quinta-feira, 31 de outubro de 2019

O DIA DA VINGANÇA DO SENHOR



“O Espírito do SENHOR Deus está sobre mim, porque o SENHOR me ungiu para pregar boas-novas aos quebrantados ... a apregoar o ano aceitável do SENHOR e o dia da vingança do nosso Deus.” Isaías 61:1-2

O Dia da vingança do Senhor é um tema pouco ensinado ou pregado. Parece que a proclamação de que O Senhor, Deus bom, misericordioso e justo, é também Deus de vingança é algo contrário à fé cristã. Afinal, O Senhor Jesus ensinou claramente que nós não devemos nos vingar, pelo contrário, devemos sempre oferecer a outra face e perdoar aos que nos ofendem e afrontam. 
Há incompatibilidade nisso? Não. Em hipótese alguma. Todas as declarações são verdadeiras:

“... não vos vingueis a vós mesmos, amados, mas dai lugar à ira; porque está escrito: A mim me pertence a vingança; eu é que retribuirei, diz o Senhor.”
Romanos 12:19

“Ora, nós conhecemos aquele que disse: A mim pertence a vingança; eu retribuirei. E outra
vez: O Senhor julgará o seu povo. Horrível coisa é cair nas mãos do Deus vivo.”
Hebreus 10:30-31

Somos chamados a não nos vingarmos uns dos outros é porque A vingança é do Senhor. Se nos vingamos, tomamos o “lugar errado”. Lugar do Senhor, motivo pelo qual não podemos agir assim. Ele é o justo Juiz, e exercerá uma vingança justa. Nos limites corretos.
Os filmes sobre o tema apresentam o herói do filme se vingando com justiça “aos nossos olhos”, pois, normalmente, bandidos sanguinários merecem sofrer porque mataram a sua esposa ou filha. Isso dá a ele o direito (segundo o enredo) de matar 487 pessoas com extrema crueldade, explodir imóveis, destruir carros, e até cidades. A “cereja do bolo” do filme será a morte mais horrorosa do “chefe” da quadrilha, para todos saírem do cinema "reparados"!
Mas será que é assim mesmo?
Creio que é justamente pelo fato de estarmos sendo programados por filmes e novelas, ao longo dos anos, com vinganças cada vez mais cruéis e desproporcionais, que temos dificuldades de entender que a vingança é do Senhor! Achamos vingança algo injusto... (mas até que gostamos...)
O conhecido princípio na lei, “olho por olho, dente por dente”, não é crueldade, mas uma justa reparação. A vingança permite “apenas” um olho por um olho, não os dois, mais o nariz ou quebrar a cara toda. É apenas um dente por um dente, e não por todos os dentes da boca, e o maxilar.
Entende o princípio?
A justiça precisa ser satisfeita pela vingança ou retribuição, que não é ruim, mas boa, quando justa.
A vingança ruim é a desproporcional. Nós não temos a capacidade de sermos “vingadores justos”, porque dependendo do que passamos, para nos sentirmos “retribuídos e reparados”, e se tivermos a oportunidade, "passaremos do ponto" se tivermos a oportunidade de nos vingar.
Assim, apenas O Senhor é Deus da vingança absolutamente justa! A retribuição exata para o que foi feito, vem apenas da Sua mão! 
Aliás, Ele diz que “prepara uma mesa perante nós na presença de nossos inimigos”. Não, a vingança não é um "prato que se come cru", mas um prato servido pelo Senhor, da maneira mais justa e honrosa, diante de uma plateia preparada por Ele mesmo, em uma situação que apenas Ele poderia providenciar. Mas para isso acontecer, precisamos DECIDIR não nos vingar, mas sujeitar a Ele nossa dor, humilhação e perda, e confiar que Ele, a Seu tempo, nos fará experimentar o melhor.
Voltando ao tema do post, SE O Senhor está pronto para fazer justiça em nossa vida diária, estabelecendo vingança a nosso favor, defendendo a nossa causa, imagine o Dia em que Ele vai tomar vingança para Si, de todos aqueles que não apenas rejeitaram a vida do Seu Filho Jesus Cristo entregue na cruz do Calvário, mas também zombam do Seu Nome? Dos que afrontam o Seu caráter, ridicularizam Sua Palavra, Sua Sabedoria, Seu Poder, Sua revelação?
Qual é a justa reparação que Ele tem direito diante dessas pessoas? O que devem esperar?
Bem, todos estes ficam confundidos pela Sua graça e misericórdia, porque O Senhor é tremendamente bom, e “não deseja que ninguém se perca, senão que todos cheguem ao arrependimento” e “sejam salvos” (II Pedro 3:9 e I Timóteo 2:4).
Mas esse aspecto da revelação do Senhor tem um prazo de validade, que é chamado pela Bíblia de “época da Graça”! Por enquanto, a Sua Graça está estendida para que todos possam ser salvos pela pregação da Palavra, por arrependimento, pela graça, por meio da fé (Efésios 2:8-9). 
Mas, não se enganem, essa manifestação do Seu amor e misericórdia, será em breve substituído pela manifestação da Sua justiça! A Justiça manifesta pela Sua Ira será apresentada também pela vingança do Senhor, que será derramada contra o pecado da humanidade. Contra todos que se recusam a se arrepender de seus pecados, iniquidades e abominações, e, pelo contrário, tem prazer neles.
Daqueles que zombam de Seus ensinos e de Sua Sabedoria.
Será derramada contra os governos que se estabelecem em confronto com a Sua Palavra. Contra as nações que estabelecem leis perversas, que servem a ídolos e deuses falsos, que permanecem em rebelião contra o Único e Verdadeiro Senhor!
E esse Dia tem data certa, conhecida apenas pelo Senhor, mas é revelado como o Dia da Sua Ira, Dia da Vingança do nosso Deus, entre outras definições semelhantes. Dia terrível!
Sim, o Juízo vem. Vem sobre toda o planeta. Todas as obras da humanidade na terra serão desfeitas porque não servem em nada para O Senhor, não tem valor algum para Ele.
Sim, a Sua Ira vem, e é importante que em nossas pregações venhamos a alertar a todos para esse Dia. A pior coisa que pode acontecer para alguém é estar naquele Dia sem a proteção do sangue de Jesus Cristo.
Sim, Sua vingança vem, e naquele dia muitos vão perceber que “todas as religiões, e todos os caminhos levam a Deus”, e isso é uma tragédia. Esses são os caminhos para a destruição.
Sim, todosos caminhos levam a Deus, mas há um Único Caminho que leva ao Pai! 
E esse Caminho é Jesus O Cristo. 
Não esteja no “lugar errado” no Dia da Vingança do Senhor. Leve esse meu texto a sério. Faça suas próprias pesquisas na Bíblia. Receba o amor de Deus, Sua graça e bondade enquanto ela está estendida. Não há muito tempo mais, mas ainda há tempo.

