segunda-feira, 2 de maio de 2011

A MORTE DE BIN LADEN. OSAMA E OBAMA


Na noite de ontem, o presidente Obama anunciou a  morte de Osama.
As agências de inteligência americanas a serviço de Obama, teriam matado Osama com um tiro na cabeça.
Os homens trabalhando a serviço de Obama teriam lançado o corpo de Osama no mar.
Imagens de pessoas celebrando na Times Square, Washington, e outros lugares dos EUA correm o mundo.
Para Obama, um momento muito importante para se divulgar a morte de Osama.
Diria até estratégico.
As discussões sobre a fraude no documento de nascimento que ele mandou publicar no site da Casa Branca, voltaram a aquecer o debate, tanto quanto à futura corrida presidencial de 2012, quanto ao seu mandato atual.
Assim, para Obama, anunciar a morte de Osama, neste momento, foi muito importante.
A suposta fraude do documento, tendo sua atenção substituída por uma suposta vitória pessoal.
Que tem óbvio impacto sobre a opinião pública americana.
Lembre que Bush estava em baixa quando aconteceu a tragédia de 11 de setembro, e sua luta contra o terrorismo fez com que voltasse para um segundo mandato.
Enfim, temos ambas notícias quase ao mesmo tempo, nos mesmos dias.
Coincidência?
Fatalidade?
E você pode perguntar:
- Ok, Haroldo... mas Obama não é meu presidente, não tem nada a ver comigo e eu moro no Brasil. Seu BLOG é de profecia bíblica, e não de política americana, nem de inteligência investigativa... E você não é qualificado para fazer este tipo de análise e comentários...
E eu diria que sim, você tem razão.
Este assunto, supostamente, nada tem a ver conosco.
E eu não sou qualificado para fazer este tipo de análise e comentários.
Mas uma observação mais ampla deste cenário, pode apontar para alguns aspectos que podem sim, refletir, e muito no cenário da profecia bíblica.
E para os quais eu tenho estudado muito e lido muito para ter a coragem de publicar neste espaço.
Avalie comigo os resultados possíveis destes fatos que quase que se misturam entre si, pelo momento em que ocorrem:
Alternativa 1. Vamos imaginar que Obama não seja um cidadão americano, e podemos perceber que ele, talvez, esteja lutando de todas as formas para que isso não seja descoberto. E tenha mesmo, supostamente, apresentado um documento falso por qualquer que seja o motivo que ele tenta ocultar da opinião pública.
Por não ser ele um cidadão elegível à Presidência da República por qualquer que seja o motivo de impeditivo legal.
Se isso, for verdade, TODOS os atos assinados por ele, no exercício desta Presidência seriam nulos de pleno direito, e, portanto, todos poderiam ser discutidos nas esferas judiciais cabíveis do país.
Se isso acontecesse, seria instalado um caos institucional, de formas absolutamente impensáveis, e, sim, no que nos diz respeito, afetando, claro, todas as relações comerciais, com todas as outras nações que têm comércio com os EUA que sejam subordinadas ao crivo do presidente.
Talvez este seja o principal motivo pelo qual há como que uma forte operação "abafa" em  um caso que seria absolutamente simples de ser resolvido...
Mas, e se fosse falso mesmo? E se acontecesse um movimento nacional sem precedentes como o que aqui no Brasil foi orquestrado para retirar o presidente Collor do poder?
Teríamos um cenário político-econômico apocalíptico global, de proporções impossíveis de serem avaliadas hoje.
E... se este cenário se mostrar possível, e este caos financeiro mundial possa acontecer, geraria a necessidade de "algo" ou "alguém" que pudesse emergir para ajudar a pacificar os impactos globais.
Alternativa 2. Vamos imaginar que, sim Osama morreu ontem. Embora ninguém o tenha visto, e seu corpo tenha sido sepultado no mar. As imagens dos americanos celebrando sua morte já correm o mundo. Imaginem como estão se sentindo aqueles que tem Osama como seu herói, mentor, libertador. A ira que se instalará em seus corações. Se já tinham raiva  dos americanos e dos EUA, terão ainda mais. Se assim é, vão buscar uma vingança a todo o custo. Que Deus nos livre deste cenário...
(ATUALIZADO ÀS 14:52 - Acabo de ter acesso a um material divulgado pelo site WikiLeaks em 25 de abril, divulgando um documento contendo uma ameça da Al-Qaida ao Ocidente, dizendo para estarem prontos para uma "Tempestade Nuclear do Inferno"  caso Bin Laden fosse preso ou morto...)
Mas, se isso for verdade, as medidas de segurança hoje em curso nos EUA, com os exageros da TSA em scanear e apalpar os corpos dos passageiros, as restrições das libertades individuais, e tudo o mais, vai piorar.
A vigilância na vida dos cidadãos, na telefonia, na internet, também, sejam eles suspeitos, culpados ou inocentes. Talvez o presidente terá mais possibilidades de intervenção na vida das pessoas do que o "Ato Patriota" já lhe confere.
Este ato é uma lei semelhante ao AI-5 que tivemos aqui no Brasil, e foi dado ao Presidente da República depois do atentado, 10 anos atrás.
Se os amigos próximos de Obama, para vingar a morte do líder, conseguirem realizar algo semelhante ao 11 de setembro, em especial neste ano em que se completam 10 anos daquele fatídico dia, seria uma tragédia.
Se isso acontecesse, seria o caos institucional no país de formas absolutamente impensáveis, e, sim, no que nos diz respeito, afetando, claro, todas as relações comerciais, com todas as outras nações que têm comércio com os EUA que sejam subordinadas ao crivo do presidente.
Teríamos um cenário político-econômico apocalíptico global, de proporções impossíveis de serem avaliadas hoje.
E... se este cenário se mostrar possível, e este caos financeiro mundial possa acontecer, geraria a necessidade de "algo" ou "alguém" que pudesse emergir para ajudar a pacificar os impactos globais.
A morte de Osama, convenientemente muda o status de Obama.
Desvia os holofotes por algum tempo.
Que data estratégica para algo assim acontecer para Obama, não acha?
Vamos aguardar as próximas informações sobre Obama e Osama.
A mídia com certeza vai publicar a verdade.
Ou não?
O que é verdade?
O que não é verdade?
Em quem confiar?
"Uns confiam em carros, outros em cavalos, nós porém nos gloriaremos em O Nome do Senhor"...
Deus abençoe.
Veja os sinais.
Leia nas entrelinhas dos "fatos"...
SHALOM.

