segunda-feira, 11 de julho de 2016

"EIS QUE VENHO SEM DEMORA..."


Sim, esta é a preciosa esperança para cada um daqueles que conhece a Jesus Cristo como Senhor e Salvador.
Esperança no sentido de algo real, palpável, concreto e verdadeiro, e que se cumprirá em breve, porque é A Palavra do Senhor!
Meditando sobre esta promessa, e contrapondo com o que dizem os que creem que nada vai mudar nos próximos séculos, fico pensando quem tem “mais” fé...
Se sou eu que creio que Jesus vai voltar em breve, ou se são estes que, olhando o curso atual deste mundo em que vivemos, acham, sinceramente, que haverá um lugar para seus filhos e netos prosseguirem em suas vidas...
Qualquer um que avalie a vida diária fora dos indicadores daqueles que creem que Jesus volta em breve, observará que estamos caminhando para 8 bilhões de pessoas e crescendo...
Verá que não haverá como ter comida ou água suficiente para todos em algum momento.
Verá que as doenças novas, sintéticas, produzidas em laboratório, “superbactérias” e outros vírus poderão, em algum momento no futuro, dizimar centenas de milhões de vidas...
Verá que os extremos climáticos estão alcançando uma falta de padrão sem precedentes, com inundações absurdas em diversos países, mesmo os de primeiro mundo... secas, nevascas, ondas de frio, ondas de calor, e por aí vai... afetando as nações de maneira muito forte.
Verá que todas as mudanças de leis, de imigrações, sistemas políticos, de identidade sexual, as guerras por religião, por conflitos raciais e outros, começam a aumentar as tensões rapidamente, de uma maneira sem precedentes.
Muitas pessoas parecem estar literalmente à beira de um ataque de nervos
Verá ainda que há no mundo uma absoluta carência de lideranças, expressa na crise dos sistemas políticos, seja nas ditaduras disfarçadas que não permitem alternância de poder, seja nos sistemas democráticos que não permitem mais que as pessoas sérias cheguem ao poder, senão que aqueles escolhidos pelos partidos. Veja que os Estados Unidos estão vivendo exatamente o mesmo que estamos experimentando no Brasil há algum tempo... a necessidade de se votar no “menos pior” porque se tivessem a oportunidade de votar em “nenhum dos dois”, o fariam...
Mas ok... respeito os que pensam que será possível a humanidade estar aqui daqui há décadas... mas, claro, divirjo frontalmente...
Eu, sinceramente, não creio ser possível tantos anos assim, e verdadeiramente aguardo a manifestação do Senhor Jesus para levar os que são dEle, e para estabelecer Seu Juízo sobre a terra; para implantar Seu Reino, e estabelecer, segundo A Palavra, “novos céus e nova terra”!
Então, tendo isso em mente, eu parei para voltar a observar as Suas promessas...
E estudando para pregar aqui na igreja no domingo passado, percebi que no capítulo 22 de Apocalipse, o último capítulo da Bíblia, Ele nos apresenta Sua promessa de retornar de maneira clara!
De uma maneira tão clara, que Ele repetiu 3 vezes uma maravilhosa declaração!

"Venho sem demora"!

E eu encontrei associadas a esta declaração uma bênção, uma promessa, e uma oportunidade!

SIM, HÁ UMA BÊNÇÃO!

"Eis que venho sem demora. Bem-aventurado aquele que guarda as palavras da profecia deste livro". 
Apocalipse 22:7

Sim, há uma bênção associada à Sua Promessa!
Sim, os que guardam a palavra da profecia do Livro de Apocalipse tem uma bênção especial, uma bênção que não há em nenhum livro da Bíblia!
Mas veja que apenas podem guardar estas palavras, aqueles que as possuem!
Sim, logo no início do livro essa bênção já foi liberada:

"Bem-aventurados aqueles que leem e aqueles que ouvem as palavras da profecia e guardam as coisas nela escritas, pois o tempo está próximo"
Apocalipse 1:3

Sim, só podem guardar as palavras, os que já leram, já ouviram, já dedicaram tempo ao estudo!
Sim, creio que não há nada mais importante para você conhecer da Palavra nestes dias em que vivemos, do que A Profecia bíblica acerca dos últimos dias... para entender o que virá.
Saber o nosso futuro é tão importante, que O Senhor inspirou profecia e mais profecia na Sua Palavra para que os Seus não fiquem confundidos, mas ainda não está tudo claro...
Ele em Sua Sabedoria escondeu detalhes importantes, diante de nossos olhos, para que estejamos plenamente confiando e dependendo dEle...
Mas precisamos saber o tempo em que estamos, para discernir o que virá.
E há uma benção do Senhor para aqueles que se dedicarem a ouvir, estudar e guardar!

E SIM, TAMBÉM HÁ MAIS UMA PROMESSA

"E eis que venho sem demora, e comigo está o galardão que tenho para retribuir a cada um segundo as suas obras. Eu sou o Alfa e o Ômega, o Primeiro e o Último, o Princípio e o Fim. Bem-aventurados aqueles que lavam as suas vestiduras [no sangue do Cordeiro], para que lhes assista o direito à árvore da vida, e entrem na cidade pelas portas". 
Apocalipse 22:12

Sim, somos chamados a ser frutíferos nestes últimos dias.
E O Senhor trará a Sua recompensa para cada um segundo as suas obras.
Obras para levar para a eternidade!
Muitas igrejas hoje estão absolutamente “na contramão’ do que virá, dando ênfase a busca em Deus de bênçãos materiais, que não farão a menor diferença na eternidade!
Não adiantará naquele Dia, ao encontrar com O Senhor, mostrar para Ele as escrituras de seus imóveis, os documentos dos seus carros zero, os balanços patrimoniais de suas empresas prósperas ou os documentos de quitação de suas dívidas.

