quarta-feira, 26 de outubro de 2011

OS MOVIMENTOS DO VATICANO E O APOCALIPSE



Bem amigos deste BLOG!
Confesso que ao ter contato com dois movimentos recentes do Vaticano, sinto meu coração bater um pouco mais acelerado.
São dois movimentos muito alinhados com os últimos dias...
Com o que a Bíblia diz.
E, se eu os alinhar com outros movimentos que eles fizeram há um pouco mais de tempo, sou levado a concluir que eles sabem mais do que demonstram...
Ou que, talvez, não conheçam exatamente, a Bíblia, o que seria surpreendente...
Ou que, talvez, conheçam exatamente, mas...
Além disso, muitos dizem, mas não provam, pelo menos ainda, que o Vaticano em algum momento vai se juntar à NASA, e/ou governos, para reconhecer que existe vida fora da terra.
Não provam.
Mas, se analisarmos estes próximos pontos, veremos que, talvez, onde há fumaça...
Deixe-me começar pelos mais antigos...
O motivo da ilustração deste post é uma entrevista dada em 2008 pelo Jesuíta argentino Jose Funes, Diretor do Observatório do Vaticano que, com todo o respeito, parece ser de alguém que não conhece bem as Escrituras...
Embora tenha sido nomeado para a posição pelo Papa Bento XVI em 2006, e tenha feito suas considerações em uma entrevista publicada em 13 de Maio de 2008 pelo jornal do Vaticano L'Osservatore Romano.
Portanto, uma entrevista com crivo oficial.
Publicada pelo Catholic News, onde você pode encontrar o original em inglês.
O que ele disse?
Este senhor faz duas considerações que considero assustadoras para alguém na sua posição.
Ou não?
A primeira, que, se existirem seres em outros planetas, estes não teriam sido atingidos pelo efeito do pecado de Adão e, portanto, se vierem ter contato conosco, e ele crê que virão, poderiam nos trazer revelações importantes da parte de Deus, e de uma vida com Ele sem o pecado original...
Ele chega inclusive a exemplificar usando a parábola da ovelha perdida, dizendo que poderiam haver 99 ovelhas no aprisco, e nós seríamos a perdida...
Entra ainda em discussões sobre o fato de que a morte de Jesus na cruz teria efeitos apenas para a terra, caso esta hipótese fosse comprovada.
O que teremos aqui?
Teologia ufológica?
A outra, ao dizer que o Big Bang poderia sim ter acontecido, e que a Bíblia, por ser um livro sobre o amor de Deus e não um livro de ciências, não poderia descrever um fato científico quando foi escrita...
Ou seja, Deus não poderia ter sabedoria suficiente para narrar o que realmente aconteceu no princípio aos autores bíblicos, e pôde falar a verdade apenas recentemente, quando cientistas e sábios melhor preparados atualmente, descobriram a "verdade" na ciência e não no Gênesis...
Sutil não?
Ou, assustador perceber que este senhor, na verdade, nem mesmo crê na inerrância bíblica, nem na Palavra de Deus, que, supostamente, é o fundamento da Igreja Católica...
Ou não?
Posteriormente, li acerca de batismos de ET's.
Você pode ler a matéria em português aqui, quando Guy Consolmagno, de 57 anos, Curador da coleção de meteoritos do Vaticano e um dos 12 astrônomos trabalhando para a Igreja Católica, fez tal afirmação.
Por seu ambiente de trabalho, e pelas informações do senhor Funes acima, poderia pensar, com todo o respeito, que eles estão meio "fora de órbita", e que ele nem mesmo conhece a teologia do batismo segundo a Bíblia, ensinada por Jesus e pelo Apóstolo Paulo.
O fundamento do batismo, é que deve ser ministrado aos que experimentaram um novo nascimento, pelo Espírito Santo, pela fé, para os que nasceram da carne e sangue
Portanto, em minha modesta opinião, absolutamente inadequado para ETs, pelo menos pelo que entendi, até hoje, sobre a realidade da vida dos aliens.
E mais ainda...
Ou mais confuso ainda...
Que, talvez, por não terem sido submeticos ao pecado original, segundo a tese do senhor Funes, nem mesmo precisariam do batismo, já que seriam de outra classe.
Sem pecado!
Portanto, vemos que ambos, na verdade, tem posições contrárias.
Conflitantes...
Ou não?
Bem, vamos para outra.
Ainda recentemente, estudando mais profundamente sobre a realidade (ou farsa) do Nibiru, descobri que em meio ao curioso movimento de vários governos que edificaram observatórios com telescópios infra vermelhos para melhor observarem, supostamente, este hipotético planeta de massa escura (que talvez não exista), o Vaticano estabeleceu o seu próprio no Arizona...
Saiba mais sobre isso aqui.
Sim, você talvez esteja certo...
Eu não posso estabelecer uma conexão entre este observatório e o Nibiru.
Mas como este BLOG é meu, eu posso especular...
Até por que, perguntaria... qual a necessidade de o Vaticano ter seu próprio observatório?
E por que, coincidentemente, após a suposta descoberta deste planeta, que não existe, em 1983?
