lugares. Mas todas essas coisas são o princípio das dores. Então sereis entregues à tortura, e vos matarão; e sereis odiados de todas as nações por causa do meu nome. Nesse tempo muitos hão de se escandalizar, e trair-se uns aos outros (TALVEZ PELO FATO DE PERCEBEREM QUE O ENSINO SOBRE O ARREBATAMENTO QUE RECEBERAM ESTAVA ERRADO), e mutuamente se odiarão. Igualmente hão de surgir muitos falsos profetas, e enganarão a muitos; (JUSTAMENTE PELA CONFUSÃO DO ENSINO BÍBLICO PARA ESTES DIAS) e, por se multiplicar a iniquidade, o amor de muitos esfriará. Mas quem perseverar até o fim, esse será salvo. E este evangelho do reino será pregado no mundo inteiro, em testemunho a todas as nações, e então virá o fim. Quando, pois, virdes estar no lugar santo a abominação de desolação, predita pelo profeta Daniel (quem lê, entenda) (AQUI, CREIO, NO MEIO DA SEMANA COMO FALEI ACIMA, QUE PODE, NÃO SER NECESSARIAMENTE DAQUI A TRÊS ANOS E MEIO, MAS HIPOTETICAMENTE, ANTES...), então os que estiverem na Judéia fujam para os montes;  quem estiver no eirado não desça para tirar as coisas de sua casa, e quem estiver no campo não volte atrás para apanhar a sua capa. Mas ai das que estiverem grávidas, e das que amamentarem naqueles dias! Orai para que a vossa fuga não suceda no inverno nem no sábado; porque haverá então uma tribulação tão grande, como nunca houve desde o princípio do mundo até agora, nem jamais haverá (A IRA DE DEUS SENDO DERRAMADA, A PARTIR DAS TROMBETAS DE APOCALIPSE 8). E se aqueles dias não fossem abreviados, ninguém se salvaria; mas por causa dos escolhidos serão abreviados aqueles dias. Se, pois, alguém vos disser: Eis aqui o Cristo! ou: Ei-lo aí! não acrediteis; porque hão de surgir falsos cristos e falsos profetas, e farão grandes sinais e prodígios; de modo que, se possível fora, enganariam até os escolhidos. Eis que de antemão vo-lo tenho dito. Portanto, se vos disserem: Eis que ele está no deserto; não saiais; ou: Eis que ele está no interior da casa; não acrediteis. Porque, assim como o relâmpago sai do oriente e se mostra até o ocidente, assim será também a vinda do filho do homem. Pois onde estiver o cadáver, aí se ajuntarão os abutres.

(faço aqui uma separação apenas para organizar minha comparação)

29-31 Logo depois da tribulação daqueles dias (PRIMEIRA METADE DA ÚLTIMA SEMANA DE SETE ANOS, DOIS ANOS DEPOIS DE SEU INÍCIO), escurecerá o sol, e a lua não dará a sua luz; as estrelas cairão do céu e os poderes dos céus serão abalados (PARA MIM, PELO INÍCIO DO ALINHAMENTO DO PLANETA X OU NIBIRU COM A TERRA, COMO JÁ TRATEI EM OUTROS POSTS DO BLOG). Então aparecerá no céu o sinal do Filho do homem, e todas as tribos da terra se lamentarão, e verão vir o Filho do homem sobre as nuvens do céu, com poder e grande glória. E ele enviará os seus anjos com grande clangor de trombeta, os quais lhe ajuntarão os escolhidos desde os quatro ventos (ARREBATAMENTO DA NOIVA), de uma à outra extremidade dos céus.

Por que fiz esta divisão?
Por que se compararmos estas palavras de Jesus com Apocalipse capítulo 6 que apresento em seguida, veremos que as palavras de Jesus combinam EXATAMENTE com os primeiros seis selos de juízo ali descritos por João, que, lembrem, era um dos quatro discípulos que ouviram da boca de Jesus o ensino de Mateus 24. Apenas Pedro, André, Tiago e João (Marcos 13:3) ouviram da boca de Jesus o que iria acontecer nos últimos dias...
Tiago e André não nos deixaram escritos confiáveis que sejam a eles atribuídos, restando as cartas universalmente aceitas de de Pedro e as cartas e o Apocalipse de João como relatos associados a este ensino...
E o sexto selo combina exatamente com o que Jesus fala a partir de Mateus 24:31!
Leia comigo Apocalipse 6:1-11 com meus comentários entre parênteses:

