domingo, 24 de março de 2013

O PAPA FRANCISCO, PETRUS ROMANUS, A INCRÍVEL PROFECIA DE SÃO FRANCISCO DE ASSIS E MAIS COINCIDÊNCIAS...


Antes de mais nada, quero me posicionar novamente.
Publicamente...
Recebi um comentário que publiquei recentemente, de um leitor católico, me confrontando que, por eu não ser católico, eu deveria deixar de tratar da igreja católica, e me concentrar nas heresias da igreja evangélica.
Quero dizer que concordo com ele.
Lamento profundamente muita coisa que tenho visto na igreja evangélica nos últimos anos.
A indústria fonográfica gospel, que se tornou um negócio lucrativo para poucos, que drena o dinheiro dos cristãos para as gravadoras seculares que estavam com graves problemas pois seus “ídolos” não vendem mais como antes...
Que estão criando novos “ídolos” que cantarão músicas cada vez mais genéricas, até que, em breve, substituirão os nossos cantores e músicos sérios, que foram seduzidos e enganados pelo sistema, e que não se venderão (mais).
Falei da perversa transferência de riquezas que estabelecemos nos últimos tempos, quando milhões e milhões de reais do povo de Deus são transferidos para que pouquíssimos pregadores eletrônicos preguem um evangelho genérico na TV. E este dinheiro santo, é usado para financiar as emissoras de TV, que, também com problemas financeiros para sobreviverem, usam nosso santo dinheiro para produzir e despejar o lixo diário na casa das famílias brasileiras.
Chamei este post de “Transferência de Riquezas” e, se isso que estou falando faz sentido para você, por favor, leia o post completo clicando aqui...
Por que começo assim?
Por que reconheço que a igreja evangélica vive já a apostasia profetizada por Jesus, para cumprimento nos últimos dias, quando o amor de muitos se esfriará, e pessoas terão “coceiras nos ouvidos para ouvirem o que lhes é conveniente”...
Escrevi sobre isso aqui, e este se tornou o post mais lido desde o início do Blog...
Heresias são pregadas diariamente, falando de um evangelho que nada mais tem da cruz de Jesus, do sangue derramado, de arrependimento de pecados, redenção...
Penas eternas, vida eterna, salvação pela graça, por meio da fé!
Não...
O que vemos pregado como evangelho hoje em dia é uma delirante autoajuda, com pessoas buscando ficar ricas, ser curadas, libertas de males, mas excluindo completamente a necessidade de arrependimento de pecados e mudança de vidas.
A pregação oferece soluções apenas através de desafios de ofertas sacrificiais, de uma “oração forte” feita por algum ser “ungido”, ou ainda através de uma corrente de oração e libertação por um determinado número de dias...
Nada mais...
E este evangelho, que nada tem a ver com o genuíno e puro evangelho apresentado na Palavra, vai invadindo a denominada igreja evangélica...
Mas não A Noiva!
Esta sim que será arrebatada para as Bodas do Cordeiro!
Mas voltando ao início do post...
Por que critico as mazelas da assim denominada igreja evangélica, no que diz respeito a sua mornidão no cenário dos últimos dias, me sinto no direito de apontar na igreja católica fatos que apontam para o cumprimento de profecias bíblicas dos últimos dias.
Não estou aqui tratando da igreja católica, a qual respeito como instituição...
Não estou me intrometendo em suas questões internas, doutrinárias ou outras...
Mas sim, estou tratando do cenário profético dos últimos dias segundo a Bíblia (católica, inclusive) o qual, necessariamente, passa pela igreja católica romana por sua influência mundial, suas raízes históricas no cristianismo, e pelo seu papel profético, segundo meu entendimento...
