quinta-feira, 28 de junho de 2012

MAIS SOBRE 9 DE AV...


Bem amigos deste BLOG,
Acabo de receber este email do meu amigo Apóstolo Arles, com este estudo do Pastor F.M. Riley, um dos maiores estudiosos em profecia dos Estados Unidos.
O estudo dele é tremendo...
Tão tremendo, que traduzi e estou publicando aqui.
Ele não está marcando datas...
Como eu também não estou...
Mas como ele está trazendo a luz algo importante para reflexão, com mais informações sobre o interessante dia  9 de Av, optei por publicar.
Pegue sua Bíblia, segure a respiração e...
Vamos juntos...

Ligando os pontos
                                                                               Pr FMRilley                                                                            

“Porque a graça de Deus, que manifestou, trazendo salvação a todos os homens, ensinando-nos que, renunciando à impiedade e às paixões mundanas, vivamos sóbria, justa e piedosa, neste mundo; Procurando bem-aventurada esperança e a manifestação da glória do nosso grande Deus e Salvador Jesus Cristo; Que se deu por nós, a fim de remir-nos de toda iniquidade, e purificar para Si um povo peculiar, zeloso de boas obras. Fala estas coisas, exorta e repreende com toda autoridade. Ninguém despreze a ti."
Tito 2:11-15.

 Introdução
A cada dia que passa mais e mais peças do quebra-cabeças profético estão entrando no lugar, esclarecendo o cenário do fim dos tempos para os verdadeiros crentes, os que estão seriamente estudando a Palavra profética, exatamente como predita em Daniel 12:4.
A declaração feita em Tiago 5:8 nunca foi mais atual e verdadeira do que é, por certo neste momento: "Sede vós também pacientes, fortalecei os vossos corações: pois a vinda do Senhor está próxima."
Glória a Deus!
Neste breve estudo quero apresentar aos meus leitores uma sequencia de eventos que eu pessoalmente sinto estão diretamente conectados. Mas vou deixar nossos leitores decidirem por si mesmos.     

Ponto n º 1
Cerca de 2.000 anos atrás, o apóstolo Pedro, em Atos 2, referiu-se a profecia de Joel 2:28-31, ao falar para o povo judeu que se reuniu em Jerusalém no dia de Pentecostes. Pedro especificamente declarou em Atos 2:17: "E acontecerá nos últimos dias, diz o Senhor, que derramarei do meu Espírito sobre toda carne: vossos filhos e vossas filhas profetizarão, vossos jovens terão visões, os vossos velhos terão sonhos. "
Por favor, preste atenção ao contexto. Pedro estava pregando ao povo judeu e, nesta citação da profecia de Joel, o texto é sobre o povo judeu. Isso não é difícil de ver se as pessoas prestarem atenção ao que estão lendo. Na transliteração da profecia de Joel, Pedro, muito especificamente, previu que "nos últimos dias" haveria "homens velhos" entre os israelitas que "sonhariam sonhos." Será que isso aconteceu? Nossos leitores podem decidir.