ISSO NÃO FARÁ A MENOR DIFERENÇA!

O que fará a diferença, é o que você e eu teremos nas mãos para apresentar ao Senhor naquele Dia! Terrível coisa será chegar diante dEle de mãos vazias!
Jesus nos advertiu claramente: 

"Não acumuleis para vós outros tesouros sobre a terra, onde a traça e a ferrugem corroem e onde ladrões escavam e roubam; mas ajuntai para vós outros tesouros no céu, onde traça nem ferrugem corrói, e onde ladrões não escavam, nem roubam; porque, onde está o teu tesouro, aí estará também o teu coração". 
Mateus 6:19-21

Sim, precisamos investir no que é eterno!
E além disso, temos que manter conosco o que já nos foi dado...
Veja Sua advertência aos fiéis da igreja de Filadélfia: 

"Venho sem demora. Conserva o que tens, para que ninguém tome a tua coroa". 
Apocalipse 3:11

Sim, eu creio que as boas obras que temos que apresentar ao Senhor são aquelas que Ele mesmo já “preparou para que andássemos nelas” (Efésios 2:10).

E creio que quem não faz o que deveria fazer, O Senhor “tira a coroa” de suas mãos e dá ao que está fazendo mais, como lemos na “parábola dos talentos” em Mateus 25!
Sim, quem não faz o que deveria fazer, O Senhor de ter a Sua obra feita, por sua irresponsabilidade, mas sim, perderá a sua coroa para outro, que vai poder toma-la por ser mais útil e frutífero.
Veja que O Senhor não fala em “roubar a coroa”, mas em perder a coroa...
Ou seja, não é um roubo de satanás, mas sim, uma redistribuição feita pelo próprio Senhor.

E POR ÚLTIMO, CREIO, HÁ UMA OPORTUNIDADE QUE NOS É DADA!

"Aquele que dá testemunho destas coisas diz: Certamente, venho sem demora. Amém! Vem, Senhor Jesus! A graça do Senhor Jesus seja com todos"
Apocalipse 22:20-21

Qual é a oportunidade?
A oportunidade, creio, é a resposta que cada um de nós dará diante da Sua declaração que Ele vem!
Parece óbvio, mas não é...
Muitos dirão... mas justo agora? Não! Eu quero ainda curtir a vida...
Quero casar... quero viajar... ou ainda: logo agora que eu ia prosperar?
Agora que comprei minha casa?
Agora que acabou de nascer meu filho... ou meu neto... ou justo agora que...
Bem, qualquer resposta que não seja de alegria diante da perspectiva da volta de Jesus, e do cumprimento de Sua promessa, demonstrará um coração que não tem interesse em Sua vinda... Que não tem prazer em Sua vida!
Que está tão envolvido com as “coisas deste mundo”, que, com certeza, não entendeu nada acerca da Salvação, da vida eterna, e muito menos do Seu Reino!
Está tão seduzido pelo sistema do mundo, que não recebeu a revelação da vida ZOE de Deus!
Vida verdadeira, real, incomparável, eterna, incomparável com aquela que possamos viver aqui, por melhor que seja...
Sim, quem não responde Amém! Vem Senhor Jesus, provavelmente corre o risco de nem mesmo estar na lista daqueles que serão levados, pois, se alguém que se diz dEle não tem prazer na vida e na vinda do Senhor, por que Ele teria prazer nesta vida na Sua vinda?
Veja que o Apóstolo Paulo é ainda mais duro ao tratar exatamente disso...
Aparentemente, respondendo exatamente esta pergunta, ele diz que quem não ama o Senhor seja anátema ao declarar “Maranata”!

"Se alguém não ama o Senhor, seja anátema. Maranata! A graça do Senhor Jesus seja convosco"
I Coríntios 16:23-24

Sabe o que significa anátema? Maldito!
Sim, fique debaixo de maldição, ou seja, amaldiçoado é aquele que não ama a vinda do Senhor, por que, na verdade, não O ama!
E se não O ama, permanece longe dEle... condenado em seus delitos e pecados.
Portanto, debaixo de maldição.
Que dura esta palavra de Paulo, mas real, porque não se trata de desejar o mal para alguém, mas a constatação que aqueles que não estiverem prontos e amando ao Senhor, para serem livrados daquele Dia, descobrirão, da pior maneira possível, que esta palavra não era um desejo de Paulo, senão uma revelação da realidade.
Sim, não estar pronto naquele Dia será uma tragédia sem precedentes...
Bem meu querido, minha querida...
Vocês que passam por aqui, recebam hoje esta minha pergunta sincera.
Como vocês se sentem diante desta oportunidade dada pelo Senhor de responder esta Sua poderosa declaração de que Ele breve virá?
Declaram imediatamente “Amém, vem Senhor Jesus” ou ficam na dúvida?
Bem, creio que hoje é o seu dia de uma reflexão profunda e de uma decisão.
Examine seu coração... e ame a vinda do Senhor, por que ela é certa.
E está próxima!
Não consegue ver?
Veja os sinais!
Deus abençoe,


Haroldo Maranhão 

ROBÔS PARA MATAR PESSOAS... ISSO SERÁ NORMAL NO FUTURO?


