sábado, 2 de abril de 2011

MORTOS POR CRER EM JESUS


"Quem não tem um motivo por que morrer, não tem um motivo por que viver"...
Uma das coisas mais fortes que podemos encontrar na Bíblia, são os relatos de pessoas que morreram por sua fé.
O autor de Hebreus, no capítulo 11:38, cunhou uma frase, inspirado pelo Espírito Santo, que fala forte em meu coração a respeito destas pessoas: "homens (e mulheres) dos quais o mundo não é digno"...
Muitos morreram por sua fé antes de Jesus caminhar por aqui.
Muitos morreram antes de nós, depois de Jesus subir aos céus, para que tivéssemos acesso a uma Bíblia hoje. Para que tivéssemos acesso ao ensino de Jesus. Para que pudéssemos ouvir da salvação pela graça.
O próprio Evangelho, o Verdadeiro, é a respeito de Jesus.
De Sua morte por todo aquele que nEle crê.
Morte e ressurreição, sim...
Mas sobre Sua morte.
"... e morte de cruz..."
Sabe qual é o nosso maior problema  atualmente?
É que ser crente, aqui pelos nossos lados, hoje, é muito fácil.
Talvez, o nosso maior problema hoje, é este.
Fácil demais...
Acordamos no domingo pela manhã... alguns crentes, talvez, até de ressaca.
- Aiiii... hoje é domingo... dia de ir para a igreja...
Olhamos pela janela e... não, parece que está nublado.
Hoje não vou.
Olhamos pela janela e... não, parece que está chovendo.
Hoje não vou.
Olhamos pela janela e... não, parece que está sol.
Hoje não vou.
Olhamos pela janela e... não, parece que está frio.
Hoje não vou.
Olhamos pela janela e... não, parece que está calor.
Hoje não vou.
Não vamos por que tem corrida, por que tem futebol, por que tem almoço, por que tem visita, por que não tem a roupa nova, por que fulano não me cumprimentou, por que o pastor pregou isso, por que o pastor não pregou aquilo, por que cantamos aquela música, por que não cantamos aquela música, por que pintaram a parede de amarelo, por que o carpete é azul, por que a igreja recebe os pobres, por que a igreja não recebe os pobres, por que fulano canta no coral, por que eu não canto no coral, por que estou namorando, por que não estou namorando, por que casei, por que não casei, por que tenho filhos, por que não tenho filhos, por que falaram sobre dízimo, por que não falaram sobre dízimo, por que tenho um carro novo, por que não tenho um carro, por que comprei uma casa na praia, por que não tenho uma casa no campo, por que viajei, por que não viajei, por que a igreja está muito fria, por que a igreja está muito avivada, por que a igreja cresceu demais, por que a igreja não cresceu, por que Deus não me prosperou, por que Deus me prosperou...
E assim, levamos a vida cristã.
E muitos de nós temos a cara de pau de assim chamar esta medíocre vida que muitos levamos.
E sabe o que é pior?
É que nos alienamos de tudo e de todos.
Perdemos contato com a realidade ao nosso redor.
E falamos sobre o evangelho da prosperidade, da vítória, da conquista, dos desafios, de ser cabeça e não cauda, "aceitar" Jesus... (e deixo claro que SIM, tudo isso FAZ PARTE do evangelho, mas não É o evangelho, bem entendido).
Falta falarmos sobre negar-se a si mesmo, tomar a cruz, padecer pelo evangelho, o servo não é maior do que o seu Senhor, se perseguiram a Jesus perseguirão a nós também, levar sobre si o morrer de Cristo.
Arrependimento. Deixar o pecado. Mudança de vida. Pouco se prega sobre isso.
Alguns, lendo este post, vão pensar...
- "Nossa! O Haroldo pirou... isso está na Bíblia?"
E eu responderei, antecipadamente:
- SIM!!!! ESTÁ!
Por que estou falando isso?
Por que acabo de saber de pessoas que morreram há poucos dias, pelo simples fato de quererem ser de Jesus.
Não mataram ninguém, não roubaram ninguém, não prejudicaram a sociedade.
Muito pelo contrário.
Apenas pregaram as Boas Novas de salvação.
O sistema do Iran executou, secretamente, um casal Judeu-Armênio e três outras pessoas.
Estas execuções foram confirmadas em 27 de março.
A agência de notícias Cristã Iraniana Indepéndente, Mohabat News, disse que Adiva Mirza Soleiman Kalimi, uma Jewish Iranian, and seu marido Varoujan Petrosian, um Cristão Armênio Iraniano Christian, foram executados em  Tehran na conhecida Prisão Evin.
Uma outra mulher e dois homens, cujas identidades não foram reveladas, foram mortos também, segundo a agência.
Você vai encontrar estas informações, se lê inglês, aqui, em uma matéria publicada pelo site americano Rapture Conditions, um de meus favoritos, cujo link está na coluna aqui ao lado, a direita, um pouco mais abaixo.
O motivo da execução foi a acusação de crime de blasfêmia, cuja condenação é a morte.
Mas entenda...
Estes mártires contemporâneos sabiam que se presos, seriam condenados à morte.
Mas sabe o que fizeram?
Tinham certeza que a única forma de salvação possível, está em Jesus.
Tiveram esta revelação.
E, por isso, mesmo correndo risco de vida, iam a reuniões pequenas de comunhão, pequenas igrejas, e pregavam.
Tinham prazer em estar com os irmãos.
Prazer em falar de Jesus.
Mesmo que pudesse custar suas vidas, como custou.
Tinham um motivo pelo que morrer.
Tinham um motivo pelo que viver.
Além destes que já estão gloriosamente ao lado do Senhor Jesus, em algum lugar de honra, no céu, o Pastor Behrouz Sadegh-Khandjani, Mehdi Furutan, Mohammad Beliad, Parviz Khalaj e Nazly Beliad -- todos membros da igreja de orientação evangélica da denominação Igreja do Iran -- estão esperando enfrentar uma acusação de crime de blasfêmia no próximo mês, conforme declaração do grupo de advogados Solidariedade Cristã Mundial (Christian Solidarity Worldwide - CSW).
Enquanto isso, um pastor desequilibrado, ou desejoso de 5 minutos de fama orwellianos estendidos, já que vinha ameaçando queimar um exemplar do Corão desde o ano retrazado, levando chefes de Estado, Obama e até o Papa a fazerem pedidos formais para que não fizesse esta asneira, optou por fazê-lo.