Ponto n º 2
Alguns de nossos leitores estão familiarizados com a vida do rabino Yitzhak Kaduri, o velho rabino judeu, que passou desta vida em 2006, com a idade de 113 anos. Este foi o ano judaico de 5766. Antes de seu falecimento, ele afirmou que, em um sonho, o Messias de Israel tinha chegado até ele e se revelou a ele. Ele disse aos outros Rabinos de Jerusalém, e de outras partes do mundo, que ele sabia que o Messias o havia encontrado pessoalmente com ele em seu sonho, e falado com Ele. O Rabino Kaduri disse então que havia deixado uma carta para ser aberta após sua morte. Essa carta iria revelar o nome do Messias e outras informações importantes que o Messias tinha dado a ele. A carta foi deixada na posse de seu filho, e, se bem me lembro, houve um tempo designado depois de sua morte, quando a carta devia ser aberta. Enfim, a carta foi aberta na hora designada e foi um choque para o filho do Rabino, que ele hesitou em revelar o conteúdo da carta, mas finalmente o fez. Na carta, o velho rabino afirmou que o nome do Messias de Israel era "Yeshua", Aquele a quem os cristãos chamam de "Jesus". Essa revelação foi um choque para os rabinos em Jerusalém e em outras partes do mundo. Ele criou um grande alvoroço entre os rabinos. Lembre-se que há 2.000 anos, os rabinos do povo judeu tinham mentido sobre a ressurreição do Senhor Jesus Cristo (Mateus 28:11-15), se recusaram a acreditar nele, e fizeram tudo o que podiam fazer para desacreditá-lo nos olhos de seu próprio povo. Lembre-se também que o Senhor Deus disse explicitamente o povo judeu há séculos: "Quanto ao meu povo, crianças são os seus opressores, e mulheres regem sobre eles. Ó meu povo, os que te guiam te enganam, e destroem o caminho das tuas veredas" Isaías 3:12.
É de se admirar que haverá um grande "luto" em Israel e entre o povo judeu quando o "remanescente" de Israel, finalmente, aprender que o Messias é, realmente, uma verdade que esses rabinos intencional e deliberadamente esconderam deles nos últimos 2.000 anos?
Leia Zacarias 12:10-14 e 13:6. Nossos leitores certamente pode imaginar o choque que foi para estes rabinos judeus, quando o rabino mais honrado e respeitado em todo o mundo até sua morte, disse-lhes em sua carta final que o nome do Messias judeu é "Yeshua", sobre quem os rabinos judeus têm mentido e negado durante séculos. Quando leio estes relatos sobre o velho rabino, eu não apenas me alegro que esta informação tinha sido tornada pública, como também imediatamente sou grato por isso ter sido revelado neste momento particular da história. Pense nisso! A "semente" já foi semeada entre os rabinos judeus que resultarão em 144.000 deles se voltando para Cristo imediatamente após o início da Tribulação quando eles ouvirem "o Evangelho do Reino" ser proclamada por Deus através das "duas testemunhas." Glória a Deus! Aleluia! Louvado seja o Senhor! Obrigado, Senhor Jesus!
No entanto, isso não é tudo o velho rabino revelou em sua última carta ao seu povo. Ele especificamente informou que ele perguntou ao Messias em seu sonho:
"Quando você vai voltar?"
Ele afirmou que o Messias disse que ele voltaria no mês de Av do ano judaico 5772.
Ele não deu ao velho rabino a data exata, mas disse-lhe para "dizer ao povo!" Wow! Glória a Deus! Gente, no calendário judaico, este ano é o ano judaico de 5772.
O ano judaico de 5772 começou em Rosh Hashaná, o primeiro dia do 7 º mês do calendário judaico em 2011.
Mas, então, quando é que o mês de Av começa? O mês de Av é o quinto mês do ano judaico e começa em julho, em  19/20 do presente ano de 2012, menos de 30 dias a partir de agora. Listei ambas as datas, porque cada novo dia judaico começa ao pôr do sol como os judeus religiosos calculam o tempo.
No dia 20 de julho é realmente o primeiro dia de Av no calendário judaico.  Agora, antes que qualquer leitor jogue tudo isso de lado como loucura, lembre-se da profecia de Pedro, “os vossos velhos sonharão”, em Atos 2:17.
O rabino mais antigo e respeitado no mundo Judaico teve esse sonho antes de morrer, e então revelou estas coisas ao povo judeu em sua carta final.
É uma "coincidência", ou há uma conexão?
Vou deixar nossos leitores decidirem.