Post curto... para uma reflexão rápida e importante!
Como foi bem divulgado na mídia recentemente, a polícia de Dallas usou um robô com explosivos para matar um homem!
No caso, aquele atirador que matou 5 policiais e feriou outros tantos. 
Um deles, foi morto de maneira cruel, à queima roupa, e pelas costas.
Violência que aconteceu como consequência de um tumulto baseado em odiosos conflitos raciais, em aparente ou real violência policial desproporcional, ambas vinculadas a questões políticas maiores, de fundo, e outras tantas confusões, sobre as quais não temos como comprovar realmente o que aconteceu, porque temos apenas o que a mídia divulgou... e sabemos que nunca temos toda verdade. 
Quem tem razão, realmente, nesta questão toda? Quem está errado? Quem é massa de manobra? 
Tire você as suas próprias conclusões, mas saiba: este tipo de confusão vai aumentar ainda mais... 
São situações reais, porém, aparentemente, "fabricadas" pelo "sistema" que virá e já está aí... 
Sim, a consequência, dia a dia, destas situações será fazer aumentar a discussão, a tensão, a polarização e, por consequência, a violência. Não se iluda...

"​Sabe, porém, isto: nos últimos dias, sobrevirão tempos difíceis, pois os homens serão egoístas, avarentos, jactanciosos, arrogantes, blasfemadores, desobedientes aos pais, ingratos, irreverentes, desafeiçoados, implacáveis, caluniadores, sem domínio de si, cruéis, inimigos do bem, traidores, atrevidos, enfatuados, mais amigos dos prazeres que amigos de Deus, tendo forma de piedade, negando-lhe, entretanto, o poder. Foge também destes". 
II Timóteo 3:1-5 

Sim, nos últimos dias, a violência de todas as maneiras em todas as situações será ampliada pelo egoísmo, pela arrogância, pela ingratidão, pela falta de amor, por serem implacáveis, inimigos do bem, traidores, e outros sentimentos amplificados nas pessoas pelo maligno!
Afinal, todos querem fazer/receber "justiça" segundo a sua perspectiva do que é "justiça" diante da situação que está enfrentando.
Mas o que quero destacar aqui, é que sobre o debate que já está começando, (aqui posto link da CNN sobre o tema para os que leem inglês, mas faça suas próprias pesquisas...) e ficando mais acelerado quanto à legalidade, à ética, à necessidade, à forma, à lei, e etc., quanto ao inusitado fato que um robô matou uma pessoa.
Sim, em uma situação de necessidade de se defender a vida das pessoas de bem, preservar a ordem pública, e diante de  uma impossibilidade (?) de se prender um franco atirador.
Para mim, independentemente de sua maneira de ver o fato, quero chamar sua atenção para a questão profética que é simples e clara!
É a primeira vez, pelo menos de uma maneira conhecida, visível, real e pública, em que algo assim acontece. Diante de nossos olhos!
E pelo que percebo, pela emoção da situação, a maioria das pessoas achou isso "normal"...
Porque era justo aquele homem violento, assassino de policiais, ser parado de alguma maneira.
Sim, entendo o ponto... normalmente as grandes mudanças que tem acontecido em nossos dias usam um caso absurdo, impossível de ser rebatido, para fazer passar algo que, em outra situação, jamais passaria. Assim foi para o uso de células tronco em experimentos científicos, nas mudanças de legislação permitindo o aborto, e outras...
Uma situação extrema para validar a banalização algo que não seria aprovado em situação normal.
Estamos testemunhando o rompimento de uma "fronteira", que terá consequências maiores no futuro?
Veremos... precisamos acompanhar...
O que vejo é que este rompimento de uma fronteira veio diante de uma situação assim, quando foi muito fácil achar "justo"?
Afinal, aparentemente, a opção seria não usar o robô, e vermos mais policiais sendo mortos por uma pessoa fora de controle...
Alguns dirão que os drones já tem sido usados para ataques assim há algum tempo no oriente médio... 
Mas veja que em uma situação da vida urbana, cotidiana, logo "ali na esquina", associada a questões de violência da vida diária... bem, isso é novo!
Você assistiu ao filme "Controle Absoluto"?
Será esta uma maneira normal que será praticada pelo "sistema" que virá, e que na verdade, já chegou? Pergunto... o que é normal?
Sim, tudo está mudando rapidamente... diante de nossos olhos...
Você não consegue ver?
Veja os sinais...
Deus abençoe...

Haroldo Maranhão

sexta-feira, 3 de junho de 2016

A BÍBLIA REVELA A ÉPOCA DA VOLTA DE JESUS? O ANO?



Eu sei que existe algum conflito no ensino acerca dos dois eventos principais em nossa agenda para os últimos dias.
Este conflito acontece porque não está claro na Bíblia. Ainda...
O Senhor em Sua Sabedoria insondável escondeu esta informação diante de nossos olhos...
E sim, A Bíblia é um livro vivo, que se atualiza sempre, ao longo das épocas, com o mesmo texto!
Só o poder de Deus pode operar assim...
Mas voltando para a questão do conflito dos eventos...
Um deles, é o arrebatamento da Noiva. 
O outro, a Sua volta a este mundo para estabelecer Seu Reino por 1.000 anos, depois da assim chamada Grande Tribulação ou Princípio das Dores, e também do derramamento da Ira do Senhor.
Sim, há controvérsias acerca do momento do arrebatamento, se no início, no meio ou no fim deste período de sete anos que é composto pela Grande Tribulação e pela Ira...
Sim, há controvérsias sobre quem será mesmo arrebatado...
E, como sempre digo, se alguém disser "será assim!"... fuja.
Neste momento, ninguém pode dizer que sabe com segurança tudo o que envolve o arrebatamento.
Mas existem alguns pontos mais claros e simples de entender, e é sobre estes que quero compartilhar no início deste post, e depois vou "complicar um pouquinho...
Para que você possa conhecer, concordar ou mesmo discordar...
E ser despertado para fazer suas próprias pesquisas, e chegar a suas próprias conclusões.