E aqui, entra a figura deste novo papa, Francisco I, que é, a meu ver, como já publiquei aqui, o último papa.
Se este senhor não fizesse nada de extraordinário, já teria sobre si o peso de algumas profecias das quais poderia desejar se desvencilhar tão facilmente.
Se equivocadas, levaria um bom tempo para se desvencilhar delas...
A primeira, a famosa profecia de um membro da própria igreja católica, por ela canonizado, denominado de São Malaquias que, em sua contagem profética, aponta este papa, o 112º como o último papa da história da igreja...
O papa do fim do mundo, cujo papado seria o último!
Seu nome ou título? Petrus Romanus.
Veja alguns dos posts em que tratei do tema clicando aqui e aqui.
A segunda, uma interpretação bastante válida de Apocalipse 17, em que podemos identificar a igreja católica no texto bíblico, que aponta este papa, no caso, Francisco I, como o oitavo rei do Vaticano. Papa este que traria sobre si esta profecia que o associa à figura do assim denominado Falso Profeta.
Então, sem que o novo papa fizesse nada, qualquer que fosse o eleito, estes dois textos milenares pairavam antecipadamente sobre sua cabeça.
Não contente com isso, o papa argentino adota justamente o nome de Francisco I, trazendo sobre si a marca bonita de São Francisco de Assis, um homem de Deus, exemplo aos fiéis até o dia de hoje.
Que curiosamente, é de origem italiana por parte de pai e de mãe, e que estabeleceu sua ordem em Roma...
E que tem como nome de batismo, coincidentemente, Pedro!
Em latim, Petrus.
Por ser de Roma, Romanus...
Cumprindo, por incrível que pareça, até aqui por incrível coincidência, tanto a profecia de São Malaquias quanto a bíblica.
Veja o post clicando aqui.
Precisamos aguardar, claro, o desenvolvimento de seu papado, para nos assegurarmos que tudo isso se cumpra...
Papado, aliás, já marcado por um tremendo carisma com as pessoas, com as crianças, e até com os religiosos de outras religiões...
Entretanto, quando olhamos todos os outros sinais à nossa volta...
Tantos asteroides, extremos climáticos extravagantes, terremotos, vulcões, tecnologia da marca da besta, apostasia da igreja, a crise em torno de Israel, o risco de guerras nucleares como há muito tempo não víamos...
Bem, parece que estamos em meio a um cenário apocalíptico!
O conjunto geral da obra nos leva a esta avaliação...
E claro, por que você de alguma forma se sente pressionado a encontrar respostas para seu coração com relação a este tema, é que você está aqui...
Não, você não é um dos que passa aqui para ridicularizar o que escrevo, “para ver se o Haroldo pirou de vez”...
Não, isso seria muita perda de tempo, e a internet tem coisas muito mais interessantes do que escrevo.
Milhões de blogs e sites muito melhores que o meu...
Mas sim, por que eu procuro pautar o que vejo à luz da Bíblia, e por que você procura formar uma opinião séria, é o motivo de você passar aqui...
Para avaliar o que escrevo à luz do que você compreende...
E, querendo Deus, em Nome de Jesus, eu vou estar aqui enquanto o Senhor permitir, comparando o que vejo com a Palavra de Deus, para que tanto você quanto eu, possamos chegar a uma conclusão que acalme nosso coração...
Que nos aponte quais os próximos passos no cenário profético, para que sejamos levados a estar com o Senhor Jesus para sempre, amém!
Mas voltando ao post de hoje...
Mais uma espantosa coincidência!
A profecia de São Francisco de Assis, feita pouco antes de morrer, aos seus principais seguidores...
Para que não haja dúvidas quanto à autenticidade do texto, encontrei estes arquivos com o livro original autenticado pela igreja, escaneados, os quais publico abaixo...