​“Amados, esta é, agora, a segunda epístola que vos escrevo; em ambas, procuro despertar com lembranças a vossa mente esclarecida, para que vos recordeis das palavras que, anteriormente, foram ditas pelos santos profetas, bem como do mandamento do Senhor e Salvador, ensinado pelos vossos apóstolos, tendo em conta, antes de tudo, que, nos últimos dias, virão escarnecedores com os seus escárnios, andando segundo as próprias paixões e dizendo: Onde está a promessa da sua vinda? Porque, desde que os pais dormiram, todas as coisas permanecem como desde o princípio da criação. Porque, deliberadamente, esquecem que, de longo tempo, houve céus bem como terra, a qual surgiu da água e através da água pela palavra de Deus, pela qual veio a perecer o mundo daquele tempo, afogado em água. Ora, os céus que agora existem e a terra, pela mesma palavra, têm sido entesourados para fogo, estando reservados para o Dia do Juízo e destruição dos homens ímpios. Há, todavia, uma coisa, amados, que não deveis esquecer: que, para o Senhor, um dia é como mil anos, e mil anos, como um dia. Não retarda o Senhor a sua promessa, como alguns a julgam demorada; pelo contrário, ele é longânimo para convosco, não querendo que nenhum pereça, senão que todos cheguem ao arrependimento. Virá, entretanto, como ladrão, o Dia do Senhor, no qual os céus passarão com estrepitoso estrondo, e os elementos se desfarão abrasados; também a terra e as obras que nela existem serão atingidas. Visto que todas essas coisas hão de ser assim desfeitas, deveis ser tais como os que vivem em santo procedimento e piedade, esperando e apressando a vinda do Dia de Deus, por causa do qual os céus, incendiados, serão desfeitos, e os elementos abrasados se derreterão. Nós, porém, segundo a sua promessa, esperamos novos céus e nova terra, nos quais habita justiça.
II Pedro 3:1-13

Esse é o texto bíblico, literal, verdadeiro. Essa é a descrição do que virá. Leve a sério, por favor. 
Veja os sinais!
Deus abençoe,

Haroldo Maranhão

sexta-feira, 18 de outubro de 2019

TECNOLOGIA DA RELIGIÃO - A MARCA DA BESTA AVANÇA...



A cada dia que passa vemos novas tecnologias desenvolvidas e utilidades criadas para chips cada vez menores facilitarem as vidas das pessoas.
Mas para os que entendem a agenda dos últimos dias, como creio ser o seu caso, já está claro que esse chip, ou alguma evolução tecnológica semelhante associada a ele, dará suporte para que a profecia da “marca da besta” se cumpra. Esse chip e essa tecnologia afetarão a vida financeira das pessoas, quanto a suas necessidades básicas de comprar ou vender qualquer coisa para sua subsistência.  
No post de hoje quero levar você a saber, ou se já sabe a refletir sobre os efeitos de uma nova tecnologia que vem emergindo nos últimos tempos, para que essa marca, ou esse chip, permita sua associação também a uma atividade religiosa. Ou de adoração. De culto. Culto a um falso “deus”.

Antes, vamos ao texto bíblico que nos apresenta “a marca”, que é Apocalipse 13. A partir do verso 11, João nos apresenta a segunda besta, o denominado “falso profeta”. Ele será responsável por conduzir a humanidade à adoração da primeira besta, o “anticristo”, revelado no mesmo capítulo a partir do verso 1. Vamos ler o texto da segunda besta:

Apocalipse 13:11-18
Vi ainda outra besta emergir da terra; possuía dois chifres, parecendo cordeiro, mas falava como dragão. Exerce toda a autoridade da primeira besta na sua presença. Faz com que a terra e os seus habitantes adorem a primeira besta, cuja ferida mortal fora curada. Também opera grandes sinais, de maneira que até fogo do céu faz descer à terra, diante dos homens. Seduz os que habitam sobre a terra por causa dos sinais que lhe foi dado executar diante da besta, dizendo aos que habitam sobre a terra que façam uma imagem à besta, àquela que, ferida à espada, sobreviveu; e lhe foi dado comunicar fôlego à imagem da besta, para que não só a imagem falasse, como ainda fizesse morrer quantos não adorassem a imagem da besta. A todos, os pequenos e os grandes, os ricos e os pobres, os livres e os escravos, faz que lhes seja dada certa marca sobre a mão direita ou sobre a fronte, para que ninguém possa comprar ou vender, senão aquele que tem a marca, o nome da besta ou o número do seu nome. Aqui está a sabedoria. Aquele que tem entendimento calcule o número da besta, pois é número de homem. Ora, esse número é seiscentos e sessenta e seis.