O primeiro ponto que quero abordar aqui, que, creio, é claro e cristalino na Bíblia, é que Jesus claramente prometeu aos seus discípulos que vai voltar para receber os Seus, no lugar que preparou, na Casa do Pai!
Até porque tem gente que crê que Jesus não vai voltar... mas me perdoem... aí já é demais!

“​Não se turbe o vosso coração; credes em Deus, crede também em mim. Na casa de meu Pai há muitas moradas. Se assim não fora, eu vo-lo teria dito. Pois vou preparar-vos lugar. E, quando eu for e vos preparar lugar, voltarei e vos receberei para mim mesmo, para que, onde eu estou, estejais vós também. E vós sabeis o caminho para onde eu vou. Disse-lhe Tomé: Senhor, não sabemos para onde vais; como saber o caminho? Respondeu-lhe Jesus: Eu sou o caminho, e a verdade, e a vida; ninguém vem ao Pai senão por mim”. 

João 14:1-6

Além disso, logo em seguida ao momento em que Jesus foi encoberto pelas nuvens quando subiu aos céus, diante dos olhos de seus discípulos, os anjos apareceram para relembrar a promessa de Sua vinda!

“Então, os que estavam reunidos lhe perguntaram: Senhor, será este o tempo em que restaures o reino a Israel? Respondeu-lhes: Não vos compete conhecer tempos ou épocas que o Pai reservou pela sua exclusiva autoridade; mas recebereis poder, ao descer sobre vós o Espírito Santo, e sereis minhas testemunhas tanto em Jerusalém como em toda a Judéia e Samaria e até aos confins da terra. Ditas estas palavras, foi Jesus elevado às alturas, à vista deles, e uma nuvem o encobriu dos seus olhos. E, estando eles com os olhos fitos no céu, enquanto Jesus subia, eis que dois varões vestidos de branco se puseram ao lado deles e lhes disseram: Varões galileus, por que estais olhando para as alturas? Esse Jesus que dentre vós foi assunto ao céu virá do modo como o vistes subir.

Atos 1:6-8

Bem, até aqui estamos tratando de coisas simples e bastante claras.
Jesus VAI voltar! E VAI voltar para buscar os que são seus... ok até aqui?
Bem, mas eu penso que posso também acrescentar alguns pontos mais polêmicos, embora bíblicos. Pelo menos eu creio que são bíblicos.
E, como disse na chamada deste post, creio que Jesus nos revela a época de Sua volta.
Quase que revela o ano!
Calma...
Vamos ler os textos para que eu possa apresentar o que creio...
Creio, por exemplo, que o apóstolo Pedro, que andou com Jesus, e esteve presente em todos os momentos em que Ele ensinou sobre a Sua vinda, nos deu uma “dica” importante para avaliarmos.
Dica essa sobre o tempo que marcaria a Sua vinda...
Calma novamente... 
Leia comigo os textos abaixo, e depois tire as suas conclusões...

“ ... tendo em conta, antes de tudo, que, nos últimos dias, virão escarnecedores com os seus escárnios, andando segundo as próprias paixões e dizendo: Onde está a promessa da sua vinda? Porque, desde que os pais dormiram, todas as coisas permanecem como desde o princípio da criação. Porque, deliberadamente, esquecem que, de longo tempo, houve céus bem como terra, a qual surgiu da água e através da água pela palavra de Deus, pela qual veio a perecer o mundo daquele tempo, afogado em água. Ora, os céus que agora existem e a terra, pela mesma palavra, têm sido entesourados para fogo, estando reservados para o Dia do Juízo e destruição dos homens ímpios. Há, todavia, uma coisa, amados, que não deveis esquecer: que, para o Senhor, um dia é como mil anos, e mil anos, como um dia. Não retarda o Senhor a sua promessa, como alguns a julgam demorada; pelo contrário, ele é longânimo para convosco, não querendo que nenhum pereça, senão que todos cheguem ao arrependimento”.

II Pedro 3:6-9

Bem, segundo o texto de Pedro, chamo a sua atenção para a proporção de 1 dia = 1.000 anos no contexto profético da “promessa da Sua vinda”, e do “Dia do Juízo”, associados à longanimidade do Senhor para que haja o maior número possível de pessoas arrependidas e convertidas.
Concorda?
Sim, sei que muitos (porque tomam a Palavra de Jesus, quanto ao fato que “aquele dia e hora ninguém sabe, senão O Pai” fora de seu contexto) torcem o nariz para este tipo de texto que apresento neste neste post, propondo a possibilidade de saber sim, o período de tempo dAquele Dia.
Sim, é claro que Jesus disse isso, mas sim, creio que esta frase não significa exatamente o que aparenta significar. 
Já expus minha posição acerca disso algumas vezes aqui no Blog, como aqui, aqui e aqui, e convido você, a, pelo menos, ler o primeiro link para saber o que penso antes de me “apedrejar”...
Mas vamos também ler o texto de Paulo, e já começa a lançar luz sobre este assunto:

“Irmãos, relativamente aos tempos e às épocas, não há necessidade de que eu vos escreva; pois vós mesmos estais inteirados com precisão de que o Dia do Senhor vem como ladrão de noite. Quando andarem dizendo: Paz e segurança, eis que lhes sobrevirá repentina destruição, como vêm as dores de parto à que está para dar à luz; e de nenhum modo escaparão. Mas vós, irmãos, não estais em trevas, para que esse Dia como ladrão vos apanhe de surpresa; porquanto vós todos sois filhos da luz e filhos do dia; nós não somos da noite, nem das trevas. Assim, pois, não durmamos como os demais; pelo contrário, vigiemos e sejamos sóbrios. Ora, os que dormem, dormem de noite, e os que se embriagam é de noite que se embriagam. Nós, porém, que somos do dia, sejamos sóbrios, revestindo-nos da couraça da fé e do amor e tomando como capacete a esperança da salvação; porque Deus não nos destinou para a ira, mas para alcançar a salvação mediante nosso Senhor Jesus Cristo, que morreu por nós para que, quer vigiemos, quer durmamos, vivamos em união com ele. Consolai-vos, pois, uns aos outros e edificai-vos reciprocamente, como também estais fazendo”.