(O INÍCIO DAS DORES) E vi quando o Cordeiro abriu um dos sete selos, e ouvi um dos quatro seres viventes dizer numa voz como de trovão: Vem! Olhei, e eis um cavalo branco; e o que estava montado nele tinha um arco; e foi-lhe dada uma coroa, e saiu vencendo, e para vencer (O ANTICRISTO MANIFESTO PUBLICAMENTE). Quando ele abriu o segundo selo, ouvi o segundo ser vivente dizer: Vem! E saiu outro cavalo, um cavalo vermelho; e ao que estava montado nele foi dado que tirasse a paz da terra, de modo que os homens se matassem uns aos outros; e foi-lhe dada uma grande espada (GUERRA). Quando abriu o terceiro selo, ouvi o terceiro ser vivente dizer: Vem! E olhei, e eis um cavalo preto; e o que estava montado nele tinha uma balança na mão. E ouvi como que uma voz no meio dos quatro seres viventes, que dizia: Um queniz de trigo por um denário, e três quenizes de cevada por um denário; e não danifiques o azeite e o vinho (FOME E INFLAÇÃO GLOBAL A PARTIR DE UMA CRISE FINANCEIRA QUE ESTABELEÇA UMA MOEDA ÚNICA). Quando abriu o quarto selo, ouvi a voz do quarto ser vivente dizer: Vem! E olhei, e eis um cavalo amarelo, e o que estava montado nele chamava-se Morte; e o hades seguia com ele; e foi-lhe dada autoridade sobre a quarta parte da terra, para matar com a espada, e com a fome, e com a peste, e com as feras da terra. (MORTANDADES DIVERSAS ATÉ ENTÃO SEM PRECEDENTES) Quando abriu o quinto selo, vi debaixo do altar as almas dos que tinham sido mortos por causa da palavra de Deus e por causa do testemunho que deram (MORTE DE CRISTÃOS FIÉIS QUE JÁ COMEÇOU A ACONTECER DE FORMA ALARMANTE NO ORIENTE MÉDIO NOS PAÍSES ISLAMICOS, COM DIVERSOS RELATOS DISPONÍVEIS NA INTERNET. INCLUIRIA AQUI O INÍCIO DE PERSEGUIÇÕES OUTRAS NO OCIDENTE, INCLUSIVE, PASMEM NOS ESTADOS UNIDOS, ONDE PELAS MUDANÇAS DAS LEGISLAÇÕES EM CURSO, MUITO DO QUE CRISTÃOS VERDADEIROS PREGAM PASSA A SER ILEGAL E  NÃO MAIS APENAS POLITICAMENTE INCORRETO). E clamaram com grande voz, dizendo: Até quando, ó Soberano, santo e verdadeiro, não julgas e vingas o nosso sangue dos que habitam sobre a terra? E foram dadas a cada um deles compridas vestes brancas e foi-lhes dito que repousassem ainda por um pouco de tempo, até que se completasse o número de seus conservos (HÁ UMA MEDIDA QUE DEUS TEM DE QUANTAS PESSOAS PRECISARÃO SER MORTOS PARA QUE TENHA INÍCIO O DERRAMAMENTO DE SUA IRA, SOMANDO-SE A TODOS QUE JÁ MORRERAM AO LONGO DA HISTÓRIA POR PREGAREM A SALVAÇÃO EM JESUS, SEM TEMER, NEM MESMO A MORTE), que haviam de ser mortos, como também eles o foram.

Assim, nesta primeira parte, começam as dores, e na segunda metade temos A Ira, ou seja, o derramamento da Ira De Deus sobre uma humanidade que O rejeita, e decide seguir ao anticristo, a satanás.
Um tempo que Jesus descreve como algo que nunca houve, nem nunca jamais haverá!
Mas há um princípio de dores ANTES disso...
Compare agora a interrupção que fiz no relato de Jesus com Apocalipse 6:12-17

