domingo, 15 de maio de 2011

O FIM DO DINHEIRO... HORUS E ISIS!


Uma das mais  importantes marcas dos últimos dias, que poderemos acompanhar com clareza, será o fim do dinheiro.
O fim do papel moeda, ou do dinheiro em espécie.
O controle futuro que será implantado pelo sistema do anticristo sobre todas as atividades financeiras e comerciais do mundo, necessita de uma base que seja preparada ao longo de algum tempo para ser viável.
Há necessidade de softwares, equipamentos, programas, sistemas, e, principalmente, cultura.
Uma mudança cultural precisa ser estabelecida na mente das pessoas, tão acostumadas a usarem papel moeda por centenas de anos, para aceitarem e acharem normal uma sociedade sem dinheiro.
Assim, o sistema que virá vai usar de tudo o que for desenvolvido, por que motivo seja, que ajude ou dê sustentação ao sistema futuro.
E, como podemos perceber, este é um processo que vem acontecendo já há algum tempo.
Começou a ser mais percebido com a dramática diminuição do uso do cheque.
Por diversos motivos.
Todos práticos e de óbvia percepção de valor.
Veja você mesmo...
Assim, a conveniência clara e fácil com os cartões de crédito e débito, têm reduzido, ano após ano, o uso dos cheques.
Já o do dinheiro, não.
Ainda permanece firme e forte em nossa cultura.
A VISA tem feito uma campanha engraçada já há algum tempo, ridicularizando o uso de dinheiro pela dificuldade que causa na necessidade de moedas no troco.
Ou as conhecidas "balinhas"...
Uma propaganda da VISA exibida na TV ainda hoje, eventualmente, apresenta "Mariachis" mexicanos cantando "bala de troco, que coisa triste" quando um sujeito que paga com dinheiro fica esperando a moça do caixa arrumar umas moedas ou balas para dar de troco, enquanto pessoas sofisticadas passam o cartão de débito e vão embora.
Sim, obviamente, o uso do cartão é muito mais prático do que do papel moeda.
Sim, não há por que não usar a tecnologia para melhorar a vida das pessoas.
Entretanto, estamos às portas de uma evolução ainda maior deste processo de mudançassolução.
A VISA está desenvolvendo uma tecnologia para criar a carteira digital.
Se você lê inglês, leia aqui.
Assim, além do fim do papel moeda, já estamos diante do anúncio do fim do cartão de plástico.
Para breve.
E a substituição do cartão se dará por um software, que poderá ser, inclusive, instalado nos telefones celulares.
Por que é claro... cada vez mais, temos que caminhar na direção do chip.
Chip para todas as operações.
Para todas as atividades.
Como já temos visto sendo utilizado nos documentos, nos celulares, no controle de animais, no controle dos carros que fizeram inspeção veicular aqui em São Paulo, chip para operações bancárias pois instalados nos cartões de plástico, etc... etc...
Afinal, para que carregar papéis, cartões, documentos e toda uma parafernália?
Muito melhor, mais útil, mais prático ter um chip no celular que nos permita fazer operações com a facilidade de uma ligação ou SMS.
Melhor ainda será quando a única necessidade para realizar uma compra, for por a mão no visor de alguma máquina...
Nem o celular será necessário mais...
Por enquanto, muito boa a tecnologia que a VISA está desenvolvendo.
Em breve, faremos compras pagando através do nosso aparelho celular.
Agora, muito, mas muito mais interessante ainda, é que a empresa mais fortemente posicionada para ser a responsável por fazer a interface entre as empresas de crédito e bancos para liquidação das transações comerciais seja batizada de ISIS!
Resultado de uma joint venture entre AT&T, T-Mobile and Verizon.
Se você lê inglês, leia aqui e aqui.
Português, aqui.
Por que interessa o nome Isis?
Por que Isis é a mãe de Horus, um tipo do anticristo, como já falei anteriormente!

 

Que nominho legal para batizar a empresa hein?
Tanto nome para escolher, e eles vem logo esse?
Muita coincidência mesmo...
Mas o que interessa ainda mais, vem agora... veja a logomarca:
Se você "espelhar", como em um reflexo nas águas, verá algo assim:
Pela fonte que eles escolheram, veremos que, espelhado, ficará bastante semelhante com o padrão utilizado para números digitais, e veremos no reflexo, claramente, 1212.
Consegue perceber?
Que podemos pensar em um número cifrado oculto, criando três dezenas sequenciais: 12,21 e12.
Percebeu?
Os dois primeiros algarismos, os dois do meio, e os dois últimos.
Que, em uma espantosa coincidência, poderemos formar, sequencialmente, de forma impressionantemente clara, escondida em seu nome, a fatídica data do calendário Maia.
Que, pelo padrão americano de apresentação de dia, mês, e ano, é, 12/21/12 ou, pelo sistema de nosso calendário, 21 de dezembro de 2012.
Curioso não?
Coincidências sem fim.
Como tenho dito aqui, já há mais de um ano, precisamos conhecer profecia bíblica.
Conhecer a agenda dos últimos dias.
Observar os temas que estão relacionados com tudo o que a Bíblia diz que vai acontecer.
E tentar discernir o que está por trás dos fatos que se apresentam dia a dia diante de nossos olhos.
Coincidências?
Revelações?
Viagens e exageros meus?
Se eu pelo menos conseguir instigar sua mente a viajar um pouquinho, já vou ficar muito satisfeito.
Este é meu principal objetivo.
Quanto a eu estar certo...
Em breve saberemos!
Com certeza!
Veja os sinais.

SHALOM!

Haroldo Maranhão

Nenhum comentário:

Postar um comentário