I Tessalonicenses 5:1-11

Bem, segundo Paulo, e veja que o texto é literal e claro, O Dia do Senhor vem como ladrão para quem “anda em trevas”... mas se você crê, então eu e você, nós, “não seremos pegos de surpresa”... ou seja, saberemos!
Medite sobre isso, por favor!
Não é este o ensino claro de Paulo neste texto?
Precisamos de interpretação para entender um texto tão claro literalmente?
Discorda?
Bem, eu vou em frente mais um pouco...
O profeta Oseias nos trouxe uma profecia muito interessante acerca de um tempo em que O Senhor trata acerca de um período de “dois dias", e de um “terceiro dia”, quando “curará e levantará Seu povo", para que estejam “diante dEle”... pois a "Sua vinda é certa”... Aleluia!
Ou seja, encontramos uma referência de dois dias, mais o início do terceiro dia, associados à vinda do Senhor Jesus...
Leia esta profecia:

“​Vinde, e tornemos para o SENHOR, porque ele nos despedaçou e nos sarará; fez a ferida e a ligará. Depois de dois dias, nos revigorará; ao terceiro dia, nos levantará, e viveremos diante dele. Conheçamos e prossigamos em conhecer ao SENHOR; como a alva, a sua vinda é certa; e ele descerá sobre nós como a chuva, como chuva serôdia que rega a terra”.

Oseias 6:1-3

Porque esta profecia de Oseias é tão importante para mim?
Pela contagem dos dois dias associados à vinda do Senhor...
Porque isso é importante?
Porque o próprio Jesus usou esta mesma contagem de tempo!
Veja comigo um detalhe importante dado por Ele acerca de Sua vinda em uma contagem de dias...
Se você conhece a Parábola do Bom Samaritano, registrada em Lucas 10, conhece, creio, os símbolos proféticos da parábola.
Senão, vamos repetir para organizarmos as idéias...
Vamos lá... 
Aquele que foi assaltado no caminho, representa as pessoas, que foram atacadas, roubadas e feridas por satanás, e deixadas como mortas pelo caminho da vida...
O sacerdote e o levita como os religiosos que não se importam com o perdido ferido...
O bom samaritano, claro, é o próprio Jesus!
A hospedaria, creio, a igreja controlada pelo Espírito Santo, o hospedeiro, que pode cuidar daqueles salvos por Jesus, O Bom Samaritano...
Tudo bem até aqui?
Mas veja que na parábola, Jesus deixa um pagamento ao hospedeiro pelo trabalho realizado...
Dois denários!
Porque isso é tão importante?
Porque Jesus deu uma “dica” clara do tempo necessário para que haja este cuidado.
Um denário era o salário de UM DIA de trabalho!
Ou seja, Jesus deixou recursos para pagar 'DOIS DIAS de trabalho” até que “ELE VOLTE”!
Dois dias a partir de quando?
A partir do momento em que Ele foi embora... subiu aos céus...
Leia o texto:

“No dia seguinte, tirou dois denários e os entregou ao hospedeiro, dizendo: Cuida deste homem, e, se alguma coisa gastares a mais, eu to indenizarei quando voltar.

Lucas 10:35

Bem, se um dia igual a mil anos, e mil anos igual a um dia...
Se Jesus disse que voltaria ao término de dois dias, e deixou recursos suficientes para esse prazo...
Podemos entender que de sua ida aos céus até o ano 1.000, temos um dia.
Do ano 1.000 ao ano 2.000, temos mais um dia.
Ou seja, os dois dias já se encerraram...
E estamos no início do terceiro dia!
Mas há mais um detalhe no texto...
Jesus disse que “se alguma coisa gastares a mais, Ele indenizaria”...
Ou seja, não era mais um pagamento de um novo dia, senão alguma coisinha a mais...
Pouca coisa...
Porque isso é tão importante a meu ver?
Porque o próprio Jesus nos disse algo importante...
Que O NOIVO ATRASARIA!

“E, tardando o noivo, foram todas tomadas de sono e adormeceram”.

Mateus 25:5

Sim, o Noivo atrasará, e virá logo após a meia noite!
Isso fica claro pelo fato que na parábola dada por Jesus, no texto de Mateus 25, o anúncio de Sua chegada foi feito à meia noite...

"Mas, à meia-noite, ouviu-se um grito: Eis o noivo! Saí ao seu encontro! Então, se levantaram todas aquelas virgens e prepararam as suas lâmpadas. E as néscias disseram às prudentes: Dai-nos do vosso azeite, porque as nossas lâmpadas estão-se apagando. Mas as prudentes responderam: Não, para que não nos falte a nós e a vós outras! Ide, antes, aos que o vendem e comprai-o. E, saindo elas para comprar, chegou o noivo, e as que estavam apercebidas entraram com ele para as bodas; e fechou-se a porta. Mais tarde, chegaram as virgens néscias, clamando: Senhor, senhor, abre-nos a porta! Mas ele respondeu: Em verdade vos digo que não vos conheço. Vigiai, pois, porque não sabeis o dia nem a hora”.

Mateus 25:1-13

Logo após a meia noite começa o problema de as lâmpadas das néscias estarem se apagando, sua angústia com as sábias, que tinham azeite, e a saída de sua posição para buscar azeite.
Então... algum tempo após a meia noite, enquanto saíram para comprar, chega O Noivo!
Sim, Ele se atrasou um pouco, mas muito pouco, logo após a meia noite...