E vi quando abriu o sexto selo, e houve um grande terremoto; e o sol tornou-se negro como saco de cilício, e a lua toda tornou-se como sangue; e as estrelas do céu caíram sobre a terra, (EXATAMENTE O MESMO RELATO FEITO POR JESUS NO TEXTO ACIMA) como quando a figueira, sacudida por um vento forte, deixa cair os seus figos verdes. E o céu recolheu-se como um livro que se enrola; e todos os montes e ilhas foram removidos dos seus lugares (COMO UM DOS EFEITOS POSSÍVEIS SEGUNDO CIENTISTAS PELA "SUPOSTA" PASSAGEM DE UM CORPO CELESTE DE GRANDE PROPORÇÃO DE MASSA). E os reis da terra, e os grandes, e os chefes militares, e os ricos, e os poderosos, e todo escravo, e todo livre, se esconderam nas cavernas e nas rochas das montanhas (BUNKERS E OUTROS LOCAIS JÁ PREPARADOS COMO JÁ FALEI NO BLOG ANTES, PARA QUE OS "DONOS CIRCUNSTANCIAIS DO MUNDO E SEUS ASSOCIADOS" SE ESCONDAM DESTA TRAGÉDIA QUE SABEM QUE IRÁ ACONTECER); e diziam aos montes e aos rochedos: Caí sobre nós, e escondei-nos da face daquele que está assentado sobre o trono, e da ira do Cordeiro; porque é vindo o grande dia da ira deles; e quem poderá subsistir? (OU SEJA, SE LAMENTARÃO, COMO JESUS DISSE NO TEXTO ACIMA, POR PERCEBER QUE CHEGOU O TEMPO DE JUIZO).

Veja que quando o sol torna-se negro, a lua como sangue, e as estrelas caem do céu, há um terremoto SEM PRECEDENTES, e começa a Ira do Cordeiro!
As pessoas se lamentam...
Veja agora o início do capítulo 7:9-17 de Apocalipse:

Depois destas coisas olhei, e eis uma grande multidão (OS ARREBATADOS, TANTO OS MORTOS ANTERIORES QUE RESSUSCITAM, QUANTO OS VIVOS NESTE DIA), que ninguém podia contar, de todas as nações, tribos, povos e línguas, que estavam em pé diante do trono e em presença do Cordeiro, trajando compridas vestes brancas, e com palmas nas mãos; e clamavam com grande voz: Salvação ao nosso Deus, que está assentado sobre o trono, e ao Cordeiro. E todos os anjos estavam em pé ao redor do trono e dos anciãos e dos quatro seres viventes, e prostraram-se diante do trono sobre seus rostos, e adoraram a Deus, dizendo: Amém. Louvor, e glória, e sabedoria, e ações de graças, e honra, e poder, e força ao nosso Deus, pelos séculos dos séculos. Amém. E um dos anciãos me perguntou: Estes que trajam as compridas vestes brancas, quem são eles e donde vieram? Respondi-lhe: Meu Senhor, tu sabes. Disse-me ele: Estes são os que vêm da grande tribulação, e levaram as suas vestes e as branquearam no sangue do Cordeiro. Por isso estão diante do trono de Deus, e o servem de dia e de noite no seu santuário; e aquele que está assentado sobre o trono estenderá o seu tabernáculo sobre eles. Nunca mais terão fome, nunca mais terão sede; nem cairá sobre eles o sol, nem calor algum; porque o Cordeiro que está no meio, diante do trono, os apascentará e os conduzirá às fontes das águas da vida; e Deus lhes enxugará dos olhos toda lágrima. (VEJA, PORTANTO, QUE ESTES JÁ ESTAVAM PASSANDO APERTO NA TRIBULAÇÃO...)

Seria este o momento do arrebatamento?
Veja que Jesus usou no texto mais acima a expressão que os anjos vem buscar os escolhidos ao som de clangor de trombetas...
A mesma usada por Paulo em I Tessalonicenses 4:16-18:

Porque o Senhor mesmo descerá do céu com grande brado, à voz do arcanjo, ao som da trombeta de Deus, e os que morreram em Cristo ressuscitarão primeiro. Depois nós, os que ficarmos vivos seremos arrebatados juntamente com eles, nas nuvens, ao encontro do Senhor nos ares, e assim estaremos para sempre com o Senhor. Portanto, consolai-vos uns aos outros com estas palavras.

