domingo, 21 de junho de 2015

O JUÍZO FINAL VEM. O FIM ESTÁ AS PORTAS. COMO ESCAPAR DO QUE VIRÁ?


Sim, vivemos no que se pode considerar como os últimos dias.
Pouco importa de quanto tempo cronológico estamos falando, pois, se compararmos os dias que temos adiante de nós com um período de 6.000 anos de história da humanidade segundo a Bíblia, e se pensarmos nos 1.000 anos do Reino físico vindouro de Jesus Cristo sobre toda a terra, meses ou anos significam quase nada.
Avaliando tudo o que leio acerca do tema, seja em sites cristãos, seja em teóricos da conspiração, sejam esotéricos, percebo que há certo senso comum de que algo vai ocorrer em breve...
Para alguns, a terra passará por um “período de purificação”...
Para outros, extraterrestres virão fazer “uma intervenção” na humanidade...
Para outros, a “mãe Gaia” vai reagir a tudo o que vem ocorrendo pela mão de “seus filhos”...
E para muitos “religiosos”, o “Juízo Final” está próximo... ou o fim está próximo.
Bem, se eu pensar com a cabeça destes todos, sem ter uma informação segura, sem uma revelação coerente, reconheço que ficaria apavorado.
Afinal, purificação ou invasão extraterrestre não me parece nada amistoso...
A terra expulsando os que a ferem também me parece algo assustador...
E o fim do mundo que tenho visto em alguns documentários do History Channel também não me parece um programa atraente...
Mas por incrível que pareça, as pessoas preferem aceitar uma destas hipóteses como viáveis, embora em nenhuma haja uma proposta realmente segura, do que abraçar o que a Bíblia diz.
Para estes, o livro do Apocalipse é mais assustador do que tudo isso... e não querem conhecer.
Por que será?
Bem, concordo que pensar no fim do mundo ou no Juízo Final é algo assustador.
Algo que trás angústia e aflição.
E se formos sinceros e realmente observarmos o que diversas áreas de conhecimento humano nos falam acerca do futuro do nosso planeta, quanto a água, a quantidade de alimentos que temos comparada ao aumento desenfreado da população, se avaliarmos o descobrimento de novos asteroides que ameaçam a terra, se analisarmos o problema dos combustíveis fósseis e climáticos, a violência, os milhões de refugiados expulsos de suas casas por guerras, os cenários econômicos futuros, as guerras religiosas, a dificuldade de uma família criar seus filhos podendo transferir seus próprios princípios e valores, as crises de governos, o controle e a dependência da tecnologia...
Bem... o mundo está mudando e ninguém consegue realmente entender para onde vai.
E se avaliarmos ainda mais, parece mesmo que algo vai acontecer a partir de tudo isso, ou mesmo através de tudo isso...
E parece que não há como se escapar de tudo isso que virá...
Mas e se soubermos que há um escape simples e seguro, embora sim, em meio a algo complexo e assustador?
E se soubéssemos de antemão tudo o que vai acontecer, para que em meio a algo complexo e assustador pudéssemos ter certeza e esperança?
E se soubéssemos que Aquele que cuida de tudo isso, reina sobre tudo e sobre todos, e oferece esta segurança revelada em Sua Palavra?
Sim, eu creio e na verdade tenho certeza que podemos nos apoiar na segurança que há na Palavra, por meio da fé, naquilo que o próprio Deus mandou nos revelar acerca do que virá...
E esta é a proposta deste post!
Falar acerca da esperança e segurança que há quanto ao Juízo que virá!
Bem, pegue sua Bíblia se tem para comparar os textos que publico aqui, ou acompanhe os que copio logo abaixo...
Vamos começar com este texto aqui...

Apocalipse 20:11-15 Vi um grande trono branco e aquele que nele se assenta, de cuja presença fugiram a terra e o céu, e não se achou lugar para eles. Vi também os mortos, os grandes e os pequenos, postos em pé diante do trono. Então, se abriram livros. Ainda outro livro, o Livro da Vida, foi aberto. E os mortos foram julgados, segundo as suas obras, conforme o que se achava escrito nos livros. Deu o mar os mortos que nele estavam. A morte e o além entregaram os mortos que neles havia. E foram julgados, um por um, segundo as suas obras. Então, a morte e o inferno foram lançados para dentro do lago de fogo. Esta é a segunda morte, o lago de fogo. E, se alguém não foi achado inscrito no Livro da Vida, esse foi lançado para dentro do lago de fogo.

Assustador não?
E veja que deste julgamento não cabe recurso, pois não há instancia superior...
A quem recorreríamos se quem julga é o próprio Deus? O Reto e Supremo Juíz?
Como será que vai se sentir alguém condenado em um Tribunal assim, sabendo que a sua condenação foi absolutamente justa?
Justa pelo fato de que não há testemunhas mentirosas, nem processo fraudado, mas sim, a base da condenação são a consciência e as memórias da própria pessoa, expostas diante de si?
E será que há esperança para alguém que vai ser julgado neste tribunal sair de lá absolvido?
Será?

Mateus 25:31-46 Quando vier o Filho do Homem na sua majestade e todos os anjos com ele, então, se assentará no trono da sua glória; e todas as nações serão reunidas em sua presença, e ele separará uns dos outros, como o pastor separa dos cabritos as ovelhas; e porá as ovelhas à sua direita, mas os cabritos, à esquerda; então, dirá o Rei aos que estiverem à sua direita: Vinde, benditos de meu Pai! Entrai na posse do reino que vos está preparado desde a fundação do mundo. Porque tive fome, e me destes de comer; tive sede, e me destes de beber; era forasteiro, e me hospedastes; estava nu, e me vestistes; enfermo, e me visitastes; preso, e fostes ver-me. Então, perguntarão os justos: Senhor, quando foi que te vimos com fome e te demos de comer? Ou com sede e te demos de beber? E quando te vimos forasteiro e te hospedamos? Ou nu e te vestimos? E quando te vimos enfermo ou preso e te fomos visitar? O Rei, respondendo, lhes dirá: Em verdade vos afirmo que, sempre que o fizestes a um destes meus pequeninos irmãos, a mim o fizestes. Então, o Rei dirá também aos que estiverem à sua esquerda: Apartai-vos de mim, malditos, para o fogo eterno, preparado para o diabo e seus anjos. Porque tive fome, e não me destes de comer; tive sede, e não me destes de beber; sendo forasteiro, não me hospedastes; estando nu, não me vestistes; achando-me enfermo e preso, não fostes ver- me. E eles lhe perguntarão: Senhor, quando foi que te vimos com fome, com sede, forasteiro, nu, enfermo ou preso e não te assistimos? Então, lhes responderá: Em verdade vos digo que, sempre que o deixastes de fazer a um destes mais pequeninos, a mim o deixastes de fazer. E irão estes para o castigo eterno, porém os justos, para a vida eterna.

Ah...
Agora parece que faz sentido... quem for ovelha, tem chance.
Se for bode, não tem...
Será que é isso mesmo?

Mateus 7:21-23 Nem todo o que me diz: Senhor, Senhor! entrará no reino dos céus, mas aquele que faz a vontade de meu Pai, que está nos céus. Muitos, naquele dia, hão de dizer-me: Senhor, Senhor! Porventura, não temos nós profetizado em teu nome, e em teu nome não expelimos demônios, e em teu nome não fizemos muitos milagres? Então, lhes direi explicitamente: nunca vos conheci. Apartai-vos de mim, os que praticais a iniquidade.

Piorou...
Agora até mesmo quem faz milagres e expulsa demônios não tem chance?
E aqueles que têm uma vida “normal básica”... estão perdidos?
Bem, queridos que passam por aqui...
A base do Juízo segundo A Palavra, não é o que as pessoas produziram de obras milagrosas, nem da ação social que praticaram aos pequeninos, nem de conseguir falar alguma coisa sensata no momento do interrogatório no Dia do Juízo Final...
Na verdade, segundo a Bíblia, a questão da esperança no Dia do Juízo está diretamente ligada ao que fazemos aqui, durante nossa vida na terra, antes daquele Dia tão terrível!

João 3:16-18 Porque Deus amou ao mundo de tal maneira que deu o seu Filho unigênito, para que todo o que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna. Porquanto Deus enviou o seu Filho ao mundo, não para que julgasse o mundo, mas para que o mundo fosse salvo por ele. Quem nele crê não é julgado; o que não crê já está julgado, porquanto não crê no nome do unigênito Filho de Deus.

Romanos 5:1-2 Justificados, pois, mediante a fé, temos paz com Deus por meio de nosso Senhor Jesus Cristo; por intermédio de quem obtivemos igualmente acesso, pela fé, a esta graça na qual estamos firmes; e gloriamo-nos na esperança da glória de Deus.

Romanos 8:1-2 Agora, pois, já nenhuma condenação há para os que estão em Cristo Jesus. Porque a lei do Espírito da vida, em Cristo Jesus, te livrou da lei do pecado e da morte.

João 5:24 Em verdade, em verdade vos digo: quem ouve a minha palavra e crê naquele que me enviou tem a vida eterna, não entra em juízo, mas passou da morte para a vida.

Sim, a base do julgamento a ser realizado no Juízo é o que fazemos quanto a Jesus O Cristo.
Esta atitude define a salvação, ou a condenação no Juízo.
Segundo a Bíblia... Segundo registros das Palavras do próprio Jesus e dos Seus Apóstolos.
Quem nEle (Jesus, O Cristo) crê, na verdade, não é nem mesmo julgado... nem mesmo entra em Juízo.
A poderosa declaração de Jesus nos explica muita coisa:

João 11:25-26 “Disse-lhe Jesus: Eu sou a ressurreição e a vida. Quem crê em mim, ainda que morra, viverá; e todo o que vive e crê em mim não morrerá, eternamente. Crês isto”?