Ponto n º 3
Como muitos dos nossos leitores lembram o furacão Katrina, causou grande destruição em grandes áreas de Nova Orleans e da região do Golfo em 2005. Como muitos se lembram, algo muito importante estava acontecendo em Israel naquela época.
Não se lembra? Bem, deixe-me refrescar a memória dos nossos leitores. Sob pressão direta dos Estados Unidos da América para trocar "terra por paz", as Forças de Defesa de Israel, sob ordens do governo de Israel, começaram a expulsar todos os judeus da Faixa de Gaza. Muitos dos judeus expulsos viviam em suas terras e em suas casas, já desde quase a virada do século passado. No entanto, eles foram literalmente forçados a deixar suas terras e casas, alguns delas sendo arrastados para fora de suas casas, gritando e implorando por misericórdia, mas a misericórdia não foi estendida a qualquer um deles.
Pense nisso!
Qual foi a "data", quando os processos de despejo começaram na Faixa de Gaza?
O total de expulsões injustas começou no dia 29 de Tamuz no calendário judaico.
E naquele exato dia, uma "depressão tropical" começou a se formar no Oceano Atlântico, na costa leste da América.
Cinco dias depois, bateu em New Orleans, Louisiana como o furacão Katrina, causando um dos piores desastres de furacão a atingir os EUA em todos os tempos. Milhares de americanos foram forçados a fugir para o norte para salvar suas vidas.
Centenas de pessoas morreram!
Destruição em massa ocorreu com muitas das residencias de Nova Orleans, e pessoas em outras áreas da costa do Golfo perderam suas casas e negócios.
Gente, Gênesis 12:3 ainda está na Bíblia!
E em Naum 1:3, lemos explicitamente que: "O Senhor é tardio em irar, e grande em poder, e não a inocenta o culpado: o Senhor tem o seu caminho no turbilhão e na tempestade, e as nuvens são o pó dos seus pés."
Ainda hoje vemos pessoas que ainda são tão desinformadas que têm a ousadia de dizer que não houve ligação entre o despejo forçado, altamente injusto desses colonos judeus da Faixa de Gaza e o despejo forçado de milhares de pessoas norte-americanas de Nova Orleans e toda a região do Golfo. Lembro aos leitores que não gostam do que eu disse aqui que Gálatas 6:7-8 ainda está na Bíblia, e os princípios estabelecidos nessa passagem se aplica às nações tão bem como ele faz para as pessoas.
Se você quiser ficar com raiva de alguém, então direcione sua raiva para Washington DC.
Eu não fiz nada, além de falar a verdade.
Deus é minha testemunha!
Mas eu não terminei ainda!
Está se aproximando 19 julho, que é o dia 29 de Tamuz no calendário judaico, o dia anterior do primeiro dia de Av.
O que isto significa é que no dia 19 de julho deste mês que vem se completarão exatamente sete anos do dia da expulsão dos colonos judeus em Gaza e de que a tempestade tropical Katrina começou a se formar no Oceano Atlântico.
Sete anos até o dia anterior ao primeiro dia de Av!
E o velho rabino judeu afirmou que o próprio Yeshua havia pessoalmente lhe dito que ele iria voltar durante o mês de Av neste ano de 2012!
Pense nisso! Vamos ficar de olho bem  abertos.

Ponto n º 4
Qualquer estudante sério da Bíblia deve saber que o dilúvio que ocorreu nos dias de Noé foi um tipo do período de tribulação. O próprio Senhor destacou esta verdade quando falou do período da "Grande tribulação, como tempo como nunca houve desde o princípio do mundo até agora, nem nunca haverá jamais", (Mateus 24:21), e, em seguida, no mesmo capítulo o Senhor também disse: "Mas como foi nos dias de Noé, assim será também a vinda do Filho do homem ", (Mateus 24:37).
A palavra grega traduzida como "vinda" no versículo 37 e novamente no verso 39, neste capítulo, é a palavra, "parousia".
Esta palavra aparece repetidamente ligada com o arrebatamento dos crentes da Nova Aliança no Novo Testamento.
Ele não está falando da volta do Senhor no fim da Tribulação.
Agora vamos olhar para "os dias de Noé" que precedem o dilúvio.
Em Gênesis 7:4 o Senhor Deus declarou explicitamente: "Porque ainda em sete dias, farei chover sobre a terra".
Então, em 7:10 a Escritura afirma explicitamente: "E aconteceu que depois de sete dias, as águas do dilúvio caíram sobre a terra."
É a partir destas duas passagens que a maioria dos crentes afirma que Deus deu a Noé um aviso sete dias .
Na verdade, o Senhor deu a Noé um aviso de sete dias, mas, no entanto, havia mais de sete dias envolvidos.
Se as pessoas prestarem atenção ao que estão lendo, esta verdade é muito óbvia.
Deixe-me defini-lo diante dos nossos leitores em uma outra forma.

