segunda-feira, 11 de fevereiro de 2013

A RENÚNCIA DE BENTO XVI... E A FRAUDE DA PROFECIA DE SÃO MALAQUIAS?


Observando com um pouco mais de calma a questão da renúncia do Papa Bento XVI, e desejando sinceramente entender os fundamentos da fé na Igreja Católica Apostólica Romana, faço, com todo o respeito, algumas considerações para as quais desejaria, sinceramente, algumas respostas.
Bem fundamentadas...
Senão para mim, para todos os católicos sinceros.
E evangélicos confusos também.
Acho desejável que sejam respostas bíblicas, e não “eu acho”, “eu penso”, “eu não concordo” ou "na minha opinião"... sem fundamentar a resposta na própria Bíblia Católica, a qual eu encontrei facilmente na internet, e vou usar em todos os textos bíblicos que publico neste post.
Ou, claro, na evangélica, na qual creio piamente.
Vou usar em todas as referências que apresento aqui, a Bíblia Católica Online Ave Maria, e espero, sinceramente, que as pessoas possam conferir o que registro aqui em suas Bíblias.
Digo que acho importante usar a Bíblica Católica, por que entendo que embora existam diversas bulas e outros escritos sagrados, aceitos pela igreja, posteriores ao fechamento do Canon das Bíblias Católica e Evangélica, creio sinceramente, que nenhuma bula ou escrito tenha o poder de invalidar o que está registrado na Bíblia...
E penso que os católicos creem na Bíblia deles, assim como nós na nossa...
Embora (talvez nem todos saibam) a diferença é apenas a existência de sete livros a mais na católica que na evangélica, sendo os demais sessenta e seis os mesmos livros...
Aproveito antes para dizer que tenho sérias dificuldades com lideranças conhecidas evangélicas, quando vivem e pregam qualquer coisa contra a Bíblia Evangélica.
Já escrevi sobre isso, inclusive, aqui no Blog, e portanto não proponho um debate religioso...
Entretanto, como não temos um único líder, mas sim, diversos, os erros de alguns líderes não invalidam que existam outros tementes a Deus, e sérios em seus posicionamentos.
Conheço e admiro vários...
Portanto a síntese é que não aceito alguns, e considero e respeito outros tantos...
Incluindo aqui, e principalmente, o líder da igreja que faço parte há anos, a quem respeito como homem de Deus.
Mas como a Igreja Católica tem apenas um único líder, o Papa, ouso tratar deste assunto à luz da Bíblia Católica, na esperança que católicos sinceros consultem suas Bíblias e busquem a verdade com mais precisão.
Minha primeira consideração diz respeito ao fato de que o Papa renunciar ao papado baseado em cansaço ou sentimento de impossibilidade física de realizar seu ministério a contento contraria o texto bíblico.
Afinal, sendo ele é o sucessor de Pedro, e se este é um dom dado por Jesus, pessoalmente, este dom é irrevogável!
Sabia?
Poderia colocar ainda mais peso pelo fato de que o Papa é aceito pela Igreja Católica como infalível, e representante de Deus na terra, se não estou equivocado.
Em assim sendo, ele recebeu tremendo dom, não?
Em tese, o maior de todos...
Com isso em mente, vamos consultar o ensino do Apóstolo Paulo, em Romanos 11:29 na Bíblia Católica Online Ave Maria:

"Pois os dons e o chamado de Deus são irrevogáveis".

Assim sendo, o dom e o chamado dado ao Papa, segundo a Bíblia Católica, não pode ser revogado e, óbvio, renunciado.
Acabo de ver no Jornal Nacional (que não é infalível) a divulgação da informação (que precisa ser confirmada), de, pior ainda, que entre os motivos da renúncia do Papa estariam pressões políticas dentro do Vaticano...
Como é possível que algo assim aconteça se sua função é dada por Deus?
Além disso, em outro texto da Bíblia lemos que que quem abandona o arado, não é digno ou apto para o Reino de Deus!
Poderia pegar outros textos sobre o fato que não podemos deixar a carreira...
Em Hebreus 10:35 a 39, vemos que não devemos desfalecer!