Sei que há irmãos que pensam diferente, mas eu creio que o anticristo - a primeira besta - como uma imitação do que aconteceu com nosso Senhor, sofrerá um atentado, ou algo assim. Uma “ferida de morte”, será “ferido à espada”. E vai “ressuscitar”, ou “sobreviver" de maneira espantosa! E esse evento fará com que sejam criadas imagens obrigatórias dele, para sua adoração.

[Eu particularmente creio isso acontecerá em lugares públicos, onde haverá imagens (holográficas?) gigantescas após esse evento, as quais “ganharão fôlego” para que falem, em milhares de eventos simultâneos ao redor do mundo. Talvez em estádios, parques, lugares para grandes multidões. Cada um, em seu país, ouvirá ao mesmo tempo a fala da primeira besta em “seu próprio idioma”. Tradução simultânea tecnológica. E pelo "testemunho" de sua espantosa "ressurreição", passará a ser considerado e adorado como um “deus”! Essa é apenas minha opinião, minha viagem. Não é literalmente bíblico, mas não contraria nada. E creio que há algum fundamento no que creio. Minha opinião, apenas...]

Como lemos no texto bíblico, essa imagem será associada à determinação de que ninguém possa comprar ou vender se não receber essa marca na testa e na mão direita! Ou seja, é necessário que em algum momento uma tecnologia crie condições para que atividades “religiosas” possam ser associadas a atividades “econômicas”, para que seja possível o controle da religiosidade pessoal como questão de sobrevivência.
Afinal, sem comprar ou vender, ninguém conseguirá sobreviver. Percebe?
Tenho acompanhado há alguns anos a evolução tecnológica alcançar o campo da religião, inserindo os objetos de fé na evolução tecnológica do chip. Ou do que possa sucedê-lo. Escrevi sobre essa adoração vinculada em fevereiro de 2011, no post "Admirável Mundo Novo". Leia para entender melhor o que creio, e tire as suas próprias conclusões.
Claro está pelo texto bíblico abaixo, que agradarão a Deus apenas quem vencer a besta, sua imagem e o “número do seu nome” estarão cantando o cântico do Cordeiro composto por Moisés diante do Senhor! A vitória que agrada a Deus significa rejeitar essa marca de qualquer maneira. Mas a forma de conquista dessa vitória seguramente significará estar pronto a morrer por suas convicções, rejeitando definitivamente a marca da besta, e sua adoração. Essa convicção virá exclusivamente pela fé inabalável em nosso Senhor e Salvador Jesus Cristo, e pelo Seu poder!

Apocalipse 15:2-4
Vi como que um mar de vidro, mesclado de fogo, e os vencedores da besta, da sua imagem e do número do seu nome, que se achavam em pé no mar de vidro, tendo harpas de Deus; e entoavam o cântico de Moisés, servo de Deus, e o cântico do Cordeiro, dizendo: Grandes e admiráveis são as tuas obras, Senhor Deus, Todo-Poderoso! Justos e verdadeiros são os teus caminhos, ó Rei das nações! Quem não temerá e não glorificará o teu nome, ó Senhor? Pois só tu és santo; por isso, todas as nações virão e adorarão diante de ti, porque os teus atos de justiça se fizeram manifestos.

Por que volto a esse assunto hoje?
Porque ontem recebi de uma amiga querida e atenta ao cenário dos últimos dias, uma notícia sobre uma tecnologia para objetos sagrados do catolicismo, que oferece ajuda digital para suas práticas e preces. Trata-se de mais uma iniciativa entre tantas que há em curso, que visam criar mais envolvimento tecnológico com a fé! Leia a matéria “Vaticano lança rosário digital ativado com o sinal da cruz”. Essa tecnologia caminha na esteira de inserções nas religiões como as desenvolvidas para os budistas, publicadas no ano passado. Leia a matéria.
Isso me dá a convicção que já está em curso avançado um movimento para que todas religiões que fazem uso de objetos sagrados, sejam convidadas a incluir a tecnologia em sua vida de fé. E não há nada de errado nisso. Não estou falando contra essas religiões nem suas práticas de crença, e muito menos com relação às empresas criadoras dos aplicativos, nem contra a tecnologia.
Meu ponto é que, mais uma vez, boas ideias, boas intenções, pessoas dotadas de inteligência e sabedoria, mesmo sem saber, estão desenvolvendo tecnologias que podem ser utilizadas de maneira diferente da projetada. Creio que em um futuro próximo, diversas delas serão usurpadas pelo “sistema que virá”, “e que já chegou”, para estabelecer definitivamente o que a Bíblia disse que vai acontecer, como lemos nos textos bíblicos acima. Sim, a tecnologia já está pronta, e as pessoas farão uso dela. Ficarão cada vez mais “acostumadas” com todas as facilidades que são oferecidas, como percebemos que já ocorre em diversas áreas da vida diária.
Barreiras religiosas conservadoras serão quebradas, e as pessoas vão se habituar a usar o que nunca pensaram que faria parte de suas vidas. Claro que muitos se levantarão contra os “modernismos”, mas creio que serão lentamente confrontados e convencidos a mudar de ideia. Aceitarão e se calarão, ou serão “afastados”, porque tudo o que converge para o que virá, que segundo a Bíblia, será estabelecido!
A futura marca obrigatória associará uma nova religião única com a vida financeira em um documento único de identificação pessoal internacional. 
Ninguém poderá rejeitar seu uso, sob pena de ser preso, morto, ou ser obrigado a tentar sobreviver na clandestinidade em lugares remotos do planeta sem poder comprar nem vender nada.
Na verdade, aceitar essa marca, para a maioria das pessoas, será o melhor dos mundos! Afinal, será uma honra receber essa marca e fazer parte do maravilhoso sistema do "deus" que virá, que ressuscitou "a besta", e pode oferecer tudo do bom e do melhor para todos!
O único detalhe, é que há uma exigência que já vimos ser registrada na própria Bíblia, como uma proposta feita ao Senhor Jesus: "Tudo isso te darei, se prostrado me adorares..." (Mateus 4:9)
Bem meu querido, minha querida, não adianta “orar contra” o que a Bíblia disse que vai acontecer. O que precisamos fazer é perceber que o que a Palavra de Deus prediz já está chegando.
Precisamos estar atentos a tantos sinais que já estão aparecendo com clareza cada dia maior no “horizonte profético”, diante de nossos olhos... Você não consegue ver?
Veja os sinais!  
Deus abençoe!