Haroldo Maranhão

3 comentários:

  1. Que DEUS nos guarde de todo mal !!!!
    se o Obama vai disputar com o Tramp 2012 ou não, fomos mesmo prá lua?? muito simples enterrar no mar,dificil de procurar prá provar qualquer coisa !!!!Vc tem razão, realmente eu não tenho inteligencia investigativa nem qualificação prá isso, o que me diz que não devo me desviar do foco: JESUS !!!! e só ELE!!!!!

    ResponderExcluir
  2. Mais um excelente post Pr. Haroldo. E um pouco mais para pensar: Alem de abafar comentarios sobre a suposta certidao de nascimento, abafa tambem toda e calamidade ocorrida no Alabama. Postei a seguinte pergunta no meu twitter: "Será que parentes das vitimas e os desabrigados do Alabama comemoraram a morte do Bin Laden? E, de acordo com seu post vou provocar mais uma reflexao: Será que esse anúncio nao é realmente um plano das "forças mundiais" para disparar essa Tempestade Nuclear???? Conspiração Total....
    MARANATA.....O REI ESTÁ VOLTANDO!!
    Na espera do NOIVO,
    PR. Eberson Morase

    ResponderExcluir
  3. Grato pela palavra de incentivo, Pastor.
    O maior desafio hoje é mesmo entender ou discernir o que é curso natural, o que é conspiração, e o que é teoria da conspiração...
    Mas é inegável que Jesus está às portas...
    Deus abençoe.

    ResponderExcluir