Por que estou pondo estes textos todos juntos?
Para tentar ajustar tudo o que Jesus nos diz, com o que já pode estar acontecendo diante de nossos olhos...
Não sei se você percebe, mas em alguns lugares do mundo, um princípio de dores já pode estar em curso...
Não é por que você pode não estar passando por sofrimentos extremos que ninguém está.
Um bilhão de pessoas passam fome no mundo hoje...
Quase que toda semana vemos uma nova doença aparecendo... só estas H “qualquer coisa” N “qualquer coisa” já vi várias, corona vírus outras tantas, e diversas outras ligadas a guerras bacteriológicas percebemos como ameaças diárias...
Inundações terríveis em diversos lugares do mundo...
Vulcões em profusão aparecendo...
Mortandades inexplicáveis de animais...
Buracos inexplicáveis denominados “sinkholes” aparecendo em diversos lugares...
Situações de ameaças de guerras no Oriente Médio todos os dias...
E sinais nos céus como há muito tempo não tínhamos, tanto astronômicos como meteoros aparecendo e agora, até mesmo, caindo na terra, recentemente, como antes não víamos antes.
Destruições ligadas a estes fenômenos climáticos, por exemplo, como nunca antes tivemos registro...
Mudanças no eixo magnético da terra, as ondas do sol, sons inexplicáveis em diversos lugares...
Não está percebendo?
Recomendo que você invista um tempo e assista a estes vídeos abaixo, mesmo que por alto, que compilam “apenas” alguns dos principais eventos que podem ser associados à profecia bíblica dos últimos dias.
São vídeos jornalísticos, que, embora estejam em inglês, suas imagens são claras e fortes o suficiente para que falem por si mesmas...
É impossível assistir aos vídeos e não perceber que algo já está acontecendo, mês após mês...
E algo que combina, e muito, com a profecia bíblica de Jesus, e os textos de Apocalipse 6...
Antes, estas coisas aconteciam, talvez, uma por ano...
Depois, uma por semestre...
Talvez, depois uma por semana...
Agora, você verá que são diversas por mês!
E, com certeza, os vídeos não cobrem tudo...
Não acredita?
Será necessário acontecer algo no Brasil, de forma mais marcante para que você creia?
Veja com seus próprios olhos...
Janeiro 2013, Fevereiro2013Março 2013Abril 2013Maio 2013, Junho 2013Julho 2013Agosto 2013Setembro2013.
Bem, você pode não concordar com minha visão dos textos bíblicos, e eu vou respeitar, por que, como sempre digo, NINGUÉM pode dizer que o cenário profético dos últimos dias SERÁ ASSIM...
Mas você NÃO PODE dizer, não para mim, mas para você mesmo, que NADA ESTÁ ACONTECENDO...
Meu objetivo hoje não é assustar ninguém...
Meu objetivo é despertar seu coração para que se achegue a Deus, enquanto há tempo...
Continue vivendo sua vida, como eu estou fazendo, mas não se distancie do Senhor.
Não abandone sua congregação.
Não negligencie sua vida de oração e leitura bíblica.
Não permaneça preso no pecado.
Não ignore o que a Bíblia diz sobre os últimos dias. Não siga o que eu digo, mas faça sua própria pesquisa bíblica para entender os tempos do fim, em sua própria Bíblia...
Não terceirize o que você crê...
Não coma pela mão de ninguém, é o seu futuro e de sua família e queridos que está em jogo...
A minha exegese não é tão importante quanto obedecer as Palavras de Jesus registradas em Lucas 21:36:

Vigiai, pois, em todo o tempo, orando, para que possais escapar de todas estas coisas que hão de acontecer, e estar em pé na presença do Filho do homem.

Veja os sinais!

SHALOM!

Haroldo Maranhão

5 comentários:

  1. eu reli novamente este seu estudo, e achei muito bom, talvez um dos melhores. tenho te mandado algumas colações que tenho visto na palavra sempre no amor, para que como corpo podemos compartilhar um com o outro a relevação que vem do Espirito. PRESTE BEM ATENÇÃO NESTE VERSÍCULO ABAIXO"" Eis que venho como ladrão. Bem-aventurado aquele que vigia, e guarda as suas roupas, para que não ande nu, e não se vejam as suas vergonhas.
    Apocalipse 16:15"" ate tudo bem, se não fosse o caso que este alerta esta entre a 6ª e a 7ª taça, no finalzinho de tudo, ha um passo do Armagedom, que significa que Jesus ainda não veio como ladrão, por isto vem este alerta.Jesus vira "depois da tribulação daqueles dias" provavelmente naqueles 45 dias extras que Daniel diz que sera bem-aventurado que sobreviver ate 1335 dias (leia cap 12 de Daniel)
    Sem ser redundante mas ja sendo, não ha separação da volta gloriosa de Jesus e arrebatamento, é um único evento. NOVAMENTE COMPARE 6º SELO (AP 6) COM A 7ª TROMBETA (CAP 11) E A 7ª TAÇA ( CAP 16) E VEJA AS COINCIDÊNCIAS DOS EVENTOS. OS SELOS NÃO ESTÃO NUMA ORDEM CRONOLÓGICA(lembra que ele abre "um dos selos" e não necessariamente o 1º), POR ISTO SÓ OS SÁBIOS ENTENDERIAM. 6º SELO JÁ É O FIM...LEIA II PE 3: 10 11 12,TEM TUDO HAVER... ABRAÇÃO GRANDE MEU AMADO, E AINDA ESPERO SUAS RESPOSTAS CARINHOSAS PELO EMAIL..RS. FICA NA PAZ !

