quarta-feira, 15 de dezembro de 2010

FELIZ NATAL?


O que é um Feliz Natal nos dias de hoje?
Ter a família toda reunida?
Uma mesa farta, uma ceia especial, com todos os ingredientes necessários para que se cumpra o ritual do natal.
Peru.
Tender.
Chester!
Maionese...
Sobremesas sofisticadas.
Frutas natalinas.
Todos convidados vestindo roupas especiais
A clássica troca de presentes.
Amigo secreto... Elefante branco.
Músicas natalinas ao fundo.
Uma bela árvore com bolas e luzes.
Guirlandas.
Papai Noel, neve artificial, uma meia para colocar os presentes.
Tirar muitas fotos e filmes dos pequenos.
Talvez, se não for constranger parentes e amigos especiais que visitam a casa, uma breve leitura de um texto bíblico sobre o nascimento de Jesus.
Se não for pedir demais, uma oração de gratidão a Deus.
Breve.
Bem rápida, se possível, para não "constranger" ninguém.
Pronto!
Podemos festejar!
Cumprimos o que a Bíblia ensina sobre o Natal.
?
O que a Bíblia ensina sobre como celebrar o Natal?
NADA!
Não há um único texto da Bíblia que nos oriente a celebrar o nascimento de Jesus.
Aliás, nem o nascimento de ninguém.
Encontramos, sim, os relatos de Seu nascimento descrevendo todo o cumprimento das profecias sobre esta data. Confirmando seu nascimento sobrenatural.
Apenas isso. Jesus aqui nasceu.
Por sinal, por favor, não é o aniversário dEle!
Só falta alguns cantarem "Parabéns a Você" e fazer pique, pique... faça-me o favor.
Jesus é eterno.
Existe desde a eternidade anterior.
Maria não é mãe de Deus, mas foi o instrumento escolhido por Deus.
Mãe do Jesus nascido em carne.
Jesus o Filho de Deus, nascido de Maria.
Deus, da parte de Deus.
Homem, da parte de Maria.
Na verdade, foi Ele foi quem criou Maria, você e eu. E tudo o mais.
Todas as coisas foram criadas por meio dEle, Jesus, e sem Ele nada do que foi feito se fez, como lemos no primeiro capitulo do Evangelho de João.
Existe uma única celebração que Jesus nos ensinou para perpetuarmos acerca dEle, ensinada por Suas próprias palavras, e também, através do Apóstolo Paulo.
“Anunciar a Sua morte e ressurreição ATÉ QUE ELE VENHA, em Seu Reino!”
Lucas 22:17 Então havendo recebido um cálice, e tendo dado graças, disse: Tomai-o, e reparti-o entre vós; 18 porque vos digo que desde agora não mais beberei do fruto da videira, até que venha o reino de Deus. 19 E tomando pão, e havendo dado graças, partiu-o e deu-lho, dizendo: Isto é o meu corpo, que é dado por vós; fazei isto em memória de mim. 20 Semelhantemente, depois da ceia, tomou o cálice, dizendo: Este cálice é o novo pacto em meu sangue, que é derramado por vós.
João 6:53 Disse-lhes Jesus: Em verdade, em verdade vos digo: Se não comerdes a carne do Filho do homem, e não beberdes o seu sangue, não tereis vida em vós mesmos. 54 Quem come a minha carne e bebe o meu sangue tem a vida eterna; e eu o ressuscitarei no último dia. 55 Porque a minha carne verdadeiramente é comida, e o meu sangue verdadeiramente é bebida. 56 Quem come a minha carne e bebe o meu sangue permanece em mim e eu nele. 57 Assim como o Pai, que vive, me enviou, e eu vivo pelo Pai, assim, quem de mim se alimenta, também viverá por mim. 58 Este é o pão que desceu do céu; não é como o caso de vossos pais, que comeram o maná e morreram; quem comer este pão viverá para sempre.
E Paulo complementa este ensino:
1Coríntios 11:23 Porque eu recebi do Senhor o que também vos entreguei: que o Senhor Jesus, na noite em que foi traído, tomou pão; 24 e, havendo dado graças, o partiu e disse: Isto é o meu corpo que é por vós; fazei isto em memória de mim. 25 Semelhantemente também, depois de cear, tomou o cálice, dizendo: Este cálice é o novo pacto no meu sangue; fazei isto, todas as vezes que o beberdes, em memória de mim. 26 Porque todas as vezes que comerdes deste pão e beberdes do cálice anunciai a morte do Senhor, até que ele venha.