Assim que naquele Dia, diante do Senhor não teremos aqueles personagens dos filmes de “mortos-vivos”, mas sim, apenas “os mortos”, aqueles que morreram em seus pecados sem receber a Vida em Jesus, A própria Ressurreição... e estarão ali, diante do Senhor, O Deus Vivo!
Eles estão mortos porque não se beneficiaram do poder de vida que há em Jesus Cristo!
Sim, quem nEle crê, mesmo que morra fisicamente, viverá eternamente!
Sim, os mortos ali presentes não tem esperança, pois já estão mortos, não receberam a salvação em Jesus Cristo, e, portanto, serão julgados apenas por suas obras que não podem salvar... ou seja, já estão julgados... e condenados.
Obras humanas não tem poder para salvar, pois nada valem diante da Obra de Jesus na cruz do Calvário...
Não há salvação em nenhum outro Nome, nem em nenhuma outra forma de religiosidade ou boas obras... Segundo A Palavra!
Além disso, os que morreram em Cristo, já estarão vivos naquele momento, pois, naquele Dia do Juízo, já terão sido ressuscitados e já estarão reunidos com os que não morreram fisicamente, mas foram arrebatados... qualquer que seja o momento do arrebatamento futuro!

I Tessalonicenses 4:16-18 Porquanto o Senhor mesmo, dada a sua palavra de ordem, ouvida a voz do arcanjo, e ressoada a trombeta de Deus, descerá dos céus, e os mortos em Cristo ressuscitarão primeiro; depois, nós, os vivos, os que ficarmos, seremos arrebatados juntamente com eles, entre nuvens, para o encontro do Senhor nos ares, e, assim, estaremos para sempre com o Senhor. Consolai-vos, pois, uns aos outros com estas palavras.

I Coríntios 15:50-58 Isto afirmo, irmãos, que a carne e o sangue não podem herdar o reino de Deus, nem a corrupção herdar a incorrupção. Eis que vos digo um mistério: nem todos dormiremos, mas transformados seremos todos, num momento, num abrir e fechar de olhos, ao ressoar da última trombeta. A trombeta soará, os mortos ressuscitarão incorruptíveis, e nós seremos transformados. Porque é necessário que este corpo corruptível se revista da incorruptibilidade, e que o corpo mortal se revista da imortalidade. E, quando este corpo corruptível se revestir de incorruptibilidade, e o que é mortal se revestir de imortalidade, então, se cumprirá a palavra que está escrita: Tragada foi a morte pela vitória. Onde está, ó morte, a tua vitória? Onde está, ó morte, o teu aguilhão? O aguilhão da morte é o pecado, e a força do pecado é a lei. Graças a Deus, que nos dá a vitória por intermédio de nosso Senhor Jesus Cristo. Portanto, meus amados irmãos, sede firmes, inabaláveis e sempre abundantes na obra do Senhor, sabendo que, no Senhor, o vosso trabalho não é vão.

Sim, Deus não tem compromisso com os mortos, pois é Deus de vivos! Veja as palavras de Jesus em

Marcos 12:27 Ora, Ele não é Deus de mortos, e sim de vivos. Laborais em grande erro.

E ninguém JAMAIS será justificado pelas obras da lei, mas sim, será salvo APENAS pela graça, e pela fé!

Gálatas 2:16 Sabendo, contudo, que o homem não é justificado por obras da lei, e sim mediante a fé em Cristo Jesus, também temos crido em Cristo Jesus, para que fôssemos justificados pela fé em Cristo e não por obras da lei, pois, por obras da lei, ninguém será justificado.

Gálatas 3:11 E é evidente que, pela lei, ninguém é justificado diante de Deus, porque o justo viverá pela fé.

Mas sim, esta fé precisa ser confessada e praticada...

Mateus 10:32-33 Portanto, todo aquele que me confessar diante dos homens, também eu o confessarei diante de meu Pai, que está nos céus; mas aquele que me negar diante dos homens, também eu o negarei diante de meu Pai, que está nos céus.

I João 4:15 Aquele que confessar que Jesus é o Filho de Deus, Deus permanece nele, e ele, em Deus.

E quem faz esta confissão já está com seu nome registrado no Livro da Vida, e quem está inscrito no Livro da Vida, como lemos no primeiro texto, não será julgado pelas suas obras...
Pelo contrário, seu nome não será apagado, mas sim, Jesus o confessará no céu, diante de Deus Pai e dos Seus anjos!

Apocalipse 3:5 O vencedor será assim vestido de vestiduras brancas, e de modo nenhum apagarei o seu nome do Livro da Vida; pelo contrário, confessarei o seu nome diante de meu Pai e diante dos seus anjos.

Esta confissão para a salvação precisa ser feita aqui, por aqueles que têm orgulho de terem sido salvos por Jesus. Que confessam publicamente quem é O seu Senhor e Salvador...
Tenho muitas dificuldades com aqueles que são tímidos e tem medo de confessar quem são em Jesus, e que nem mesmo em um culto na igreja tem coragem de ir até a frente dizer que são de Jesus! Será que são mesmo?

Lucas 9:26-27 Porque qualquer que de mim e das minhas palavras se envergonhar, dele se envergonhará o Filho do Homem, quando vier na sua glória e na do Pai e dos santos anjos. Verdadeiramente, vos digo: alguns há dos que aqui se encontram que, de maneira nenhuma, passarão pela morte até que vejam o reino de Deus.

Veja que em algum momento teremos pessoas que serão decapitadas por sua fé. Aliás, já hoje isso tem acontecido em alguns lugares...
Se a pessoa não consegue nem mesmo confessar que Jesus é Seu Senhor e Salvador diante de pessoa que, no máximo vão zombar de sua fé, será que diante destas circunstâncias, com ameaça de uma morte horrível,  manterão sua confissão?

Apocalipse 20:4-5 Vi também tronos, e nestes sentaram-se aqueles aos quais foi dada autoridade de julgar. Vi ainda as almas dos decapitados por causa do testemunho de Jesus, bem como por causa da palavra de Deus, tantos quantos não adoraram a besta, nem tampouco a sua imagem, e não receberam a marca na fronte e na mão; e viveram e reinaram com Cristo durante mil anos. Os restantes dos mortos não reviveram até que se completassem os mil anos. Esta é a primeira ressurreição.

Bem, voltando para o ponto principal deste post, nós os quem cremos em Cristo, não seremos julgados para a salvação, naquele Dia, mas sim, seremos avaliados para recebermos, ou não, retribuição pelas nossas obras feitas após salvos, para a glória de Deus, e para galardão eterno!

Apocalipse 11:18-19 Na verdade, as nações se enfureceram; chegou, porém, a tua ira, e o tempo determinado para serem julgados os mortos, para se dar o galardão aos teus servos, os profetas, aos santos e aos que temem o teu nome, tanto aos pequenos como aos grandes, e para destruíres os que destroem a terra. Abriu-se, então, o santuário de Deus, que se acha no céu, e foi vista a arca da Aliança no seu santuário, e sobrevieram relâmpagos, vozes, trovões, terremoto e grande saraivada.

Sim, a agenda dos últimos dias é diferente entre os mortos que serão julgados e os que temem o seu nome, grandes e pequenos, para receber  galardão segundo as obras!
Sim, obras de seis diferentes classes, conforme nossa consagração e dedicação ao Senhor! Obras que serão avaliadas naquele Dia!

I Coríntios 3:12-15 Contudo, se o que alguém edifica sobre o fundamento é ouro, prata, pedras preciosas, madeira, feno, palha, manifesta se tornará a obra de cada um; pois o Dia a demonstrará, porque está sendo revelada pelo fogo; e qual seja a obra de cada um o próprio fogo o provará. Se permanecer a obra de alguém que sobre o fundamento edificou, esse receberá galardão; se a obra de alguém se queimar, sofrerá ele dano; mas esse mesmo será salvo, todavia, como que através do fogo.

Sim, O Senhor vem ajustar contas com seus servos...

Mateus 24:19 Depois de muito tempo, voltou o senhor daqueles servos e ajustou contas com eles.

Bem meu querido, minha querida...
Se você é de Jesus, não precisa nem deve temer o Juízo, pois não há condenação para os que estão em Cristo...
Quem chega ao Tribunal naquele Dia do Juízo, já chega condenado... não há esperança...
Mas os que somos de Cristo verdadeiramente, deveríamos ser plenos de boas obras... Precisamos arregaçar as mangas e trabalhar muito, pois o tempo se abrevia...
Não podemos chegar diante dEle, naquele Dia, sem ter nada nas mãos para apresentar...
Dizer diante dEle que prosperamos, que viajamos, que compramos coisas, que fomos isso ou aquilo na vida profissional, de nada vai fazer efeito na eternidade...
Estas obras serão consumidas pelo fogo e não vai sobrar praticamente nada delas...
Pense nisso, pois SE o Espírito Santo não desperta você para fazer o que somos comissionados a fazer, pergunto... será que você ouve mesmo a voz do Espírito Santo?
Bem, e quanto a você que fica apavorado quando pensa no Juízo, no fim do mundo... espero ter trazido  fundamentos bíblicos para sua avaliação.
Existem mais textos, mas creio que estes são suficientes...
Apenas em Jesus há livramento do Juízo.
Apenas em Jesus há proteção para a Ira que virá.
Somente nEle há esperança de vida eterna.
Não há salvação em nenhum outro...
Mas sim, reconheço que sempre isso será matéria de fé...
Esta é a maneira que Deus escolheu, e Ele reina.
Não, Ele não vai responder aqui todas as coisas...
O Evangelho de Jesus não é de responder todas as coisas, mas sim, há respostas suficientes para que possamos aprender...
Mas O Evangelho de Jesus é baseado em crer na Sua Palavra e nAquele que O enviou...
Mas sim, é absolutamente suficiente para a alma... satisfaz a alma, trás segurança interior, pois quando cremos, agradamos a Deus, e ai sim, neste caso, Ele mesmo Se manifesta em nossas vidas... E muitas das perguntas anteriores, na verdade, perdem sentido pela Sua revelação...
Não adie sua decisão, não adie a sua busca... resolva suas questões interiores o mais rápido possível pois o tempo se abrevia...
O mundo muda rapidamente, e a humanidade confronta ao Senhor cada vez mais...
Parece que não creem que o Juízo virá... e será terrível quando descobrirem... tarde demais.
Você não pode ver?
Veja os sinais...

