sábado, 6 de abril de 2013

É PROIBIDO FALAR DE JESUS!

ORDENS E DESORDENS
Nós ordenamos com todo rigor
É proibido falar de Jesus
Sim, decretamos, seja onde for
Nunca mais brilhe, nem se mencione,
Este Nome, esta luz.
“Pouco me importa o que digam vocês
Só O Senhor nós iremos servir
Nunca curvar, nem jamais se entregar
Deus, não os homens importa seguir!”
Nós adotamos com todo fervor
Hoje e pra sempre falar do Senhor
Ordens já temos e todo o poder,
Brilhe pra sempre, seja louvado
O Seu Nome, Jesus!


ORDENS E DESORDENS
Letra: Guilherme Kerr Neto
Música: Jorge Camargo e Jorge Rehder
Álbum Missões e Adoração - Volume II
Igreja Batista do Morumbi, 1996
Único vídeo que achei da canção: YouTube
(Se você sabe de alguma gravação melhor, me envie, por favor)
Esta linda canção, contida em um CD muito ouvido aqui em casa, faz parte de uma época importante de minha vida, quando conheci homens e mulheres preciosos do Reino de Deus, que tem sido hoje reduzido a “mundo gospel”...
Alguns dos quais, por bom tempo, com muito orgulho, usufrui da amizade pessoal...
Que Deus os abençoe a todos...
Saudades!
Alguns destes, ainda estão entre nós servindo ao Senhor.
Outros já estão com Jesus.
Em especial, de toda aquela época, mesmo correndo o risco de ser injusto com alguns, lembro com carinho de Guilherme Kerr Neto, Sérgio Pimenta, Nelson Bomílcar, João Alexandre Silveira, Jorge Rehder, Jorge Camargo e Carlos Sider, e respectivas esposas, entre tantos...
Estes são músicos e compositores de uma época e de uma linhagem, quando, para compor uma música cristã, era necessário que a pessoa, ANTES de tudo, conhecesse a Bíblia!
Depois, que fosse alfabetizado na língua portuguesa, e aí sim, tivesse veia poética e qualidade musical.
E, acima de tudo, óbvio, o Espírito Santo.
Tão diferente de tantas coisas que vemos hoje apresentadas, vendidas e consumidas como músicas cristãs...
Salvo, claro, e obviamente, algumas exceções que, tristemente, são mesmo exceções, que por claro, comprovam a própria regra...
Mas aqueles, sem produtores, infraestruturas, e muito menos softwares de afinação de voz, que transformam quase que qualquer um em cantor...
Dependendo do budget.
Sem serem transformados em “produtos” de venda para dar lucro a gravadoras que não tem nenhum compromisso com o Reino de Deus...
Sem cantar "o que vende", sem cantar "com padres", nem com as reboladoras do Faustão...
Ou reboladoras do "Caldeirão" (apropriado, não?) do Luciano Huck.
Muito pelo contrário...
Afinal, é impossível cantar os louvores de Sião em uma terra estranha, como lamenta o salmista...
Eu creio.
Justamente por que o Sistema de Babilônia é tão sutil, e tão demoníaco, o chamei até mesmo de feitiço da nova era, em um post sobre Lady Gaga e este Sistema...
E, portanto, creio que é incompatível um cristão genuíno estar permeado pelas músicas do mundo, em qualquer nível que seja... a não ser que esteja enfeitiçado e enganado...
Se for de seu interesse saber o que eu penso sobre o tema, embora não seja eu o dono da verdade, como sempre digoclique aqui...
É apenas minha opinião...
Mas a Babilônia zomba da Lei do Senhor...
De tal forma, que torna os dez mandamentos como algo que deva ser violado diariamente...
Inclusive por cristãos que nem percebem que o fazem...
Até por que violar estes princípios, em muitos aspectos, "está na moda", e confunde os que não conhecem a verdade.
Se tiver tempo, e quiser entender por que digo isso, embora não seja eu o dono da verdade, como sempre digoleia aqui...
É apenas minha opinião...
Mas...
Entrando no meu ponto do post de hoje...
Esta linda letra do Guilherme se tornou mais profética do que poderíamos pensar...
O que ele transformou em poesia, que está registrado no livro de Atos como uma realidade da igreja primitiva, está se preparando para ser, cada vez mais, uma realidade da igreja de hoje.
Por enquanto sutilmente...
Por enquanto, não segundo a legislação vigente.
Ainda.
Mas nas entrelinhas, já ouvimos:

É proibido falar de Jesus...
É proibido pregar o Nome de Jesus!