Haroldo Maranhão
#apocalipseem2010

sexta-feira, 13 de setembro de 2019

PREPARANDO O CAMINHO PARA O ANTICRISTO - DE 25 A 27 DE SETEMBRO?


Antes de iniciar esse post, quero destacar que minha maneira de ver assuntos aqui no Blog é pela lente da Bíblia Sagrada, como um cristão, crente em Jesus Cristo como Senhor e Salvador. Caso não seja sua perspectiva de fé, alguns pontos que trato aqui podem eventualmente ser considerados ofensivos se você for alguém sensível. Se esse for o caso, recomendo que procure outro conteúdo mais adequado à sua visão de mundo. Se não é o seu caso, bem vindo!

Há um fato profético público em curso, que não será percebido por todos, e pode fazer parte da preparação do cenário que prepara o surgimento do anticristo.
Segundo o site “Breaking Israel News” no final do ano passado houve um que reuniu o Sinédrio de Jerusalém, autoridades diversas e membros do Instituto do Templo, além de representantes de nações para a “consagração do altar de sacrifícios para o terceiro templo!” 
Foi então estabelecida a “Organização das 70 Nações”, que visa reunir os descendentes dos 70 filhos de Israel que desceram ao Egito e as 70 nações do mundo que surgiram a partir dos descendentes de Noé. Se você lê em inglês confira informações sobre como foi o evento clicando aqui.
Mas o post de hoje foca na matéria da edição do dia 2 de setembro último, do mesmo site, quando ficamos sabendo que haverá um evento muito importante em Jerusalém entre os dias 25 e 27 de setembro próximo com praticamente os mesmos participantes.
A data é cirúrgica, porque segundo a tradição rabínica, o dia 25 de setembro é a data do 5.780º aniversário da criação do mundo! Curiosidade...
O atual Sinédrio de Jerusalém está convidando participantes dessa “Organização das 70 Nações”, entre outros, para uma conferência no “Jerusalém Gate Hotel”, numa tradução livre, “Hotel Portão (hmmmmm!) de Jerusalém”. Nessa conferência haverá leituras, discussões, e produções de documentos tratando de princípios de um plano batizado de "Joint Comprehensive Plan of Action (JCPOA)" que reflita algo supostamente estabelecido por Noé quando sacrificou ao sair da arca.

“Levantou Noé um altar ao SENHOR e, tomando de animais limpos e de aves limpas, ofereceu holocaustos sobre o altar. E o SENHOR aspirou o suave cheiro e disse consigo mesmo: Não tornarei a amaldiçoar a terra por causa do homem, porque é mau o desígnio íntimo do homem desde a sua mocidade; nem tornarei a ferir todo vivente, como fiz. Enquanto durar a terra, não deixará de haver sementeira e ceifa, frio e calor, verão e inverno, dia e noite.”
Gênesis 8:20-22

Entre outras discussões, esse JCPOA tratará em seus painéis de discussões para a criação de um projeto econômico, cultural e educacional universal! E mais, a criação de uma corte internacional baseada em princípios bíblicos! Além de outros assuntos muito atuais do planeta. O importante rabino Yeshayahu Hollander, Ministro para Assuntos Estrangeiros do Sinédrio, declarará uma oração e bênção especialmente criada para esse evento. Ele acredita que um pacto baseado nessas leis de Noé segundo a tradição não bíblica são fundamentais para a sobrevivência da humanidade.
Mas no encerramento do evento, no dia 27, acontece o ponto central deste post: está agendado o sacrifício ritual de um animal! Essa cerimônia será realizada pelos representantes das nações que estiverem presentes naquele dia, que cumpram "'as sete leis de Noé", (diversas nações já confirmaram presença, mas não fica claro se há alguma que cumpra essas leis hoje).
Esse ato será uma reencenação do sacrifício feito por Noé, diante de Deus.
Porque eles rejeitam o sacrifício de Jesus Cristo “O Cordeiro de Deus que tira o pecado do mundo”, como Único aceitável perante Deus, precisam restabelecer sacrifícios de animais e ofertas de manjares em Jerusalém, para que possam restaurar suas práticas religiosas milenares.
E, claro, tão importante quanto isso, precisam reconstruir o Templo no Monte, que já tem sido objeto de polêmicas globais, inclusive... E estão trabalhando intensamente para restaurar tudo isso.
Segundo a Bíblia, nos últimos dias o farão!
Mas veja que em assim fazendo, vão marcar o momento profético que abre espaço para o anticristo emergir, e cumprir a Palavra de Deus. No post anterior, eu sugeri aos leitores do Blog a criação de um “quadro profético grande”, (convido você a ler o post) para quem quer acompanhar eventos ao redor do mundo, tendo entendimento para filtrar e identificar aqueles que fazem parte do cenário dos últimos dias. E essa conferência pode vir a ser um deles!