Deus abençoe!

Haroldo Maranhão

sábado, 23 de maio de 2015

SETEMBRO DE 2015....


Você que me acompanha há mais tempo já sabe.
Mas você, que talvez esteja há pouco tempo por aqui, talvez não...
A verdade é que embora eu escreva um Blog sobre os últimos dias, não sou daqueles que marcam datas.
Não faço por que não posso dizer que podemos enxergar uma data específica mais longe no tempo, pois há um texto que não nos permite fazer isso...
Neste caso, e apenas neste caso, é que a frase de Jesus “ninguém sabe o dia, nem a hora”, deve ser entendida. Já falei bastante sobre isso em posts anteriores aqui e aqui...
Mas sim, à medida que o tempo vai passando e outros fatos importantíssimos no cenário profético forem acontecendo, bem, aí sim, saberemos até mesmo a hora de olhar para cima!
Posso entender assim, pois é exatamente isso o que Jesus nos diz em Lucas 21:28 “Ora, ao começarem estas coisas a suceder, exultai e erguei a vossa cabeça; porque a vossa redenção se aproxima”.
Mas independente disso, é interessante acompanhar fatos importantes, como teremos em um único mês, este próximo mês de setembro de 2015, com tantas coisas para observar e analisar.
Sim, este mês de setembro, daqui a pouco mais que três meses!
E o que eu vou observar, e convido você a fazer o mesmo?
Bem, antes de abordar o ponto central deste post, quero destacar que nenhum dos eventos que vamos observar é literalmente bíblico. Mas apesar de não serem bíblicos, são proféticos!
Calma... eu explico!
Todos são eventos importantes e claros para os “ingredientes” do cenário profético, e podem fazer parte da mesma linha de fatos que estou observando.
E serão fatos públicos, conhecidos, e passíveis de serem observados. Analisados. Avaliados!
Assim, vamos em frente no texto de hoje... Mas lembro!
Eu não estou dizendo que o mundo acaba em Setembro. Aliás, digo que não vai acabar nos próximos anos, sem dúvida nenhuma!
E também não estou afirmando que o arrebatamento vá ocorrer em Setembro.
Embora, até mesmo, pudesse ser... será? Bem, quase que nada impediria de ocorrer...
Digo apenas: “Vamos observar”!

FATO 1 – Última Lua de Sangue da TETRAD 2014/2015

Bem, se você acompanha a questão da TETRAD, sobre a qual tanta gente tem escrito, ensinado e pregado por aí, ou se leu meu post sobre o tema, já sabe que no dia 28 de Setembro próximo teremos o último eclipse da lua, uma “Lua de Sangue” caindo em uma quarta data de festa bíblica, como tivemos em 2014/2015. Leia meu post, por favor, se não sabe o que é isso.
Sim, este ciclo de tempo vai se encerrar neste mês de setembro...
Mas não significa, necessariamente, que algo vá acontecer em Setembro por conta deste eclipse...
Mas, creio, significa que, a partir desta data, SE algo for mesmo acontecer em relação a Israel, bem, deveremos perceber o início de um ciclo tempo muito importante e intenso...
Que deveremos acompanhar.
Digo isso pois, as TETRADs, eclipses da lua em datas precisas de festas bíblicas, deveriam ser um sinal claro para Israel.
Afinal seu retorno à terra em 1947/48, em meio a uma TETRAD, deu início a uma contagem do tempo profético, pois não há cenário profético bíblico sem Israel estar em sua terra, sem estar em posse de Jerusalém, nem estar em disputa de sua sobrevivência pelos mais variáveis motivos...
Além disso, Israel tem se tornado, cada dia mais, uma “pedra no sapato” das nações.
Em Zacarias 12:3, lemos: “Naquele dia, farei de Jerusalém uma pedra pesada para todos os povos; todos os que a erguerem se ferirão gravemente; e, contra ela, se ajuntarão todas as nações da terra”.
Mas lembro...
Não há nenhum texto bíblico que diga que algo aconteceria em meio a uma TETRAD...
Mas algo acontecer associado a este fato astronômico, indesmentível, visível, conhecido antecipadamente por todos que estão atentos, não contraria nenhuma profecia bíblica.

FATO 2 – Eclipse do Sol no meio da TETRAD 2014/2015

Se a lua fala a respeito de Israel, que tem inclusive seu calendário lunar, o sol fala para as nações. Por este motivo, e apenas por este motivo, um eclipse do sol, no dia 13 de setembro, quase no final da TETRAD precisa ser observado. Ainda mais, quando cai, exatamente, precisamente, no dia que em Israel é celebrada a “Festa das Trombetas”!
Embora alguns estudiosos entendam que a última trombeta a ser soada para o arrebatamento é a sétima trombeta do Juízo, em Apocalipse 11:15.
Eu creio que, considerando o fato que Jesus cumpriu as três primeiras festas da primavera, nas suas datas precisas, que são: Páscoa, Pães Asmos e Primícias, além da própria festa de Pentecostes ter sido cumprida pelo derramamento do Espírito Santo, também no dia exato da festa...
Eu posso considerar que o arrebatamento poderia vir a ocorrer no exato dia da Festa de Trombetas... Porque não?
E o fato deste eclipse ocorrer dentro do ciclo de tempo delimitado pela TETRAD, me desperta mais atenção...
Não, não estou dizendo que será!
Mas creio que ninguém pode dizer, categoricamente, que não possa ser... ou pode?
Mas repito!
Não há nenhum texto bíblico que diga que algo aconteceria no dia de um eclipse do sol em meio a uma TETRAD...
Mas este evento astronômco, público e conhecido por todos os que observam o cenário profético dos últimos dias, podem ter sua atenção mais despertada...
E este fato não contraria nenhuma profecia bíblica.

FATO 3 – ELUL 29!

Sim, esta data no calendário judaico é muito importante.
Ela aponta para um período de juízo do Senhor, quando não há arrependimento.
Esta data marca períodos importantes de avaliação do Senhor quanto a uma resposta de arrependimento ou não, e seu juízo se manifesta em meio a perdas financeiras importantes...
O que tem Elul 29 a ver com este mês de setembro?
TUDO!
Há alguns anos acompanho a revelação trazida pelo Rabino messiânico americano Jonathan Cahn acerca dos anos sabáticos. Até mesmo li seu livro The Harbinger.
Se você tem Kindle, e lê inglês, convido a adquirir o livro e fazer o download, e ler...
Embora não haja um texto bíblico claro que diga explicitamente que este entendimento de anos sabáticos está associado ao Juízo que virá, veremos que não contraria nenhuma profecia bíblica.
Embora o autor seja uma pessoa também considerada controversa por alguns...
Entendo que seu livro tem muito fundamento bíblico para, pelo menos, pararmos para avaliar o que ele diz... e principalmente, pelos fatos, públicos e conhecidos, em datas claras e conhecidas, que ele associa com esta impressionante data!
Segundo o estudo dele, de uma palavra de juízo do Senhor sobre os Estados Unidos, considerado como um “Israel profético contemporâneo”, que tem voltado as costas ao Senhor, a primeira data a ser considerada é 17 de setembro de 2001.
Para estabelecer esta lógica dos anos sabáticos, ou “Shemitah”, esta seria a data que manifesta o início desta compreensão dele, data esta que trás efeitos como consequência do atentado de 11 de setembro. Neste dia tivemos a maior queda dahistória de Wall Street, em um único dia, até então.
E claro, a economia global também sofreu seus efeitos.
E sim, 17 de setembro foi Elul 29 pelo calendário judaico!
Passaram-se exatos sete anos, e mais uma vez, a economia global foi afetada pelo colapso associado à economia americana, neste caso, pela questão da “bolha imobiliária”, lembra?
Dow Jones caiu curiosos e proféticos 777,68 pontos, e isso afetou até mesmo as nações.
E isso aconteceu em 29 de setembro de 2008, exatos sete anos depois, que, acredite, era Elul 29 pelo calendário judaico!
Bem, esta coincidência, com dois fatos econômicos importantíssimos, pelo efeito global causados, em datas específicas, nos faz observar, com mais atenção, mais uma vez, sete anos depois, quando voltaremos a nos encontrar com Elul 29.
Exatamente neste mês de setembro, deste ano de 2015. Neste ano no dia 13!
Ano para o qual muitos analistas fazem previsões econômicas ruins... será?
Coincidências demais associadas a este mês, para não sermos levados a observar, não acha?
Mas seguindo na mesma linha de raciocínio, pergunto: Há algum texto bíblico que diga isso claramente acerca do cenário profético? Não...
Mas este fato pode desencadear algo para o cumprimento de alguma profecia bíblica? Sim...
Pode também, por outro lado, apontar para uma “manipulação” feita pelo “sistema” que virá, e já está aí? Sim...
O que podemos fazer quanto a isso? Observar...

FATO 4 – O Senhor Francisco...