Impressionante o medo que satanás tem deste Nome.
Glorioso Nome!
E todo o esforço que faz, confundindo a mente da sociedade, mesmo de muitos frequentadores de igrejas evangélicas, para impedir que se pregue, se adore, se louve, se invoque, se conheça este Nome.
Poderoso Nome!
JESUS!
Mas, veja, isso já aconteceu ao longo da história.
O Sistema da Babilônia sempre tentou se manifestar assim.
Tentando calar muitas vezes, e tantas vezes calando, as vozes dos que honravam o Nome, pela ameaça e pela violência.
De acordo com as leis.
Leia o livro do profeta Daniel em sua Bíblia...
Daniel, que era irrepreensível diante do Senhor, foi lançado na cova dos leões por orar ao seu Deus.

Naquela época, isso era contra a lei do Sistema.

Depois, Ananias, Misael e Azarias (sim, estes são os nomes que, creio, devemos usar, não Sadraque, Mesque e AbedeNego, porque são nomes dados pelo sistema... Qual é o seu nome?) que eram irrepreensíveis diante do Senhor, foram lançados na fornalha de fogo ardente, por que se recusaram a se curvar ante a estátua edificada por Nabucodonosor...

Naquela época, isso era contra a lei do Sistema.

Depois, podemos ver toda a perseguição feita ao povo de Deus, Israel, sabendo que, sim, as
perseguições e derrotas que sofreram, foram causadas pelo fato de que desobedeceram a Deus, e negociaram com o Sistema.
Não eliminaram a presença espiritual da terra, não expulsaram quem deveriam expulsar...
Não deram glória a Deus, a Quem deveriam dar.
Fizeram o que não deveriam fazer, e não fizeram o que deveriam fazer...
Mas O Senhor sabia que seria assim.

E centenas de anos depois, na vinda do próprio Jesus.
Logo de início, Herodes, tomado por satanás, quando soube de Seu nascimento, mandou matar todos meninos nascidos de dois anos para baixo.
A voz de Jesus teria que ser calada antes mesmo que começasse a falar...
Jesus mesmo foi ameaçado, diversas vezes, enquanto pregava o Evangelho do Reino.
Os próprios religiosos (!!!) queriam calar sua voz, sua pregação.
Conspirações diversas para calar o Senhor Jesus...
Leia nos evangelhos... (Já leu os quatro Evangelhos em sua Bíblia?)
Até que conseguiram crucifica-lo...
Simbolicamente, Jesus foi traído por um discípulo que queria trinta moedas a mais...
Mas havia um propósito para Jesus morrer.
Isso estava prometido, profetizado, e fazia parte do Seu Plano...
Morrer!
Para ressuscitar, e vencer todo o Sistema do império das trevas, e estabelecer o Seu Reino...
E assim prosseguiu.
Ressuscitou, foi visto por centenas de pessoas, enviou o Espírito Santo e subiu ao céu.
Estevão, cheio do Espírito Santo, foi apedrejado até a morte por pregar o evangelho do Reino de Jesus...
Paulo, Pedro, Tiago, João, Filipe, e todos os que fizeram a diferença naquela época foram ameaçados, perseguidos e mortos.
Seus crimes?
Pregavam Jesus.
Leia em Atos... (Já leu o livro inteiro em sua Bíblia?)
O que se dizia a todos estes que pregavam?

É proibido falar de Jesus...
É proibido pregar o Nome de Jesus!


E assim é até hoje.
E mais...
Aliás, cada vez mais, pois cada vez mais vemos a volta da Babilônia...
Em nossos dias...
Como o próprio Senhor Deus anunciou que ocorreria nos últimos dias...
Você não consegue ver?
Impressionante como o Sistema que tem estabelecido o que é “politicamente correto” determinou que nós, países de supostamente de origem cristã, como o Brasil, Estados Unidos, e outros latinos, DEVEMOS retirar o Nome de Jesus, a oração em Nome de Jesus, o ensino da doutrina de Jesus de todos os lugares públicos.
Mesmo de alguns privados.
Mesmo que em muitos destes países, hoje, nem mesmo se creia mais mesmo neste Nome...
Pelo menos enquanto nação...
Mas precisa ser retirado por que há poder neste Nome!
A ordem politicamente correta é que seja removido este nome, e todas estas lembranças.
Dos lugares públicos.
Das datas comemorativas.
Até mesmo das igrejas que professam este nome.
O natal de Jesus já é o natal do Papai Noel...
Ou apenas "boas festas"!
Como já disse, é como se o presidente da república faz aniversário, e o povo é conduzido ao zoológico para cumprimentar o macaco com um "feliz aniversário"...
A Páscoa é a data do coelho!
Faz sentido?
E politicamente corretos, também, determinam que sejam excluídos os temas do Evangelho de Jesus que ofendem os contrários...
“Em respeito aos demais”...
“Para não constranger os que são diferentes”...
"Para respeitar os que não querem"...
Enquanto isso, em todos os demais países que possuem religiões de Estado ou os Estados SEM religião, proclamam em alto e bom som:

É proibido falar de Jesus...
É proibido pregar o Nome de Jesus!