A profecia dada por São Francisco de Assis a seus seguidores, pouco antes de morrer, tem a espantosa declaração que publico a seguir:

"Naqueles dias, Jesus Cristo irá enviar não um pastor verdadeiro, mas um destruidor. "

Sim, ele estava tratando dos últimos dias, como provarei logo abaixo, pois São Francisco conhecia as Escrituras, e associa suas palavras aos últimos dias.

Vamos ao texto de sua profecia, que traduzi do livro que publiquei acima, organizados em sete tópicos para facilitar a compreensão, e destacado em negrito o que considero importante, com os textos bíblicos que São Francisco citou, para quem não os conhece, inclusos entre parênteses:

"1. O tempo está se aproximando em que haverá grandes provações e tribulações. Perplexidades e dissensões, espirituais e temporais, serão abundantes. O amor de muitos esfriará, e a maldade dos ímpios vai aumentar”. (Ele está falando sobre os últimos dais, ao associar o texto de Mateus 24 - Palavras de Jesus, sobre os indicadores do fim, com a marca de o amor esfriar em Mateus 24:12)

"2. Os demônios terão poder incomum, a pureza imaculada de nossa Ordem, e de outras, será muito mais obscurecida porque haverá poucos cristãos que vão obedecer ao Pontífice verdadeiro Soberano e da Igreja romana, com corações leais e caridade perfeita. Na hora desta tribulação um homem, não canonicamente eleito, será elevado ao Pontificado, que, por sua astúcia, vai se esforçar para chamar muitos para o erro e a morte”. (Embora seja necessariamente eleito por um conclave, para São Francisco, a eleição do papa dos últimos dias seria não canonica...  Palavras dele, não minhas... e este, papa, se for o atual, levará muitos para o erro e a morte...)

"3. Então escândalos serão multiplicados, nossa Ordem será dividida, e muitos outros serão totalmente destruídos, porque eles vão consentir com o erro, em vez de combatê-lo”. (Uma compreensão possível, será se um papa carismático for bom para a igreja por um lado, mesmo que ocorram outros problemas, muitos podem preferir consentir do que denunciar e combater... será? Vamos aguardar...)

"4. Haverá tal diversidade de opiniões e cismas entre as pessoas, os religiosos e os clérigos, que, se aqueles dias não fossem abreviados, de acordo com as palavras do Evangelho, até mesmo os eleitos seriam induzidos em erro, não seriam especialmente orientados, em meio a uma grande confusão tal, pela imensa misericórdia de Deus”. (São Francisco de Assis cita as próprias palavras de Jesus, novamente, deixando claro que falava dos últimos tempos, quando os dias abreviados (Mateus 24:22) e engano se possível dos escolhidos (Mateus 24:24) fazem parte do discurso literal de Jesus.)
"5 Então a nossa Regra e forma de vida sofrerá violenta oposição por alguns, e terríveis provações virão sobre nós, Aqueles que são encontrados fiéis receberão a coroa da vida (Apocalipse 2:10). Mas ai daqueles que, confiando apenas na sua Ordem, cairão na dúvida, e não serão capazes de suportar as tentações permitidas para a prova dos eleitos”.

"6. Aqueles que preservam seu fervor em aderir à virtude, com amor e zelo pela verdade, vão sofrer danos e perseguições, sendo considerados rebeldes e cismáticos pelos seus perseguidores, que, instigados pelos espíritos malignos, vão dizer que estão prestando um grande serviço a Deus por destruir esses homens pestilentos da face da terra (Apocalipse 6:9). Mas o Senhor será o refúgio dos aflitos, e salvará todos os que confiam nele (Apocalipse 3:10). E, a fim de ser como seu cabeça, [Cristo] estes, os eleitos, vão agir com confiança, e por sua morte vão comprar para si a vida eterna; escolherão obedecer a Deus mais do que aos homens, não temerão nada, e eles vão preferir morrer em vez de consentirem para a mentira e perfídia” (Apocalipse 12:11).

"7. Alguns pregadores vão manter silêncio sobre a verdade, e outros vão passar por cima dela. A santidade da vida será realizada em escárnio, mesmo por aqueles que professam exteriormente, pois naqueles dias, Jesus Cristo vai enviar-lhes não um Pastor, mas na verdade, um destruidor."

Bem amigos...
Como vocês viram, São Francisco de Assis conhecia muito bem a Bíblia, e citou diversos textos em meio a sua profecia...
Portanto, estava falando dos últimos dias... segundo creio, portanto, os nossos!
Assim sendo, me sinto livre para associar esta profecia com a de São Malaquias
Pensando a respeito do senhor George, eleito papa por um conclave de dois dias...
Ele é considerado por muitos como um estudioso.
Que com certeza, conhece os escritos de São Francisco de Assis com profundidade.
Se ele poderia escolher qualquer nome para abraçar, e se tem sobre si as palavras de São Malaquias sobre si, além, principalmente, da profecia de João em Apocalipse 17, fico pensando...
Sim, ele conhecia esta profecia.
E se ele seria considerado o último papa sem fazer nada, ao trazer São Francisco para a cena, trouxe seu nome Pedro, e todos seus escritos para o centro da cena.
Assim, se você observar os pontos que marquei em negrito verá que a profecia de São Francisco piora a avaliação que podemos fazer sobre o atual papa...
Ou não?
Será que o Papa Francisco I queria que a profecia de São Francisco estivesse sobre seus ombros?
Fez isso deliberadamente?
Ou é mais uma coincidência?
Bem, confesso que fiquei ainda mais perplexo ao tomar contato com esta profecia...
O que quer o papa Francisco?
Quem é ele na verdade?
Ou nada disso é real?
Tendo isso em mente, ofereço a você quatro alternativas para sua consideração acerca do novo papa, à luz de tudo o que tratei neste post:

Alternativa 1)
Ele nem mesmo pensou nisso, não avaliou nada, não sabia de São Malaquias, de Apocalipse 17, mas foi instigado pelo próprio Deus, que sabe todas as coisas e governa sobre todas...  E o Senhor o instigou a usar tal nome, para mandar um sinal para todos os que estudam profecia bíblica seriamente, e estão aguardando por um sinal...

Alternativa 2)
Ele é exatamente quem pensamos que ele seja, escolheu deliberadamente o nome de Francisco para que, os que o esperavam, saibam que ele chegou... E para os incautos, quando forem confrontados com as profecias acima, que sejam enganados pela óbvia falácia de que, "se ele fosse quem dizem ser, jamais se associaria com algo que o denunciasse"... "Seria ridículo ele assumir seu papel publicamente"... E os incautos serão enganados...

Alternativa 3)
Ambas as anteriores, ou seja, ele sabe quem é, e Deus o instigou como um sinal...

Alternativa 4)
Tudo isso é apenas coincidência, nada mudou, e segue a vida...

Qual é sua decisão frente a tudo isso?
O que você pensa?
De minha parte, vou continuar a observar este papa que é um dos mais carismático dos últimos tempos...
Por enquanto, apenas argentino, e amante de futebol...
E, continuarei aqui, escrevendo enquanto o Senhor permitir...
Levando em consideração os mesmos textos que São Francisco de Assis associou...
E outros tantos...
E exortando você, que passa por aqui, como sempre:

Veja os Sinais!

SHALOM!

Haroldo Maranhão

Talvez você precise de uma palavra de segurança em meio tantas coisas difíceis e tão diferentes do que estamos acostumados, acontecendo diante de nossos olhos...
Se este é o seu caso recomendo a palavra da minha esposa em nosso outro Blog.
A palavra é sobre a "Boa Notícia", e recomendo a leitura.
Deus abençoe...

14 comentários:

  1. Haroldo, uma das coisas que me chama a atenção é que tanto a igreja evangélica quanto a católica são criação do homem e não de Deus... Portanto, para mim é absolutamente possível que São Francisco de Assis fosse um cristão verdadeiro, servindo aos verdadeiros e legítimos propósitos de Deus... E se assim o for, faz muito mais sentido ele ter escrito tudo o que escreveu e nos deixado tudo isto, inspirado por Deus, como João o foi quando escreveu Apocalipse...

    Sei lá, é só uma das minhas viagens malucas...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Com certeza uma boa viagem meu amigo...
      Abraço,

      Haroldo

      Excluir
  2. Como pode querer ser levado a sério um homem que usa pseudo profecias para justificar os seus delírios de teorias de conspiração?! "Últimos dias"? Logo após a morte de Cristo os que se chamavam de cristãos começaram a pregar os "últimos dias" tendo a certeza que eles estavam nos últimos dias. 2000 anos já se passaram, cadê os "últimos dias"? Os "últimos dias" com certeza haverá sim para as seitas cristãs e para todas as outras religiões, pois a história prova que tudo passa... E com certeza a crença dos "últimos dias" deve ser mais um plágio que o cristianismo fez, assim como a crença de céu e inferno que não havia no judaísmo surgindo quando Israel estava sobre o domínio de Roma que copiava a religião e tudo dos gregos. Céu e inferno antes eram os Campos Elíseos e Hades da mitologia grega. Isso é só um exemplo, há muito mais sincretismo. É bom ter um pouco de cultura pra viver na realidade!
    Sobre a Profecia de São Francisco de Assis, se for dele mesmo, quem garante que o coitado não teve visões causadas por esquizofrenia. Aliás você diz crer num livro que ele todo parece ser obra de esquizofrenia...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Caro Eros,
      Agradeço pela crítica construtiva e pelo confronto sincero que você me propõe em seu comentário.
      Saiba, entretanto, que eu passei já do “ponto sem retorno”...
      NADA e nem NINGUÉM neste mundo me fará voltar atrás em minha fé em Jesus e na Sua Palavra. O que você chama de esquizofrenia, eu chamaria de loucura.
      E sua crítica me faz justamente firmar mais o que creio pois, sem o saber, você cumpre literalmente com suas palavras o que a própria Bíblia já nos revelava há quase 2.000 anos, justamente sua medida de tempo.
      Assim, respondo com os próprios textos da Bíblia, e oro a Deus para que seus questionamentos o levem a encontrar verdadeiramente com Jesus, O Cristo, como aconteceu com o Apóstolo Paulo, que também era sincero em suas críticas e perseguições ao evangelho.
      Deus o abençoe!