“Ele (o anticristo) fará firme aliança com muitos, por uma semana; na metade da semana, fará cessar o sacrifício e a oferta de manjares; sobre a asa das abominações virá o assolador, até que a destruição, que está determinada, se derrame sobre ele.”
Daniel 9:27

Sim, se eles forem bem sucedidos e alcançarem num futuro próximo o que desejam, é bastante provável que o anticristo faça parte dos bastidores desse acordo (a “aliança com muitos” do texto) que permitirá o restabelecimento definitivo desses sacrifícios. E, claro, fará parte dos acordos necessários para a (re)construção do Templo. Provavelmente, quanto ao acordo, não saberemos com certeza quem ele é. Mas fica claro pela Bíblia que ele precisará estar envolvido estrategicamente nessa aliança, pois será ele quem “fará cessar o sacrifício e a oferta de manjares na metade da semana”. E ele terá autoridade para isso. Veja o ensino do próprio Senhor Jesus sobre esse momento profético ainda futuro:

“Quando, pois, virdes o abominável da desolação de que falou o profeta Daniel, no lugar santo (quem lê entenda), ......... porque nesse tempo haverá grande tribulação, como desde o princípio do mundo até agora não tem havido e nem haverá jamais.”
Mateus 25:15 e 21

Jesus estava se referindo a essa profecia de Daniel:

“Dele (anticristo) sairão forças que profanarão o santuário, a fortaleza nossa, e tirarão o sacrifício diário, estabelecendo a abominação desoladora.”
Daniel 11:31

“Depois do tempo em que o sacrifício diário for tirado, e posta a abominação desoladora, haverá ainda mil duzentos e noventa dias.”
Daniel 12:11

Como você pode ver, a profecia bíblica associa o anticristo a um acordo, um pacto de sete anos com muitos (nações? setenta?). Ele quebrará o acordo no meio da semana de anos (sete anos), e nesse momento vai revelar a sua verdadeira face. Será o gatilho da “grande tribulação como nunca houve nem nunca jamais haverá!” Quero preparar posts sobre essa sequência profética, se Deus quiser, mas por hoje este conteúdo é suficiente para meu objetivo de chamar a sua atenção! Precisamos acompanhar esse evento dos dias 25-27 de setembro, que concluir uma semana muito interessante profeticamente. Vamos ver o que acontecerá (e se acontecerá...) no evento em Jerusalém, e também a partir dele. Vamos acompanhar com atenção os movimentos dessa “Organização das 70 Nações”. Recomendo que você inclua esses itens no seu “quadro profético grande”.
Muitas coisas importantes estão acontecendo em nossos dias. Você não consegue ver?
Veja os sinais... Deus abençoe!

Haroldo Maranhão

quarta-feira, 11 de setembro de 2019

COMO FORMAR O SEU QUADRO PROFÉTICO


Bem amigos aqui do Blog...
Reconheço que tenho escrito menos do que estava acostumado ao longo já de quase nove anos nesse espaço. Penso que os acontecimentos mais “apocalítipcos” do dia a dia estão tão claros, tão evidentes, que dispensam textos para quem já acompanha tudo há tempos. 
Por outro lado, o trabalho que dá conseguir fazer alguém que acha que “tudo está como sempre esteve” entender que “não, não está”, é tarefa demais de árdua.
Assim que estou na busca por escrever algo que possa contribuir de maneira relevante com os que já acompanham tudo, para trazer uma contribuição efetiva aos que garimpam pela internet em blogs e sites como o meu. Mas ainda assim permaneço com o desejo sincero de postar algo que seja claramente bíblico acerca dos últimos dias, para despertar os que acham que está tudo normal ao redor, mas, pelo menos, creem na Bíblia!
Uma das coisas que me afligem nos dias em que vivemos, é perceber quantos cristãos mergulham em discussões políticas, e preferem se levantar com agressividade contra irmãos que pensam politicamente diferente, para defender ideologias!
Creio que fazem isso porque não param para olhar o “quadro grande profético” que nos é dado com clareza na Bíblia para os dias em que vivemos.
Verdade é que existem temas mais difíceis porque ainda não é o momento de sabermos tudo; ainda existem coisas encobertas que serão reveladas no tempo oportuno do Senhor Deus, que reina! Mas eu creio que é possível traçarmos um “quadro grande profético”, que é aquele que nos apresenta o cenário amplo dos últimos dias, apoiado em textos bíblicos claros e autoexplicativos, para não ser necessário se discutir doutrinas de escatologia para compreender o que acontece hoje.
Estabelecido esse “quadro grande profético”, creio que poderemos analisar os fatos publicados na mídia de qualquer ideologia, compreender a informação profética por trás do viés proposto, e chegar o mais perto da verdade dos fatos, que são indicadores do tempo profético em que vivemos.
E de posse desse cenário, podemos incluir nele as peças, personagens e eventos que combinam com aquilo que entendemos que seja claro e já revelado na Bíblia.
Entendeu a minha ideia?
Até porque no “quadro grande profético”, direita e esquerda, ideologias diversas, sistemas macroeconômicos globais, questões climáticas e a vida de celebridades, e até mesmo questões denominacionais e religiosas, não tem a menor importância para nortear nossas vidas com relação à agenda dos últimos dias. São muitas vezes meras cortinas de fumaça, criadas pelo “sistema”, entre tantas outras estratégicas, para esconder o que está acontecendo de fato daqueles que perdem tempo discutindo como torcedores fanáticos de futebol.
Saia dessa caixa!
Meu objetivo aqui é contribuir para a criação do seu “quadro grande profético”, usando como recursos o que, pelo menos para mim, é biblicamente literal, claro e pacífico e, por certo, midiático. E espero que o seja para você também.
Deixe-me dar um exemplo, do que pretendo!
Creio ser inegável para a maioria dos que estudam a agenda dos últimos dias, o entendimento que o anticristo vai unificar de alguma forma a política, a economia, a tecnologia, a mídia e a religião (entre outras coisas), debaixo de seu “guarda-chuva” de poder. Concorda?
Lembrando, claro, que fará isso sempre com a uma permissão de Deus, e por certo tempo.
Destaco que ele sofrerá oposição em certa dimensão por parte dos cristãos que estarão vivos sob seu governo. Sim, haverá cristãos vivos durante seu governo:

“Foi-lhe dado, também, que pelejasse contra os santos e os vencesse. Deu-se-lhe ainda autoridade sobre cada tribo, povo, língua e nação; e adorá-la-ão todos os que habitam sobre a terra, aqueles cujos nomes não foram escritos no Livro da Vida do Cordeiro que foi morto desde a fundação do mundo. Se alguém tem ouvidos, ouça. Se alguém leva para cativeiro, para cativeiro vai. Se alguém matar à espada, necessário é que seja morto à espada. Aqui está a perseverança e a fidelidade dos santos.”
Apocalipse 13:7-10

Veja que pouco importa se sua posição doutrinária sobre o arrebatamento é pré, midi ou pós tribulacionista, pois esse texto da Bíblia é claro em afirmar que o anticristo fará guerra aos santos que, indiscutivelmente, estarão vivos em seus dias de poder. Assim, conforme sua linha doutrinária, você definirá quem são “estes santos” que vão enfrentar o anticristo.
Talvez, diante desse texto literal, que dispensa interpretações, seja levado até mesmo a refletir melhor o que crê acerca dos cristãos na grande tribulação. Afinal, é inegável que nesse tempo de seu governo, haverá santos vivos na terra, que não foram arrebatados por qualquer que seja o motivo. Inclua essas informações para formar o seu “quadro grande profético...”
Outro ponto importante como exemplo que emerge no texto acima é que o anticristo terá autoridade sobre toda tribo, povo, língua e nação. Ou seja, seu governo será independente do conceito de nações, e aceito por (quase) todos.

“Ele fará firme aliança com muitos, por uma semana; na metade da semana, fará cessar o sacrifício e a oferta de manjares; sobre a asa das abominações virá o assolador, até que a destruição, que está determinada, se derrame sobre ele.”
Daniel 9:27

Por que disse com “quase” todos? Porque o texto é claro em dizer que o “príncipe” que há de vir, fará uma aliança com muitos (não todos). Esse tema sempre foi apaixonante para os estudiosos de escatologia bíblica, pois se busca entender como isso acontecerá, em diversas teses, e eu não discordo de nenhuma delas.
Pensam sobre alguém que contribuirá para estabelecer a paz no Oriente Médio, mais especificamente na questão histórica de Jerusalém, e não há como discordar.
Pensam em acordos como solução para a violência religiosa, e não há por que discordar. 
Pensam também sobre a necessidade de haver um acordo econômico com a adoção de uma moeda global única, em meio a uma crise financeira global futura, na esteira das que já tivemos, mas ainda maior, e não há por que discordar disso também.
Pensam nas discussões sobre liberdade sexual, de gênero, de comportamentos e a necessidade de haver uma pacificação sobre o tema, e não há por que discordar.
Pensam sobre a necessidade de haver uma solução para a questão climática, e também não há por que discordar disso.
Provavelmente, esse acordo do texto bíblico será estabelecido abrangendo todas as alternativas anteriores, e talvez incluindo alguns temas novos. E não há por que discordar também.
O que importante a considerar é que todos esses temas terão uma solução contrária à Palavra de Deus, e precisamos entender que, provavelmente, todos esses conflitos e outros vindouros estão sendo provocados, criados artificialmente ao longo de anos ou décadas, com o objetivo de se criar o cenário para que emerja alguém que promova a paz!
Uma paz global, sem a necessidade do Príncipe da Paz, Jesus Cristo! Mas é claro que essa falsa paz não poderá subsistir sem O Senhor Jesus!

“Quando andarem dizendo: Paz e segurança, eis que lhes sobrevirá repentina destruição, como vêm as dores de parto à que está para dar à luz; e de nenhum modo escaparão.”
I Tessalonicenses 5:3

Sim, é a partir dessa solução de (falsa) paz que haverá a ignição da destruição. Muitos desavisados vão achar até mesmo que o anticristo é a reencarnação, ou retorno do próprio Messias, e serão enganados, porque não conhecem A Palavra!
Mas voltando ao movimento de tomada de poder do anticristo, veja o texto:

“Os dez chifres que viste são dez reis, os quais ainda não receberam reino, mas recebem autoridade como reis, com a besta, durante uma hora. Têm estes um só pensamento e oferecem à besta o poder e a autoridade que possuem.”
Apocalipse17:12-13