Sim, coincidentemente o papa da igreja católica tem importante compromisso, exatamente neste mês de Setembro. No dia 25, em meio a sua visita aos Estados Unidos enquanto nação, ao presidente Obama, congresso e tudo o mais, estará falando na ONU!
Exatamente em seu aniversário de 70 anos. Interessantes 70 anos...
Ele será o primeiro papa da igreja católica, na história, a fazer um pronunciamento na ONU.
Ban Ki-moon disse que sua presença, "num momento em que os estados-membros decidirão novas metas voltadas ao desenvolvimento sustentável, para combater as alterações climáticas e promover um futuro de paz e prosperidade para a humanidade”.
Paz e prosperidade! Quase... por que se fosse Paz e segurança... conhece o texto?
I Tessalonicenses 5:3 “Quando andarem dizendo: Paz e segurança, eis que lhes sobrevirá repentina destruição, como vêm as dores de parto à que está para dar à luz; e de nenhum modo escaparão”.
Francisco será também o primeiro papa a fazer pronunciamento no Congresso americano.
Adicionalmente, portanto, um bônus de coincidências proféticas: Ele vai participar Encontro Mundial das Famílias, no dia 27 de Setembro, na cidade de Filadélfia, na Pensilvânia.
Sim, em Filadélfia!
Justamente Filadélfia, homônima da igreja fiel que será arrebatada!
Que coisa interessante, não?
Bem, e tudo isso acontecerá após, recentemente, o senhor Francisco ter firmado documento apoiando a criação do Estado Palestino, que, entre outros efeitos, se levada ou quando levada a efeito, causará a divisão de Jerusalém em duas.
Metade de Israel, e metade do Estado Palestino.
Algo que, quem conhece a Bíblia, como este senhor deveria conhecer, jamais poderia ser feito, pois esta divisão da terra contraria frontalmente a vontade do Senhor, que deu Jerusalém para Israel por herança!
Mas sim, que declarou desde o início que aquela terra, é profética, e este conflito também é profético, e por este motivo as trevas querem tirar Jerusalém do mapa, ou do controle de Israel...
Digo isso, pois será exatamente em Jerusalém que O Senhor Jesus voltará para esta terra, mais precisamente sobre o monte das Oliveiras.
Segundo a Palavra, “exatamente do modo como O viram subir...” conforme relato de Lucas no livro de Atos, capítulo 1:9-12.
Além disso, a profecia de Zacarias 14:3-5, nos faz saber que quando o Senhor Jesus tocar os pés no Monte das Oliveiras, exatamente de onde saiu, de tanta glória e poder que há nEle em Sua vinda, o monte será fendido em dois!
Este é, creio, o principal motivo de tanto se disputar aquela cidade ao longo de tantos anos...
As trevas tentando impedir que esta profecia se cumpra, pela tentativa de manter controle sobre Jerusalém fora de Istael, para que A Palavra do Senhor não se cumpra... não sabia?
Sim, o senhor Francisco estará lá na ONU. Será que em meio a um momento de crise financeira global como resultado de um novo Elul 29 em 2015? Será que em meio a algum evento ou liberação de alguma informação que impacte o cenário profético? Será que em meio a algum cataclisma geológico ou astronômico pelo fim da TETRAD?
Ou nada disso acontecerá, e será apenas a fala de um líder religioso em uma tribuna internacional, e nada mais?
Como saber? Vamos aguardar...

BONUS: FATO 5! Isaac Newton (!)

Bem, a última data para acompanharmos atentamente em Setembro próximo...
Poderia falar de uma interpretação do trabalho de Isaac Newton, apresentado no livro “Newton’s riddle: the Psalm 83 conspiracy revealed”, ainda sem tradução em português, com mais coincidência, mas embora tenha comprado o livro e feito o download, ainda não pude ler integralmente para referendar.
O que sei é que Newton tinha interesse na Palavra, e entre outras coisas, foi o primeiro a entender que havia um código numérico escondido na Tora...
A cada 4 letras, se dermos saltos sequenciados, teremos formada a palavra TORA.
Em Gênesis e Êxodo, da esquerda para a direita, como lemos no ocidente. Em Números e Deuteronômio, da direita para a esquerda, como muitos países no oriente leem.
E em Levítico, na vertical! Esta disposição seria impossível de ser usada pela mente humana para escrever estes cinco textos... apenas uma Mente como a Mente do Senhor poderia, em Sua Sabedoria, esconder e revelar este segredo...
Mas sim, Newton descobriu, ou melhor, Deus lhe revelou, e este seu estudo deu origem ao assim conhecido Código da Bíblia!
Sim, estou falando dos livros do “Código da Bíblia”, mas isso é um assunto para outro dia...
Bem, ele gastou um tempo especial com profecias bíblicas, em especial ao Livro de Daniel, que contem códigos numéricos de contagem de dias, ou anos, que a partir de datas futuras marcam outras datas precisas... A questão é que a data de início não está marcada, mas a ocorrência de um fato profético claro, mostra que algo teve início...
Assim, a partir deste evento específico, a contagem de dias ou anos pode ser feita com precisão... Este estudo é muito importante, e mostra como a cronologia bíblica é precisa, pois é dada pelo próprio Deus...
Bem, algumas pessoas, baseadas nestes cálculos de Newton, fizeram outro exercício recentemente.
A ideia foi calcular 49 anos, um jubileu, a partir de 7 de junho de 1967, data exata em que Israel tomou o Templo do Monte...
Assim, baseados no livro de Newton, e na importância dos jubileus no cenário bíblico profético, eles dizem que o retorno do Messias deveria ser antes no ano de 2016, se usassem o ciclo de anos de 365 dias.
Entretanto, como a contagem de anos bíblica judaica é de 360 dias, 49 X 360 = 17640 dias, se tomarmos esta contagem, de uma forma surpreendente, veremos que esta contagem cairá exatamente no dia 23 de setembro próximo, em que, coincidentemente é celebrado o dia da festa da Expiação!  Em inglês, Day of Atonement!
No meio da TETRAD, com eclipse do sol, com Elul 29 no seu novo ciclo de 7 anos...
Bem, esta expectativa de a volta de Jesus se dar nesta data, eu não creio ser possível, pela forma como entendo o cenário profético bíblico.
Muita coisa deveria acontecer antes desta volta...
Mas...
Que este cálculo trás uma coincidência impressionante e impossível para trazer mais um ingrediente para este mês de Setembro... em uma data específica de uma festa bíblica... ah isso é!
Bem queridos que me dão a alegria de passar por aqui para acompanhar algumas reflexões bíblicas, algumas análises científicas, mas também, claro, como me permito, a algumas “viagens”...
Digamos que eu concluísse este post dizendo: O arrebatamento da igreja será neste Setembro!
E conseguisse falar isso de maneira tão convincente que você realmente acreditaria!
O que você faria diante desta data?
Mudaria sua vida completamente quanto a sua santidade?
Voltaria a congregar em uma igreja local?
Poria sua vida em ordem?
Se reconciliaria com pessoas que você não consegue perdoar?
Passaria a pregar o evangelho de Jesus a todos a sua volta?
O que você faria se soubesse que iria encontrar com Jesus (ou seria deixado para trás) daqui a aproximadamente 3 meses?
Bem, como você já sabe, não estou dizendo isso, pois não posso marcar esta data e não estou marcando...
MAS...
Se você iria mudar tanta coisa, pergunto: porque não muda mesmo sem ter certeza?
O que impede?
Ou se tudo isso está errado em sua vida, ou você concorda que isso precisa ser feito para encontrar a Jesus, porque não fazer a partir de hoje?
Afinal, a vida é frágil, e eventualmente, alguém que está lendo este texto hoje, talvez não esteja mais vivo em setembro... E vai encontrar com Jesus da mesma forma... Ou não...
Bem, este mês de Setembro é importante para observarmos.
Aliás desde agora até Setembro, temos que estar muito atentos...
Mas mais que isso, precisamos estar bem com Deus.
Hoje é o tempo aceitável, hoje é o Dia da Salvação.
Você tem certeza de que vai estar com Jesus Cristo na eternidade?
Se não tem, hoje é o dia para se decidir. Não adie mais...
Mas, concluindo e reforçando...
Nada do que disse sobre o mês de Setembro é bíblico.
São apenas coincidências...
Não consegue ver?
Veja os sinais...
Deus abençoe!

Haroldo Maranhão

terça-feira, 28 de abril de 2015

O TERREMOTO DO NEPAL E O JUÍZO...


 
Todas as vezes que nos defrontamos com tragédias como esta do Nepal, imediatamente pensamos na fragilidade da vida humana, em como não temos o menor controle sobre nada, embora muitos pensem que tem.
As pessoas que (ainda) vivem no Nepal viram as suas vidas mudar dramaticamente, subitamente.
Em cinco minutos, nada mais é como era antes...
Algumas delas, no pior cenário, perderam suas vidas, quando, em tese, tudo estava bem cinco minutos antes...
Você que me acompanha há mais tempo, sabe que eu estou sempre observando os terremotos.
Desde 2008 acompanho diariamente o site do USGS, do governo americano, que monitora diversas coisas, e, entre elas, os terremotos no mundo. Em tempo real.
Portanto, posso dizer que sei muito bem o quanto eles tem aumentado nos últimos anos.
Tenho visto o que tem acontecido, mesmo quando não há uma tragédia visível.
Talvez você fique sabendo apenas das maiores tragédias, mas eu acompanho o todo.
Porque acompanho estes indicadores sobre os terremotos?
Pois entendo que são o ítem mais fácil de acompanhar entre os que Jesus nos deixou como indicadores do “início das dores”, que antecedem a “Grande Tribulação” e, portanto a proximidade do arrebatamento da Noiva...

Mateus 24:6-8 “E, certamente, ouvireis falar de guerras e rumores de guerras; vede, não vos assusteis, porque é necessário assim acontecer, mas ainda não é o fim. Porquanto se levantará nação contra nação, reino contra reino, e haverá fomes e terremotos em vários lugares; porém tudo isto é o princípio das dores”.

Esta palavra grega usada por Jesus para “princípio das dores” é exatamente a mesma usada para as dores de parto. Veja a referência do conhecido estudioso STRONG:

DORES: ωδιν odin 1) dor do nascimento, dores de parto 2) angústia intolerável, com respeito as calamidades terríveis que precedem a vinda do Messias.

Confirmando, é a mesma figura usada por Paulo:

I Tessalonicenses 5:3 “Quando andarem dizendo: Paz e segurança, eis que lhes sobrevirá repentina destruição, como vem as dores de parto à que está para dar à luz; e de nenhum modo escaparão”.