      II Pedro 2:8 e 9
      “Sabendo primeiro isto, que nos últimos dias virão escarnecedores com zombaria andando segundo as suas próprias concupiscências, e dizendo: Onde está a promessa da sua vinda? porque desde que os pais dormiram, todas as coisas permanecem como desde o princípio da criação”.

      I Coríntios 1:18-21
      “Porque a palavra da cruz é deveras loucura para os que perecem; mas para nós, que somos salvos, é o poder de Deus. Porque está escrito: Destruirei a sabedoria dos sábios, e aniquilarei a sabedoria o entendimento dos entendidos. Onde está o sábio? Onde o escriba? Onde o questionador deste século? Porventura não tornou Deus louca a sabedoria deste mundo? Visto como na sabedoria de Deus o mundo pela sua sabedoria não conheceu a Deus, aprouve a Deus salvar pela loucura da pregação os que creem”.

      Excluir
  3. Eu sempre debato postes, que não tem indicação Bíblica. Posso dizer que gostei muito do seu. Eu sempre olho e observo as coisas. Costuma dizer que agente vive num mundo em que a gente não pode engolir o que nos dão mastigados. Coisas muito grandiosas hoje em dia tem um papel muito importante, acho por exemplo que o fece book não tem essa grandiosidade a toa, fico pensando que já foi mais longe que a palavra de Deus. O papa Francisco é carismático á beça, abriu mão de muitas regalias, anel e crucifixo de ouro, roupas muito robustas, coisa e tal, achei legal inclusive essa postura, pois acho que um dirigente religioso até pode ter algum conforto, mais luxo só se trabalhar pra conseguir, não ás custas de doações. Mas voltei pro meu raciocínio acima, um papa tão diferente pro bem, nesse nosso mundo... fiquei pensando, ele é carismático até com quem não é católico. Enfim, sobre o rapaz aí de cima, houve um tempo em que eu questionava sobre a existência de Deus, eu tenho uma inclinação a igreja evangélica embora não siga, mas me questionei mesmo assim. tem muitas coisas nesse mundo terrível que nos faz questionar, mas oque ta no meu coração não dá pra sufocar: é impossível viver num mundo onde Deus e Jesus Cristo não exista, a idéia já é dolorosa demais. eu sei que Deus não nos mostra tudo, até pq seria muito fácil ter fé naquilo que agente vê e tem provas materiais. um abraço

    ResponderExcluir
  4. Eu, como Católico, tenho o dever de lhe ensinar.
    Os últimos dias começaram com a ascensão de Cristo ao céu e que está assentado (veja bem, assentado e não sentado)a direita de Deus Pai.
    Nenhum Papa pode ser o falso profeta, pois o papa é o apenas o Bispo de Roma, no lugar de Pedro o príncipe dos Apóstolos, titulo dado pelo próprio Cristo.
    As portas do infernos, isto é, as heresias, os erro dogmáticos e doutrinários, (doutrina de Cristo)não estão na Igreja Católica, não fazem parte de sua história, não podem subsistir na Igreja Católica, pois está possui o múnus apostólico dado pelo próprio Cristo.
    Caro amigo se converta a única porta de salvação!
    E pare de acusar os escolhidos do Mestre.