Não percais esta convicção a que está vinculada uma grande recompensa, pois vos é necessária a perseverança para fazerdes a vontade de Deus e alcançardes os bens prometidos. Ainda um pouco de tempo - sem dúvida, bem pouco -, e o que há de vir virá e não tardará. Meu justo viverá da fé. Porém, se ele desfalecer, meu coração já não se agradará dele. Não somos, absolutamente, de perder o ânimo para nossa ruína; somos de manter a fé, para nossa salvação!

Quem é chamado por Deus, não pode se aposentar.
Paulo, por exemplo, foi até o fim...
Pedro, até ser crucificado de cabeça para baixo... até a morte.
O mesmo fez João Paulo II, em meio a enfermidade e sofrimentos muito maiores que Bento XVI...
Se ele pode se aposentar ou abandonar a função por questões físicas ou de saúde, o faz baseado em qual texto bíblico?
Faço esta pergunta com todo o respeito, e com toda sinceridade...
Por que veja que ,no contexto do texto de Lucas 9:62, vemos que Jesus censura as pessoas que, alegando outras atividades ou motivos, não prosseguem no seu chamado!

Mas Jesus disse-lhe: Aquele que põe a mão no arado e olha para trás,
não é apto para o Reino de Deus.

Isso incluiria cansaço, enfermidade ou idade?
Não há base bíblica para isso...
Se o Papa pôs a mão no arado, alguns anos atrás, não deveria poder tirar a mão, até ser recolhido por Deus...
Mas vamos ao ponto principal, meu argumento central deste post.
Ao renunciar ao denominado "Trono de Pedro", o Bento XVI nos leva a uma questão ainda mais importante, que afeta, e muito, todos que estão entendendo o tempo em que vivemos, pois abre espaço para emergir no cenário e imaginário de todos, a famosa profecia de São Malaquias.
Até agora, eu trabalhava com a informação de que São Malaquias, bispo de Armagh, que viveu no século 12, era o autor de importante relato profético, bastante assertivo, acerca de pouco mais de uma centena de papas até Bento XVI, e o próximo, que seria o último, Petrus Romanus.
Sim, pois como a maioria já sabe, ele apontou claramente o fato de que após Bento XVI, o próximo Papa será, supostamente, o que cumprirá seu papado durante o fim do mundo!
Aí, pergunto...
Se Santo, sua profecia seria verdadeira.
Se sim, deveria ser acatada na sua literalidade, e, por este motivo, eu esperaria ver, consistentemente, a Igreja Católica pregando resoluta, o fim do mundo iminente, o arrebatamento da Noiva em breve, e a volta gloriosa de Jesus de uma maneira ampla e aberta, fundamentada, claro, nos textos da Bíblia que dizem crer.
Os quais já li e conheço todos!
Não é assim?
Se cremos ou sabemos que estamos às portas do Fim dos Tempos, temos que pregar o fim...
Como tenho feito, dentro do que me é possível, entre outras formas, neste espaço...
Imagine se a Igreja Católica acreditasse efetivamente na profecia de São Malaquias?
Teriam mais motivos para pregar, e tremendos recursos e influência para sacudir o mundo...
Se não o fizessem, deveriam revogar a profecia dele, e desqualificar a santidade do santo...
Afinal, se santo, o que ele escreveu, seria uma verdade recebida de Deus, que harmonizaria com todos os textos bíblicos sobre os tempos do fim, e os complementaria com a indicação precisa do período do papado do último Papa...
Concorda comigo?
Ou não?
Se ele falou da parte de Deus, o fim estaria próximo...
Assim sendo, diria que a Igreja Católica deveria apresentar uma resposta completa à humanidade sobre o tema, posta que infalível...
E deveria também nos esclarecer se santos falam da parte de Deus ou não...
E este seria meu conteúdo deste post...
Até que agora a pouco receio de um querido amigo, um link do UOL, que publico aqui, em que já aparece uma desqualificação da igreja da agora “suposta profecia de São Malaquias”, que na verdade, não escreveu nada!
Que este texto ficou por décadas "perdido" nos arquivos do Vaticano...
Mas que, na verdade, foi escrita por um “falsário” chamado Alfonso Cecarelli...
Agora, PASMEM TODOS!
Um falsário escreve uma profecia em que acerta muito sobre eventos futuros distantes...
Sua profecia fica guardada no Vaticano.
Mas agora sabemos que o Malaquias, que é o santo, não é profeta.
E o profeta é Cecarelli, que não é santo, mas falsário...
Falsário, mas acerta em suas profecias!
Profecias da sua imaginação, para influenciar um conclave...
Você acredita realmente nisso tudo?
Aliás, eu pergunto agora: que fazer com tudo isso?
Um movimento para canonizar o “falso profeta” que acerta nas profecias?
Bem, meus amigos, respeitosamente repito... o que fazer com tudo isso?
Com todo o respeito, NADA.
Sugiro, sinceramente, que católicos, evangélicos, e todos em geral, que creem ser a Biblia a Palavra de Deus, conheçam o que a Bíblia diz sobre o fim.
Basta de enganos, de confusões, de terceirizar nossa necessidade da verdade sobre o fim!
Digo isso, por que existem diversos sinais que estão diante de nós.
Este Papa será o último?
A meu ver sim, mas não pelo São Malaquias, “São” Alfonso Cecarelli ou quem quer que seja, mas, sim, pela revelação escrita das palavras de Jesus, Paulo, Pedro, João, Isaías, Daniel, Zacarias, Davi, e tantos autores bíblicos que falaram da parte de Deus acerca dos sinais que veremos perto do fim.
E em meio a tudo isso, minha pergunta é...
Em que você crê, ou ainda, em quem você crê?
É tempo de você conhecer a sua Bíblia, católica ou evangélica, para não ficar mais confuso em um tempo de tanta confusão plantada propositadamente.
E ainda mais virá... é bíblico!
Que Deus nos ajude...