Bem, é inegável que percebemos um tempo profético em curso e cumprimento.
Basta olhar para o mundo ao redor...
Basta olhar para a igreja mergulhando na apostasia, em que o Espírito Santo parece faltar, e a verdadeira lâmpada da igreja se apaga em muitos lugares...
Sim, muitos como eu parecem pressentir que Jesus, O Noivo, está meio que às portas...
Sim... estamos já na madrugada cronológica do terceiro dia... 2016!
Sim, esta é a minha clara impressão...
Sim, isso é o que creio!
Mas se você acha que “não tem nada a ver”... tudo bem. Recomendo apenas que você SAIBA realmente por que não tem nada a ver, fundamentado na Palavra.
Negar uma proposta pelo simples fato que não atende seus próprios pensamentos, pode ser um erro com consequências eternas... 
Recomendo mesmo que você possa levar a sério seus argumentos de porque não concorda comigo, não porque eu esteja certo, mas porque este é o assunto mais importante do tempo em que vivemos...
Agora se você acha que “parece que tem tudo a ver”, a conclusão do post é para você...
Para concluir, lanço uma pergunta...
E minha pergunta é a seguinte: E NÓS, O QUE FAREMOS

VIGIAREMOS E ORAREMOS!

“Vigiai, pois, a todo tempo, orando, para que possais escapar de todas estas coisas que têm de suceder e estar em pé na presença do Filho do Homem”. Lucas 21:36

Sim, há uma exortação dada por Jesus, no contexto dos últimos dias, que SE vigiarmos e orarmos em todo o tempo, “poderemos escapar de TODAS estas coisas que virão"...
Sim, aparentemente o arrebatamento não é para todos... bom, este é assunto para outro dia...
Mas para saber do que Ele está querendo nos livrar, leia o capítulo 21 de Lucas...
Mas reforço... veja que a impressão que as palavras de Jesus dá é que “quem não vigia e ora”, não poderá escapar... será? Bem, eu não quero nem pensar em errar o significado deste texto!

AMAREMOS A SUA VINDA

“Já agora a coroa da justiça me está guardada, a qual o Senhor, reto juiz, me dará naquele Dia; e não somente a mim, mas também a todos quantos amam a sua vinda.

II Timóteo 4:8

Sim, há um convite para amarmos a Sua vinda!
Há uma coroa,  "Coroa da Justiça" preparada para quem esperar, ansiar, amar a maravilhosa vinda do Senhor Jesus!
Há um convite para que possamos saber que está perto, e ficar na expectativa, cuidando de nosso procedimento quanto a arrependimento de pecados... Buscando andar em comunhão com o Espírito Santo, e meditando na Palavra... E claro, acompanhando todos os sinais dados por Jesus acerca do que está no entorno de Sua volta para buscar os Seus!
Bem, este é o "fio condutor" do que creio para estes dias em que vivemos...
Existem, claro, muitos outros textos bíblicos que reforçam este meu pensamento...
Mas creio que estes são suficientes.
Sim, creio que estamos muito, mas muito perto da vinda do Senhor.
Creio ainda mais, que um pouco antes, saberemos o mês... mais um pouco, creio, saberemos o dia... e quando estivermos no dia, eventualmente saberemos a hora... 
Mas isso é conversa para outro post.
Por hoje, meu chamado é: preste atenção no que está acontecendo.
São sinais e mais sinais...
Você não consegue ver?

Veja... por favor, veja os sinais!

Deus abençoe.


Haroldo Maranhão

domingo, 29 de maio de 2016

A PERSEGUIÇÃO AO EVANGELHO VIRÁ. MAS NÃO PRECISAMOS DAR OS MOTIVOS...