Bom, de minha parte, modestamente, penso que eles sim, sabem do que está vindo por aí.
E, adicionalmente, de minha parte, modestamente, entendo que todas estas informações me conduzem na direção de que questões espaciais, estrelares, ufológicas e científicas, têm atrapalhado um pouco uma fé mais fundamentada na Palavra de Deus dos membros ligados a questões espaciais...
Embora sua posição seja oficial!
Sim, por que se o Vaticano não vem a público reorganizar a fala de seus representantes, tal omissão pode me levar a ter uma sensação de que eles concordam com as declarações destes senhores.
E que, se assim o fazem, também não conhecem bem suas Bíblias.
O Vaticano não conhece bem a Bíblia?
Principalmente quando eu alinhar os dois últimos movimentos feitos pelo Vaticano nesta semana.
Que os colocam alinhados com o cenário dos últimos dias.
Mas que são movimentos que os colocam no lado errado do cenário.
Ou não?
Veja comigo:
O Papa fez um convite para uma reunião ecumênica em larga escala, na Itála, com mais de 300 líderes de várias religiões, na cidade de nascimento de São Francisco de Assis.
A reunião será nesta quinta feira, para não coincidir com o dia de orações de cada religião, na sexta, sábado e domingo respectivamente.
O movimento acontece na busca da paz inter religiosa, e é contra a violência em nome de Deus.
Mais de 50 representantes Islâmicos de diversos países, incluindo Arábia Saudita e Irã.
Com eles, vão se reunir Rabinos, Hindus, Budistas, Jains, Sikhs, Zoroastras, Bahais, representantes do Taoismo e Confuciunismo, bem como religiões tradicionais da África e America.
Inclusive quatro ateus foram convidados.
Este evento marca o 25º aniversário do primeiro evento semelhante, idealizado por João Paulo II e, naquela data, o então cardeal Joseph Ratzinger não compareceu.
Bem...
A busca por uma paz entre religiões e conversas de paz e unidade, são aparentemente, uma coisa boa.
Que, embora, talvez, o seja, se a idéia for mesmo essa, mas pode também vir a ser a base para uma única religião...
Uma religião global, que vai se curvar diante do falso cristo.
Eliminando barreiras, e focando no que os une...
Exagero meu?
Nos dias atuais?
Hmmmmmmm...
Mais um movimento interessante para nós que desejamos, ansiosamente, o cumprimento das profecias bíblicas em nossos dias.
O cumprimento do estabelecimento, segundo o livro de Apocalipse, de uma única religião global.
Que todos deverão fazer parte...
Espontaneamente!
Claro, para não virem ter suas cabeças cortadas, ou, em melhor desfecho, ir para a cadeia.
Mas finalizo este post com a declaração mais contundente da semana!
O Vaticano, nesta segunda feira, emitiu uma nota pedindo por um "Banco Central Mundial", com uma autoridade mundial para liderar a economia, de uma forma "justa"!
Ou seja, eles que deveriam fazer um movimento de oração mundial, clamando pela intervenção de Deus na economia global, pedem a criação de um organismo que poderia, em um futuro próximo, supostamente, criar a oportunidade de termos alguém proibindo quem quer que seja de comprar ou vender sem uma determinada marca na mão ou na testa... como lemos no livro do Apocalipse, 13:16 e 17.
Ou seja, uma Nova Ordem econômica Mundial...
Sim, uma mudança de paradigmas nacionais, soberanias territoriais ou de blocos econômicos.
Sim, por que sendo a Bíblia a verdade, como creio, em um futuro próximo, será absolutamente impossível termos uma marca única que impeça qualquer pessoa de comprar ou vender, sem um sistema econômico mundial único.
E isso passa, claro, por um Banco Central único, e uma Autoridade Econômica única, em algum momento.
Ou seja, é uma decisão infeliz, pedir que tal organismo seja estabelecido, a não ser que o desejo real seja gerar mais movimentos que antecipem a volta de Jesus para Sua igreja, que acontecerá, segundo a Bíblia, antes deste momento...
Mas... não vejo o Vaticano falar sobre a volta de Jesus ultimamente...
Curioso não?
Bem amigo deste BLOG, esta declaração é importante para concluir uma semana, no mínimo, infeliz em seus pleitos...
Pleitos que se somam a várias outras circunstâncias que concordam com a profecia bíblica.
Que identificamos claramente por que cremos na Bíblia.
Que percebemos nas entrelinhas por que aguardamos o tempo descrito que está no controle de Deus...
E que, sim, tem contado, aparentemente, com um forte apoio do Vaticano recentemente.
Aparentemente...
E de uma forma incompreensível...
Mas, pouco importa.
Observando todo este conjunto de sinais, posso dizer...
Maranata! Vem Senhor Jesus...
Os cenários vão ficando cada vez mais prontos.
Portanto, veja os sinais!

SHALOM.

Haroldo Maranhão

Nenhum comentário:

Postar um comentário