terça-feira, 16 de fevereiro de 2010

DOIS ARREBATAMENTOS?


Hoje quero chamar sua atenção para uma breve reflexão bíblica,
Vamos começar com as próprias palavras de Jesus, que encontramos no Evangelho de Lucas, capítulo 17, Versão JFA Revista e Atualizada:

26 Assim como foi nos dias de Noé, será também nos dias do Filho do Homem; 27 comiam, bebiam, casavam e davam-se em casamento, até ao dia em que Noé entrou na arca, e veio o dilúvio e destruiu a todos; 28 O mesmo aconteceu nos dias de Ló: comiam, bebiam, compravam, vendiam, plantavam e edificavam; 29 mas, no dia em que Ló saiu de Sodoma, choveu do céu fogo e enxofre e destruiu a todos; 30 Assim será no dia em que o Filho do Homem se manifestar.

Não sei se você percebeu, mas Jesus não fala aqui de um mesmo evento, repetindo as figures de Noé e Ló como um recurso de ênfase.
Na verdade, pelo menos ao meu ver, Ele fala de dois eventos diferentes.
Aqui está a chave do que quero chamar a sua atenção:

Os dias de Noé, Jesus compara aos DIAS do Filho do Homem, dias no plural.
Os dias de Ló, Jesus compara ao DIA do Filho do Homem, dia no singular.

Isso acontece nas traduções em Português, Espanhol e Inglês.
Por que isso é tão importante?
Por que deixa claro que Jesus está falando de dois momentos em que acontecerão livramentos tão espetaculares como nos dias de Noé, e nos dias de Ló.
Mas, vamos ver as diferenças:

Nos dias de Noé, as pessoas comiam, bebiam, casavam e davam-se em casamento.
Aqui, vemos uma realidade diária como aquela que podemos ver em nossos dias.
Uma vida normal, mas também uma vida aparentemente alienada da vida de Deus.
O mesmo que acontecia nos dias de Noé.
Ele pregou por 100 anos, mas as pessoas não tiveram tempo para ouvir.
Estavam preocupadas com sua vida diária, (embora existam vários outros indicadores que vamos avaliar outro dia sobre o que realmente ocorria nos dias de Noé, além deste fato).
Para mim, esta é uma descrição do primeiro arrebatamento que esperamos, o arrebatamento da Noiva de Jesus.
E claramente aponta para um fato que acontece mais de uma vez, por estar no plural.
O que eu creio?
Que Ele aqui se refere a um primeiro arrebatamento antes da tribulação, para aqueles que são considerados por Ele como servos fiéis.
Virgens sábias.
Igreja de Filadélfia.
Aqueles que são dignos de escapar de TODAS estas coisas, conforme palavras de Jesus em Lucas 21:36 (já tinha lido este versículo?).
Depois deste primeiro arrebatamento, por figura, em Apocalipse 4:1, inicia-se o período conhecido como o princípio das dores descrito por Jesus em Mateus 24, texto paralelo aos selos de Apocalipse 6.
Ocorre, então, o início do governo do anticristo, que tem o direito de lutar contra os santos, e os vencer…

Veja que isto é comparado por Jesus aos dias de Ló.
As pessoas ainda comem e bebem, mas não mais se casam nem se dão em casamento. Compram e vendem, plantam e edificam, e por figura, os justos são retiradas imediatamente antes de chover fogo do céu!
Veja que são situações diferentes aos dias de Noé, pois já estará implantado o sistema da Nova Ordem Mundial.
Um sistema luciferiano, com multiplicação de comércio, como lemos em Ezequiel 28:16, apoiado em uma marca na mão ou na testa de todas as pessoas, para que se possa comprar ou vender.
Um sistema como o iniciado por Caim, em Gênesis 4, que trouxe ao Senhor do fruto da terra, que não foi aceito por Deus por ser contrário à revelação profética do Cordeiro, que Abel ofereceu.
Oposto ao sistema de Deus, por substituir o sacrifício do Cordeiro, por figura, Jesus, pelo fruto do seu trabalho de lavrador.
Caim ainda manifestou sua continuidade rebelde em seus herdeiros que receberam revelação de demônios, como por exemplo, Tubal-Caim, que aprendeu a produzir armas, instrumentos cortantes, de bronze e ferro, que não foram revelados pelo Senhor.
Uma sistema com uma figura como a de Ninrode, de Gênesis 10, caçador diante do Senhor, mas também um edificador de cidades.
Além disso, quanto ao fato de não mais se casarem, vejo por figura o que está no registrado livro de um dos profetas da Nova Ordem, Aldous Huxley, Admirável Mundo Novo, em que as pessoas não mais se casam, e os filhos são todos gerados artificialmente e tutelados pelo Estado totalitário, estabelecido naquele tempo futuro descrito pelo autor.

