domingo, 19 de fevereiro de 2012

MADONNA: O SHOW DO FIM DO MUNDO


Bem amigos do BLOG!
Eu não assisti a final do Super Bowl, mas confesso que tudo o que vi me fez pensar, e muito.
Já falei aqui algo sobre os "ídolos da música", os "astros do showbiz" e os "deuses de hollywood" (propositadamente tudo em letra minúscula) e em como tudo isso está ligado a algo muito espiritual.
Escrevi um post Lady Gaga e o feitiço da nova era.
Alguns gostaram muito, e me disseram que abriu seus olhos para muita coisa, e blá, blá, blá...
Mas muitos cristãos acreditam que "não tem nada demais ouvir estas músicas, e ir a estes shows, e que isso é religiosidade e conversa careta"...
Que eu estou ficando velho...
Entretanto, cada dia mais, cada vez mais, percebo que, sutilmente, estes shows tem se transformado cada vez mais em cultos a demônios, e preparação de estados alterados de conciência para aprofundamento de relacionamentos espirituais.
Na verdade, declarações proféticas do que está por vir.
Do que eles estão fazendo.
Na maioria destes shows, ocorre consumo de drogas desenfreado, bebidas sem limites, e toda sorte de envolvimentos entre as pessoas enquanto pulam e dançam.
E em assim fazendo, a maioria nem mesmo presta atenção nas letras que estão gritando junto com o cantor ou banda, e nem mesmo nas performances que acontecem no palco, que, para estes, são estravagantes ou exóticas apenas para "criar um clima"...
Uma grande brincadeira...
E também não percebem os símbolos que fazem parte da decoração, os que são projetados em frações de segundos, tamto nos feixes de laser ou nos fantásticos telões que ficam "dançando" junto com a "galera" no ritmo do show...
Eu consigo entender, e lamentar, que pessaos sem o Espírito Santo de Deus, abracem estes shows como cultos que são parte de sua religião, (por que são, embora não saibam) que os leva a passos largos para um lugar absolutamente distante de Deus... e terrivelmente desagradável...
Sem volta.
Mas não consigo entender como tantos cristãos permitem-se ter seus "cérebros lavados" por este sistema que faz tudo, cada vez mais, às claras...
Escancaradamente...
Por que sabem que não tem mais muito tempo...
E a hora é de correr.
Perguntaria aos que dizem que não faz a menor diferença ouvir estas músicas, frequentar estas "vibes" e participar destes shows, como é sua vida espiritual...
Suas experiências com Deus.
Sua profundidade na Palavra.
Quantas pessoas levaram a Jesus, pelo poder do Espírito Santo?
Quantas pessoas libertaram de demônios pela Unção em suas vidas?
Quais são os frutos do Espírito, segundo Gálatas 5:22, que fazem parte de suas vidas?
Como se relacionam com seus pais?
Como se relacionam com drogas, álcool, e outros vícios?
Como se relacionam sexualmente com pessoas?
Enfim, gostaria de saber se estão caminhando para uma vida de santidade, ou para uma vida mundana... secular... perdida.
Não tenho dúvida que a maioria vai dizer que eu não posso julgar.
Que estou exagerando.
Que digo isso por que sou mais velho...
Mas eu desafio, não a me responder, mas, sim, no silêncio interior de seu coração, a responder a si próprios ou ao Espírito Santo de Deus...
Se é que Ele está aí...
E perguntaria... este tipo de música, shows e tudo o mais está levando para perto de Deus, ou para o sentido reverso?
Enquanto você pensa nisso, vou entrar no post propriamente dito.
O que tem a Madonna a ver com esta introdução?
E o Super Bowl?
O fato de que um culto a demônios de alta patente, principados, foi performado travestido de show musical, transmitido para todo o mundo através de canais a cabo ou outros meios, demonstrando, de forma cada vez mais clara, que eles estão ficando cada vez mais ousados.
E o mundo em geral, cada vez mais alienado do que acontece.
Mortos vivos.
Zumbis.
Madonna apareceu no palco travestida de Ísis, a mãe de Horus/Tamuz, que é um tipo do anticristo.

Veja a semelhança:
Ah! faltou eu mostrar a coroa com o sol, supostamente Horus:

Mas para mim, o que foi mais impressionante nas imagens do show que vi, foi que Madonna se manifestou como Shiva, "o destruidor", como você  pode ver por esta foto:


Não é casual o efeito dos braços multiplicados, mas sim, um efeito que sempre remete a falsa deusa Shiva, que se apresenta assim, e que é uma forma bastante conhecida por todos.
Mas outro aspecto interessante que encontrei, foi no Blog americano "Cindy by the Sea", de que gosto muito (na verdade, Cindy mora no Hawai) onde encontrei esta foto acima, e complementou um pouco do insight que precisava enquanto estava desenvolvendo este post.
Ela acrescenta uma informação interessante com relação a esta foto abaixo:



Cindy explica o que esta pose é:
"Shiva, para os que não estão familiarizados com o Budosmo, é a deusa da transformação, o destruidor. O deus que “destrói para criar e derrubar, para edificar novamente”. Shiva é também conhecido como Nataranja, Senhor da Dança, cuja dança é associada com a criação e a destruição do mundo".
"Além disso, esta idéia de pisar sobre alguém, representado pelo bailarino, representa pisar um demônio ou duente da "ignorância" (veja texto em inglês da Wikipedia aqui)"...
Ou seja, subliminarmente, ela pisa sobre os "ignorantes" que, ao meu ver, aos olhos DELES, são aqueles que assistem sua performance, mas não entendem nada...
A Bíblia diz expressamente, em Apocalipse 9, que o "anjo que caiu do céu na terra", (muito cantado também de forma bem sutil em muitas músicas românticas no Brasil como se fosse uma pessoa amada, e não o próprio lúcifer), irá abrir o poço do abismo com uma determinada chave.
E que ao abrir o poço do abismo, uma horda de demônios horríveis será solta para causar muita dor sobre os homens, e que seu líder ou rei, é o anjo do abismo, cujo nome é Abadom em hebraico e Apoliom em grego, que significa DESTRUIDOR!
Coincidência não?
Seria esta chave a adoração através de shows como este?
Seria esta chave uma chave científica, abrindo um lugar dimensional?
Isso pode fazer mais sentido, por ser ainda mais surpreendente que, na porta das instalações do CERN, onde estão supostamente tentando encontrar a "partícula de Deus" ou o "bóson de Higgs", ou o momento do big bang, ou supostamente o que quer que seja que estão fazendo com aquela máquina tão obscura, esteja também a imagem de Shiva!
Sim, um lugar científico, que deveria cuidar de coisas que nada tem a ver com deuses, divindades,  religiões ou o que quer que seja, mas sim, "apenas" ciência, em sua porta de entrada tem a imagem desta Shiva...
Antes de mais nada, lembro que o logo do CERN tem claramente (aparentemente?) 3 algarismos 6 (ou 9?) interligados entre si...



Vi isso a primeira vez no Blog The Open Scrol no final de 2010, e publiquei no post da virada do ano 2010/2011 como você poderá ler aqui, este que se tornou um de meus posts mais lidos desde o princípio.
Aliás, o autor do Blog tem um  senso de humor parecido com o meu, pelo trocadilho infame de que todos precisariam de mais disCERNimento... hmmmm... um trocadilho que funciona em inglÊs e português, é raro...
Mas voltando...
Neste post publiquei esta foto com a imagem de Shiva na entrada dos escritórios do CERN.
Esta aqui, de dia...


Ou esta aqui, um pouco mais sinistra, a noite:


Bem, para concluir...
Esta idéia da Madonna de invocar Shiva e Isis é, para mim, no mínimo, muito interessante...
Por que eu fiz um exercício há algum tempo com o nome Isis, que é, coincidentemente, o nome do software adotado para liquidar as operações financeiras feitas através de celulares.
Veja:


Algumas pessoas gostam muito de brincar com imagens espelhadas (ou outras semelhantes) para esconder fatos de pessoas que não conhecem os códigos.
Isso acontece muito naquelas brincadeiras de salão em que algumas pessoas são retiradas da sala, enquanto as que ficam são informadas de que devem fazer determinados movimentos ou palavras... quando as pessoas que foram retiradas da sala voltam, não entendem nada do que está acontecendo, por que apenas as que ficaram na sala sabem do código... algumas conseguem descobrir, outras não, e permanecem como alvo do riso de todos...
Assim, é muito divertido para aqueles iluminados que conhecem os segredos das informações, por que, embora algo esteja diante dos olhos dos que não conhecem os segredos, estes não conseguem ver.
Daí, veio a conhecida expressão de que em terra de cego quem tem um olho é rei...
Bem, olhando esta logomarca ISIS em caracteres digitais, tive a idéia de inverter espelhadamente para baixo...
E achei bastante curioso que o nome Ísis invertido, por uma incrível coincidência, forma os algarismos bastante conhecidos: 12 21 12, (12 repete o 2 e adiciona o 1 repete o 1 e adiciona o 2) ou seja, 21 de dezembro de 2012!!!
Madonna poderia ter escolhido qualquer fantasia para a final do Superbowl...
Alice no país das maravilhas, Cinderela, Colombina, Mulher Maravilha, Mulher Gato.
Mas escolheu Isis e representou Shiva.
Em 2012.
Bem, você pode continuar achando shows do mundo normais.
Continuar ouvindo as suas músicas e assistindo seus lamentáveis videoclips
Pode continuar achando que é tudo teoria da conspiração.
Que neste ano, nada demais vai acontecer (o fim do mundo, com certeza, não será. Eu sei!).
Que o CERN é apenas ciência.
Que Ísis é da história.
Que Shiva é uma divindade.
Que eu sou paranóico.
Que nada disso tem algo a ver com nada...
Muito menos com o fim dos tempos...
E, eu diria, com muito respeito, que você é uma pessoa muito crédula na indústria do entretenimento, e que tem muita benevolência com todos símbolos, imagens, desenhos, e coisas demoníacas que aparecem em tantos shows.
E diria, com muito respeito, que você deveria orar a Deus, e pedir ao Espírito Santo revelar tudo o que está escondido em seus CDs e DVDs dentro de sua própria casa, dentro do seu quarto, que são, na verdade, objetos de culto a demônios...
E que provavelmente estão fazendo muito mal para sua vida, e você nem percebeu...
E que deveria passar a olhar as coisas com um olhar mais crítico.
Não confiar em tudo o que parece "normal", por que todos fazem, usam ou experimentam...
Faria também, um convite...

Veja os sinais!

SHALOM!

Haroldo Maranhão.


Nenhum comentário:

Postar um comentário