Esse texto último para esse post, e contém outro exemplo de recurso para ajudar você a formar o seu "quadro grande profético". Ele receberá poder (porque aparentemente não o tinha antes) de “dez reis”, que ainda não receberam seu reino. É ainda um evento futuro, onde haverá uma transferência de poder “previamente acordada”, (provavelmente nos bastidores). Todos esses “dez reis” que receberão esses mandatos, já terão seu compromisso firmado com o próprio anticristo, para conduzi-lo a essa posição de poder global. Sem descartar que até ele mesmo pode ser parte desse grupo dos dez. Seria, portanto, ele mais nove...
“Coincidentemente” o Clube de Roma dividiu o mundo em 10 blocos geopolíticos, blocos econômicos globais. Porque eu também creio que esse conteúdo é literal, busco sempre acompanhar movimentos que proponham divisões globais em blocos por quaisquer motivos que seja.
Bem, acho que você já entendeu minha sugestão aqui. Crie um “quadro profético grande”.
Como guias desse quadro, eu hoje propus algumas coisas para sua observação diária:
  1. Acompanhe todo o tipo de agenda, conteúdo, orientação política ou religiosa que leve a perseguir cristãos por aquilo que cremos. Observe quem são aqueles que já em nossos dias. Por aquilo que está na Bíblia. Acompanhe a reação da mídia e dos formadores de opinião a toda a perseguição aos cristãos no mundo... E acompanhe com cuidado os supostos cristãos (mesmo que pastores e líderes famosos) que optam por nessas situações, contrariar o que a Bíblia diz em favor de ideologias quaisquer que sejam. Ignorar situações assim... O anticristo vai usar muito do que está em curso hoje, e junto dele estarão falsas lideranças cristãs que hoje já abraçam essa agenda.
  2. Acompanhe todas agendas que proponham algum tipo de unidade entre as nações e também entre as religiões. Não haverá esse tipo de unidade nos últimos dias segundo a Bíblia. Essa unidade poderá até ter alguns “ensaios”, mas será sacramentada pela ação do anticristo. Não é claro ainda se ele já estará nos holofotes, ou se vai celebrar este acordo agindo nos bastidores. Pouco importa. Saiba que quando vier um acordo amplo assim, virá ajustado por seu sistema, qualquer que seja a ideologia presente.
  3. Acompanhe também algo muito interessante. Para acreditar em mim, faça uma pesquisa no Google usando os termos “peace and security”  (paz e segurança). Impressionante a quantidade que você vai encontrar.                                                                                                                                                           Eles poderiam usar “unidade e amor”, “paz e tolerância”, “respeito e segurança”, e há muitas dezenas de outras combinações possíveis... mas, para chamar nossa atenção, creio que O próprio Senhor pôs no coração deles essa combinação estatisticamente rara para ser usada em tão larga escala. A primeira referência que aparece na minha busca é o site das Nações Unidas! E todos estão em busca disso. Nada de anormal nisso... mas lembre do nosso texto de Tessalonicenses aí acima. Quando disserem que conquistaram “paz e segurança”, virá o fim. Portanto, acompanhe para seu “quadro grande profético” as manchetes e as ações para se estabelecer isso. 
  4. E por último nesse post, acompanhe todos os movimentos para a formação de blocos supranacionais... MercoSul, NAFTA, G7, G20, América Bolivariana, Mercado Comum Europeu (e a questão do BREXIT), Países árabes unidos, e todos os semelhantes. Deles emergirá em algum momento a configuração de dez blocos. Acompanhar isso, e as dificuldades para se estabelecer, ou a súbita facilidade em acontecer... tudo isso vai formar o “quadro grande profético” para observarmos.

Bem, esse meu post, baseado em textos bíblicos, fazem parte do meu “quadro profético grande”, e me ajudam a acompanhar as notícias. Me oferecem uma maneira de balizar as informações da mídia como referências seguras sobre o futuro. Minha sugestão é para que você avalie tudo o que é publicado a partir dessa perspectiva. Você não tem como confiar no que é “FAKE NEWS”, e o que não é. Você não estava lá. Não sabe o ambiente das redações, nem seus objetivos ideológicos e econômicos. Nem mesmo quais os objetivos da formação das vertentes ideológicas que governam o planeta. Mas se você crê na Bíblia, você deve balizar sua visão de mundo pela Palavra, e em nossos dias, pelo cenário profético que Deus nos apresenta. Creio que Ele mesmo vai nos dar instruções e revelações na vida diária a partir disso, segundo a Sua Palavra. Esqueça as discussões inúteis, não gaste energia discutindo por temas que daqui a alguns anos não mais existirão... 
Foque no que é eterno. Abra mão de suas posições prévias sobre as discussões propostas nas mídias sociais e mesmo na imprensa “supostamente” séria... em nossos dias, provavelmente a maior parte de todas as áreas de controle e influência no planeta já estão parcialmente tomadas para preparar o caminho da implantação do sistema do anticristo, que vem sendo estabelecido (I João 2:18-26) desde os dias do apóstolo João. O império das trevas (Colossenses 1:13) está se estabelecendo desde o fracasso em Babel. (Aliás, veja quantas coisas aparecem em nossos dias, em diversas áreas e produtos, com nomes Babel e Babilônia... curioso, não?)
Mas, claro, essa é apenas a minha sugestão, pelos motivos que expus. 
Sei que muitos vão dizer que sou alienado, ou da teoria da conspiração, ou coisas assim. Dispenso debates e discussões sobre o tema. Creio que a Bíblia contém a revelação para os últimos dias, e quem quiser buscar proteção nela, vai encontrar, e sei que essa posição será rejeitada pela maioria. Não será popular nem simpática, mas estou disposto a correr esse risco público para contribuir com os que estão buscando respostas e direção. Se Deus quiser, pretendo postar mais textos assim, contribuindo para a formação do seu “quadro grande profético”. 
Afinal tudo por aqui vai mudando rapidamente. Você não consegue ver?
Veja os sinais...


Haroldo Maranhão

quarta-feira, 28 de agosto de 2019

O ANTICRISTO ECOLÓGICO



Bem amigos, reconheço que estou bem “bissexto” em publicar aqui no Blog.
A vida vai tão corrida, com tantas atividades, com o ministério e minha vida profissional. Tenho ainda desenvolvido um projeto devocional diário, #meditandonaspalavrasdejesus. 
Assim que reconheço a dificuldade em sentar e organizar o que tenho observado na agenda dos últimos dias, para produzir o conteúdo aqui desse Blog.
Nesses últimos dias temos visto a nossa Amazônia assumir uma visibilidade internacional sem precedentes. Esqueça sua posição escatológica por um momento, bem como suas posições político/ideológicas. Pouco importa se a origem da discussão é baseada em fatos ou "fakenews". 
De direita ou esquerda. O que importa é que há um clamor popular global crescente sendo estabelecido acerca da causa ecológica.
Em paralelo a isso, fenômenos “naturais” estão causando estragos nunca vistos na agricultura e infraestrutura em diversos lugares. Pouco importa se estamos falando de um “aquecimento global”, de “extremos climáticos” ou de “efeitos espaciais geomagnéticos sobre a terra”.
O fato é que estamos vivendo para ver coisas muito diferentes no que diz respeito ao clima. O aumento das inundações, dos ciclones, das ondas de calor com temperaturas jamais vistas, de frio extremo, degelo de lugares inesperados, e até o Ártico está com incêndios florestais (!!) ativos em nossos dias, além de outros fenômenos. Se você parou para ler esse Blog, creio que sabe disso.
Mas a maioria das pessoas quer fazer de conta que tudo está como sempre, aceitando assim a pílula do esquecimento de Morpheus, do filme Matrix. Muitos percebem o que está acontecendo, e argumentam que tudo isso é o efeito da mão do homem, enquanto outros também reconhecem, mas dizem que é impossível o homem causar tudo isso.
O ponto que que quero propor aqui é que creio que tudo isso que está acontecendo diante de nossos olhos, e também o que virá, segundo Deus, é causado pela mão do homem.
A Bíblia nos ensina que Deus depois de criar Adão e Eva, o mandou cuidar da criação, enquanto ainda estavam ainda no Éden, mas o homem falhou em sua missão. Pecou, e permitiu que satanás, o pecado e a morte entrassem em nosso mundo, e tudo se perdeu. A partir disso, e ao longo dos séculos, o homem tem feito cada dia mais algo pior em relação ao planeta que foi criado para cuidar.
E ao ler o texto abaixo, vamos saber que, sim, O Juízo de Deus sobre a terra virá, entre outros motivos, porque o próprio homem está destruindo a terra. Direta ou indiretamente.  