Mas esta celebração muitos de nós não queremos cumprir.
Preferimos esta outra, e dizemos que é uma festa cristã.
Na verdade, uma festa cristã misturada com pagã.
Este o motivo da ilustração do post.
CONTAMINAÇÃO.
“Saturnália”.
Cada dia mais esta celebração de Natal, supostamente cristã, se torna absolutamente pagã.
Papai Noel? Ele é seu pai? Ou pai de quem?
Meu Pai é Deus.
Fadas, gnomos, elfos, e até mesmo bobos da corte fazem parte hoje da decoração natalina.
E se você, cristão, bobear, verá que algumas destas figuras, talvez, escaparam e estão na sua casa hoje!
Honrando quem?
"Dividindo" lugar com Jesus,que, supostamente é o motivo desta data.
Será que ainda é mesmo?
Além disso, muitas pessoas ficam deprimidas por que nesta data não conseguem reunir sua família.
MAS QUEM DISSE QUE ISSO DEVERIA ACONTECER HOJE?
Se você consegue reunir sua família ao longo do ano, celebre.
Mas não é assim em todas as casas.
Cada casa tem sua história. Sua realidade. Sua dimensão.
Em muitas casas, o que acontece é uma grande tensão no ar, ao tentar reunir pessoas que não querem estar junto, mas entendem que PRECISAM por que, afinal de contas é Natal.
Ou foram mesmo forçadas pela matriarca da família.
Pressionadas. Manipuladas.
Como é Natal, precisamos estar TODOS.
E JUNTOS.
Pelo menos para sair em uma fotografia...
Será que é isso o que devemos mesmo fazer?
Será que é o que Deus quer?
E NESTA DATA?
Aliás, não sei se você sabe, mas Jesus nem nasceu em 25 de dezembro.
Esta data é pagã, como já disse.
Talvez, e provavelmente, em Abril, cumprindo festas bíblicas judaicas, mas este é um tema para outro dia...
Enfim, meu querido, minha querida, amigos deste BLOG.
Jesus nos manda celebrar a ceia do Senhor, com pão e suco de uva, como um apontamento profético de Sua volta.
NUNCA nos mandou celebrar seu nascimento.
Entenda isso.
Enquanto isso aproveite suas festas de fim de ano.
Mas sem stress.
Não leve esta data a sério demais.
Não considere a data mais importante do que as pessoas da sua família.
Não se embriague. Não caia em glutonaria. (São pecados iguais!)
Não gaste demais, nem faça dívidas!
Seja para impressionar seus familiares ou amigos, seja para tentar cumprir alguma coisa que alguém, que você nem sabe quem é, diz que faz parte do Natal. Que é o “correto”.
Diz um ditado em inglês, que gosto muito, que um amigo me ensinou:
“Você gasta dinheiro que não tem, com coisas que não precisa, para mostrar para pessoas que não gosta”...
Não manipule seus parentes para conseguir uma reunião em família de comercial de margarina, se isso não é verdade ao longo do ano.
Invista neles sim, mas no relacionamento verdadeiro, no amor, no perdão, na comunhão.
Trabalhe isso, todos os dias do ano, não apenas nesta última semana.
Se não puderem estar todos juntos, relaxe.
Marque outra data.
Faça outra data ser especial para todos.
Na verdade, muitas coisas vão estar inclusive mais baratas...
Mas, acima de tudo, sim, lembre de Jesus.
Aproveite para falar de Jesus.
Esta é a grande oportunidade desta data.
Lembrar, sim, que Jesus nasceu aqui.
Para cumprir um fantástico plano de salvação para mim e para você.
O nascimento, em carne, de Jesus, O Cristo!
Que era, que é, e que sempre será.
Ele sempre existiu, aqui veio e em breve voltará.
Em breve.
Muito breve.
MARANATA, vem Senhor Jesus!
Enquanto isso... veja os sinais!
E..., se possível, um Feliz Natal.
Entendendo, de verdade do que falamos.

SHALOM!

Haroldo Maranhão

Nenhum comentário:

Postar um comentário