Dia Um    -      O Senhor deu a Noé o aviso de sete dias, Gênesis 7:4.
Dia Dois  -       O 1 º dia dos sete.
Dia Três  -       O 2º dia dos sete.
Dia Quatro -   O 3 º dia dos sete.
Dia Cinco -      O 4º dia dos sete.
Dia Seis -         O 5º dia dos sete.
Dia Sete -        O 6º dia dos sete.
Dia Oito -        O 7º dia dos sete.
Dia Nove -      O dia em que Noé entrou na arca e o dilúvio começou, Gênesis 7:10.

Sim, eu estou bem ciente de que é comumente ensinado e repetido várias vezes que Noé entrou na arca sete dias antes do dilúvio começar. Mas não há uma palavra de verdade nessa afirmação tola, não importa quem diga ou quantas vezes seja repetida.
O próprio Senhor Jesus Cristo disse explicitamente: "Mas como foi nos dias de Noé, assim será também a vinda do Filho do homem. Porque, assim como nos dias anteriores ao dilúvio, comiam, bebiam, casavam e davam em casamento, até o dia em que Noé entrou na arca, e não sabiam até que veio o dilúvio e os levou a todos, assim será também a vinda do Filho do homem", Mateus 24:37-39.
O Senhor afirma claramente que, a maldade do mundo perdido descrente, deu certo "até o dia em que Noé entrou na arca." Nesse mesmo dia o dilúvio veio demonstrando aos ímpios que  toda a sua folia tinha chegado a um ponto insuportável. Se os nossos leitores a tomarem tempo para estudar cuidadosamente as palavras hebraicas traduzidas como "dilúvio" e "chuva" em Gênesis 6 e 7, em um léxico hebraico bom, verão que é óbvio que a "chuva" que o Senhor Deus mandou sobre a terra era não uma chuva normal.
Pelo contrário, foi um "dilúvio" absoluto, que caiu dia e noite, durante quarenta dias.
Sem nunca ter sequer visto a chuva cair do céu anteriormente [Gênesis 2:5-6], os ímpios na terra devem ter ficado absolutamente apavorados com a enxurrada de água que caiu sobre a terra a partir do céu.
Sua maldade chegou a um fim abrupto desse dia, no "mesmo dia" que Noé entrou na Arca.
Esta verdade é verificada uma segunda vez pelo Senhor em Lucas 17:26-30: "E como foi nos dias de Noé, assim será nos dias do Filho do homem. Comiam, bebiam, casavam, davam-se em casamento, até o dia em que Noé entrou na arca, e veio o dilúvio e os destruiu a todos. Da mesma forma [da mesma forma ou maneira] também como foi nos dias de Ló: Comiam, bebiam, compravam, vendiam, plantavam e edificavam; Mas no mesmo dia em que Ló saiu de Sodoma choveu fogo e enxofre do céu e os consumiu a todos. Assim será no dia em que o Filho do homem se revelar."
Essas passagens deixam bem claro que Noé entrou na arca no dia exato em que o dilúvio começou, o que, conforme estabelecido acima, foi o nono dia após o Senhor Deus ter lhe dado o aviso.
Em outras palavras, o Senhor Deus avisou Noé, e depois de mais sete dias interveio, e, no nono dia que Noé entrou na arca, o dilúvio começou.
Sim, eu estou trabalhando um ponto importante!
Eu quero que nossos leitores compreendam esta realidade importante, tendo em vista o que estou prestes a apontar.
O Senhor Deus deu a Noé um aviso sete dias, assim como já afirmei e está ilustrado acima.
Qualquer bom estudante da Bíblia deve estar familiarizado com o princípio bíblico de um ano por um dia, pois este princípio está estabelecido vários lugares nas Escrituras.
Veja Números 13:25 e 14:34 para um exemplo. Outro exemplo é encontrado em Ezequiel 4:4-6.
Agora, será que é apenas "coincidência" que a partir do dia 29 de Tamuz no calendário judaico em 2005 [5765 - o ano judaico] para o dia 29 de Tamuz, em 2012 [5772 - o ano judaico] é de sete anos para um dia?
Será que o Senhor Deus do Céu deu, graciosamente para a humanidade, e para os crentes da Nova Aliança, em particular, um "aviso de sete anos," assim como ele deu a Noé um "aviso de sete dias?"
Olá!
Ou é apenas "coincidência" que este período de sete anos termina exatamente no último dia de Tamuz, com o dia seguinte, sendo o 1 º dia do mês de Av?
E será que é então uma "coincidência" que, em sua carta, o velho rabino tenha afirmado claramente que o Messias Senhor de Israel voltaria no mês de Av no ano de 5772, exatamente este ano que estamos vivendo agora?
Não existe uma conexão?
É tudo isso apenas "coincidência"?
Não, eu não sou terminei ainda!

