quinta-feira, 6 de maio de 2010

BARACK OBAMA NÃO É CIDADÃO AMERICANO!!! (... AGORA PARECE MAIS CLARO...)


Bem amigos deste BLOG!
Tive que optar por voltar a um tema muito importante, por que hoje tive acesso a um novo vídeo do YouTube que trás o registro de uma fala da primeira dama Michelle Obama, em 2007, dizendo textualmente, que Obama é queniano.
Você pode me perguntar o que isso tem a ver com o tema do BLOG... e eu vou responder: SE Barack Obama não é cidadão americano, e isso ficar provado, haverá risco de uma crise institucional sem precedentes nos EUA, impactando nas finanças, na ordem jurídica, e outras esferas que tenham sido influenciadas por decisões de governo tomadas, e também em relação a outros países, pelo mesmo motivo.
Abrirá uma possibilidade para um caos ser artificialmente criado, que poderá viabilizar o surgimento de um novo líder, global, que poderá aparecer em meio a um cenário assim.
Um caos portanto, fabricado e manipulado, com um propósito e fim específico.
Assim sendo, este assunto começa a ter uma grande importância no cenário profético que estamos acompanhando deste ¨observatório¨ no BLOG.

Para você acompanhar, segue o texto escrito da declaração dela, com a respectiva tradução:

“What it reminded me of was our trip to Africa, two years ago, and the level of excitement that we felt in that country – the hope that people saw just in the sheer presence of somebody like Barack Obama – a Kenyan, a black man, a man of great statesmanship who they believe could change the fate of the world.

¨O que me fez lembrar de uma viagem para a África, dois anos atrás, em que o nível de expectativa que sentimos naquele país - a esperança das pessoas que viram uma mudança de rumo na presença de alguém como Barack Obama - um Queniano, um homem negro, um grande político que eles acreditam que possa mudar o destino do mundo.¨

Bem amigos, continuemos atentos.
Cada dia que passa, fico surpreso em perceber tantas coisas acontecendo diante de nossos olhos.
Veja os Sinais!
SHALOM!
Haroldo Maranhão

Nenhum comentário:

Postar um comentário