Você consegue perceber a diferença dos dois momentos?
Isso acontece até o dia no DIA em que o Filho do Homem se manifestar, após retirar a sua Igreja.
Dias de Noé, DIAS, ou seja, mais de um livramento figurado.
Dias de Ló, DIA, ou seja, um dia específico e único.
Entenda, a Igreja não É, necessariamente, a Noiva.
A Igreja CONTÉM a Noiva.
Antes de você me considerar um herege, por favor… pense comigo!
Ao longo da história, quantos Cristãos sofreram perseguições, passaram por tribulações, foram feridos, desterrados, torturados, mortos!
Quantos?
Agora, avalie comigo… por que os Cristãos secularizados dos nossos dias, que mal lêem a Bíblia, não são assiduos nas reuniões de suas igrejas, são mundanos, carnais…
Dão péssimo testemunho, mal conhecem textos da Bíblia.
Bebem, prostituem, vivem na carne, e não andam no Espírito…
Por que estes Cristãos seriam arrebatados e livrados de toda a tribulação dos últimos dias?
Pela graça?
Seriam os Cristãos carnais dos últimos dias melhores do que os Cristãos espirituais dos tempos anteriores e mesmo contemporaneos aos nossos?
Leia as cartas de Jesus às igrejas em Apocalipse 2 e 3.
Em quase todas Ele veio ver as obras, a perseverança e oferece oportunidade de arrependimento do pecado.
Nós somos salvos, sim, pela graça, por meio da fé. Isso não vem de nós, é dom de Deus (Ef. 2:8 e 9)…
Glória a Deus pela obra gratuita de Salvação.
Mas somos livrados de TODAS estas coisas, por obras de justiça, que constituem a vestimenta da Noiva.
Por VIGIAR e ORAR.
Por aguardar e amar a Sua Vinda.
Esta informação inadequada e equivocada sobre um único arrebatamento universal da Igreja, tornou muitos crentes em pessoas irresponsáveis, descomprometidas, carnais.
Se não perdem a salvação, e se vão ser arrebatados de qualquer forma, qual a real motivação para se santificarem?
Lavarem suas vestes diariamente no sangue do Cordeiro por arrependimento e confissão dos pecados?
Obedecerem a Palavra?
VIGIAREM e ORAREM?
Estão vivendo quase no preceito ¨… comamos e bebamos, por que amanhã seremos arrebatados…¨
Não… isso não é verdade.
Como já vimos, Jesus nos exorta a que vivamos de modo digno de escapar de TODAS estas coisas.
Vigiando e orando.
Além disso, Ele enfatizou isso por parábolas que claramente tratam deste tema, e quero tratar disso nos próximos posts, se Deus permitir.
Bem, espero que este texto leve-nos a uma profunda reflexão…
Estamos preparados para encontrar Jesus face a face?
Se você nunca teve um relacionamento pessoal com Jesus e quer saber como fazer, mande uma mensagem para mim.
Terei o maior prazer em explicar.
Você que já conhece a Jesus, fique ligado.
Jesus está voltando.
É tempo de andarmos de modo digno.

SHALOM!

Haroldo Maranhão

3 comentários:

  1. Como você considera um relacionamento pessoal com Jesus?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pela graça, por meio da fé, não por obras.
      Efésios 2:8 e 9 Porque pela graça sois salvos, mediante a fé; e isto não vem de vós; é dom de Deus; 9 não de obras, para que ninguém se glorie.

      Por arrependimento de pecados.
      Mateus 9:13 Ide, porém, e aprendei o que significa: Misericórdia quero e não holocaustos; pois não vim chamar justos, e sim pecadores ao arrependimento.

      Excludente com relação a todas as outras alternativas. Só Jesus.
      João 14:6 Respondeu-lhe Jesus: Eu sou o caminho, e a verdade, e a vida; ninguém vem ao Pai senão por mim.
      I Timóteo 2:5 Porquanto há um só Deus e um só Mediador entre Deus e os homens, Cristo Jesus, homem, 6 o qual a si mesmo se deu em resgate por todos: testemunho que se deve prestar em tempos oportunos.

      Pela verdade de uma experiência real, pessoal, incomparável e incompreensível.
      João 14:23 Respondeu Jesus: Se alguém me ama, guardará a minha palavra; e meu Pai o amará, e viremos para ele e faremos nele morada.

      Através de uma oração, uma declaração com a boca, audível, de algo que se crê no coração:
      Romanos 10: 9 Se, com a tua boca, confessares Jesus como Senhor e, em teu coração, creres que Deus o ressuscitou dentre os mortos, serás salvo. 10 Porque com o coração se crê para justiça e com a boca se confessa a respeito da salvação. 11 Porquanto a Escritura diz:Todo aquele que nele crê não será confundido

      Excluir
  2. Eu também acredito em dois arrebatamentos. Não só acredito como
    ensino dois arrebatamentos. Como o senhor está vendo dois arrebatamentos, Quando seria o segundo arrebatamento?

    ResponderExcluir