    ResponderExcluir
  5. Caro Luegildo,

    Grato pela resposta.
    Grato por permitir que eu perpetue aqui o princípio do contraditório.
    Mantenho minhas opiniões, mantenho o que creio, mas respeito sua discordância.
    Não me sinto um acusador dos escolhidos do Mestre, pois não considero o Senhor Francisco um destes.
    Deus o abençoe, e leia sua Bíblia!

    SHALOM!

    Haroldo Maranhão

    ResponderExcluir
  6. Obrigada pela palavra!Em um momento difícil de mudanças vc traz a mensagem verdadeira de esclarecimento e, ao mesmo tempo, a palavra de esperança demonstrada com sua fé. Muitos ainda não perceberam que têm que estar preparados para o terrível dia, pois coisas inexplicáveis acontecerão e temos que estar ligados.
    Parabéns pelo blog ! Que Deus continue inspirando-o!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Helena,

      Eu que agradeço pela sua palavra de incentivo.
      Deus abençoe sua vida,

      Haroldo Maranhão

      Excluir
  7. Haroldo, as pessoas que não creem precisam saber disso:
    Em 1917 Nossa Senhora apareceu à três pastorinhos, e deixou três segredos, que já não o são mais. Um deles, e me parece que é o terceiro, era que precisaríamos rezar muito pela humanidade, e que a Rússia fosse entregue à ela, "pra mim, isso significa, levar a palavra de Deus aos russos", pois a Rússia tem repugnância por qualquer tipo de religião.....bom, continuando, que se isso não fosse feito que a Rússia espalharia seus erros pelo mundo, e que o perigo para o mundo partiria dela. O que quero dizer com isso, vejam se isso é coincidência....No dia em que Bento XVI renunciou, um raio caiu sobre a basílica de São Pedro, exatamente às 18:00h, horário local, nós os católicos, sabemos que seis horas da tarde é a hora da Ave Maria, e foi Maria que previu sobre os russos, e Maria é muito importante para Bento XVI. Quatro dias depois 15/02/2013, cai um meteóro, onde....na Rússia, e quem assistir aos vídeos postados na WEB, verá que foi um enorme milagre esse meteóro não ter matado as 1300 pessoas que ficaram feridas com a ferocidade dos vidros estourando, portas e janelas sendo arrancados. Fica aí a pergunta ou melhor a conclusão que cheguei quanto aos fatos, que não podem ser negados, pois tanto o raio na Basílica quanto o meteóro estão cheios de vídeos na WEB, Não será Deus avisando, que, os tempos chegaram, e ai da Rússia se propagar ao mundo as tragédias desse tempo que deve ser de renovação e não de destruição. Ou....é ela a "Rússia" a grande besta do apocalípse. Ou mais...é o Papa Francisco outra Besta, ou um sofredor que assume o Pontificado em meio à enormes tormentos, tanto dentro da igreja, como fora dela ?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. creio ser o papa Francisco um sofredor,ele esta entre a cruz e a espada,o mal e o bem

      Excluir
    2. Acredito que você deveria acreditar em somente um Deus,que è o criador. Onde na Biblia Deus pede para adorarmos outro deus,se o criador nos ensinou a ama-lo e ao teu filho nosso senhor Jesus Cristo. Pois o mesmo pede até mesmo para não sermos amante de ídolos. Então leia a BÍBLIA antes de sair falando asneira,só existe um caminho que nos leva a Deus e é nosso senhor Jesus Cristo e não imagens de barro ou madeira. Fui católico por muito tempo,como me arrependo,hoje sim sou feliz sou CEM POR CENTO JESUS. Leia sobre o nosso Criador e Salvador a verdade está bem em sua mãos é só ler.!!!!!!!!!

      Excluir
    3. A Rússia sempre foi católica ortodoxa desde os tempos dos czares e mesmo quando da URSS. O Estado era ateu, mas as pessoas continuavam com a religião na suas intimidades. O que não são 40 anos de intensa propaganda da guerra-fria não fizeram com os cérebros de pessoas propensas a ser manipuladas. Veja o papa Francisco e o Patriarca Kiril se reunindo depois de 1000 anos de distensão.

      Excluir
  8. Este comentário foi removido por um administrador do blog.

    ResponderExcluir