SHALOM!

Haroldo Maranhão

10 comentários:

  1. Haroldo, sabemos dessa profecia de "São Malaquias" pela internet. Então, há grande probabilidade de ser uma fraude com menos de 10 anos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. http://www.youtube.com/watch?v=6CiKd6hcPx0

      Excluir
  2. Caro Carlos, leia a matéria do UOL.
    Nós ficamos sabendo agora, mas ela é bem mais antiga...
    Mas, na verdade, à luz da Bíblia, pouco importa!
    Deus abençoe, e grato pelo comentário.
    Haroldo Maranhão

    ResponderExcluir
  3. Pr Haroldo, acompanho seus posts há algum tempo, sempre batendo com outras fontes e, principalmente, a Bíblia. Sinceramente, o sr é um dos poucos sóbrios q eu encontrei. Mas indo ao ponto principal de meu comentário, confesso que gelei com a notícia da renúncia do Papa, pois vai de encontro com TUDO que temos estudado. A profecia de São Malaquias serve apenas para a Bíblia e confirmarmos a verdadeira profecia, que diz que nos últimos dias haverão vários enganos... Assim como temos, por exemplo, a teoria dos adventistas que acreditam que o Papa será o anticristo, ou nos que acreditam que o anticristo é Ba Hai... Disso tudo, a única coisa que eu sei é que o verão está próximo, vejo isso pelas folhas das árvores... Mas para atiçar um pouco mais as especulações, gostaria de chamar a atenção para dois pontos:
    1- a divulgação da renuncia em pleno carnaval... Para causar pouco impacto? Algum motivo ocultista? Que o Vaticano está afundado em ocultismo não é mais nenhum segredo. Assim como algumas lideranças evangélicas estão afundadas em capitalismo, não ignoro isso. Porém acho que deve ser consoderado esse fato.
    2- "Teremos o próximo Papa até a Páscoa", diz o Vaticano. Doiseventosimportantíssimos em escala mumdial para promover o novo(e último
    ?)Papa?)