E não apenas são fechadas as portas aos que pregam este nome.
Mas são presos, torturados e mortos.
Constrangidos a que neguem este Nome...
Ameaçados para negarem este Nome...
Mas pregam o que creem aqui!
E as nações que são forçadas a retirar seus símbolos, se calam...
Não é politicamente correto...
Dois pesos, duas medidas...
Nós aqui, abrimos as portas a todos os desiguais...
Não constrangemos os desiguais... apenas discordamos.
Mesmo que agora, estejamos começando a ter as nossas portas fechadas.
Mesmo que agora já se veja um início de movimento para sermos constrangidos pelo que cremos...
Mesmo que quase já não possamos mais pregar livre e claramente o que cremos...
Mesmo quando já semos velada ou explicitamente constrangidos...
Por que tudo isso, ao que me parece, já acontece.
Porque, aparentemente, já se ouve ao fundo as vozes que gritam:

É proibido falar de Jesus...
É proibido pregar o Nome de Jesus!


Embora ainda haja liberdade...
Suposta.
Embora não seja crime...
Ainda.
Será.
Pelo fato de que, como aconteceu no passado em Israel...
Vemos hoje o mesmo sintoma com a Igreja.
Nos dias de hoje, vemos muitos cristãos confusos ou pseudocrístãos infiltrados criarem problemas para o Evangelho de Jesus por estarem em lugares para os quais não fomos chamados por Deus a estar...
Ocupando posições sem qualquer fundamento bíblico de respaldo para serem ocupadas...
Pelo menos não em Nome de Jesus...
Criam confusões “em Nome de Jesus”..
E o ambiente se acirra.
E os que fazem parte do Sistema se deliciam...
Aguardando o exato momento, deliciados...
Como se deliciaram os inimigos de Daniel, Ananias, Misael e Azarias...
“Agora temos como criar leis para que se calem os que pregam este Nome”...
Que sejam mudadas as leis.
Que sejam transformados os raciocínios.
Que seja cegada a multidão...
Que possamos dizer em alto e bom som, e segundo o sistema legal desta Nação:

É proibido falar de Jesus...
É proibido pregar o Nome de Jesus!


Sim, eu sei que não é.
Ainda...
Mas vejo como tantas igrejas confusas ou "pseudoigrejas" gastam mal os dízimos e ofertas, que recolhem mal e até exploram os seus fiéis em Nome de Jesus...
Entendo que por isso, em breve, virão leis que vão modificar como devemos tratar o dinheiro do Senhor.
Em nossas próprias igrejas.
Sim, eu sei que ainda não é.
Mas, creio, será.

E vejo também, tantos cristãos confusos ou "pseudocrístãos', que se portam mal em lugares de autoridade...
Que fará com que em breve, venham leis que vão modificar quais lugares podem ser ocupados por cristãos ou religiosos.
Sim, eu sei que ainda não é.
Mas, creio, será.

Vejo ainda tantos absurdos serem pregados e praticados nos meios de comunicação, como rádios e TVs, supostamente em Nome do Senhor...
Que, se pararmos mesmo para pensar, Jesus é pouco, ou quase nada pregado...
E, pior, que o dinheiro de dízimos e ofertas são transferidos de forma equivocada do Reino de Deus para o Sistema de satanás...
Nunca percebeu? Leia aqui...
De tal forma que, quando não mais precisarem de nosso dinheiro, em breve, virão leis que vão proibir o acesso de religiões aos meios de comunicação.
Em especial as que pregam Jesus.
Sim, eu sei que ainda não é.
Mas, creio, será.

E vejo ainda que tanta coisa é dita pela internet afora...
Que em breve, virão leis que vão tolher blogs como este e tantos outros, cassando nossa liberdade de expressão.
Sim, eu sei que ainda não é...
Mas, creio, será.

Sim, vejo tantos absurdos são perpetrados por pregadores confusos ou "pseudopregadores" como se fossem associados ao genuíno Evangelho de Jesus...
Que embora não sejam, confundem os incautos, porque parecem ser...
Que em breve, virão leis que finalmente, vão proibir que se pregue o Evangelho do Senhor...
Sim, eu sei que ainda não é...
Mas, creio, será.