    ResponderExcluir
  2. Maravilhoso post!
    Parabéns,e que o Senhor continue lhe usando como instrumento Seu.Deus te abençoe sempre!

    ResponderExcluir
  3. Diz a palavra de Deus no livro de Jeremias , aí dos pastores que afastam e dispersão as ovelhas do meu pasto , temos milhares de pessoas que não frequenta mais as Igrejas por maus exemplos de maus pastores .

    ResponderExcluir
  4. Graça e Paz...

    Amigo Haroldo Maranhão, em primeiro lugar gostaria de elogiar o teu esforço para tentar interpretar a Gr. tribulação baseado na passagem de José do Egito; a qual, de fato era “SOMBRA – TIPO DE CRISTO.
    Porém, a forma de interpretação usada, não condiz com a real interpretação, sob o crivo do Evangelho de Cristo, que é “A IMAGEM EXATA DAS COISAS” (Heb. 10:1).
    O teu paralelo feito daqueles primeiros 2 anos de seca no Egito, com os 2 anos futuros, se encaixando nos 42 meses – 3.5 anos da 1ª besta (Apoc. 13:1 a 10), ou primeira metade da última semana de Daniel; está perfeitamente correto.

    ---------------------------
    Haroldo Maranhão:
    ....se, sim, já estamos vivendo o início do período final, próximo do dia em que Jesus vier buscar Sua Noiva?
    Já passaram dois anos de dores, e faltam cinco?
    ---------------------------

    Porém, ainda que sua interpretação seja feita no campo da suposição, à luz das Escrituras ela passa longe da realidade, conforme veremos a seguir:

    Primeiro: Nós ainda não entramos na Gr. tribulação, muito menos nos 2 primeiros anos da última semana de Daniel; em hipótese alguma, a Gr. tribulação iniciará com a última semana de Daniel (nem pela besta e nem pelo anticristo), senão, pelo “PRINCÍPIO DE DORES” claramente ensinada pelo Senhor Jesus à sua Igreja, quando relatou um período duma terceira guerra mundial, onde haverá pestes, fomes e terremotos, antes dos 7 anos da última semana.
    “Porquanto se levantará nação contra nação, e reino contra reino, e haverá fomes, e pestes, e terremotos, em vários lugares.
    Mas todas estas coisas SÃO O PRINCÍPIO DE DORES”. Mat. 24:7-8.

    Segundo: No dia da manifestação de José aos seus irmãos, houve uma grande alegria (avivamento) entre eles (Gen. 45:15 a 20) principalmente p/ os que vieram dos 2 primeiros anos de fome na terra de Canaã.

    Note que em seguida, José deu aos seus irmãos presentes, mudas de vestidos; porém, a Benjamim (filho caçula), ele deu “TREZENTAS PEÇAS DE PRATA E CINCO MUDAS DE VESTIDOS”.
    Esse acontecimento, é a fiel figura da Igreja da última geração (o Benjamim), que depois dos 2 primeiros anos de perseguição mundial da 1ª besta (Mat. 24:9-10 - Apoc. 13:7) receberá da parte do Espírito Santo, um avivamento mundial: “CINCO VEZES MAIOR” (Joel 2:30), que o dos dias de Pentecostes; conforme as previsões também, dos profetas, Miquéias e Daniel:

    “EU LHES MOSTRAREI MARAVILHAS, como nos dias da tua saída da terra do Egito”. 7:15.

    “E aos violadores do concerto ele com lisonjas perverterá, mas o povo que conhece ao seu Deus SE ESFORÇARÁ E FARÁ PROEZAS”. Dan. 11:32.