Ou seja, à medida que os sinais vão aumentando em quantidade e frequência, percebemos que a comparação com “dores de parto” começa a fazer cada vez mais sentido.
Ou não?
Além da frequência de um indicador como os terremotos por exemplo, claro, temos que considerar também a convergência de todos os sinais dados por Jesus acontecendo cada vez mais.
Ao mesmo tempo!
Mas voltando...
Se você ficou sensibilizado com a tragédia da Indonésia em 2004, com terremoto e tsunami ceifando mais de 230.000 vidas, talvez tenha percebido que de lá para cá, este tipo de cenário trágico apresentado nas TVs e Internet, tem aumentado, e muito...
Mas talvez não tenha percebido o quanto.
Talvez...
Veja comigo o que tivemos depois daquele evento:

Indonésia 25 de dezembro de 2004 – 230.000 mortos
Paquistão – 8 de outubro de 2005 – 80.000 mortos
Indonésia – 26 de maio de 2006 – 5.700 mortos
Peru – 15 de agosto de 2007 – 500 mortos
China – (Beichuan) 12 de Maio de 2008 - 87.000 mortos
Indonésia – 30 de setembro de 2009 – 1.100 mortos
Haiti – 12 de janeiro de 2010 – 375.000 mortos
Chile – (Pelluhue) 27 de fevereiro de 2010 - 500 mortos
Paquistão – 24 de setembro de 2013 – 825 mortos
China – (Ludian County em Zhaotong) 4 de agosto de 2014 – 700 mortos
Japão – Terremoto com Tsunami em 11 de março de 2011 – 18.000 mortos ou desaparecidos
Nepal – Mais de 10.000

Sim, aumentou, e muito, não acha?
Se você tem dúvidas, veja os quadros comparativos que apresento abaixo, quando fica claro que há um crescimento na quantidade e na intensidade se compararmos os últimos dez anos do século passado com os primeiros anos deste século...
Veja o perfil e o total de 1990 a 1999 - Fonte USGS:

 
Compare com o perfil e o total de 2000 a 2009 - Fonte USGS:
 
 
Outra comparação possível de ser feita, é quando relacionamos os maiores terremotos desde 1900 até 2012, que são 17, e observamos que em todo o século passado, destes 17, tivemos 11 terremotos na lista dos maiores...
Se avaliarmos apenas os doze primeiros anos deste século, já teremos 6 nesta lista.
A planilha é minha, com base nos dados também do site USGS:
 
 
Sim, os terremotos tem aumentado em sua frequência e intensidade.
Como os vulcões.
Como as guerras e rumores de guerras.
Como as fomes.
Como as pestes.
Como a apostasia.
Como as questões tecnológicas que apontam para o cenário do fim.
Como...
Bem, Deus não tem prazer no Juízo, mas sim, em que "todos cheguem ao arrependimento".

II Pedro 3:1-9 "Amados, esta é, agora, a segunda epístola que vos escrevo; em ambas, procuro despertar com lembranças a vossa mente esclarecida, para que vos recordeis das palavras que, anteriormente, foram ditas pelos santos profetas, bem como do mandamento do Senhor e Salvador, ensinado pelos vossos apóstolos, 3 tendo em conta, antes de tudo, que, nos últimos dias, virão escarnecedores com os seus escárnios, andando segundo as próprias paixões e dizendo: Onde está a promessa da sua vinda? Porque, desde que os pais dormiram, todas as coisas permanecem como desde o princípio da criação. Porque, deliberadamente, esquecem que, de longo tempo, houve céus bem como terra, a qual surgiu da água e através da água pela palavra de Deus, pela qual veio a perecer o mundo daquele tempo, afogado em água. Ora, os céus que agora existem e a terra, pela mesma palavra, têm sido entesourados para fogo, estando reservados para o Dia do Juízo e destruição dos homens ímpios. Há, todavia, uma coisa, amados, que não deveis esquecer: que, para o Senhor, um dia é como mil anos, e mil anos, como um dia. Não retarda o Senhor a sua promessa, como alguns a julgam demorada; pelo contrário, ele é longânimo para convosco, não querendo que nenhum pereça, senão que todos cheguem ao arrependimento."

Sim, Ele nos convida a todos a nos arrependermos enquanto há tempo, a entender Seus propósitos na Palavra, e nos adverte que este mundo como conhecemos tem uma data para seu fim...
Para ser completamente refeito, purificado, reorganizado e recriado.
Novos céus, e nova terra!
O convite é feito a todos, e com muita antecedência!
Mas existem condições específicas dadas pelo Senhor...
Este convite esteve aberto há centenas de anos, até milhares de anos, mas agora, percebemos que o seu prazo está para expirar!
Bem, você já percebeu onde quero chegar...
Meu ponto é que as “dores de parto” aumentam em frequência e intensidade.
E se isso acontece, é porque já há uma gravidez!
Você não consegue ver?
Quanto tempo será que falta para “dar a luz?”
Veja os sinais...
Mas veja mesmo!

Haroldo Maranhão

terça-feira, 21 de abril de 2015

TEXTOS BÍBLICOS SOBRE OS ÚLTIMOS DIAS - PARTE 3



Há algumas semanas comecei esta série, sem data certa para terminar, nem periodicidade certa para publicar.
Já postei dois textos, demonstrando que profecias sobre os últimos dias não estão disponíveis apenas no Apocalipse.
Existem diversos textos, ao longo de todos os escritos bíblicos, que nos trazem revelações importantes acerca dos últimos dias. Basta apenas saber onde procurar, ou como entender o que está escrito.
Este é o meu objetivo aqui nesta Série Especial do Blog.
Demonstrar diversos textos bíblicos que tratam do futuro próximo. 
Alguns deles, bastante assustadores, se não tivermos esperança nem revelação. 
Se você não leu os dois primeiros textos desta Série, convido a ler o primeiro clicando aqui, e o segundo clicando aqui.
Esta grande quantidade de textos nos confirmam que profecia sobre "o fim do mundo" como o conhecemos é algo predominante no texto bíblico como um todo, e nos demonstram o quanto este assunto é sério e importante para Deus! E SE O Senhor considera este assunto sério, deveríamos fazer o mesmo!
O Senhor Deus investiu muito tempo instruindo seus profetas para que escrevessem diversos textos que, talvez, dezenas ou centenas de anos atrás não fariam tanto sentido quanto fazem hoje.
Os "selos"estão sendo retirados...
Veremos que a revelação do que está registrado na Bíblia é progressiva, e vai fazendo mais e mais sentido quando o conhecimento humano “alcança” o tempo profético da Sabedoria da Palavra de Deus.
Tudo o que já estava registrado na Bíblia, mas nós ainda não tínhamos capacidade de entender começa subitamente a fazer cada dia mais sentido. 
Tudo já estava escrito antes, mas ainda não era o tempo... Mas agora, é!
Nestes dias, podemos começar a entender. E na verdade, devemos!
Hoje vamos avaliar um conteúdo que está em alguns textos bíblicos e que combina com um tema bastante atual, mas pouco conhecido de muitos. Talvez, você até já tenha ouvido a respeito...
A assim chamada INVERSÃO DOS POLOS MAGNÉTICOS DA TERRA!
A NASA por exemplo diz que sim, isso está em curso, mas que não há por que nos preocuparmos, pois algo assim já aconteceu há 800.000 anos!
Sinto muito mas o texto está em inglês, e pode ver clicando aqui.
Você acredita que eles realmente sabem o que aconteceu há tanto tempo?
Sim, eles aliviam, comentando eventos há 200.000 ou 300.000 anos... assim, confiar neles, será também um exercício de "crença" e não de segurança científica.
Alguns cientistas consideram que esta inversão já está em curso, e tem um processo como o de esticar a borracha de um estilingue… vai “esticando”, até um dia em que, subitamente, algo "se solta" e tudo vai virar em uma velocidade espantosa… Neste caso, a crosta terrestre deslizaria rapidamente, e o horizonte mudaria de lado… O sol passaria a nascer no oeste e se por no leste… Já imaginou?
O texto da NASA diz que o sul passaria a ser norte, e o norte sul.
Parece algo de ficção científica. Nada a levar a sério pois é simplesmente absurdo...
Será?
Eu pensava assim quando comecei a ler a respeito, alguns anos atrás.
"Pensava", até encontrar os textos bíblicos que publico abaixo…
E, bem, por mais assustador que seja, eu prefiro confiar no texto bíblico. 
Seja na descrição do "problema", quando, e principalmente, na SOLUÇÃO!

Amós 5:7-9 "Vós que converteis o juízo em alosna e deitais por terra a justiça, procurai o que faz o Sete-estrelo e o Órion, e torna a densa treva em manhã, e muda o dia em noite; o que chama as águas do mar e as derrama sobre a terra; SENHOR é o seu nome. É ele que faz vir súbita destruição sobre o forte e ruína contra a fortaleza”.

Sim, Amós nos apresenta um cenário bem apocalíptico!
A manhã se torna noite, e a noite, manhã.
Ou seja, o planeta vira, subitamente de lado.
As águas do mar são derramadas sobre a terra…
Aparentemente, muitos lugares hoje habitados serão varridos por tsunamis, pois, se a crosta da terra deslizar rapidamente, descolada de seu núcleo magnético, é exatamente algo assim que vai ocorrer…
E, interessante, Órion e o Sete-Estrelo aparecem associados a este fato.
Aparentemente, uma influência magnética espacial afeta a terra… "Poderes dos céus nos afetam!"
Mas este é apenas um texto… Será que há outro?
Sim, há!