E ao cometer tal falta de respeito com as crenças alheias, levou religiosos intolerantes criar uma confusão sem limites no Afeganistão, causando a morte de 12 pessoas no mínimo, sendo 7 membros da equipe das Nações Unidas.
Assim, este pastor que deveria, se crê realmente em Deus, pregar o evangelho, fica fazendo o que não fomos chamados para fazer... e aumenta a pressão para a intolerância religiosa no mundo.
Veja na matéria do UOL que ninguém explica muito bem que tipo de pastor é este, e deixa claro que, aparentemente, ele não está nem aí para o que aconteceu como consequência de seu ato.
E, aparentemente, parece ser, de certa forma, razoável que 12 pessoas inocentes sejam mortas, por que alguém queimou um livro sagrado...
Basta observar que as autoridades de Estado e o Papa pediram para o pastor não fazer isso, por que aqueles religiosos poderiam fazer algo assim... e, estariam em alguma lógica, certos...
Percebe?
E, claro, tudo isso vai dando mais munição para o diabo ingressar em mais um capítulo dos útlimos dias.
Além de nossos valorosos irmãos que foram mortos.
Meu querido amigo deste blog, saiba uma coisa:
Todas estas pessoas estão cumprindo um roteiro apocaliptico, quer saibam, quer não, descrito em Apocalipse 6:9-11.
Quando abriu o quinto selo, vi debaixo do altar as almas dos que tinham sido mortos por causa da palavra de Deus e por causa do testemunho que deram. E clamaram com grande voz, dizendo: Até quando, ó Soberano, santo e verdadeiro, não julgas e vingas o nosso sangue dos que habitam sobre a terra? E foram dadas a cada um deles compridas vestes brancas e foi-lhes dito que repousassem ainda por um pouco de tempo, até que se completasse o número de seus conservos, que haviam de ser mortos, como também eles o foram.
Entenda uma coisa... o anticristo e seu sistema terão o direito de fazer isso.
Matar cristãos.
E vão fazer isso contra os que forem firmes, valorosos, poderosos.
E vão usar como motivo, absurdos de gente atrapalhada como este pastor da Flórida.
Está registrado em Apocalipse 13:7 a 10 que o sistema terá direito de fazer isso.
E, se vão matar tantas pessoas, entenda bem, terão um sistema legal vigente para cumprir isso:
E abriu a boca em blasfêmias contra Deus, para blasfemar do seu nome e do seu tabernáculo e dos que habitam no céu. Também lhe foi permitido fazer guerra aos santos, e vencê-los; e deu-se-lhe autoridade sobre toda tribo, e povo, e língua e nação. E adora-la-ão todos os que habitam sobre a terra, esses cujos nomes não estão escritos no livro do Cordeiro que foi morto desde a fundação do mundo. Se alguém tem ouvidos, ouça. Se alguém leva em cativeiro, em cativeiro irá; se alguém matar à espada, necessário é que à espada seja morto. Aqui está a perseverança e a fé dos santos.
Aí você me dirá... mas Haroldo, estes textos dizem respeito apenas a um momento na Grande Tribulação...
E eu lhe direi... diga isso para os que já morreram, representados por estes que apresento aqui.
São muitos, e muitos mais.
Hoje!
E nem ficamos sabendo...
E lhe direi mais... fique atento por que estas situações estão chegando aqui ao Brasil...
Se não chegarem em nome de intolerância religiosa, talvez cheguem em nome de intolerância sexual...
E chegarão por que muitas pessoas, líderes, e outros, estão fazendo bobagens.
Alguns em nome de Deus.
Outros, em seu próprio nome...
E vão dando motivos para que as leis sejam mudadas.
E muitos de nós, em princípio, vamos até achar certo.
Vai ter até mesmo uma lógica que dará sustentação para que as leis mudem.
E como já disse outro dia, muitos de nós vamos achar certo, coisas erradas... e errado, coisas certas.
Enfim, a grande verdade, é que, de uma hora para a outra, percebemos que o mundo está mudando rapidamente diante de nossos olhos e só não percebe quem não quer...
A revista Newsweek da última semana publicou esta capa:


A frase em inglês diz algo como : "Apocalipse Agora. Tsunamis. Terremotos. Fusão nuclear. Revoluções. Economias no limite. O que @#%&# vem a seguir"?
E eu, modestamente, poderia tentar responder: perseguição religiosa.
A Bíblia diz.
Você viu.
Tudo o que está acontecendo, é um começo, um vislumbre do que virá.
Aliás, bastante curiosa é a pergunta que está na "cabeça" da página, "supostamente" com respeito a uma outra matéria... (ou na verdade, propositalmente, ou disfarçadamente, diz respeito a esta?).
Bem, a pergunta é:
E mais: quão ignorante você é?
E minha pergunta hoje, para mim e para você é:
Estamos bem informados?
Paulo diz, em Tessalonicenses, querer que não sejamos ignorantes...
Temos uma razão na vida, suficientemente forte, que nos leve a morrer por ela?
Se tivermos por que morrer, temos, com certeza, por que viver.
Principalmente nestes dias.
Estão chegando, rapidamente, dias em que as pessoas que hoje dizem frases como as que apresentei no início do texto, dando desculpas para não ir à igreja, darão literalmente TUDO (o que ainda tiverem), pela oportunidade de encontrar outros cristãos, poder cantar louvores, poder ler a Bíblia, poder receber uma oração de um pastor, ou de um irmão...
Mas não mais terão acesso a isso.
Tudo estará completamente mudado.
E, infelizmente, tarde demais, se lamentarão de não terem dado valor quando podiam...
Quando deviam.
Bem meus queridos...
Proponho um tempo de reflexão sobre sua vida cristã.
Sobre suas práticas.
Sobre os seus valores.
Seja você uma bênção.
E vá.
Seja pontual.
Seja compromissado.
Seja fiel.
Seja frutífero.
"...não abandonando a nossa congregação, como é costume de alguns, antes admoestando-nos uns aos outros; e tanto mais, quanto vedes que se vai aproximando AQUELE DIA. Porque se voluntariamente continuarmos no pecado, depois de termos recebido o pleno conhecimento da verdade, já não resta mais sacrifício pelos pecados, mas uma expectação terrível de juízo, e um ardor de fogo que há de devorar os adversários".
Hebreus 10:25-27
Veja os sinais!
Leia a Bíblia, SEMPRE!
 
SHALOM!
 
Haroldo Maranhão

Nenhum comentário:

Postar um comentário