"Na verdade, a terra está contaminada por causa dos seus moradores, porquanto transgridem as leis, violam os estatutos e quebram a aliança eterna. Por isso, a maldição consome a terra, e os que habitam nela se tornam culpados; por isso, serão queimados os moradores da terra, e poucos homens restarão."
Isaías 24:5-6

"Ouvi a palavra do SENHOR, vós, filhos de Israel, porque o SENHOR tem uma contenda com os habitantes da terra, porque nela não há verdade, nem amor, nem conhecimento de Deus. O que só prevalece é perjurar, mentir, matar, furtar e adulterar, e há arrombamentos e homicídios sobre homicídios. Por isso, a terra está de luto, e todo o que mora nela desfalece, com os animais do campo e com as aves do céu; e até os peixes do mar perecem."
Oséias 4:1-4

"Na verdade, as nações se enfureceram; chegou, porém, a tua ira, e o tempo determinado para serem julgados os mortos, para se dar o galardão aos teus servos, os profetas, aos santos e aos que temem o teu nome, tanto aos pequenos como aos grandes, e para destruíres os que destroem a terra."
Apocalipse 11:18

Creio que fica claro pelos textos, que a destruição profetizada por Deus se manifestará também pela ação dos destruidores do planeta e violadores da aliança com Deus, e, nesse caso, posso afirmar que tudo isso que vemos, continuará crescendo. E que a responsabilidade pelo que está acontecendo é do homem!
E porque o anticristo é uma antítese dO Cristo, ele também conhece as escrituras, e está buscando ocupar um lugar em que convença as pessoas que Ele é o próprio Messias de volta. E sabemos também que por certo tempo será bem sucedido nisso. Em assim sendo, porque não imaginar que ele possa se apresentar como um “protetor ambiental” por excelência? 
E para prosseguir nesse caminho, por que não manipular as multidões de pessoas a clamar pela criação de uma autoridade internacional supra nacional para ajudar a cuidar do planeta? Com poderes para tanto?
Bem, um ponto da fala de Macron - sim, Macron (!!) - ao propor a doação de recursos do G7 ao Brasil é emblemático: “a criação de um status internacional para aAmazônia pode ser uma questão, se algum país tomar medidas contra o planeta!
Claro que Macron não é o anticristo, e pouco importa se ele usou a palavra “status” ou “estatuto” em francês. O foco é entender: o que algum país pode fazer ecologicamente contra o planeta? Não inibir incêndios florestais? Não cuidar de seu ecossistema? Não permitir a internacionalização de sua água? Não proteger os animais silvestres? Ou os índios? Ou crescendo e ampliando, não permitir imigração compulsória? Não vacinar sua população contra epidemias assim consideradas pela OMS? Não aceitar se sujeitar a um organismo internacional, supranacional, aceito e incensado pela mídia, por lideranças notórias engajadas em causas ambientais, ainda que não eleitas para isso? Contrariar a opinião dos especialistas? Ok, em alguns pontos há ironia!
Mas o mais importante é saber: quem vai decidir se o que está sendo feito é contra o planeta?
Bom, você já entendeu o que penso. Creio que o “sistema” que virá, vai achar uma maneira de levar a população mundial a, em meio a uma histeria midiática, agir como já vimos tantos, se movendo em “efeito manada”. Insuflados. Obscurecidos de entendimento. Manipulados! Em breve, rejeitando seus presidentes, primeiros ministros ou quem quer que seja, resistindo agressivamente diante de qualquer voz ponderada, por acreditar que estarão diante de uma “ameaça clara ao planeta”. 
Que poderão contar apenas com um organismo que imponha a internacionalização como salvação, organismo esse que tenha uma pessoa carismática como seu líder, e com carta branca para agir.
Bem amigos aqui do Blog, creio ser muito provável que essa questão seja discutida mais cedo ou mais tarde, porque na verdade, já está sendo. Esse cenário já está começando a ser viável em algum momento futuro. Se não for nesse formato exato, em algo muito parecido. 
Já há muita coisa em curso, inclusive mudanças de legislação.
A questão que quero propor é saia das discussões políticas e religiosas extremadas, porque você precisa considerar a possibilidade que sejam dois lados de uma mesma moeda, já que ambos têm seus erros e suas irresponsabilidades. São apenas sistemas humanos. Aliás, em nossos dias podemos perceber que há até mesmo mais variáveis... talvez, seis lados de um mesmo dado!
Se você crê na Bíblia, estude os temas escatológicos dados a nós por Deus para você possa desenhar seu "quadro grande", para que “não seja enganado” com a agenda dos últimos dias...
Tudo vai mudando rapidamente ao redor. Você não consegue ver?
Veja os sinais! Deus abençoe...

Haroldo Maranhão