Jó 9:1-13 "Então, Jó respondeu e disse: Na verdade, sei que assim é; porque, como pode o homem ser justo para com Deus? Se quiser contender com ele, nem a uma de mil coisas lhe poderá responder. Ele é sábio de coração e grande em poder; quem porfiou com ele e teve paz? Ele é quem remove os montes, sem que saibam que ele na sua ira os transtorna; quem move a terra para fora do seu lugar, cujas colunas estremecem; quem fala ao sol, e este não sai, e sela as estrelas; quem sozinho estende os céus e anda sobre os altos do mar; quem fez a Ursa, o Órion, o Sete-Estrelo e as recâmaras do Sul; quem faz grandes coisas, que se não podem esquadrinhar, e maravilhas tais, que se não podem contar. Eis que ele passa por mim, e não o vejo; segue perante mim, e não o percebo. Eis que arrebata a presa! Quem o pode impedir? Quem lhe dirá: Que fazes? Deus não revogará a sua própria ira; debaixo dele se encurvam os auxiliadores do Egito".

Jó faz um relato espantoso…
Os montes são removidos…
A terra sai fora do seu lugar…
O mar sobe alto, debaixo dos “passos do Senhor”!
Sim, estes textos juntos tem os mesmos ingredientes… Órion e Sete-Estrelo novamente…
Mudanças súbitas da terra...
E há outro texto!

Jó 38:31-33 "Ou poderás tu atar as cadeias do Sete-Estrelo ou soltar os laços do Órion? Ou fazer aparecer os signos do Zodíaco ou guiar a Ursa com seus filhos? Sabes tu as ordenanças dos céus, podes estabelecer a sua influência sobre a terra?"

E para deixar isso claro, novamente tudo aparece associado às “ordenanças dos céus” e suas influências sobre a terra!
Jó na verdade, até mesmo nos fala sobre o Senhor fazer aparecer signos do Zodíaco nos céus!
Não se assuste com isso!
Inegável segundo este texto que ordenanças dos céus influenciam a terra.. 
Mas não como os adivinhos fazem...
O Senhor não disse que o que as trevas nos revelam não pode em algum momento ser verdade, mas sim, que não devemos consultar os astros ou qualquer tipo de adivinhação pois, quem assim faz, está sujeitando sua vida!
Porque nunca poderia separar a mentira da verdade, e, se as consultasse, desagradaria ao Senhor!
Isso, creio, por que é claro que algo acontece na vida da pessoa se vincula a este sistema de adivinhação que vai contra A Palavra do Senhor.
O Senhor Deus claramente proíbe esta consulta!  E eu prefiro obedecer a Deus…

Deuteronômio 18:10-14 "Não se achará entre ti quem faça passar pelo fogo o seu filho ou a sua filha, nem adivinhador, nem prognosticador, nem agoureiro, nem feiticeiro; nem encantador, nem necromante, nem mágico, nem quem consulte os mortos; pois todo aquele que faz tal coisa é abominação ao SENHOR; e por estas abominações o SENHOR, teu Deus, os lança de diante de ti. Perfeito serás para com o SENHOR, teu Deus. Porque estas nações que hás de possuir ouvem os prognosticadores e os adivinhadores; porém a ti o SENHOR, teu Deus, não permitiu tal coisa".

O futuro que nos interessa saber, Ele nos revela na Sua Palavra!
De qualquer maneira, curiosamente, há alguns poucos anos, surgiu um novo signo nos céus! 
Ophiuchus, o Serpentário…
Pouco falado pois, eventualmente, quem acredita e consulta, talvez teria que mudar de signo… ou não? 
Bem, este não é meu conteúdo nem área de conhecimento.
Meu conteúdo aqui é destacar que O Senhor disse algo acerca de mudanças em Sete-Estrelo, e sobre Ele eventualmente "soltar os laços do Orion”, e isso vir a afetar as ordenanças dos céus sobre a terra… 
E eventualmente, isso inclusive influenciar os signos do Zodíaco! Será que é o que estamos vendo?
Bem, a questão da superfície da terra deslocada,eu sei que, para quem não conhece outros textos, pode parecer que eu “forcei a barra”, mas, para confirmar minha posição, segue este texto:

Isaías 24:1-3 "Eis que o SENHOR vai devastar e desolar a terra, vai transtornar a sua superfície e lhe dispersar os moradores. O que suceder ao povo sucederá ao sacerdote; ao servo, como ao seu senhor; à serva, como à sua dona; ao comprador, como ao vendedor; ao que empresta, como ao que toma emprestado; ao credor, como ao devedor. A terra será de todo devastada e totalmente saqueada, porque o SENHOR é quem proferiu esta palavra".

Bem, estes textos fortes e assustadores dizem respeito a algo que vai acontecer em algum momento futuro.
Se você fizer sua pesquisa por aí sobre o tema, vai descobrir que há muita gente falando sobre algo assim…
Muitos falam sobre bunkers subterrâneos, e outras alternativas…
Porque você acha que a NASA tem divulgado tantas notícias sobre a busca por outros planetas habitáveis?
Porque, creio, eles sabem que, em algum momento futuro, este não mais será.
E eu creio nisso por que a Bíblia diz isso claramente! 
O Senhor mesmo diz que fará “Novos céus e nova terra”! Este sistema aqui será julgado, purificado e renovado.
Portanto, estes cientistas tidos como “pirados” ou parte do grupo de pessoas adeptas das “teorias da conspiração”, na verdade descobriram fatos científicos que sobrevirão à terra, que combinam com o que Deus diz! 
Assim, se você leu os textos anteriores desta Série, quando vemos todas as classes sociais da humanidade nos montes, nas cavernas, nas fendas das rochas, procurando abrigo como lemos nos textos anteriores…
Quando lemos sobre Jesus falando acerca dos homens apavorados pelo rugido das ondas do mar, entendemos que sim, isso vai acontecer em algum momento.
Veja os textos de Jesus?

Mateus 24:29 "Logo em seguida à tribulação daqueles dias, o sol escurecerá, a lua não dará a sua claridade, as estrelas cairão do firmamento, e os poderes dos céus serão abalados”.
Lucas 21:25-26 "Haverá sinais no sol, na lua e nas estrelas; sobre a terra, angústia entre as nações em perplexidade por causa do bramido do mar e das ondas; haverá homens que desmaiarão de terror e pela expectativa das coisas que sobrevirão ao mundo; pois os poderes dos céus serão abalados”.

Bem queridos amigos aqui do Blog.
Alguns que passam por aqui ficam bravos comigo, pois acham que eu não deveria escrever algo assim, porque é assustador, e tudo o mais e blá… blá… blá…
Eu entendo de outra maneira!
Eu penso que SE eu SEI que algo assim VAI acontecer em um futuro próximo e não fizer nada quanto a isso, não estou cumprindo meu papel. Estou entregando pessoas à própria sorte...
Entendo que, na verdade, ao escrever sobre isso, apresento alguns fatos proféticos que vão ficar em sua memória e quando alguns ingredientes destes textos aparecerem diante de seus olhos na mídia, você vai lembrar  do que leu, e vai dar valor a estas informações...
Talvez neste momento, você venha a saber que esta informação será a diferença entre você estar perdido ou salvo...
Neste momento futuro, profetizado pela Palavra, muitos dirão para correr para cá ou para lá… fazer isso ou aquilo...
Mas segundo A Palavra, O único lugar seguro para estar não é um lugar físico, mas sim, espiritual!
O Único Lugar Seguro é O Senhor e Sua Palavra.
SE os cristãos serão arrebatados antes, durante, ou depois do momento imediatamente anterior ao pior impacto sobre a terra, o texto bíblico não é claro. Não se iluda!
Ninguém pode dizer com exatidão cabal quando tudo vai acontecer.
O que sabemos é que tudo isso VAI ACONTECER!
Saberemos muito mais coisas nos próximos tempos adiante de nós, quando poderemos, dia a dia, comparar mais dos textos bíblicos com os eventos que irão acontecer diante de nossos olhos.
Além disso, por ser a revelação bíblica progressiva, e poderemos entender melhor o que A Palavra nos diz, observando dia a dia se o que entendemos está correto ou não.
Há tantos e tantos homens e mulheres sérios, estudando e publicando seus estudos em todas as mídias, que estou seguro que todos estes contribuem para que O Espírito Santo nos traga mais revelação.
E eu quero também fazer minha parte para este conhecimento ser expandido.
Segundo foi revelado a Daniel, "o conhecimento sobre profecia aumentará" nos últimos dias...
Tenho certeza que Sua revelação não falhará na hora mais escura que está por vir…
Tenho convicção que se continuarmos estudando, orando e vigiando, saberemos discernir exatamente o que vai estar acontecendo, no período que estará acontecendo. E saberemos o que fazer...
Alguns eventos, saberemos a data exata!
Para isso, precisamos estudar, discernir, entender. Checar o que cremos...
Não, não sou o dono da verdade... neste momento, creio, ninguém pode dizer SERÁ assim...
Mas sim, muitos de nós sabemos muita coisa sobre o que virá, pois, na verdade, já está aí, diante de nós...
Mas repito… e disso eu SEI QUE ESTOU CERTO: O Único Lugar Seguro para o que virá é estar nO Senhor…
Enquanto não entendemos exatamente os fatos imediatamente futuros, devemos nos aproximar cada dia mais dEle. A salvação em Jesus Cristo está disponível a todo aquele que nEle crer. Salvação de graça, pela fé…
No perca esta oportunidade enquanto há tempo!
Que O Senhor nos abençoe para estarmos preparados para TUDO o que virá.
Afinal, já está vindo…
Você não consegue ver?

Veja os sinais!

Deus abençoe!

Haroldo Maranhão

sábado, 11 de abril de 2015

PASTORES QUE AMALDIÇOAM MEMBROS QUE SAEM DA IGREJA? ESSA NÃO...