    ResponderExcluir
  4. Apenas completando, A páscoa e os JMJ. Teremos grandes prodígios? E milagres? Fiquemos de olho, mas tbm em oração... Certo é que logo logo entraremos nos "7 minutos de acréscimo".
    Graça e Paz!
    Luciano.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Grato Luciano, por acompanhar o Blog.
      Pensando na visão oculista, o anuncio foi feito de forma pensada e escolhida no dia 11... Número auto explicativo..
      Quanto à Páscoa nada mais apropriado... Data também escolhida a dedo.
      O que me incomoda é aquela webcam 24 horas por dia sobre o estranho caixão do João Paulo II...
      Deus abençoe,

      Haroldo Maranhão

      Excluir
    2. E vi subir da terra outra besta, e tinha dois chifres semelhantes aos de um cordeiro; e falava como o dragão.
      E exerce todo o poder da primeira besta na sua presença, e faz que a terra e os que nela habitam adorem a primeira besta, cuja chaga mortal fora curada.

      Apocalipse 13:11-12
      por isso as câmeras estão focadas para o caixão do papa João Paulo 2
      o significado de besta quer dizer rei, ou seja a partir de 1929 o Vaticano virou reino e o pio 11 já era papa desde 1922 então ele não era um legitimo rei pois depois de sete anos foi que ele passou pelo reinado para Deus ele considera rei quando a pessoa é ungida como rei desde seu primeiro dia de reinado ou melhor ainda todos sabem que Deus ungia um rei antes mesmo do outro rei morrer, por isso ele não considerava o pio 11como rei, quando ele morreu em 1939 ai sim assumiu o primeiro rei do Vaticano de verdade que foi pio 12
      ai vai a lista dos reis
      Bento XVI (Joseph Aloisius Ratzinger, abril 2005/fevereiro 2013): Oito anos de pontificado. De nacionalidade alemã, foi o "Papa teólogo", considerado um grande intelectual e conhecedor profundo dos dogmas. Surpreendeu ao anunciar sua renúncia - um ato sem precedentes em sete séculos - alegando "falta de forças". Recebeu o título de "Papa emérito" e coabitará no Vaticano com seu sucessor.

      - João Paulo II (Karol Jozef Wojtyla, outubro 1978/abril 2005): 26 anos. Primeiro Papa não italiano desde Adriano VI (século XVI) e o único Papa polonês. Seu pontificado foi um dos mais longos da história.

      - João Paulo I (Albino Luciani, agosto 1978/setembro de 1978): morreu subitamente 33 dias após a sua eleição.

      - Paulo VI (Giovanni Battista Montini, junho de 1963/agosto de 1978): 15 anos. Nomeou cardeais seus três sucessores.

      - João XXIII (Angelo Giuseppe Roncalli, outubro 1958/junho 1963): Cinco anos. Foi o artífice do Concílio Vaticano II, que renovou a Igreja.

      - Pio XII (Eugenio Pacelli, março de 1939/outubro de 1958): 19 anos. Foi Papa durante a Segunda Guerra Mundial e foi acusado por historiadores e pela comunidade judaica de permanecer em silêncio frente ao Holocausto nazista.