Ponto n º 5
Agora, aqueles dentre nossos leitores que têm um calendário judaico precisa olhar com atenção.
Mas primeiro, lembre-se que o dia 9 de Av é referido pelo povo judeu como "Dia da Destruição" porque esse é o dia em que ambos seus templos anteriores foram destruídos pelos exércitos invasores da Babilônia e Roma respectivamente.
E é também por causa das muitas coisas terríveis que aconteceram com o povo judeu através dos séculos neste dia exato. Gostaria de lembrar aos nossos leitores que foi no dia 9 de Av que os exércitos de Saddam Hussein no Iraque [antiga Babilônia] invadiu o Kuwait em 1990, e desencadeou uma sequência de eventos no Oriente Médio que ainda está acontecendo até à presente hora.
Desde o dia 9 de Av de 1990, para o dia 9 de Av em 2012, são exatamente 22 anos.
O número "22" é o número bíblico que significa "luz, para ver, discernir, compreender."
Este significado será especialmente importante quando os crentes da Nova Aliança contemplarem o rosto do nosso precioso Salvador e Senhor no arrebatamento de Seu povo, mas também será importante para os judeus descrentes, que serão deixados na terra após o arrebatamento, quando finalmente vão ver e entender que as profecias da Palavra do Senhor são verdadeiras, e que se encontram no período da terrível tribulação.
gora olhe para a atual situação política e militar no Oriente Médio. As nações do Oriente Médio estão armadas até os dentes e são "sentados em uma bomba-relógio" que está pronta para explodir em uma guerra quente, a qualquer minuto.
Em vista da atual situação no Oriente Médio, qual poderia ser o momento mais adequado para as nações do Oriente Médio explodirem em uma guerra, do que no dia 9 de Av?
Pense nisso!
Mas há outro cenário (tipo?)
Este aqui é ainda mais importante para os verdadeiros crentes da Nova Aliança.
Olhe atentamente para o seu calendário!
Eu indiquei que o "aviso de sete anos" termina em 19 de julho no dia 29 de Tamuz.
No dia seguinte é o dia 1 º de Av.
Agora não é preciso ser um neurocirurgião ou um cientista para descobrir que são exatamente nove dias a partir do dia 1 º de Av até o "Dia da Destruição" segundo a cultura judaica, no dia 9 de Av.
Gente, Noé recebeu um aviso de sete dias, mas, no entanto, o alerta foi dado com nove dias de antecedência antes do início da enchente.
O dilúvio foi um tipo do período de Tribulação.
Noé entrou na arca da segurança no nono dia depois de ter sido avisado, no dia em que o dilúvio começou.
Será que os nossos leitores ligaram os pontos?