Tenho lido e ouvido falar muita coisa sobre pastores que “amaldiçoam” ovelhas quando estas decidem sair do ministério, e/ou mudar da igreja local que frequentam.
Alguns dizem literalmente que “amaldiçoam”, enquanto outros dizem apenas “não abençoo”!
O que pelo menos soa melhor...
Mas sim, alguns ou muitos, cometem o absurdo ato de literalmente amaldiçoar pessoas que apenas dizem que querem sair de sua igreja, para ir congregar em outra igreja local...
Não, não estão em pecado, não, não apostataram da fé, não, não renegaram Jesus, O Cristo.
Apenas querem mudar de igreja local!
Este tema de hoje trata de uma situação que é muito estranha para fazer parte do que pensamos ser a Igreja de Jesus, O Cristo, mas acontece em nossos dias.
Tenho sido procurado e consultado por pessoas com dúvidas a respeito, acompanho as notícias do “mundo gospel”, e sei que algumas das assim chamadas “igrejas midiáticas” têm este tipo de prática.
Com tantas situações assim acontecendo em nossos dias, e por achar isso tão absurdo de acontecer, decidi compartilhar o que creio, para ajudar pessoas sinceras a tomarem alguma decisão a respeito do que enfrentam.
E inseri este conteúdo aqui no Blog do Apocalilpse porque acho que isso faz parte da agenda dos últimos dias, ou seja, toda forma de apostasia na igreja, a meu ver, é conteúdo dos últimos dias.
Se nestes dias já temos o grave problema do “Movimento dos Sem Igreja”, agora temos também esta situação.
Em primeiro lugar quero deixar claro que não há qualquer texto bíblico que estabeleça uma necessidade clara ou defina uma “liturgia ou doutrina” específica de se receber “uma bênção” pastoral para se mudar de igreja local, sob pena de se estar debaixo de uma maldição, caso saia sem ela.
Este movimento de buscar a bênção, creio, está ou deveria estar muito mais relacionado ao princípio de honra.
“A quem honra, honra!”
Ou seja, quando alguém sente que foi abençoado em um período de sua vida por estar vinculado a um determinado ministério, pastoreado por determinadas pessoas, por honra e gratidão, e até mesmo educação, deve procurar o líder principal ou o pastor diretamente ligado a sua vida, comunicar a sua decisão e pedir para sair abençoado.
Gratidão, honra e mesmo uma satisfação pela mudança.
Isso é importante, precioso, honroso. Mesmo que seja um momento triste.
Claro que nenhum pastor gosta de perder uma ovelha. Muito pelo contrário.
Quando comecei a namorar com a Fúlvia, ela frequentava uma igreja da qual já tinha feito parte por muitos anos, tempos antes, cujo pastor já era e ainda é um amigo muito querido...
Ele ficou “bravo” comigo, pelo fato de eu ir lá “roubar sua ovelha”, ao trazê-la para o ministério em que eu congregava... E veja que ele já tinha e anda tem milhares de ovelhas!
Claro que foi uma brincadeira entre amigos, claro que até hoje quando nos encontramos, ele me “cobra” pela “ovelha roubada”, mas é claro que ele abençoou a saída dela e o nosso casamento.
Mas outros motivos podem levar alguém a sair de uma igreja local para congregar em outra.
Se analisarmos pela visão do pastor, a saída de uma ovelha pode estar ligada a enganos doutrinários, erros cometidos ou problemas de relacionamento, por negligencia ou inadequação da liderança direta na vida desta pessoa, algum escândalo na igreja, ou simples falta de cuidado pastoral ou outros aspectos semelhantes, que eventualmente apontariam para falhas ministeriais do pastor...
Neste caso, o pastor deveria sempre aproveitar a oportunidade e reavaliar a sua própria vida e equipe pastoral. Confirmar se está tudo bem e o problema foi com a ovelha, ou se há algo a ser aprendido nesta circunstância...
Ou ainda, a decisão de saída poderia estar ligada a uma situação de pecado, engano ou confusão doutrinária na vida da própria ovelha, e, nestes casos, um pastor cuidadoso, vai, com certeza, tentar entender o que está acontecendo, até mesmo para, cuidando bem de suas ovelhas, ajudá-la a evitar este erro, corrigir sua visão doutrinária ou confrontar seu pecado para que haja arrependimento e restauração.
Há ainda outros motivos que podem acontecer como a circunstância de alguém ter contato com outro ministério, e se identificar mais com aquela visão e desejar mudar “de ares”, e reciclar a própria vida cristã.
Nada de errado, apenas ciclos da vida!
Em cidades muito grandes como São Paulo, mudanças de endereço residencial ou de trabalho podem levar pessoas a uma necessidade de mudança de igreja. Mesmo que contra a própria vontade...
Temos ainda pessoas que não se sujeitam a ninguém, que tem dificuldade com autoridade, e mudam de igreja sempre que se sentem confrontadas por alguma liderança.
Há pessoas que são “caçadores da unção perdida”, e que vão de ministério em ministério esperando que alguém lhes imponha as mãos e resolva todos seus problemas...
Mas existem sim, casos em que pastores precisam excluir alguém da comunidade!
E para estas situações extremas, temos textos bíblicos que dão suporte para isso...
Por exemplo, Jesus ensina sobre a situação em que pessoas não se sujeitam à igreja local, e permanecem na prática de pecado, mesmo após terem sido confrontados por testemunhas e pela liderança da igreja. Neste caso sim, deve ser considerado gentio e publicano!
Em Mateus 18:15-17, lemos: “Se teu irmão pecar [contra ti], vai argui-lo entre ti e ele só. Se ele te ouvir, ganhaste a teu irmão. Se, porém, não te ouvir, toma ainda contigo uma ou duas pessoas, para que, pelo depoimento de duas ou três testemunhas, toda palavra se estabeleça. E, se ele não os atender, dize o à igreja; e, se recusar ouvir também a igreja, considera-o como gentio e publicano”.
Aqui fica claro que os pastores entregam estas pessoas a Deus, ou expulsam alguém, mas veja que nem neste caso mais extremo vemos um texto autorizando os líderes a amaldiçoar alguém por sair da igreja local! Veja este outro texto abaixo:
I Coríntios 5:11-13 ”Mas, agora, vos escrevo que não vos associeis com alguém que, dizendo-se irmão, for impuro, ou avarento, ou idólatra, ou maldizente, ou beberrão, ou roubador; com esse tal, nem ainda comais. Pois com que direito haveria eu de julgar os de fora? Não julgais vós os de dentro? Os de fora, porém, Deus os julgará. Expulsai, pois, de entre vós o malfeitor”.
Aqui vemos que alguém que se diz irmão se comporta inadequadamente, os pastores devem expulsar da igreja para que Deus julgue... Mas mesmo aqui não é pronunciada alguma palavra de maldição....
Já no próximo texto, veremos o caso de um absurdo doutrinário, de se abraçar um evangelho herege, mesmo que supostamente revelado por um anjo, em que, aí sim, há uma autorização bíblica literal para palavra de maldição: seja anátema!
Gálatas 1:8-9 “Mas, ainda que nós ou mesmo um anjo vindo do céu vos pregue evangelho que vá além do que vos temos pregado, seja anátema. Assim, como já dissemos, e agora repito, se alguém vos prega evangelho que vá além daquele que recebestes, seja anátema”.
Ou seja, o texto está tratando de algo muito mais extremo e sério do que simples mudanças de comunidades para alguém receber uma palavra de maldição...
Mas será isso o que estamos vendo acontecer em nossos dias?
Bem, o que quero mesmo compartilhar com você neste post é a respeito do caso de uma pessoa que não está confortável com a doutrina praticada pela igreja local, ou ainda quer mudar de igreja local porque se identificou mais com outro ministério que conheceu do que com o que fazia parte até então. Ou que quer respirar novos ares em Deus...
Mas que quer sair em paz e abençoado, pois entende que foi abençoado nesta igreja local...
Vejo que muitas pessoas que recebem do seu pastor este tipo de “ameaça gospel”, ficam angustiadas, com medo, envergonhadas, e nem mesmo sabem o que fazer, nem como se posicionar.
Se este é o seu caso, é com você que desejo falar.
Antes de prosseguirmos, leia este texto:
I Coríntios 3:1-9 “Eu, porém, irmãos, não vos pude falar como a espirituais, e sim como a carnais, como a crianças em Cristo. Leite vos dei a beber, não vos dei alimento sólido; porque ainda não podíeis suportá-lo. Nem ainda agora podeis, porque ainda sois carnais. Porquanto, havendo entre vós ciúmes e contendas, não é assim que sois carnais e andais segundo o homem? Quando, pois, alguém diz: Eu sou de Paulo, e outro: Eu, de Apolo, não é evidente que andais segundo os homens? Quem é Apolo? E quem é Paulo? Servos por meio de quem crestes, e isto conforme o Senhor concedeu a cada um. Eu plantei, Apolo regou; mas o crescimento veio de Deus. De modo que nem o que planta é alguma coisa, nem o que rega, mas Deus, que dá o crescimento. Ora, o que planta e o que rega são um; e cada um receberá o seu galardão, segundo o seu próprio trabalho. Porque de Deus somos cooperadores; lavoura de Deus, edifício de Deus sois vós”.
Veja que neste texto Paulo está tratando, segundo suas próprias palavras, com pessoas carnais!
Que discutem algo como “quem é de quem”, e o “pano de fundo” é ciúme e contendas...
Creio que é disso que estamos falando, quando discutimos sobre “quem é de quem”...
Pastores não são donos de ovelhas. Jesus, sim, é dono e Senhor!
Pastores não morreram por ninguém, mas sim, Jesus morreu e ressuscitou. Pagou o preço.
Pastores são instrumentos através dos quais alguém pode ouvir A Palavra e ser salvo em Jesus, O Cristo, mas ainda assim, pessoas também podem e devem chegar à salvação através de pessoas que não são pastores... Sim, “crentes comuns” podem e devem levar pessoas a Jesus...