Vivemos em um tempo de confusão.
Em que se chama o certo de errado e o errado de certo.
Em que, cada vez mais somos chamados a tomar posição entre “a” ou “b”, sendo que nem sempre as alternativas são apenas duas.
Existem centenas de variáveis, mas as pessoas vêm sendo imbecilizadas pelas pressões das mais diversas, e entendem que precisam se posicionar diante de apenas duas alternativas.
E estes alinhamentos maniqueístas geram ainda mais confusão por que encontramos coisas certas e erradas nas posições “a” e “b”, tornando-se impossível escolher...
Alguma coisa como esta hipotética questão: você prefere o assassino que sustenta orfanatos, ou o fundador da maior entidade de ação social do país que rouba?
Parece sem sentido, mas, guardadas as proporções, muitas das questões que se apresentam diariamente contém esta dualidade em si...
E somos todos chamados por tomar uma posição entre ambas, posição impossível de se tomar. Ou não necessária...
Mas ainda seremos cobrados como omissos por não nos alinharmos com uma das duas únicas alternativas propostas, consideradas por muitos como as únicas existentes.
Mesmo que confusas...
Neste contexto, acho interessante a preocupação e crítica aos comerciais de televisão que não expressam valores cristãos. Mas pergunto... deveriam?
Deveríamos realmente exigir que a televisão do “sistema” expressasse o que cremos? Porque? E mais ainda... pergunto, aliás: porque assistir televisão?
Mas aí já sei o que muitos dirão... e teremos novamente as alternativas “a” ou “b”, e não pretendo entrar por aí.
Ainda assim, lembro que estamos neste mundo para pregar o evangelho, para que O Espírito Santo promova a verdadeira transformação, que é pessoal, particular, e que ocorre de dentro para fora na vida daqueles que se arrependem e creem em Jesus, e não nas instituições da “Babilônia”.
As instituições babilônicas continuarão por aqui até O Juízo, e não somos nós os responsáveis por seu fim, senão O Senhor, nAquele Dia!
Aliás, Jesus pregou Juízo, falou sobre o inferno, e pregou a verdade que liberta para o pecador... mas não propôs boicotes contra instituições iníquas da terra.
Pagou os impostos injustos e iníquos da época em que viveu.
Se sujeitou ao sistema político corrupto que o entregou para ser crucificado, dizendo, inclusive, que a autoridade do sistema que constituiu Pilatos para aqueles dias vinha da parte de Deus!
Mas promoveu um confronto, sim, ao sistema corrupto de vendas que acontecia no Templo!
E Ele entrou derrubando mesas e cadeiras... E sua atitude de confrontar este comércio religioso foi o que fez com que os que se beneficiavam ou apoiavam este sistema conspirassem para lhe tirar a vida.
Mateus 21:12-13 “Tendo Jesus entrado no templo, expulsou todos os que ali vendiam e compravam; também derribou as mesas dos cambistas e as cadeiras dos que vendiam pombas. E disse-lhes: Está escrito: A minha casa será chamada casa de oração; vós, porém, a transformais em covil de salteadores”.
Marcos 11:15-18 “E foram para Jerusalém. Entrando ele no templo, passou a expulsar os que ali vendiam e compravam; derribou as mesas dos cambistas e as cadeiras dos que vendiam pombas. Não permitia que alguém conduzisse qualquer utensílio pelo templo; também os ensinava e dizia: Não está escrito: A minha casa será chamada casa de oração para todas as nações? Vós, porém, a tendes transformado em covil de salteadores. E os principais sacerdotes e escribas ouviam estas coisas e procuravam um modo de lhe tirar a vida; pois o temiam, porque toda a multidão se maravilhava de sua doutrina”.
Sim, Jesus confrontou o que estava errado na Sua Casa.
E foi sua atitude correta de confrontar o que estava errado que fez com que o sistema conspirasse para tentar lhe tirar a vida, como de fato aconteceu.
Não que o sistema tenha tido sucesso em tirar a Sua vida, mas em preparar tudo para que na hora em que pensavam que iriam matá-lO, Ele pudesse, voluntariamente, na cruz, após ter levado sobre Si nossos pecados, entregar a Sua vida.
A autoridade que estava sobre Pilatos para entregar Jesus para ser crucificado foi dada por Deus!
João 19:10-11 “Então, Pilatos o advertiu: Não me respondes? Não sabes que tenho autoridade para te soltar e autoridade para te crucificar? Respondeu Jesus: Nenhuma autoridade terias sobre mim, se de cima (de Deus) não te fosse dada; por isso, quem me entregou a ti (os religiosos) maior pecado tem”.
Sim, Ele mesmo entregou a Sua vida... ninguém tinha autoridade ou “cacife” para matá-lO!
Glória a Deus por isso!
João 10:17-18 “Por isso, o Pai me ama, porque eu dou a minha vida para a reassumir. Ninguém a tira de mim; pelo contrário, eu espontaneamente a dou. Tenho autoridade para a entregar e também para reavê-la. Este mandato recebi de meu Pai”.
Outra situação emblemática foi quando um grande confronto ao Sistema babilônico aconteceu nos dias de pregação de Paulo na Ásia!
Atos 19:18-20 “Muitos dos que creram vieram confessando e denunciando publicamente as suas próprias obras. Também muitos dos que haviam praticado artes mágicas, reunindo os seus livros, os queimaram diante de todos. Calculados os seus preços, achou-se que montavam a cinquenta mil denários. Assim, a palavra do Senhor crescia e prevalecia poderosamente”.
Mas veja que foram os próprios novos convertidos que queimaram o que antes tinham adquirido. Livros de artes mágicas, que eram (e ainda são) absolutamente contrários à Palavra de Deus!
Entenda que o valor do que foi queimado era o equivalente a 50.000 dias de trabalho!
Uma fortuna!
Mas Paulo não pregou para que eles destruíssem o que achavam importante, senão que se arrependessem e cressem no evangelho de Jesus O Cristo.
Destruir ou boicotar o que antes achavam importante foi uma decisão pessoal e não institucional, movida pelo Espírito Santo de Deus...
E os que o fizeram foram os que compraram os livros!
Os que os vendiam, provavelmente, continuaram produzindo mais e vendendo para outros...
Bem, amigos...
Não sou o dono da verdade, pois o Dono da Verdade é Aquele que é A própria Verdade!
Sou apenas um dos que querem contribuir para o debate.
Para que possamos ajustar nosso foco e visão acerca dos dias em que vivemos.
Até porque, como já disse, os ângulos de visão não são apenas dois, humanamente falando, mas múltiplos, pois cada um de nós tem a visão parcial, segundo pensamos.
O ângulo verdadeiro de visão é aquele que pertence ao Senhor, que não apenas conhece todos os caminhos do pensamento, como também julga os corações...
Mas enfim, o que penso neste tempo é que precisamos continuar a confrontar, sim, o pecado na vida do perdido, segundo A Palavra de Deus, mas para que haja arrependimento e salvação!
Salvação pela fé, pelo amor e pela graça de Jesus O Cristo, que nos constrange, Ele que Se entregou por todos, para que todo aquele que nEle crê, tenha a vida eterna!
Há que se pregar o evangelho para conversão, não para boicotes...
Isso soa o que se convencionou chamar de intolerância, e isso gera perseguição aos crentes e ao evangelho...
Gera confusão, ira, e tudo o mais, como sempre houve quando se pregou A Verdade como vimos no caso de Paulo, mas, neste caso, fica misturado pela inclusão de uma ideia que, segundo entendo, não tem sustentação pela Palavra.
E Deus vela por cumprir apenas A Sua Palavra...
E A Sua Palavra já nos alertou para o fato que nos últimos dias haverá perseguição aos que creem, mas haverá porque não vão negar O Nome do Senhor, e não por que se posicionarão diante de práticas empresariais...
Apocalipse 12:10 “Eles, pois, o venceram por causa do sangue do Cordeiro e por causa da palavra do testemunho que deram e, mesmo em face da morte, não amaram a própria vida”.
Apocalipse 6:9 “Quando ele abriu o quinto selo, vi, debaixo do altar, as almas daqueles que tinham sido mortos por causa da palavra de Deus e por causa do testemunho que sustentavam”.
Queridos, precisamos muito mais discutir sim, a questão da igreja internamente, de como o evangelho tem sido pregado, nossas práticas, nossa comunicação ao perdido...
Mas ao mundo perdido, precisamos pregar a mensagem do amor de Deus revelado na salvação que há em Cristo Jesus, a nossa maior, preciosa e única mensagem.
Pregamos não por que nos achamos melhores, senão porque reconhecemos que somos os piores, e que precisamos desesperadamente da graça e da salvação em Cristo.
Por que já experimentamos o Seu perdão dos nossos pecados, e principalmente a paz que só o Senhor Jesus pode proporcionar.
Pregamos porque se não pregarmos, as pedras clamarão.
Se haverá perseguição nos últimos dias, e haverá como já está acontecendo em tantos lugares, que seja porque pregamos esta Palavra de salvação, neste precioso Nome de Jesus, e porque não flexibilizamos a mensagem, e insistimos que não há salvação em nenhum outro.
Nem mesmo nos apóstolos, pastores, bispos e quem mais que seja da “religião evangélica”, mas sim, apenas em Jesus, O Cristo.
Mas sabemos que pregar esta verdade nos últimos dias será cada vez mais difícil.
Porque serão dias difíceis. Dias de confusão.
Dias em que o “sistema que virá e já chegou” se infiltra em todas as áreas que afetam a vida de todos, procurando de todas as maneiras confundir todos que possível, para os afastar da Verdade...
E o fato da atuação deste “sistema” estar já tão clara e perceptível para muitos, apenas aponta para o fato de “quão tarde” já é o tempo em que vivemos...
Jesus Cristo está às portas... 
Mas parece claro que nem todos conseguem perceber.
Você não consegue ver?
Veja os sinais...