Conclusão
[1] Pedro disse que "nos últimos dias" velhos entre os judeus “sonhariam sonhos."
[2] O rabino mais antigo e mais respeitado entre o povo judeu teve um "sonho" em que o Messias de Israel revelou-se a ele e lhe deu o Seu nome e informações importantes sobre seu retorno.
[3] O velho rabino revelou o nome do Messias judaico como "Yeshua," o Senhor Jesus Cristo, a quem nós, cristãos, amamos e servimos como nosso Salvador e Senhor.
[4] O velho rabino também revelou o tempo de retorno do Senhor como sendo o mês de Av do ano judaico 5772.
[5] O Senhor Deus deu a Noé um aviso de sete dias antes do julgamento do dilúvio, no nono dia antes do dilúvio realmente começar.
[6] Noé entrou na arca, em segurança, no dia em que o dilúvio começou.
[7] Vai ser exatamente no dia em que se completam sete anos desde o início da expulsão dos judeus da Faixa de Gaza até o último dia de Tamuz no dia 19 de julho.
[8] O 1 º dia de Av é em 20 de julho.
[9] A partir de 20 de julho até 28 de julho são nove dias.
[10] 28 de julho é o dia 9 de Av, "Dia da Destruição", como considerado pelos judeus.
[11] O dia 9 de Av parece ser o momento ideal para o período da Tribulação começar.
[12] Se o período da Tribulação deve começar neste dia, o arrebatamento do povo de Deus também vai ocorrer no mesmo dia, todos no mês de Av no ano 5772 no calendário judaico exatamente como o velho rabino relatou em seu "sonho".
Pense nisso!
Estou agora marcando uma "data" para que o arrebatamento ocorra?
Absolutamente não!
Estou relatando fatos que podem ser facilmente documentados por qualquer leitor.
Eu acredito que o Senhor Deus tenha graciosamente trazido esses fatos ao meu conhecimento.
E como o Senhor Deus disse ao velho rabino para "dizer às pessoas", assim também eu já estou dizendo aos nossos leitores.
Eu não sei se todos os eventos de significado profético reais venham a ocorrer nessas datas estabelecidas ou não. Mas com certeza parece-me que o que eu pus diante de seus olhos neste estudo está ligado ponto a ponto.
Se a conexão está realmente lá, então como poderia tudo isso ser apenas uma série de independentes "coincidências?"
Será "possível" que estas coisas poderiam ser uma última advertência graciosa, dada por nosso Salvador sobre Sua breve vinda, para os crentes de Sua Nova Aliança?
Deixo isso para os nossos leitores decidirem.
Eu sinceramente desejo que todos os leitores deste estudo estejam juntos comigo, na glória, quando o Senhor vier para ressuscitar e arrebatar Seu povo.
Por favor, não me ignore!
É mais tarde do que a maioria das pessoas pensa.
O tempo está se esgotando rapidamente para todo este mundo perverso.
Se alguém ler este estudo e não é verdadeiramente salvo, ou se algum leitor tem dúvidas sobre sua salvação, eu imploro a vocês, a correr para o Senhor Jesus agora em oração fervorosa e sincera - 2 Pedro 1: 10.
Leia também 2 Coríntios 13:5.
Se algum leitor acha que eu poderia ser útil para você em assuntos espirituais, por favor não hesite em contactar-me.
Eu farei tudo que puder para ajudar qualquer leitor encontrar a salvação ea paz dentro e através de um conhecimento da salvação do Senhor Jesus Cristo.
Que o Senhor graciosamente adicionar sua graça e bênçãos para este estudo.

É permitido a qualquer verdadeiro crente ou ministério cristão que crê na Bíblia, reproduzir este estudo para compartilhar com outros, ou citá-lo em um contexto como está escrito.
Este ministério é suportado unicamente pelas ofertas voluntárias dadas de livre vontade por quem se sente dirigido pelo Senhor para ajudar a enviar adiante a maravilhosa palavra de Deus.
Para comentários, perguntas, ou correspondência:
Ministério do Evangelho da Última Chamada
Pastor FM Riley, 184 County Road 108, Harrisburg, Missouri 65256
Ou pelo e-mail: fmr7sngn@centurylink.net

E agora, aqui é o Haroldo Maranhão...
Você também pode, claro, e sempre, ou pelo menos enquanto estivermos por aqui, pode me enviar email pelo BLOG.
Também estou a disposição de todos...

Veja os Sinais!

SHALOM!

Haroldo Maranhão

Um comentário:

  1. Olá Haroldo, paz !

    Por favor dê uma lida detalhada nas argumentações deste site

    http://judeus.blogspot.com.br/2007/11/rabbi-kaduri-fala-de-jesus.html

    Pode ser apenas desinformação; mas me parece bastante sóbrio e responsável; embora estejam ainda com o "véu" sobre a face.

    Um abraço e continue perseverando no trabalho que o Senhor lhe confiou.

    Pr. Walter

    ResponderExcluir