Pedro nos ensina que “o sacerdócio é universal”!
Claro que pastores, por ofício, acabam por ter maior influência na vida de alguém, pois foram chamados por Deus para cumprir este papel, mas os recursos são de Deus. Os dons vem dEle!
A Palavra transformadora é de Deus. A obra é do Espírito Santo...
Portanto, a Deus a glória!
Somos, como pastores, ministros que servimos à mesa, mas o alimento é espiritual e a mesa é do Senhor!
Não podemos gerar nem podemos operar nada espiritual de nós mesmos na vida de ninguém!
Não somos donos de ninguém, e ninguém nos “deve” nada, senão amor!
Mas sim, devemos cuidar das vidas que estão sob nossa responsabilidade da melhor maneira possível, pois vamos prestar contas delas ao Senhor das vidas!
Neste caso, é necessário que haja sujeição à liderança pastoral, pois isso é bênção para todos.
Em Hebreus 13:17 lemos: “Obedecei aos vossos guias e sede submissos para com eles; pois velam por vossa alma, como quem deve prestar contas, para que façam isto com alegria e não gemendo; porque isto não aproveita a vós outros”.
Sim, nós pastores velamos pelas almas das ovelhas, mas elas não são nossas!
Além disso, qualquer cristão é alguém portador de bênção, e de sua boca, não pode sair bênção e maldição... Somos abençoadores, e não amaldiçoadores!
Quanto mais os pastores!
Tiago 3:10-12 “De uma só boca procede bênção e maldição. Meus irmãos, não é conveniente que estas coisas sejam assim. Acaso, pode a fonte jorrar do mesmo lugar o que é doce e o que é amargoso? Acaso, meus irmãos, pode a figueira produzir azeitonas ou a videira, figos? Tampouco fonte de água salgada pode dar água doce”.
Um homem de Deus pode ficar triste, frustrado, ferido por uma decisão intempestiva de uma ovelha de sair de seu rebanho. Pode e deve chorar e se lamentar diante de Deus...
Mas não compreendo como pode amaldiçoar alguém por este motivo se é homem de Deus!
Veja esta circunstância na vida de Jesus, quando O Senhor foi rejeitado pelos samaritanos, e Tiago e João ficam indignados!
Imagino que para alguém como João ter ficado indignado, uma pessoa tão amorosa, deve ter sido algo muito grave! Ou seja, aparentemente tinham toda a razão para se irarem com os samaritanos! Não me pareceu uma “rejeição normal” a que foi praticada contra Jesus, mas sim, uma afronta!
Leia Lucas 9:51-56 aqui: “E aconteceu que, ao se completarem os dias em que devia ele ser assunto ao céu, manifestou, no semblante, a intrépida resolução de ir para Jerusalém e enviou mensageiros que o antecedessem. Indo eles, entraram numa aldeia de samaritanos para lhe preparar pousada. Mas não o receberam, porque o aspecto dele era de quem, decisivamente, ia para Jerusalém. Vendo isto, os discípulos Tiago e João perguntaram: Senhor, queres que mandemos descer fogo do céu para os consumir? Jesus, porém, voltando-se os repreendeu [e disse: Vós não sabeis de que espírito sois]. [Pois o Filho do Homem não veio para destruir as almas dos homens, mas para salvá-las.] E seguiram para outra aldeia”.
Veja que nem em um caso aparentemente grave, de rejeição ao Senhor Jesus, Ele permitiu que os discípulos amaldiçoassem os samaritanos com fogo do céu sobre suas cabeças; pelo contrário, disse que eles não sabiam quem eram!
Veja Paulo!
Disse que se alguém rejeitasse ou desobedecesse a Sua Epístola aos Tessalonicenses, o resultado seria que fosse advertido, isolado...
Mas não era nem para considerar este irmão um inimigo!
E veja que, neste caso, a pessoa estava em rebelião e desobediência a uma carta de Paulo!
II Tessalonicenses 3:14-16 “Caso alguém não preste obediência à nossa palavra dada por esta epístola, notai-o; nem vos associeis com ele, para que fique envergonhado. Todavia, não o considereis por inimigo, mas adverti- o como irmão. Ora, o Senhor da paz, ele mesmo, vos dê continuamente a paz em todas as circunstâncias. O Senhor seja com todos vós”.
Agora separações ministeriais podem acontecer ao longo da vida... Mesmo entre líderes!
E neste caso, podem ambos os lados estar errados, ou nenhum estar.
Mas ainda que estejam, não é o caso de se amaldiçoar ninguém....
Veja o conflito de Paulo e Pedro!
Gálatas 2:11-16 “Quando, porém, Cefas veio a Antioquia, resisti-lhe face a face, porque se tornara repreensível. Com efeito, antes de chegarem alguns da parte de Tiago, comia com os gentios; quando, porém, chegaram, afastou-se e, por fim, veio a apartar-se, temendo os da circuncisão. E também os demais judeus dissimularam com ele, a ponto de o próprio Barnabé ter-se deixado levar pela dissimulação deles. Quando, porém, vi que não procediam corretamente segundo a verdade do evangelho, disse a Cefas, na presença de todos: se, sendo tu judeu, vives como gentio e não como judeu, por que obrigas os gentios a viverem como judeus? Nós, judeus por natureza e não pecadores dentre os gentios, sabendo, contudo, que o homem não é justificado por obras da lei, e sim mediante a fé em Cristo Jesus, também temos crido em Cristo Jesus, para que fôssemos justificados pela fé em Cristo e não por obras da lei, pois, por obras da lei, ninguém será justificado”.
Veja que eles tiveram uma importante divergência doutrinária!
Veja que Paulo está correto aos nossos olhos hoje!
Mas veja também que Pedro, neste momento, parece estar seguro do que crê...
Separaram-se...
Ao longo do tempo, cumpriram seus ministérios. Deus abençoou a ambos!
Mas ninguém amaldiçoou a ninguém!
Vemos ainda a clara admoestação dada em Hebreus a pessoas que desistem de congregar! Este sim, um caso grave, pois não há base bíblica para alguém deixar de congregar!
Ingressar no “movimento dos sem igreja”...
Escrevi sobre eles dois anos atrás... Leia clicando aqui!
Ainda assim, mesmo nestes casos, o que encontramos é uma admoestação para não fazer isso, ainda mais nestes últimos dias, exatamente o tempo em que vivemos...
Não há uma maldição contra alguém que deixa de congregar, o que, neste caso, poderia até ser razoável para alguém que deixa uma congregação se apostata da fé!
Mas nem aqui é o caso!
Hebreus 10:25 “Não deixemos de congregar-nos, como é costume de alguns; antes, façamos admoestações e tanto mais quanto vedes que o Dia se aproxima”.
Sim, pastores não devem julgar ovelhas que decidem deixar seus ministérios com maldição!
Isso é muito sério, pois da mesma maneira que julgarmos, seremos julgados...
Devem orar e pedir a Deus que cuide da ovelha, pois segundo A Palavra, Jesus é O Supremo Pastor!
Mateus 7:1-2 “Não julgueis, para que não sejais julgados. Pois, com o critério com que julgardes, sereis julgados; e, com a medida com que tiverdes medido, vos medirão também”.
Concluindo...
A meus colegas, irmãos e amigos pastores, eu entendo que se como tais, ainda que venhamos a sofrer a injustiça de ser abandonados por uma ovelha ingrata, devemos abençoar, pois esta ovelha será uma semente...
Uma irá, mas voltarão outras tantas... 30, 60 ou 100 por uma!
Se abençoarmos, seremos abençoados.
Se perdoarmos, seremos perdoados.
Esta me parece ser a melhor maneira de lidar com saídas intempestivas em nosso rebanho.
Até por que não sabemos se, na verdade, O Senhor da igreja não está nos confrontando para que oremos mais, para que jejuemos mais, para que afinemos mais nossa visão com O Senhor.
Ou ainda mais...
Quem sabe se O Senhor está nos “livrando” de alguém que poderia causar problemas mais à frente?
Somos todos humanos, e ainda lutamos contra o pecado. Contra a carne.
Ainda somos falíveis...
Será que O Senhor não está nos chamado para conversar, quando alguém nos deixa?
E quanto a você ovelha... pese seu coração diante do Senhor.
Avalie seus reais motivos para mudar de congregação.
Não seja ingrato com homens e mulheres que pagam alto preço por sua vida.
Busque no Senhor, O Supremo Pastor, o cuidado para sua vida, que será exercido sim, através de homens e mulheres. Falíveis. Humanos.
Com lutas, pressões, ameaças, e tantas circunstancias difíceis para lidar no dia a dia, inimagináveis para alguém que esteja apenas nos dias de culto para “consumir” uma boa “programação gospel” quando deveria ir prestar um culto ao Deus Vivo!
Por outro lado, se você está decidido a sair de onde está, e está de bom coração... Quer se acertar com o pastor que você está deixando, mas ele insiste em amaldiçoar sua vida se sair do ministério, digo: descanse!
Se você não está dando motivo, esta palavra de maldição contra sua vida não prospera!
Em Provérbios 26:2, lemos “Como o pássaro que foge, como a andorinha no seu vôo, assim, a maldição sem causa não se cumpre”. Nem maldição de pastor, bispo, apóstolo...
Assim que, se alguém ameaça amaldiçoar sua vida porque você quer mudar para outra igreja de Jesus, abençoe e fuja.
Não por medo da maldição, mas porque esta não é uma igreja local saudável...
Bem, esta é minha visão sobre o tema.
Respeito posições contrárias.
Ambas não serão dogmáticas. Nem podem ser.
Poderia aprofundar mais, mas creio que para este tipo de espaço é o suficiente para que eu possa contribuir para as reflexões sobre o tema.
Não sou o dono da verdade.
Deus o é!
Que Ele mesmo, pelo Seu Santo Espírito nos conduza a toda a verdade.
Porque este assunto é um daqueles que causa problemas graves na vida do Corpo de Cristo.
E tem aumentado em sua frequência e profundidade.
Você não consegue ver que esta confusão é mais uma marca da apostasia dos últimos dias?
Veja os sinais...

Deus abençoe!

Haroldo Maranhão