E o motivo será igual ao que aconteceu a Israel.
Não fizemos o que deveríamos fazer, e fizemos o que não deveríamos fazer.
Mas O Senhor sabia!
Mas como posso dizer que tudo isso vai acontecer?
E que se acontecer, vai nos afetar?
Por que se for acontecer, você pode pensar, O Senhor vai impedir...
Salvará Sua Igreja!
Seu braço Forte será levantado para abater os inimigos e salvar os Seus, claro...
Não?
Não vai fazer nada?
Não...
Eu creio, não sou o dono da verdade, mas creio sim...
Algo semelhante aconteceu quando os romanos e judeus foram autorizados por Deus a matar a Jesus, O Cristo, Senhor e Salvador.
Jesus, que JAMAIS precisaria ter morrido pelas mãos deles, pois sempre teve, tem e terá todo o poder...
Como, aliás, Ele mesmo declarou a Pedro quando foi preso pelos romanos no Jardim do Getsêmani.
Mas era necessária a Sua morte para que a vitória completa fosse estabelecida por Sua morte e ressurreição...
Da mesma forma o Sistema do mundo, de leis, comunicação, social, religioso e todos os demais associados, estarão autorizados por Deus a perseguir e matar os que pregam o Nome de Jesus...
Em especial, claro, isso afetará os irrepreensíveis.
Não os descompromissados, que, facilmente, negarão a Jesus.
Não pregarão o Nome de Jesus.
Em breve.
E sim, embora Deus sempre teve, tem e terá TODO o poder...
Haverá um propósito para isso acontecer.
O Senhor Deus determinou, em Sua eterna sabedoria, que será necessária esta perseguição, prisões e mortes, para que a vitória completa e definitiva que já foi comprada por Jesus, seja estabelecida de forma ETERNA!
Sim, em breve, vamos ouvir:

É proibido falar de Jesus...
É proibido pregar o Nome de Jesus!


Mas... por pouco tempo.
Porque em seguida, em determinado tempo...
E então, ETERNAMENTE...
Será pregado e será ouvido em todos os lugares:

Que TODO o joelho se dobre, e TODA língua confesse, no céu, na terra, e debaixo da terra...
Jesus Cristo é O Senhor para a glória de Deus Pai!

Sim, TODA a terra se encherá do conhecimento da glória do Senhor, como a terra cobre o mar...
Mas, para alguns, esta confissão já será inútil...
Por que disseram ou concordaram, e diziam...

"Não se pregue este Nome, não se fale este Nome, não creio neste Nome, eu rejeito este Nome"...

E será tarde demais...

Mas para nós, os que cremos, este Nome estará inscrito em nossas testas...
Talvez, não seja literalmente assim, mas em uma “licença poética bíblica”, diria que, de alguma forma, sobre nós estará escrito algo assim...
“Propriedade exclusiva de Jesus, O Cristo, comprado por sangue”...
E eu terei o maior orgulho desta inscrição sobre minha vida...
Sim, por pouco tempo, será proibido pregar o Nome de Jesus.
Até a consumação de TODAS as coisas, conforme a Palavra do próprio Senhor Deus...
E este tempo está próximo...
Você não consegue perceber?
Então, enquanto ainda temos algum tempo...
Enquanto isso ainda é possível, eu digo, escrevo e registro:

NÃO HÁ SALVAÇÃO EM NENHUM OUTRO QUE NÃO SEJA EM JESUS, O CRISTO!

E quanto a você, recomendo que pregue em alta voz, em alto e bom som, em todos os lugares, seja proibido, seja permitido:

NÃO HÁ SALVAÇÃO EM NENHUM OUTRO QUE NÃO SEJA EM JESUS, O CRISTO!

E como disse o poeta, na linda canção, parafraseando os discípulos de Jesus,  conforme o relato contido no livro de Atos:

"Pouco me importa o que digam vocês
Só O Senhor nós iremos servir
Nunca curvar, nem jamais se entregar
Deus, não os homens importa seguir!
Nós adotamos com todo fervor
Hoje e pra sempre falar do Senhor
Ordens já temos, e todo o poder,
Brilhe pra sempre, seja louvado
O Seu Nome, Jesus!"

Você não pode ver os sinais à sua volta?
Veja os Sinais!

SHALOM!

Haroldo Maranhão

PS - Sempre há uma boa notícia entretanto... Até este tempo, podemos e devemos, sim, contar com a proteção do nosso Senhor.
Se isso faz sentido para você ou se você precisa desta confirmação em seu coração, leia o post escrito pela Fúlvia, minha esposa em nosso outro Blog, de inspiração, clicando aqui.
Há uma ótima notícia esperando por você...

Nenhum comentário:

Postar um comentário