Deus abençoe...


Haroldo Maranhão

segunda-feira, 23 de maio de 2016

O METEORO DO BRASIL!




Impressionante como as informações sobre o que acontece no espaço não são mais como costumavam ser, ou como a NASA dizia ser.

Lembro de informações precisas sobre algo em um futuro distante, acerca de objetos que poderiam ser associados a um denominado “extinction level event” (evento que poderia causar a extinção da humanidade)...

E de quão baixo era este risco para nós...

Lembro de ouvir falar de um certo “APOPHIS”, divulgado pela NASA há alguns anos, como um asteroide com uma possível rota de colisão com a terra para alguma coisa como o ano de 2029 ou 2036 ou 2068?
Sim, com toda a segurança e precisão de cálculos de rotas e elipses...

Alguns cientistas já disseram com pompa e circunstância que não há o menor risco de um objeto colidir com a terra pelos próximos 100 anos!

Lembra de ter lido algo assim? Eu lembro.

Mas lembro também que aquele evento na Rússia em 2013 causou certa insegurança em toda a comunidade científica e jornalística, pelo impacto que aquele meteoro inesperado causou, ao explodir na entrada da atmosfera sem prévio aviso.
Causou ferimentos em mais de 1.000 pessoas, e estragos em vários edifícios...

E principalmente, causou espanto, pelo fato que a NASA não avisou nada.

Não sabia que ocorreria.
Ou sabia e não informou?

Porque escrevo tudo isso, e o que isso tem a ver conosco?

Por que a NASA acabou de dar acesso à informação que no dia 6 de fevereiro último, às 11:55, um meteoro de grandes proporções caiu bem perto da nossa costa brasileira!
Bem, enquanto isso acontece em outros países ou lugares remotos do planeta, nós aqui continuamos achando que tudo está bem, que estamos seguros...

Mas pense comigo... a uma distância de apenas mil quilômetros da nossa costa, caiu um meteoro do qual não fomos avisados antes, mas apenas comunicados quase 20 dias depois.

Meteoro que, ao queimar-se na atmosfera, liberou o equivalente a 13.000 toneladas de TNT...
Fato este que se ocorresse sobre uma cidade do nosso litoral...

Afinal, se o meteoro tivesse sua rota alterada um “pouquinho”, porque 1.000 kilometros em medidas espaciais é praticamente NADA (ou não?), causaria um terrível estrago...

E eu pergunto: porque não ficamos sabendo de nada?

A NASA não avisou por que afinal, somos um país do “terceiro mundo”?

A NASA não avisou porque não haveria nada a fazer?

A NASA não avisou porque não sabia?

Ou a NASA não avisou por que “há uma perturbação no espaço”, que faz com que asteroides, meteoros e outros corpos celestes tenham um comportamento imprevisível, surpreendente, e não mais “monitorável”?

Bem, amigos, o post é curto, mas a preocupação é real.

Afinal, esta foi “aqui na esquina” do Brasil.

Afinal de contas, o que está realmente acontecendo no nosso espaço?

Será que os “poderes dos céus estão começando a ser abalados”?

Não sei, não posso dizer isso.

Posso dizer que pretendo continuar a observar enquanto o Senhor me permitir.

As coisas vão mudando dia a dia e ficando cada vez mais estranhas.

Você não consegue ver?

Veja os sinais...

Deus abençoe,


Haroldo Maranhão