      - Pio XI (Achille Ratti, fevereiro 1922/fevereiro 1939): 17 anos. Enfrentou a eclosão do comunismo e do fascismo na Europa.
      contando de pio 12 até o papa Francisco veremos que bento 16 que é o sexto papa
      por isso que fala que E a besta que era e já não é, é ela também o oitavo, e é dos sete, e vai à perdição.
      Apocalipse 17:11 então nunca fala que um papa iria ressuscitar e sim que ele era e já não é mais voltará, o que significa que tá falando em renuncia
      E foi-lhe concedido que desse espírito à imagem da besta, para que também a imagem da besta falasse, e fizesse que fossem mortos todos os que não adorassem a imagem da besta.
      Apocalipse 13:15 este vai ser o papel do João Paulo segundo, pois o Dragão que é satanás não tem poder para dá a vida a ninguém ele só pode se personificar.

      Excluir
  5. Vou me meter um pouco no assunto (um pouco atrasado mas ta valendo rsrsrsrs).
    Eu nos anos de 2004 e 2005 quando estava entrando na Igreja Adventista do sétimo dia, pesquisei muito sobre a profecia do apocalipse 17 ao qual fala da mulher montada na besta (roma papal) e os sete reis (7 papas a partir de 1929).
    Eu estudei muito essa profecia, na minha Igreja alguns aceitavam, mas a direção da Igreja não aceita até hoje essa interpretação, mas a relação entre os 7 últimos papas com as 7 cabeças da besta apocalipse 17 são incríveis.
    Essa história de que as profecias de Malachias seria uma farsa dizem ter sido montado no próprio Vaticano para desqualificar a profecia, mas ela se cumpriu até agora com exatidão só falta agora o 112º papa aparecer.
    Mas eu pesquisando todas essas profecias seja do Malachias, do monge de Pádua como também a do apocalipse 17 cheguei a conclusão de que existe algo de muito verdadeiro por trás disso tudo, e o papa não renunciou por questão de saúde ou idade.
    Vendo o noticiário hoje o papa criticou a Igreja E disse que ela esta dividida então acredito que uma crise na Igreja se aproxima, se o próximo papa for mesmo o último (eu creio que será) ele não virá sem que antes tenha uma crise na Igreja e no mundo, pois o lema maçom é: A ORDEM ATRAVÉS DO CAOS.
    Como disse a meus amigos agora só resta esperar, porque se for verdade irá acontecer e muito em breve....

    ResponderExcluir
  6. Graça e PAZ a todos. Bem, sem querer gerar polêmicas, mas vou falar algo sobre o Apoc.17.7.8. Bem, A besta ira subir do abismo, e as pessoas cujo o nome que não estão no Livro da vida, não terão conhecimento sobre as professias de: Jesus, Daniel, João, porque não conhecem e não buscam a Deus. Pois bem, estas pessoas irão se admirar pelo seu ressurgimento. Quem vai voltar? Quem era conhecido aponto das pessoas o glorificarem? O terem como embaixador de Cristo? Que usa nome de Blasfêmias? E se fosse o Joao Paulo II? E porque não? Vendo a besta que era e já não é, mas que virá! Só sei de uma coisa, ele vai fazer grandes feitos. Porém, o meu Salvador que venceu a morte, vai derrotar este satanás de vez. E nós vamos habitar com o altissimo para sempre. Sei que seremos perserguidos, e pela própria igreja romana. E isto já começou. Basta olharmos com critérios as artemanhas com quem tem se posicionados estrategicamentes. Mas só enganam a ELES. Pois os Eleitos, tem buscado na palavra Santificassão, sem ao qual não veremos a DEUS. Abraço, e Vigiai e Orai, porque Jesus está voltando!

    ResponderExcluir
  7. É o seguinte o verdadeiro Papa ainda é o Bento XVI, mesmo renunciado e sendo chamado de Papa emérito, pq como eles dizem essa missão do papado é até a morte e esse Papa Francisco que é o seu sucessor podemos dizer que é um falso Rei. Pq ainda o verdadeiro Papa ainda é o Bento XVI, pelo menos enquanto ele estive vivo ai sim depois de morto é que vem o Petrus Romanus.

    ResponderExcluir