    Esse avivamento, será necessário para pregação final do Evangelho às nações, para ser completado o número pleno dos gentios que serão salvos (Rom. 11:25); então, virá o fim da Graça p/ as nações, O FECHAMENTO DA PORTA DA GRAÇA (Luc. 13:24 a 28), conforme disse Jesus:

    “E este evangelho do reino será pregado em todo o mundo, em testemunho a todas as gentes, E ENTÃO VIRÁ O FIM". Mat. 24:14.

    Vindo depois disso, “A MEIA NOITE TRIBULACIONAL” (Mat. 25:6), a angústia não somente para Jacó (Jer. 30:7), mas também para os cristãos néscios, que não adquiriram antes, A RESERVA DO AZEITE EM SUAS VASILHAS (Mat. 25:3). Nesse tempo, inicia a segunda metade, os 1.290 dias da última semana de Daniel, com a manifestação do Anticristo (Mat. 24:15); o qual, mudará os tempos e a lei (Dan. 7:25), e proibirá também, a pregação do Evangelho em todo o mundo (2tes. 2:4).

    Portanto, somente depois da última semana (besta e Anticristo), é que se dará a vinda Gloriosa do Senhor Jesus com seus santos anjos, conforme ensinou também, Paulo em 2:Tes. 2:1 a 4.

    Um grande abraço,
    Jaime e Júlio, Curitiba Pr.E-mail: Jaime.ap@hotmail.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Amigos Jaime e Julio, agradeço a consideração com meu esforço em compartilhar o que c reio neste espaço, e ainda por considerarem correto, em parte. de meu exercício...
      Quanto ao início da semana, entendo que se o anticristo fará um acordo com muitos por uma semana, quebrando tal acordo na metade da semana, entendo que sim, a semana começa com este acordo...
      Embora, provavelmente, nem todos fiquem sabendo que algo aconteceu logo quando de sua celebração...
      “Ele fará firme aliança com muitos, por uma semana; na metade da semana, fará cessar o sacrifício e a oferta de manjares; sobre a asa das abominações virá o assolador, até que a destruição, que está determinada, se derrame sobre ele”. Daniel 9:27
      Acho difícil dogmatizar qual cenário é o correto: O princípio das dores preditos por Jesus ocorre antes dos sete anos de grande tribulação como os irmãos creem, ou princípio das dores é primeira metade dos sete anos da semana, enquanto a segunda metade é a ira, como creio?
      Respeito suas convicções em afirmarem sobre coisas futuras: ”É assim”...
      Eu prefiro dizer, “creio assim”... mas estou aberto a rever meus conceitos se alguém tiver uma revelação bíblica melhor que a minha, porque creio que a revelação profética é progressiva.
      Destaco ainda que usei a figura dos dois anos de José apenas como uma figura, não como exegese de ensino, em que tudo tem que encaixar literalmente... espero ter sido claro em minha idéia....
      Afinal, cristãos estudantes de profecia bíblica no oriente médio, observando o que estão vivendo em termos de perseguição com tanta crueldade, sem precedentes, e também observando tanta tecnologia disponível para o anticristo e a apostasia da igreja, poderiam pensar que sim, a tribulação já começou... não é porque para nós aqui a vida ainda está “tranquila” que interpretamos o texto conforme estamos vivendo aqui...
      Até porque, creio, o centro da profecia bíblica, é lá... minha opinião, minha maneira de crer...
      Respeito suas convicções e maneira de interpretarem o “avivamento que virá” que não é pacífico entre todas escolas pois, por exemplo, para a Igreja de Filadélfia Jesus diz “sei que tens pouca força (dunamis) o que não permite pensar em um avivamento vindouro, nem “o fechamento da porta da graça” ou “da plenitude dos gentios” na cronologia que abraçam, mas concordo em parte.
      Divergimos também entre os conceitos da “vinda gloriosa do Senhor Jesus” com “a Sua manifestação nos céus para buscar os Seus”...
      Mas isso não é nada demais. Acontece entre muitos estudiosos, com escolas diferentes.
      Publico suas opiniões para que os que passam por aqui procurando formar seu entendimento sobre os temas que trato, possam ter visões divergentes para fundamentarem melhor o que creem, que é um de meus objetivos com o Blog.
      Enfim, grato pelo tempo investido em comentarem o post, e por levarem em consideração o que escrevo aqui, mesmo que para discordarem.
      Deus os abençoe.

      Abraço!

      Haroldo Maranhão

      Excluir